rastreio bioquímico | De Mãe para Mãe

rastreio bioquímico

Responda
7 mensagens
murtalhas -
Offline
Desde 05 Jan 2014

Boa tarde,
tenho quase 36 anos e estou grávida de 17 semanas, esta é a segunda gravidez e desta vez estou a ser seguida no hospital. Foi lá que realizei o rastreio bioquímico às 13 semanas (eco+ análises) esta semana chamaram-me para fazer nova ecografia pois diz que no rastreio tinha obtido um negativo perto do positivo. a médica corrigiu a probabilidade de trissomia 21 de 1/265 para 1/3000. como foi no hospital não tenho resultados de análises para mostrar. A médica diz para não preocupar mas o bichinho da preocupação está aqui. Alguma mãe que tenha passado por algo idêntico. Será que deveria de estar mesmo descansada?

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

Não lhe explicaram a razão da correção?
Eu diria que tem que confiar em quem a acompanha… 1/265 ainda não seria de risco, acho que consideram a partir de 1:250... Depois se diminui é porque de facto não se verifica. Quando fui eu sismei porque era 1:500 e tal… Mas como a eco estava bem (TN normal e ossos presentes) acabei por desencanar. Mas se puder pagar e isso a for descansar pode fazer o Harmony ou outra análise ao sangue semelhante e já fica com mais certezas. Mas no seu lugar esquecia isso, está tudo bem.

murtalhas -
Offline
Desde 05 Jan 2014

Boa tarde DianaES, obrigada pela tua resposta explicaram que só por ter mais de 35anos já é um positivo e corrigiram depois de fazer uma segunda ecografia em que os marcadores ecográficos para a T21 ficaram negativos. disseram que se eu quisesse podia fazer as tais análises mas tinha que pagar, a minha questão é se realmente posso ou não estar descansada ou se necessito de aprofundar como fazer análises e suportar o custo.
Mas se assim deu 1:500 e não fez mais nada secalhar não deveria de estar para aqui a fazer filmes na cabeça. Sim o que me dizem é para eu não me preocupar. Claro que isto apenas são probabilidades.

carina

MisaL -
Online
Desde 17 Abr 2019

Não se entende muito bem a situação. O que é analisado é sempre o risco corrigido. O risco basal é o risco com que se parte à priori, é o risco do calculo de idades, o risco corrigido é o seu risco em concreto, é o risco que foi corrigido com base na sua combinação dos seus dados.
O risco corrigido é baixo e não se faz ecografias para reanalisar os riscos de trissomais só se na primeira eco houve valores que por alguma razão não conseguiram ser medidos...não faço ideia.
Outra questão, o risco está lá sempre, a não ser que faça um exame mais específico, todas nós corremos esse risco. No seu caso não me parece preocupante, se dizem que está tudo bem o mais certo é estar. A gravidez é assim, quase tudo são probabilidades, cálculos, análises comparativas, mas a verdade mesmo é quando eles nascem. Agora uma coisa é existir sempre uma probabilidade outra é vivermos com esse em mente.
Se está tudo bem, é porque está, é ser feliz.

SamCast -
Offline
Desde 17 Set 2016

Olá mamã, se bem entendi o seu risco corrigido é de 1:3000, que a nível estatístico é negativo. Eu tive de fazer amniocentese porque estava borderline, ou seja não era positivo mas não era um bom negativo 1:359 e tenho 29 anos.
A sua probabilidade indica um óptimo negativo e se na eco disseram-lhe que estava tudo bem eu confiava. Como disse a DianaES, se a descansar e tiver possibilidade de pagar, faça o Harmony ou exames semelhantes, ao qual não acho que haja necessidade.

