Vizinhos | De Mãe para Mãe

Está aqui

Vizinhos

Responda
15 mensagens
missivs -
Offline
Desde 03 Ago 2010

Bom dia,

Ando com este assunto a remoer e não me anda a fazer nada bem. Preciso de testemunhos de outras famílias, de outros casos semelhantes e de conselhos.
Mudámos há cerca de 3 anos para um apartamento no segundo andar onde vive um casal de idosos (cerca de 90 anos de idade) no terceiro andar e um casal com uma menina com uns 3 anos no primeiro andar. É de salientar que a casa que comprámos era de uns emigrantes que só vinham cá muito esporadicamente e a ala toda direita do prédio encontra-se desabitada há muitos anos pois também é de gente que está emigrada. Por isso, aquele prédio sempre foi um sossego para o casal de idosos...até nos mudarmos. A minha filha mais velha sempre chorou muito dia e noite desde nascença, está mais calma mas faz as birras dela normais, próprias da(s) idade(s). A mais nova é um furacão, não pára quieta um minuto, cai algumas vezes e pica-se com a irmã porque causa de brinquedos. Ora estão a discutir e a queixar-se uma da outra aos gritos e choros, ora estão a brincar com as bonecas e os respetivos carrinhos. A partir das 21h não há mais barulho, a não ser a mais pequena que nunca dormiu bem de noite e chega a chorar umas 3-4 por noite. No meu entender, são crianças pequenas e não vejo qualquer anormalidade no relacionamento delas nem na maneira delas serem. Confesso que não devo muito à calma, e perco a paciência algumas vezes com elas para tentar manter alguma ordem. Mas acredito que a nossa dinâmica familiar é normal e o barulho que fazemos não é nada do outro mundo. Mas o que acontece é que, com o tempo, tanto os vizinhos de cima como os de baixo deixaram de dizer-nos bom dia ou boa tarde, mandam bocas e inclusive uma filha do casa de idosos chega a ser mal educada quando passa por nós nas escadas. Esta situação é muito embaraçosa e não paro de me culpar por se calhar ser muito permissiva com as minhas filhas e deixá-las serem crianças e brincar. Mas quando não as deixo brincar com os carrinhos das bonecas, por exemplo, por causa do possível barulho no piso de baixo, também me culpo pois impeço-as de serem crianças. Ando uma pilha de nervos e não sei que postura hei-de ter principalmente por causa delas. Sinto-me mal por não as cumprimentarem e elas ficam confusas pois sempre lhes incuti valores de boa educação. Ah, e nem quero imaginar quando perceberem que vem aí outro bébé. Alguém na mesma situação?

Sobre missivs

...A querer sermos 3 desde Novembro de 2011...
Positivo: 11 de Julho de 2012
...A querer sermos 4 desde Dezembro de 2013...
Positivo: 8 de Setembro de 2014

Desde 13 Set 2012

Olá!

Olhe mamã, quer saber de uma coisa? quando se vive em apartamento, sabemos ao que vamos e quem lá está tb sabe que é normal ruídos de cães, crianças, de arrastar de cadeiras, em fim, o normal e aceitável dentro dos horários legalmente definidos para a emissão de ruidos... se deixaram de a cumprimentar sem se explicarem nem a confrontarem com nenhuma situação em concreto, esqueça porque tb não são pessoas que mereçam a sua preocupação ou falta de sono.

Você vive num apartamento e não vai viver em silencio nem silenciar as suas filhas só porque em baixo ou em cima vivem pessoas. Que os debaixo se sintam incomodados, eu até posso perceber - e não disse compreender, disse perceber - pois já são muito idosos e o barulho a que não estavam acostumados pode efetivamente incomodá-los; o mesmo não se aplica aos vizinhos de cima, desde logo porque o som não se propaga com tanta facilidade para cima como para baixo e, the last but not the list, eles também têm uma criança com 3 anos.

Quer saber, faça a sua vidinha dentro do razoável e dentro do que está definido para as horas do ruído e esqueça a opinião alheia. Se lhe falarem, ótimo; se não falarem, paciência.

Quanto à sua pequena que dorme mal de noite, sugiro que deixe a zona de quartos e vá com ela para a sala. Supostamente, por baixo da sua sala será a sala dos vizinhos e, se dormem no quarto, decerto que ficarão menos incomodados com um bebé a chorar por cima da sala do que ficarão se ele chorar no quarto em cima.

Quanto ao resto, olhe, não pode viver a sua vida ao rítmo dos outros; respeitar é uma coisa, deixar de viver a sua vida para viver de acordo com as limitações ou condição alheia é muito diferente.

