Saídas à restaurantes e outros espaços fechados | De Mãe para Mãe

Saídas à restaurantes e outros espaços fechados

Responda
11 mensagens
Ana LuzCosta -
Offline
Desde 10 Ago 2022

Olá mamãs!

Queria pedir a vossa opinião em relação a idas a restaurantes. A minha bebé ainda não tem 2 meses e sou muito picuinhas com as saídas dela... Se for ao ar livre é não estiver vento tudo bem, mas não fico confortável com espaços fechados e cheios de gente, até porque ainda nem tem as vacinas como é normal... No entanto, há já jantares de família e sempre aquela pressão...

Desta forma queria saber a vossa opinião sobre estas saídas, quando consideram mais seguro fazê-lo. Não estou a falar em questões de comportamento e choro (aí já sei que a minha bebé é intensa e fácil não vai ser) mas sim em termos de segurança para a saúde.

Obrigada!

Filipa2014 -
Offline
Desde 06 Fev 2014

Olá,
Por aqui, com 1 mes e pouco já comparecemos em almoços de familia com algumas pessoas, avós pais e tios. O que pedimos foi que se alguem tivesse constipado para nos avisar. Ou essa pessoa não ia ou não íamos nós. Em relação ao mexer na bebé eu sinceramente não gosto muito, só o mês passado é que me pediram para a pegar ao colo. Sempre mexeram nas perninhas e no corpinho dela, evitando as mãos e a cara. A família respeita muito essa questão e não tive qualquer pressão, tirando o pai do meu namorado e a sua companheira irritante, que tivemos de nos afastar um pouco porque achava que podia mandar nas nossas decisões. Sei que para algumas pessoas é exagero, mas só nós sabemos o que passámos quando apanhamos covid. Correu tudo bem, mas tive mais de uma semana com o coração nas mãos.
Chegámos também a ir com a bebé a um centro comercial, porque precisavamos de comprar coisas para ela. Escolhemos um centro comercial aplo que não andassemos muito perto de pessoas. Acho que deves fazer o que te sentires confortável.

Em busca do sonho desde Julho/2018
Mar 2019 (+) - gravidez anembrionária
Set 2020 - IIU (-) Jan 2021 - IIU (-)
Mar 2021 - IIU (-) Jul 2021 - FIV (+) 🙏🏻🙏🏻
08/04/2022 chegada da minha bebé. Melhor dia da minha vida❤️

Anotski85 -
Offline
Desde 09 Jun 2020

Eu não fui a nenhum convívio fora de casa antes das vacinas dos 2 meses, e visitas restringimos a avós, com excepção de uns tios que trouxeram a bisavó para ver o menino. A partir daí, abrimos mais, mas ainda hoje sou chata com as saídas e aglomerados.
A verdade é que o meu bebé tem estado bem, e primeira vez que ficou doente foi já na adaptação ao berçário, agora com mais de 6 meses. Mesmo assim, foi só uma ligeira constipação. Antes disso, nunca esteve doente, felizmente.
Pense bem. Se "há pressão", como diz, é porque não se trata de uma iniciativa exclusivamente sua levar a bebe a esses convívios. Talvez deva ponderar se o deve fazer por pressão. Uma coisa é certa: os bebés não ganham absolutamente nada com esses ajuntamentos familiares. Só servem para satisfazer a vontade dos adultos de estarem com o bebé e andarem com ele ao colo. Mas vantagens para o bebé: zero.

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

Eu comecei logo a fazer a minha vida normal e no 2o ainda mais. A irmã já tinha a rotina dela e eu não quis fazer grandes mudanças, ele com uns dia de vida já andava para todo o lado. Será sempre uma questão de bom senso e do que lhe apetece ou não fazer. O pano é uma boa solução para ter a bebé confortável, protegida e as pessoas não pegarem muito ao colo.

ClaraMiguel -
Offline
Desde 03 Nov 2013

Eu fui a uma festa de anos de família passado nem 15 dias. E também comecei logo a ir com ela ao supermercado e assim porque não às vezes não havia outra opção.

Ana LuzCosta -
Offline
Desde 10 Ago 2022

Obrigada pelos comentários!

Na verdade ela até começou a sair cedo mas sempre em espaços abertos e claro sem coloca a não ser os avós.

O meu medo (se calhar nesta sequência do covid) são sempre os sítios fechados e com muita gente. E claro sabemos que há bem pior que o covid.

Realmente a iniciativa não é de todo minha mas são convites para aniversários neste e naquele restaurante... Mas pronto, acho que o mais sensato é mesmo esperar por 2 ou 3 semanas após as vacinas (também não falta assim tanto) e se tiver que desiludir uma ou outra prima paciência!

Lili_Anna -
Offline
Desde 26 Out 2020

Ana LuzCosta escreveu:
Obrigada pelos comentários!
Na verdade ela até começou a sair cedo mas sempre em espaços abertos e claro sem coloca a não ser os avós.
O meu medo (se calhar nesta sequência do covid) são sempre os sítios fechados e com muita gente. E claro sabemos que há bem pior que o covid.
Realmente a iniciativa não é de todo minha mas são convites para aniversários neste e naquele restaurante... Mas pronto, acho que o mais sensato é mesmo esperar por 2 ou 3 semanas após as vacinas (também não falta assim tanto) e se tiver que desiludir uma ou outra prima paciência!

A minha começou a sair para pequenos passeios ao ar livre com 2/3 semanas.
Família que a queira ver, que apareça em casa e avise com alguma antecedência.
Restaurantes só com as vacinas, e normalmente só almoço (para não desregular os sonos da noite).
Claro que uma coisa é não haver alternativa, e ter mesmo que levar o bebé.
Acho que ninguém tem que levar a mal, se são vossos amigos e família, só têm é que compreender.

Marina4 -
Offline
Desde 15 Maio 2016

Está questão só se coloca com o primeiro filho :). É que depois com o segundo há toda uma vida a acontecer, levar à escola, ao desporto, ao parque, às festas de colegas etc

Lee_hyun_sun -
Offline
Desde 13 Fev 2019

Eu sempre levei a minha filha para todo o lado desde o dia 1.

Não podia parar a minha vida por isso até ao supermercado íamos 😅 nunca ficou doente

Positivo a 29 de Janeiro de 2019 💕
Uma gravidez não planeada mas desejada 🥰
Ameaça de parto prematuro as 28 semanas
A minha bebé nasceu em Setembro às 37 + 3 semanas 💕🥰

Ana LuzCosta -
Offline
Desde 10 Ago 2022

Marina4 escreveu:
Está questão só se coloca com o primeiro filho :). É que depois com o segundo há toda uma vida a acontecer, levar à escola, ao desporto, ao parque, às festas de colegas etc

Pois, imagino que seja uma realidade completamente diferente 😅

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

Também é isso 😅
Eu nunca fui picuinhas com saídas e visitas, mas era mais stressada com rotinas do sono, do banho e da alimentação. No segundo às vezes já só os queria a dormir com banho ou sem banho, de pijama cheiroso ou com os calções da rua...

Marina4 escreveu:
Está questão só se coloca com o primeiro filho :). É que depois com o segundo há toda uma vida a acontecer, levar à escola, ao desporto, ao parque, às festas de colegas etc

Votação

Quanto tempo, em média, dura uma consulta com o seu filho no pediatra?