Quem perceba de gatos pf | De Mãe para Mãe

Quem perceba de gatos pf

Responda
26 mensagens
NinaPQ -
Offline
Desde 22 Fev 2010
I Love DMPM

Bom dia!
Tenho o meu filhote mais novo a pedir-me um gato...
Eu não percebo nada de gatos, nada mesmo...
Alguém que me dê uma luzes pf?
- Os gatos adaptam-se bem dentro de casa, certo?
- Também são limpinhos e vão à caixa de areia?
- As gatas são mais pequenas em tamanho do que os gatos?
- Em relação a pelo pela casa, é assim tanto?
- Quais os cuidados a ter com um gato?
- As gatas são mais meiguinhas do que os gatos?
- É possível castrar as gatas para não terem crias?
- Qual o tempo que será necessário dispensar para ter um gato?

Tive a pesquisar e vi que existem gatos anões. Alguém sabe em Portugal onde posso comprar um? (Sei que há muitos gatos para dar, não é isso que estou a perguntar, pergunto pf se sabem onde se vendem gatos anões).

Agradeço tudo o que me puderem dizer... Sorriso

Beijinhos

Sobre NinaPQ

Mãe de dois filhos fantásticos!
22 de Dezembro de 2009 às 0h50, nasceu o meu pinguim com 3,360kg e 48,5cm! Sorriso
20 de Abril de 2016 às 17h14, nasceu o meu pinipom com 3,015kg e 48cm! Sorriso
Amo-vos com toda a minha alma...

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

Se passarem pouco tempo em casa eu recomendo que adoptem dois gatos, assim fazem companhia um ao outro, e o trabalho que dá é o mesmo.
Os gatos, macho ou fêmea, podem e devem ser castrados.
O pelo que largam, dependerá da altura do ano, mas nada que um rolo para a roupa não resolva. A não ser que sejam mesmo muito picuinhas com pelo na roupa, e nesse caso aconselho a pensar bem antes de adoptar um gato, já que muitas vezes têm tendência de se deitarem em cima da nossa roupa.
Existem certos assuntos que não deixo passar sem comentar, e a compra de animais é um deles. Não existe maior gratidão do que a de um animal que tenha sido resgatado e a quem é dada uma nova oportunidade na vida.

carlabrito -
Offline
Desde 30 Maio 2017

Adote, nao compre. Há tantos a precisar de lar e amor.
Eu concordo com a Sansa, dois para que ele nao fique sozinho o dia todo.
Dá trabalho ao inicio, mas depois de adaptados tudo corre bem.

Ana Maria Costa1 -
Offline
Desde 01 Fev 2019

Só para completar o que disse e muito bem a Sansa: nunca ouvi falar de gatos anões, não costuma haver diferença significativa de tamanho entre gatas e gatos, aqui em casa há uma gata e gatos, não se distinguem por aí. Também não é comum haver gatos à venda, e na rua há muitos à espera de uma familia, os meus vieram de lá e são um sossego e asseados. Se quer fazer a vontade ao filho então aproveite ser uma lição de respeito pela vida animal e exemplo de amor ao dar a oportunidade a um bichinho que de outro modo o mais certo é morrer de fome ou atropelado por um carro e no entretanto procriar para a mesma desgraça. Comprar também significa exploração animal! Essa questão do tamanho não percebo, normalmente fala-se disso em relação aos cães..

Leticia _29 -
Offline
Desde 12 Set 2019

A sansa já disse tudo mas gostaria de acrescentar que nem sempre as gatas são mais pequenas, isso depende muito.
Assim como nem sempre são mais meigas
É como as pessoas, cada animal tem o seu feitio
Ele precisam de arranhadores, pode arranjar umas bolas próprias para eles brincarem .
Tanto as gatas como os gatos podem e devem ser castrados.

"Qual o tempo que será necessário dispensar para ter um gato?"
Essa é uma pergunta que me diz que não está preparada para ter um animal.
Os animais não são algo com o qual temos que dispensar tempo, um animal é um membro da família que deve ser tratado com carinho e que necessita de contacto com a família.
Embora os gatos sejam tipicamente mais independentes há gatos que precisam de muito mimo e contacto com os membros da família.
Eu tenho dois gatinhos pretos, irmãos, uma gata e um gato, resgatados da rua e adoptados através de uma associação e são muito meigos e precisam muito do nosso tempo.
Também sou da opinião que resgatar é o melhor. Há tantos animais a precisar de um lar. Comprar é só ridículo.
Não sei qual dos filhos está a pedir o gato mas tenha em conta o trabalho que vai dar, limpar caixa de areia, que deve ser feita diáriamente, levar ao veterinário etc..
E veja se depois não se vai arrepender.
É muito triste levar um animal para casa e depois querer devolve lo porque acham que o animal não se adaptou quando na realidade a família é que não estava preparada para ele.
Vejo muito isso na associação, muitos pais vão lá buscar cães e gatos porque os filhos pedem e querem lhes fazer a vontade e passado uns dias vão lá leva los porque os miúdos não querem saber de cuidar deles e os pais não querem ter trabalho.
Felizmente não são todos mas uma grande parte.
Pense muito, muito bem. E se tiver assim com tantas dúvidas não o faça.

