Consultório | De Mãe para Mãe

Está aqui

Consultório

Os especialistas esclarecem! Consulte dúvidas comuns que os médicos especialistas já responderam, ou coloque a sua própria questão!

Rita Costa
Terapeuta da Fala

Licenciou-se em terapia da fala na Universidade Aveiro e veio para a capital exercer na área que a apaixonava. Concluiu entretanto o mestrado em Ciências da Fala e Audição.

Tendo em conta que comunicar está na sua essência, tornou-se Coach e practioneer em PNL (Programação Neurolinguística) níveis I e II no Instituto de Ciências Comportamentais e de Gestão (INCTA).

Adora aprender e conduzir formações, nomeadamente para pais, educadores e outros profissionais e é certificada pelo IEFP desde 2011.

Criou e coordena a equipa Fale Connosco - Saúde Personalizada, constituída por terapeutas da fala, psicólogas, terapeutas ocupacionais, fisioterapeuta e musicoterapeuta.

Mãe desde 2015, passou por uma experiência de prematuridade que a levou a interessar-se pelo aleitamento materno, tornando-se mais tarde conselheira.

É a ajudar e aconselhar que se sente plenamente realizada.

Hoje, mãe de dois, procura diariamente dar o seu melhor para desempenhar da melhor forma todos os seus papéis.

Ana Vale
Enfermeira Especialista em Saúde Mental e Psiquiatria

Licenciada em Enfermagem desde 2011, realizou grande parte do seu percurso no âmbito da prestação de cuidados de enfermagem gerais na área do adulto e do idoso, tendo sido a passagem por uma experiência desenvolvimental que a introduziu à área da saúde mental perinatal. Foi então que criou o seu blogue "Mulher, Filha & Mãe" com o intuito de sensibilizar para a saúde mental perinatal e que ingressou no Mestrado e Especialidade de Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. Aqui desenvolveu um programa de apoio a mulheres com alterações psicopatológicas no pós-parto, que despoletou o início das suas consultas de saúde mental perinatal. Dedicou-se ainda ao desenvolvimento do Projeto Mulher, Filha & Mãe e ao acompanhamento emocional de mulheres com risco e/ou com alterações emocionais no período perinatal. Em 2017, foi também uma das sócias-fundadoras da UMBILICAL - Associação Pela Promoção do Bem-estar Emocional na Gravidez e Pós-Parto, e fundou o Centro Mulher, Filha e Mãe em Lisboa, um espaço de apoio à maternidade. Ana Vale já colaborou também com vários centros/clínicas materno-infantis, exerceu funções de enfermagem em unidades de psiquiatria, escreveu inúmeros artigos na área e trabalha atualmente também em parceria com estruturas locais para sensibilizar para a área da saúde mental perinatal. No âmbito da saúde mental perinatal, acompanha, presencialmente e via online, mulheres/famílias com alterações emocionais na gravidez e pós-parto na consulta de saúde mental perinatal.

Margarida Sabino
Terapeuta Ocupacional

Licenciou-se em terapia ocupacional na Escola Superior de Saúde do Alcoitão. Tendo em conta a sua paixão pela intervenção em pediatria concluiu a sua pós-graduação em Neurodesenvolvimento em Pediatria na Universidade Católica Portuguesa.

Além de aprender, adora partilhar conhecimento com pais, educadores e outros profissionais, sendo formadora certificada pelo IEFP.

É terapeuta ocupacional na Fale Connosco - Saúde Personalizada onde criou a sala "Mundo dos Sentidos", adequada para intervenção no desenvolvimento infantil.

É mãe de uma menina e completamente apaixonada pelo universo do desenvolvimento infantil.

Beatriz Silva
Fisioterapeuta

Licenciou-se em Fisioterapia na Escola Superior de Saúde de Alcoitão e possui diversas formações complementares, nomeadamente no conceito Bobath e cinesioterapia respiratória.

Trabalha na Fale Connosco - Saúde Personalizada, onde com um sorriso e muita determinação dá o melhor de si pelos "seus meninos".

É na intervenção com bebés e crianças com problemáticas de neurodesenvolvimento que encontra plena satisfação.