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

murtalhas escreveu:
Boa tarde DianaES, obrigada pela tua resposta explicaram que só por ter mais de 35anos já é um positivo e corrigiram depois de fazer uma segunda ecografia em que os marcadores ecográficos para a T21 ficaram negativos. disseram que se eu quisesse podia fazer as tais análises mas tinha que pagar, a minha questão é se realmente posso ou não estar descansada ou se necessito de aprofundar como fazer análises e suportar o custo.
Mas se assim deu 1:500 e não fez mais nada secalhar não deveria de estar para aqui a fazer filmes na cabeça. Sim o que me dizem é para eu não me preocupar. Claro que isto apenas são probabilidades.
carina

Sendo assim acho que não se precisa mesmo preocupar, a eco é o mais importante. As análises vão em probabilidade e idade pesa mesmo. Com valor de 1:500 que foi mais ou menos o que me deu não me preocuparia. Lembro-me que quando vi 1:500 e tal fiquei um bocado alarmada porque as outras Ts davam 1:muitos milhares, mas a médica descansou-me precisamente porque a eco estava impecável e a T21 sendo mais comum que as outras tem sempre risco acrescido e como já tinha 32 anos e estava acima do peso, eram tudo fatores que incrementavam a probabilidade. Estive para fazer o harmony mas depois deixei mesmo de me preocupar com isso. Correu tudo bem.

Lucia Mota -
Offline
Desde 06 Maio 2019

Olá, no meu caso, o risco isolado para T21 dava 1:72 e o combinado 1:480, o meu médico mandou-me para o hospital e lá disseram-me que não me enquadrava nos parâmetros para fazer amniocentese. Como eu estava informada que um rastreio tanto pode ser um falso positivo como um falso negativo e transmiti isso à médica do hospital, mandou-me uma carta para entregar ao meu médico a dizer que eu não estava com nível de ansiedade para ser recomendada a amniocentese. Fiquei descansada até que na 3ª ecografia a médica que me fez a eco mostrou-se preocupada e disse-me que o hospital se descartou das responsabilidades e que eu devia ter insistido na aminiocentese, que fariam na mesma caso eu tivesse pedido.
O que quero dizer com isto é que de facto um rastreio não passa de um jogo de probabilidades, a única coisa que a vai fazer ter a certeza é a omnicentese, de resto existem outros exames que tb garantem uma boa fiabilidade mas são pagos e bem pagos.
Se soubesse o que sei hoje, tinha insistido na aminiocentese, agora vou "rezar" para que a minha bebé nasça bem.

Outros tópicos relacionados

Espasmos
O meu bebé com 5 semanas costuma ter uns espasmos num pé, numa mão e tremeliques no lábio de baixo. Será normal??
Quem já ouviu falar e resultados
Boa tarde alguém já ouviu falar do chá uxi amarelo e unha de gato+?? Resultoi
Dor nas pernas frequentes com 5 anos
Ola mamas. Queria uma opiniao a minha princesa esta com 5 anos e ja alguns meses eque se queixa com dores nas pernas. Sera normal ? Alguem ja passou pelo mesmo? E que ela chora mesmo com as dores e ultimamente tem se agravado
Clinica iera, alguém já ouviu falar?
Ola meninas, em janeiro quero começar o novo tratamento então estava a pesquisar as clinicas no privado e encontrei esta da iera lisboa, alguém sabe me diz alguma coisa sobre essa clinica, as taxas de sucesso ,o atendimento, os tratamentos.....
Alternativa para casais com baixa reserva ovariana... Armazenamento de embriões?! Já alguém ouviu falar ou fez?
“Armazenamento” ou coleta de embriões: Como alternativa, as induções podem ser repetidas, isto é, os óvulos são coletados em duas ou três induções diferentes ( em meses seguidos ou não), fertilizados, congelados (vitrificados) e transferidos, de uma...
mamilo comprido
Ola meninas Estou a começar a tentar amamentar o meu menino e não esta a ser nada fácil. Tenho os mamilos muito grandes e ele não consegue fazer uma boa pega. Fica só a chuchar no mamilo em vez de abocanhar a aureola tb. Resultado em 5 mamadas tenho...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?