Leticia _29 -
Offline
Desde 12 Set 2019

Ana Maria Costa1 escreveu:
Só para completar o que disse e muito bem a Sansa: nunca ouvi falar de gatos anões, não costuma haver diferença significativa de tamanho entre gatas e gatos, aqui em casa há uma gata e gatos, não se distinguem por aí. Também não é comum haver gatos à venda, e na rua há muitos à espera de uma familia, os meus vieram de lá e são um sossego e asseados. Se quer fazer a vontade ao filho então aproveite ser uma lição de respeito pela vida animal e exemplo de amor ao dar a oportunidade a um bichinho que de outro modo o mais certo é morrer de fome ou atropelado por um carro e no entretanto procriar para a mesma desgraça. Comprar também significa exploração animal! Essa questão do tamanho não percebo, normalmente fala-se disso em relação aos cães..

Eu por acaso tenho dois pretinhos, irmãos e o gatinho é muito maior que a gata.
Em peso ele tem quase 7 quilos e ela 3 quilos mas realmente a diferença não costuma ser muita. Neles nota se imenso.
Mas nasceram na rua e a gatinha caiu num poço de um parque de estacionamento e teve muitos dias sem conseguir ser resgatada e devidamente alimentada. Segundo a veterinário tinha cerca de dois meses na altura, não sei se terá sido por isso que cresceu pouco.

CatiaS_S -
Offline
Desde 30 Set 2016

Eu também sou da opinião que deve pensar muito bem no assunto. Um animal, seja ele qual for, dá trabalho e despesa. Até plantas dão trabalho! Pense muito bem se quer ter esse compromisso antes de pensar noutras questões mais práticas.
.
De resto, nem na minha família nem na do meu marido nunca houve gatos, por isso por aí não posso ajudar 🤷. Sei que há várias raças de gatos e provavelmente algumas devem largar mais pêlo que outras. Também nunca ouvi falar em gatos anões, só Munchkin https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Munchkin_(gato) .
.
Por último dizer que as nossas famílias nunca compraram nenhum cão nem adoptaram nenhum de um canil, foram sempre ou recolhidos da rua ou dados por alguém que tinha uma ninhada. Acho um desperdício muito grande dar 200€ ou 400€ por um animal como já por aí ouvi (fora todas as outras questões), mas isso sou eu que sou agarrada ao dinheiro. Os animais já dão tanta despesa no veterinário, ainda ir adicionar mais essa? No thank you. A única exceção foi a minha irmã que recolheu uma cadelinha de um canil e ela já vinha esterilizada, por isso, mais um bónus.

CatiaS_S -
Offline
Desde 30 Set 2016

Ah, também já ouvi dizer que nos gatos o peso normal é até 4kg, a partir dai já é considerado obeso

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

Ana Maria Costa1 escreveu:
Só para completar o que disse e muito bem a Sansa: nunca ouvi falar de gatos anões, não costuma haver diferença significativa de tamanho entre gatas e gatos, aqui em casa há uma gata e gatos, não se distinguem por aí. Também não é comum haver gatos à venda, e na rua há muitos à espera de uma familia, os meus vieram de lá e são um sossego e asseados. Se quer fazer a vontade ao filho então aproveite ser uma lição de respeito pela vida animal e exemplo de amor ao dar a oportunidade a um bichinho que de outro modo o mais certo é morrer de fome ou atropelado por um carro e no entretanto procriar para a mesma desgraça. Comprar também significa exploração animal! Essa questão do tamanho não percebo, normalmente fala-se disso em relação aos cães..

É uma raça de gatos com pernas curtas que säo supostamente 'super cutes" - Munchkin. E obviamente näo podiam deixar de ter uma propensäo para terem uma condiçäo associada a essa característica, que no fundo é uma deformidade. hÁ quem considere até abuso procriar animais com determinadas características que condicionem o seu bem-estar.