Tudo de bom!

Submetido por Sónia Maria Santos em Ter, 14/11/2017 - 17:39

SMSantos

Ana Ruca -
Offline
Desde 28 Ago 2017

Eles deviam era ter turistas a viver no prédio que iam ver o que era barulho,até tive de me mudar..os vizinhos idosos é normal se aborrecerem mas quem vive em apartamentos sabe perfeitamente que se ouve tudo por muito cuidado que se tenha..agora é Natal leve lhes uma caixinha de bombons e diga que lamenta a situação,vai ver que lhes passa

Submetido por Ana Ruca em Ter, 14/11/2017 - 19:01
Tyta.B -
Offline
Desde 31 Jul 2015

Se são barulhos normais de crianças a correr e a brincar, não me parece que os vizinhos se possam queixar muito. Eu também ouço as miúdas que moram no apartamento acima do meu a correr, a bater portas, a gritar uma com a outra, mas é normal, são miúdas, fazer o quê? Se estiver a ver tv ponho o som mais alto, se estiver a ler, e aqui sim o barulho incomoda-me, coloco musica tipo Sigur Ros, que não atrapalha a leitura mas abafa os sons dela, e aguento-me à bronca, que remédio.

As únicas vezes em que me passei foi há uns 2/3 anos, porque eles ofereceram patins às miúdas no natal e deixavam-nas andar em casa com eles, aqui tive de me queixar, porque o barulho que as rodas fazem no tecto é totalmente irritante, e ouve-se mesmo muito alto. Houve também um fim de semana naquela altura em que eles tinham visitas em casa e acharam bem deixar os miúdos, 4 no total, jogar futebol dentro de casa, confesso que também me passei. Ouvir um bola a saltar em cima da cabeça a tarde toda, mais 8 pes a correr de um lado para o outro sem parar, não é agradável, e também fui lá queixar-me. Eles pediram desculpa e não repetiram. Até porque o prédio tem parque, campo de futebol, e muito espaço para os miúdos, não tem lógica deixa-los fazer este tipo de coisas em casa.

Mas lá está, foram duas excepções, com barulhos muito altos e irritantes de brincadeiras não apropriadas para dentro de casa. Fora isto, não digo nada. Quem vive em apartamentos sabe com o que conta.

Submetido por Tyta.B em Qua, 15/11/2017 - 10:16
sofiaalmeidafranco -
Offline
Desde 24 Set 2013

Eu morava num apartamento com quinze anos e ouvia-se tudo, deixavam a muida andar a correr depois das 21 ao fim de semana entao nem se fala, tive que ir la 3 ou 4 vezes e um dia chamei a policia porque faziam pior, dois meses depois venderam a casa e eu vendi a seguir compramos uma vivenda assim nao incomodamos nem somos incomodados.

Submetido por sofiaalmeidafranco em Qua, 15/11/2017 - 13:27
guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Como se impede uma criança de correr depois das 21, atam-se os pés?

Submetido por guialmi em Qua, 15/11/2017 - 14:46
mamagemelar -
Offline
Desde 29 Ago 2011

guialmi escreveu:
Como se impede uma criança de correr depois das 21, atam-se os pés?

Levitam a partir das 21h... Espertalhão

Submetido por mamagemelar em Qua, 15/11/2017 - 15:08

Fez se luz no meu coracao a 22\11\2010... Rafaela as 00h10m e Fábio as 00h13m..Minhas vidas!!! Amo vos mto mto Afilhada e Madrinha babada da mnh kerida TWINMUMMY!!!mais uma madrinha e afilhada 5* SUSANA CORVOS mais uma afilhada linda. Sara78_98 . madrinha e afilhada da APIPAS querida!!!

bolas_e_bolinhas -
Offline
Desde 31 Mar 2012

Realmente também não percebo como de impede uma criança de correr depois das 21:00. mas gostava de saber. prende-se os pés? ou numa cadeira? lol
a mim parece-me um pouco ridículo.
Mais ridículo ainda chamar a polícia por causa de barulhos provocados por uma criança. se fosse por adultos entendia. mas por barulhos provocados por uma criança?
Infelizmente nem toda a gente pode morar / comprar uma moradia.

Submetido por bolas_e_bolinhas em Qui, 16/11/2017 - 13:08
LSL -
Offline
Desde 28 Out 2010

Vizinhos vizinhos... a eterna questão!