Marcela Forjaz
Ginecologia e obstetricia

Nasceu em 1965 em Lisboa, passando no entanto sua infância em Lourenço Marques, Moçambique. Licenciou-se em Medicina em 1989 ( Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa) e especializou-se em Ginecologia/Obstetrícia no H.S.Francisco Xavier; foi Assistente Convidada de Clínica Obstétrica e Ginecológica (6º Ano) do Curso de Medicina da mesma Faculdade. Dedica-se desde 2006 à actividade clínica privada, tendo ainda publicado dois livros, um em 2008 - "Entre Barrigas"", onde em tom ligeiro procura dar resposta a muitas das questões que preocupam uma mulher grávida e recentemente o "O Grande Livro da Grávida", baseado na experiência clínica de anos da autora e nos últimos dados e estudos científicos sobre a matéria, encontrará todas as respostas às suas dúvidas.
Mãe de três filhos, Filipa, Francisco e Pedro, acreditando que cada filho multiplica a capacidade de amar, dedica-se ainda à escrita (com novos projectos em curso). Nos seus tempos livres tenta manter a forma nadando sendo o seu "momento zen" a aula de piano semanal.

Dra. Susana Cardoso
Nutricionista

SUSANA CARDOSO é Licenciada em Ciências da Nutrição, pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, desde Fevereiro de 2000, tendo feito Pós-Graduações em Nutrição Clínica pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto e em Cursos Integrados no Mestrado Europeu de Nutrição e Saúde Pública.
Desenvolve/eu o seu trabalho nas várias áreas de atuação do nutricionista, nomeadamente Nutrição Clínica. Formadora em várias escolas de formação profissional ao longo da sua carreira profissional.
Possui uma vasta experiência que adquiriu do saber específico de várias áreas com a integração e sincronização de conhecimentos e trabalho em equipa.
Atualmente, muito direcionada para o tratamento da obesidade e obesidade infantil, doenças do comportamento alimentar, diabetes e dislipidemias. Trabalha individualmente e em grupo a educação alimentar e o estilo de vida, abordando uma perspetiva de integração da alimentação saudável de forma continuada e sustentada.

CETI - Dra. Florbela Gomes
Infertilidade

A Dra. Florbela Gomes licenciou-se em Medicina na Faculdade de Medicina do Porto, em 1996, concluindo a Especialidade de Ginecologia e Obstetrícia no Hospital de São João em 2004 e, posteriormente, sub-especialidade em Medicina da Reprodução. Foi Assistente Hospitalar no Hospital de São João e no Hospital Pedro Hispano. Colaborou ainda no Centro de Simulação Médica do Porto (CESIMED). É membro da Sociedade Portuguesa de Ginecologia e da Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução. Publicou vários artigos científicos e foi orientadora de várias teses de mestrado integrado em Ginecologia e Obstetrícia.

CETI - Prof. Dr. Silva Carvalho
Infertilidade

O Prof. Dr. Silva Carvalho e a Dra. Florbela Gomes integram o corpo clínico da CETI - Centro de Estudo e Tratamento da Infertilidade, uma clínica vocacionada para o estudo exaustivo das situações de infertilidade e habilitada para a realização de todos os tratamentos, sejam eles médicos, cirúrgicos ou de Reprodução Medicamente Assistida.

O Prof. Dr. Silva Carvalho licenciou-se em Medicina em 1976 e, um ano mais tarde, foi monitor da disciplina de Ginecologia na FMUP. Participou no concurso para assistente de Ginecologia da FMUP, em 1984 e prestou provas de Aptidão Pedagogica e Capacidade Cientifica, em 1990 e tirou o seu doutoramento na area de Ginecologia / Obstetricia, em 1996. Foi professor auxiliar da disciplina de Ginecologia/Obstetrícia e professor associado da disciplica de Ginecologia / Obstetricia da FMUP. Prestou serviços como Secretario-Geral da Sociedade Portuguesa de Ginecologia durante 12 anos, foi Presidente da Sociedade Portuguesa da Medicina da Reprodução durante 6 anos e durante 4 anos foi membro do General Board da Sociedade Europeia de Endoscopia Ginecologica (ESGE) e do Advisory Board da Sociedade Europeia da Medicina da Reprodução (ESHRE). Presidiu ao Congresso Europeu de Endoscopia Ginecologica em 2002 e é Presidente do Colégio de Ginecologia/Obstetricia da Ordem dos Médicos, desde 2009 e director do Departamento de Ginecologia / Obstetricia do Hospital Cuf Porto, desde 2010.