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

https://www.ufaw.org.uk/cats/munchkin-limb-deformity
Due to a deleterious genetic mutation, the limb bones of Munchkin cats fail to grow normally. Because of their resulting short legs, the behaviour of these cats is affected and they may be predisposed to painful osteoarthritis. A proportion of kittens born to Munchkin parents dies prior to birth because of this serious genetic mutation. Many breed clubs refuse to recognise this breed. We suggest that, because of risks to quality of life, cats with this abnormality should not be used for breeding.

Ana Maria Costa1 -
Offline
Desde 01 Fev 2019

Sansa escreveu:

Ana Maria Costa1 escreveu:Só para completar o que disse e muito bem a Sansa: nunca ouvi falar de gatos anões, não costuma haver diferença significativa de tamanho entre gatas e gatos, aqui em casa há uma gata e gatos, não se distinguem por aí. Também não é comum haver gatos à venda, e na rua há muitos à espera de uma familia, os meus vieram de lá e são um sossego e asseados. Se quer fazer a vontade ao filho então aproveite ser uma lição de respeito pela vida animal e exemplo de amor ao dar a oportunidade a um bichinho que de outro modo o mais certo é morrer de fome ou atropelado por um carro e no entretanto procriar para a mesma desgraça. Comprar também significa exploração animal! Essa questão do tamanho não percebo, normalmente fala-se disso em relação aos cães..

É uma raça de gatos com pernas curtas que säo supostamente 'super cutes" - Munchkin. E obviamente näo podiam deixar de ter uma propensäo para terem uma condiçäo associada a essa característica, que no fundo é uma deformidade. hÁ quem considere até abuso procriar animais com determinadas características que condicionem o seu bem-estar.


Desconhecia obrigada Sansa! Também acho um abuso...

Daniella.T -
Offline
Desde 28 Abr 2016

Eu concordo com o que as meninas em cima disseram, pondere bem antes de adotar um gato. E digo adotar porque são os que mais precisam de nós, eu tenho uma gatinha que resgatei e foi a melhor coisa que fiz, salvei-a e ela anima-me todos os dias. Se me arrependi? Nunca! E voltava a fazê-lo. Tenho é só 1, tenho que ver se lhe arranjo companhia porque eu e o meu namorido trabalhamos os dois por turnos.
Em relação às suas perguntas, os gatos são todos diferentes, cada um tem a sua personalidade, uns mais ariscos, uns mais meiguinhos, uns brincam mais, outros não querem tanto.
Um gato é muito bonito, mas prepare-se que ele não vai ficar sossegado no canto dele, eles são muito curiosos, adoram explorar e inventar coisas novas.
.
Agora respondendo às suas perguntas:
1- os gatos adaptam-se bem, e vocês precisam de se adaptar também. Ele vai saltar, correr, brincar com tudo o que vir, explorar e inventar, tenham isso em mente.
2 - Sim são limpinhos e vão à caixa de areia, mas não se esqueça que a tem que limpar. Quanto mais suja tiver menos eles gostam de lá ir, como é normal.
3- em relação ao tamanho não tem nada a ver, tanto uma gata pode ser um bocadinho maior, como o macho, ou serem os dois do mesmo tamanho. Depende da fisionomia do gato, um pode ter o corpo mais comprido e menos pelo, outro pode ter o corpo ligeiramente mais pequeno e mais pêlo.
4- em relação a pêlo deixado em casa, não acho que seja muito, mas eu já tou habituada, é aspirar a casa normalmente e tenha à mão um rolo de papel autocolante dá sempre jeito.
5- os cuidados a ter? Muito amor, compreensão, brincadeira, carinho, muita paciência, alimentação, veterinário, castração, cuidar do WC do gato, dispensar brinquedos. E eles retribuem, fazem companhia, ao brincar fazem-nos rir e animadas, dão-nos amor, quando começam a ronronar ui tão bom 😁
6- Não tem género de quem é mais meigo, depende da personalidade do gato e de como é tratado.
7- sim é possível castrar, tanto as gatas como os gatos. Aliás, é o melhor para a saúde deles. Basta dirigir-se a um veterinário de confiança.
8- o tempo que precisas de dispensar? Todo! O animal não é um objeto que tá ali e que quando te lembras vais lá fazer um carinho, ele é um membro da família, precisas de te dedicar a ele também, e não te preocupes ele não te vai deixar esquecer, porque vai andar sempre atrás de vocês e a ver o que andam a fazer porque gosta de tar acompanhado (uns mais que outros). Se tens uma rotina muito preenchida não tenhas um gato ou então arranja dois, sempre se entretém um ao outro. Mas com dois, não te esqueças. O dobro dos cuidados mas o dobro do amor!
Beijinhos e pensa bem antes de adotares. 😊