Bem... não se amarram os pés das crianças e nas outras casas não sei como é mas cá por casa às 21h é hora de dormir. Portanto a questão do barulho não se coloca.

Eu acho que deve ignorar os vizinhos. Fazem cara feia? Azar que só lhes faz rugas! Eu morava em apartamento. Eu não gostava do barulho dos vizinhos de cima. Nós não fazemos muito barulho, nunca andamos calçados, nunca discutimos a altos berros principalmente de madrugada (sim! Tive disto), a minha filha a partir das 21h estava na cama, nunca fiz grandes festas e afins. E mesmo assim os meus vizinhos de baixo faziam má cara depois da minha filha nascer. Motivo? Um dia apanhei o vizinho no elevador e feita estúpida pedi-lhe antecipadamente desculpa se houvesse choro de noite. A minha filha já tinha 4 meses e nunca chorou de noite e desde os 2 que dormia a noite inteira. Mas mesmo assim, senti-menina obrigação de ser educada para precaver épocas de doenças e assim. A resposta do senhor? Pois, nós ouvimos vocês a irem contar-lhe de noite! 😱😱 O pior disto é que não éramos nós que cantávamos. Como desde bebé ela sempre adormeceu com lullaby’s fazia a entoação quand acordava de noite e queria voltar a dormir (sim, super bem educada 😉😂). E isto minhas senhoras incomoda um homem de mais de 40 anos e que por acaso também tinha um filho! Foi remetido santo, nunca mais lhe dei satisfações nem me chateei muito com o barulho. Nunca fiz barulho a mais e sempre os respeitei mas nunca mais me preocupei.

Portanto, se acha que o barulho não é exagerado, é o normal e aceitável, olhe, deixe lá os seu vizinhos ficarem mal encarados. Mal deles. Isto do barulho tem muito que se lhe diga que há florzinhas de estufa que se incomodam com um alfinete. Coitados! Nunca acordaram de madrugada com uma mulher a chamar bebado e mentiroso ao marido a plenos pulmões!

E por estas e por outras agora moramos numa moradia. Custa um pouquinho mais de renda e tivemos de sair da cidade mas compensa bem. E temos uns vizinhos do lado, uns velhotes, super amorosos. É um sossego!

Submetido por LSL em Qui, 16/11/2017 - 13:56
Ana Svensson -
Offline
Desde 23 Abr 2017

Bem, a mim parece-me razoável impedir que as crianças corram depois das 21h. Por exemplo, os meus filhos a essa hora já estão a dormir e, se vivesse num prédio, iria detestar ter o barulho dos filhos dos meus vizinhos a acordar os meus filhos. Se iria chamar a polícia? Não seria, de todo, a minha primeira abordagem, mas não posso garantir que não o fizesse se o barulho ultrapassasse os limites do razoável e os vizinhos já tivessem ignorado os meus pedidos para tentar reduzir o ruído a partir dessa hora. Uma coisa é ter uma criança a chorar durante a noite, que pode efectivamente ser difícil de controlar, outra é deixar que andem a correr (algo que é perfeitamente evitável), mesmo sabendo que isso incomoda os vizinhos.

Quanto à questão principal, se acha que o barulho que faz é apenas o normal de uma família e, se diz que a partir das 21h, esse barulho acaba, não ligue à atitude dos vizinhos. Eu não ligaria. Se não querem cumprimentar, não cumprimentam... não são obrigados a isso. Mas eu também não perderia muito tempo a remoer no assunto. Agora, claro que compreendo que, para quem estava habituado a ter sossego, possa ser complicado agora lidar com esta situação. Mas quem vive em andares, especialmente em prédios mais antigos, sabe à partida que terá de lidar com os barulhos normais do quotidiano das outras famílias. O importante é que exista sempre bom senso de ambas as partes.

Submetido por Ana Svensson em Qui, 16/11/2017 - 14:11
guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