Hugo Rodrigues
Pediatria

Licenciou-se em Medicina no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto em 2004 e regressou a Viana do Castelo, cidade de onde é natural e onde sempre viveu, para completar a sua formação profissional enquanto pediatra.
Desde então exerce a sua atividade na Unidade Local de Saúde do Alto Minho, onde possui ainda uma consulta especializada em Medicina da Adolescência.
O gosto pelo ensino foi sempre uma constante, exercendo atualmente funções de docência na Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho (Curso – Medicina) e Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Instituto Politécnico do Porto (Curso – Fisioterapia).
Para além disso, é também formador do Grupo de Reanimação Pediátrica e European Ressuscitation Council na área da emergência pediátrica e membro da Direção da Sociedade Portuguesa de Medicina do Adolescente.
Em 2011 criou o blogue “Pediatria para todos”, que evoluiu em 2014 para o livro “Pediatra para todos”, onde pretende responder às dúvidas dos pais de forma descomplicada, simples e objetiva, sempre com o rigor científico de um Pediatra, mas numa linguagem acessível a toda a gente.
Colabora ainda, como residente, no programa “Queridas Manhãs” da SIC. É na Pediatria Geral que se sente realizado, sempre numa perspetiva comunitária e próxima da população.
É um apaixonado pela família e os seus dois filhos são “um enorme orgulho e a melhor coisa que alguma vez fez na vida”, como costuma dizer…

Joana Prudêncio
Psicologia

Joana Prudêncio licenciou-se em Psicologia Clínica pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada em Lisboa, em 2006, com posterior formação avançada em Psicologia da Gravidez e da Maternidade pela mesma Instituição. Fez estágio profissional em Pádua, Itália, em Mediação e Terapia Familiar pelo Centro Padovano di Terapia della Famiglia, tendo ainda frequentado Pós-Graduação em Neuropsicologia Pediátrica. Actualmente trabalha no Centro Hospitalar do Algarve – unidade de Faro, dedicando-se ainda à prática privada no Grupo Hospital Particular do Algarve. Apostando sempre na prevenção e intervenção precoce, com vista à estabilidade emocional e ao desenvolvimento psicossocial e familiar adaptativo, é uma apaixonada pelas questões da gravidez e parentalidade, considerando este um momento de excelência na intervenção junto dos bebés e suas famílias.

Perguntas da comunidade

Ter, 10/11/2020 - 15:19
Ginecologia e obstetricia
Andreia Santos8 offline

Quando recebi o resultado do meu teste de gravidez positivo marquei prontamente uma consulta, a uma doutora que não era a minha médica, no entanto para saber se estava tudo bem o quanto antes fui. Pelos meus cálculos estaria de 5 semanas, agora 6. É a minha primeira gravidez. A doutora não me pesou, não falou sobre cuidados da alimentação, nada de especial, apenas disse que notava um ligeiro descolamento do saco gestacional e receitou-me progesterona. Não me informou muito sobre o que isso significava, apenas disse que havia possibilidade de aborto, ao que fiquei um pouco assustada. Tomo a medicação e tomei a liberdade também de deixar de fazer esforços, após alguma pesquisa online, visto que a doutora não me perguntou qual o meu trabalho, e visto que o mesmo envolve algum esforço físico. A minha questão neste contexto é, sendo um descolamento ligeiro, posso ficar mais ou menos descansada tendo em conta o meu cuidado, é muito grave ou poderá ser? E como funciona a primeira consulta de uma gestante pela primeira vez?

Qui, 06/02/2020 - 23:13
Pediatria
Ana C. Duarte offline

Boa noite. O meu menino tem 9 meses e só bebê leitinho de manhã. Há cerca de um mês para cá que parece ter deixado saber beber de biberão pois da 5 golos grandes e engasga-se como se o leite entrasse pelo "cano errado". Já pensei dar-lhe por colher mas demoraria uma eternidade visto que bebê 240ml e de manhã é complicado pois temos de ir para os empregos. Será normal está situação? Ele bebia sempre e muito bem e, de um momento para o outro, é isto. Gostaria de obter o vosso aconselhamento nesta matéria. Desde já agradeço a atenção

Seg, 01/06/2020 - 07:35
Pediatria
Skyla89 offline

Bom dia Doutor.
Agradeco desde já a disponiblidade.
Tenho uma bebé de 4 meses, em que o olho direito parece maior parte do tempo virado para dentro.
Notei este problema á um mes e meio atrás. Eu tenho ambliopia.
A minha questao é a seguinte é possível detectar ambliopia/ estrabismo num bebé tāo pequeno? Devo marcar consulta com o medíco de família ou directamente com oftomolgista.

Muito obrigado.

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?