smca1977 -
Offline
Desde 26 Fev 2010

Olá, para pensar: o gato é apenas porque o filhote pede, ou a mãe tb quer? Um animal dá sempre trabalho e despesa, é como um filho, a entrar faz parte da família, o retorno é enorme, mas ao primeiro xixi fora do sítio ou sofá arranhado não se pode mandar embora de casa.
Respondendo às questões:
- Os gatos adaptam-se bem dentro de casa, certo? Sim, perfeitamente.
- Também são limpinhos e vão à caixa de areia? Sim, super limpos, aprendem desde cedo e quase sozinhos a usar a caixa de areia. Mas... Há mínima contrariedade, por acharem a areia não suficientemente limpa, se mudar de marca ou qualidade de areia, por razões de stress, de móveis mudados ou rotina que se altere na família, pode haver xixis noutros sítios bem chatinhos de limpar.
- As gatas são mais pequenas em tamanho do que os gatos? Por norma são. Mais pequenas e elegantes. Tal como as mulheres.
- Em relação a pelo pela casa, é assim tanto? Depende do gato e da rifa que calha. Uma ração de mais qualidade atenua a queda do pêlo. Marcas brancas de supermercado não ajudam. A Purina ou similar (20€/4kg/dura 2meses) é razoavel.
- Quais os cuidados a ter com um gato?
Areia sempre limpa, retirar cocós de 2 em 2 dias e substituir tudo e lavar 1x semana.
Cortar unhas desde cedo para habituar.
Comida e água sempre disponível.
Arranhador no caso do gato pegar nele, e não fazer do tapete da sala ou sofá o arranhador.
Brinquedos para gatos, mas com crianças em casa o gato já tem brinquedos suficientes.
Escovar o pêlo morto 1x mês.
Banho não precisa, mas 1x ano.
Muito colo, mimo, sol para se deitar e manta para se enrroscar.
- As gatas são mais meiguinhas do que os gatos? Não sei. Tenho uma gata super protectora de mim e da minha filha. Que bate ao marido quando ele fala alto.
- É possível castrar as gatas para não terem crias? Castrar não, esterilizar. E recomendo por causa do cio, dos miados e para ficarem mais tranquilas. A partir dos 7 meses, custa +-100€.
- Qual o tempo que será necessário dispensar para ter um gato? Quase nenhum, 5min/dia para água e comida e tirar cocós da areia. 15min/semana para lavar a caixa. São muito independentes ao contrário dos cães. Ficam bem sozinhos em casa 4 dias, com água e comida e mimos extra quando regressamos a casa. Somos mais nós a querer a atenção deles, que eles a nossa. Muitas vezes gostam apenas da nossa companhia sem os chatearmos. E um colinho para dormir.
Resumindo, vale a pena pelo muito pouco trabalho que dá, e pela recompensa que se tem. A minha gata de 4anos tem uma relação de proteção com a minha filha que vale tudo.

fmmartins -
Offline
Desde 14 Dez 2016

Olá Nina, não posso ajudar muito porque não tenho experiência com gatos, tenho com cães. Como já foi dito é uma decisão que deve ser pensada porque depois não existe volta. Confirmo, os animais podem dar muita despesa. Aqui é uma saca de ração de 20kg para duas semanas, seguro de responsabilidade civil para uma das bichas (temos 2), vacinas, desparasitar, uma faz otites recorrentes, outra já foi operada a tumor numa pata. O meu exemplo não é um melhor, eu sei que estamos a falar de um gato pequeno mas é preciso pensar sempre nestas questões.