A mim a queixa sobre o barulho de crianças a partir das 21 horas espantou-me por uma razão simples: nunca consegui que as minhas filhas se deitassem assim tão cedo e certamente um pouco depois das 21 ainda correriam pela casa esporadicamente. Não sei como faria para impedir crianças de 1 ou 2 anos de correr, estando acordadas e cheias de energia. Infelizmente as minhas filhas sempre adormeceram tarde e não foi por falta de esforço nosso, que bem queríamos ter algum descanso ao fim do dia.
Assim como, infelizmente para nós, as minhas filhas só passaram a dormir a noite quase toda a partir dos 3 anos, e sim, houve muito choro delas e várias explosões de cansaço minhas. Nem sempre conseguia falar-lhes baixinho e gentilmente quando me levantava pela 8ª vez...Ah, e ainda há que contar com os terrores noturnos de uma delas, que a fazia gritar e bater com coisas (e às vezes correr pela casa toda) entre as 00.45 e a 1.30 da madrugada...
Portanto, fomos péssimos vizinhos! Mas se alguém me tivesse dado uma poção mágica para ter crianças a dormir das 21 às 7 da manhã eu pagava-a a peso de ouro!
Por acaso nunca nenhum vizinho reclamou. Cada um fazia a sua vida, alguns nem nas escadas cumprimentavam e a simpatia era tanta que quando quase íamos morrendo de intoxicação por gás (com direito a duas ambulâncias na rua e carro de bombeiros) ninguém apareceu nesse ou no dia seguinte para saber como estávamos ou se precisávamos de alguma coisa.
Sobre o que é controlável ou não, muitas vezes podemos fazer juízos precipitados...
(uma excelente resposta foi a que deu o vizinho do 3º andar quando o vizinho do lado - penso que teriam os quartos de casal "colados" - reclamou sobre o barulho que se ouvia no quarto - "pois olhem que eu do vosso quarto nunca ouvi barulho nenhum") Sorriso

Submetido por guialmi em Qui, 16/11/2017 - 18:27
mamagemelar -
Offline
Desde 29 Ago 2011

guialmi escreveu:
A mim a queixa sobre o barulho de crianças a partir das 21 horas espantou-me por uma razão simples: nunca consegui que as minhas filhas se deitassem assim tão cedo e certamente um pouco depois das 21 ainda correriam pela casa esporadicamente. Não sei como faria para impedir crianças de 1 ou 2 anos de correr, estando acordadas e cheias de energia. Infelizmente as minhas filhas sempre adormeceram tarde e não foi por falta de esforço nosso, que bem queríamos ter algum descanso ao fim do dia.
Assim como, infelizmente para nós, as minhas filhas só passaram a dormir a noite quase toda a partir dos 3 anos, e sim, houve muito choro delas e várias explosões de cansaço minhas. Nem sempre conseguia falar-lhes baixinho e gentilmente quando me levantava pela 8ª vez...Ah, e ainda há que contar com os terrores noturnos de uma delas, que a fazia gritar e bater com coisas (e às vezes correr pela casa toda) entre as 00.45 e a 1.30 da madrugada...
Portanto, fomos péssimos vizinhos! Mas se alguém me tivesse dado uma poção mágica para ter crianças a dormir das 21 às 7 da manhã eu pagava-a a peso de ouro!
Por acaso nunca nenhum vizinho reclamou. Cada um fazia a sua vida, alguns nem nas escadas cumprimentavam e a simpatia era tanta que quando quase íamos morrendo de intoxicação por gás (com direito a duas ambulâncias na rua e carro de bombeiros) ninguém apareceu nesse ou no dia seguinte para saber como estávamos ou se precisávamos de alguma coisa.
Sobre o que é controlável ou não, muitas vezes podemos fazer juízos precipitados...
(uma excelente resposta foi a que deu o vizinho do 3º andar quando o vizinho do lado - penso que teriam os quartos de casal "colados" - reclamou sobre o barulho que se ouvia no quarto - "pois olhem que eu do vosso quarto nunca ouvi barulho nenhum")

Isto é basicamente a historia da minha vida maternal... no meu caso a partir das 21h nao ouviam os pes dos miudos mas devem ter ouvido os meus pes furiosos a caminhar vezes infinitas para o quarto deles... mas isto sao barulhos normais de quem vive em apartamentos.... eu tb levo com barulhos dos outros.. é assim a vida! acho que dentro do moderado, nada de festas pela madrugada, discussoes a altas horas, moveis a arrastar e obras a noite, o resto para mim é tudo normal!

Submetido por mamagemelar em Qui, 16/11/2017 - 18:43

Fez se luz no meu coracao a 22\11\2010... Rafaela as 00h10m e Fábio as 00h13m..Minhas vidas!!! Amo vos mto mto Afilhada e Madrinha babada da mnh kerida TWINMUMMY!!!mais uma madrinha e afilhada 5* SUSANA CORVOS mais uma afilhada linda. Sara78_98 . madrinha e afilhada da APIPAS querida!!!

Videl86 -
Online
Desde 18 Jul 2014

Eu acho que há pessoas por aqui que se vivessem onde eu vivo ainda davam em malucos! Já tive um vizinho a ligar a aparelhagem no máximo, a ouvir uma coisa tipo heavy metal, às 3 e tal da manhã...foi das poucas vezes que fui lá tocar, acho que ele percebeu logo porque não abriu a porta mas desligou o som. Tenho uma vizinha que todas as noites se embebeda e insulta o marido de tudo o que consigam imaginar (acho que ele também bebe, mas não se ouve tanto o que diz, mas pelos insultos dela ele não deve ser um santo ehehehe). Os vizinhos do prédio ao lado! Oh meu deus...mesmo ao lado do meu prédio tenho uma igreja evangélica! E vários dias da semana têm culto lá e parece que estão dentro de minha casa, no início até cheguei a ir lá falar, mas nunca ligaram...ouço absolutamente tudo, eles têm um sistema de som, é horrível! E sim, o barulho deles passa das 21 até porque o culto dura até às 22h e depois os crentes ficam todos na porta à espera das boleias deles ou dos autocarros, não sei, e é uma gritaria até quase às 23:00. Ah sim, já referi que moro mesmo em frente a uma paragem de autocarros que tem autocarros a noite inteira? lol
Em compensação nunca ninguém se queixou do barulho daqui de casa, e quando não tínhamos filhos por vezes havia algum barulho, confesso...agora é mais difícil porque não temos energia para ficar muito tempo acordadas lol mas o miúdo anda numa fase meio histérica, se fossem certos vizinhos já tinham vindo reclamar. As únicas alturas em que chamo a polícia é quando há distúrbios sérios com pessoas bêbedas que ficam na paragem de autocarro aos berros e a tentar danificar os contentores do lixo ou as lojas que existem na rua ou quando os alarmes dos bancos disparam por acidente e ficam a tocar durante horas (da última vez eu chamei a polícia e pelo menos mais 3 pessoas chamaram também na rua porque não se consegue dormir mesmo). Isto só para vos dar uma perspetiva diferente...por vezes queria ouvir crianças a correr, ao menos sabia que eventualmente elas iam dormir e eu ia poder ficar sossegada xD

Submetido por Videl86 em Sex, 17/11/2017 - 22:34
Sobre Videl86

08 de dezembro de 2014 <3 49,5 cm e 2,920 de amor e doçura <3
13 de dezembro de 2017 <3 47 cm e 2,815 de fofurice e amor <3

Joca3080 -
Offline
Desde 20 Nov 2017

Olá mamã. Infelizmente esta é uma situação comum. Eu vivo numa casa, mas tenho amigas que sofrem do mesmo problema e têm vizinhos terríveis. É normal que as pessoas fiquem rabugentas por causa da falta de sono, mas são crianças têm de compreender. Acho que tem de continuar a fazer o que faz, e deixar as crianças brincarem, deixá-las ser o que são - crianças. Quanto aos vizinhos continue a cumprimentá-los como faz, kill them with kindness!

Submetido por Joca3080 em Qui, 23/11/2017 - 18:21
Star123 -
Offline
Desde 16 Set 2017

Sinceramente esta falta de compreensão pelo próximo faz me um bocado de confusão..
São crianças, acho muito bem que brinquem e que chorem, quando crescerem terão mais do que tempo para se comportarem como adultos.
Ora se se colocam as crianças a ver TV para não fazerem barulho é porque nao se está a educar bem, não se está a estimular a criança, os pais são preguiçosos e nao têm paciência para os filhos, etc etc etc; se deixam as crianças serem crianças é porque fazem barulho.
Acho que nunca vamos acertar!
A minha vizinha do lado tem um filhote de 3 anos que farta-se de fazer barulho, chega a chorar 4/5 vezes durante a noite e no meio dos choros ainda berra. Se me acorda e incomoda? Não digo que não, mas é uma criança, é a única forma que tem para se expressar, tenho que "ouvir e calar" porque um dia também serei mãe e não sei o que o futuro me reserva, como também tenho dois cães de raça gigante que quando ladram (não é muito frequente confesso) estremecem o prédio, vou fazer o quê? Não adivinho quando vão ladrar.
Em relação aos vizinhos de 90 anos: aposto que durante o tempo que as suas filhas estão na creche podem perfeitamente descansar, e em relação aos seus vizinhos com uma filha, sem comentários, têm uma falta de noção incrível.
Não se sinta mal, eles depois acabam por se habituar, afinal não têm outro remédio e se pensar bem, foi para um apartamento que nao era habitado, logo irá sempre existir mais barulho Piscar o olho
Viva a sua vida Espertalhão

Submetido por Star123 em Seg, 27/11/2017 - 11:32

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?