NinaPQ -
Offline
Desde 22 Fev 2010
I Love DMPM

smca1977 escreveu:
Olá, para pensar: o gato é apenas porque o filhote pede, ou a mãe tb quer? Um animal dá sempre trabalho e despesa, é como um filho, a entrar faz parte da família, o retorno é enorme, mas ao primeiro xixi fora do sítio ou sofá arranhado não se pode mandar embora de casa.
Respondendo às questões:
- Os gatos adaptam-se bem dentro de casa, certo? Sim, perfeitamente.
- Também são limpinhos e vão à caixa de areia? Sim, super limpos, aprendem desde cedo e quase sozinhos a usar a caixa de areia. Mas... Há mínima contrariedade, por acharem a areia não suficientemente limpa, se mudar de marca ou qualidade de areia, por razões de stress, de móveis mudados ou rotina que se altere na família, pode haver xixis noutros sítios bem chatinhos de limpar.
- As gatas são mais pequenas em tamanho do que os gatos? Por norma são. Mais pequenas e elegantes. Tal como as mulheres.
- Em relação a pelo pela casa, é assim tanto? Depende do gato e da rifa que calha. Uma ração de mais qualidade atenua a queda do pêlo. Marcas brancas de supermercado não ajudam. A Purina ou similar (20€/4kg/dura 2meses) é razoavel.
- Quais os cuidados a ter com um gato?
Areia sempre limpa, retirar cocós de 2 em 2 dias e substituir tudo e lavar 1x semana.
Cortar unhas desde cedo para habituar.
Comida e água sempre disponível.
Arranhador no caso do gato pegar nele, e não fazer do tapete da sala ou sofá o arranhador.
Brinquedos para gatos, mas com crianças em casa o gato já tem brinquedos suficientes.
Escovar o pêlo morto 1x mês.
Banho não precisa, mas 1x ano.
Muito colo, mimo, sol para se deitar e manta para se enrroscar.
- As gatas são mais meiguinhas do que os gatos? Não sei. Tenho uma gata super protectora de mim e da minha filha. Que bate ao marido quando ele fala alto.
- É possível castrar as gatas para não terem crias? Castrar não, esterilizar. E recomendo por causa do cio, dos miados e para ficarem mais tranquilas. A partir dos 7 meses, custa +-100€.
- Qual o tempo que será necessário dispensar para ter um gato? Quase nenhum, 5min/dia para água e comida e tirar cocós da areia. 15min/semana para lavar a caixa. São muito independentes ao contrário dos cães. Ficam bem sozinhos em casa 4 dias, com água e comida e mimos extra quando regressamos a casa. Somos mais nós a querer a atenção deles, que eles a nossa. Muitas vezes gostam apenas da nossa companhia sem os chatearmos. E um colinho para dormir.
Resumindo, vale a pena pelo muito pouco trabalho que dá, e pela recompensa que se tem. A minha gata de 4anos tem uma relação de proteção com a minha filha que vale tudo.

Obrigada pela sua resposta, foi muito esclarecedora mesmo!

Sobre NinaPQ

Mãe de dois filhos fantásticos!
22 de Dezembro de 2009 às 0h50, nasceu o meu pinguim com 3,360kg e 48,5cm! Sorriso
20 de Abril de 2016 às 17h14, nasceu o meu pinipom com 3,015kg e 48cm! Sorriso
Amo-vos com toda a minha alma...

NinaPQ -
Offline
Desde 22 Fev 2010
I Love DMPM

Eu tive uma cadela pequenina que morreu no dia da mãe deste ano já velhota!
Disse para mim mesma que não queria mais animais, porque nos pegamos a ele e depois... puf!!!
Mas o pequenino está sempre a pedir um gato... Confesso que não percebo NADA de gatos, por isso estou a fazer perguntas, que para algumas possa parecer disparatadas, mas que eu não faço mesmo a mínima ideia.
Em relação ao tempo, óbvio que eu não tenho o tempo TODO. Acho que isso ninguém tem, é plena utopia...
Vou considerar tudo o que me disseram, agradeço o tempo dispensado por cada uma de vocês. Depois de pesar tudo, tomarei uma decisão!
Obrigada mais uma vez... Beijinhos

Sobre NinaPQ

Mãe de dois filhos fantásticos!
22 de Dezembro de 2009 às 0h50, nasceu o meu pinguim com 3,360kg e 48,5cm! Sorriso
20 de Abril de 2016 às 17h14, nasceu o meu pinipom com 3,015kg e 48cm! Sorriso
Amo-vos com toda a minha alma...

Leticia _29 -
Offline
Desde 12 Set 2019

CatiaS_S escreveu:
Ah, também já ouvi dizer que nos gatos o peso normal é até 4kg, a partir dai já é considerado obeso

Em relação ao péso não é bem assim Cátia.
O meu gato tem quase 7 quilos e não é obeso. É um gato grande, é comprido

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

NinaPQ escreveu:
Eu tive uma cadela pequenina que morreu no dia da mãe deste ano já velhota!
Disse para mim mesma que não queria mais animais, porque nos pegamos a ele e depois... puf!!!
Mas o pequenino está sempre a pedir um gato... Confesso que não percebo NADA de gatos, por isso estou a fazer perguntas, que para algumas possa parecer disparatadas, mas que eu não faço mesmo a mínima ideia.
Em relação ao tempo, óbvio que eu não tenho o tempo TODO. Acho que isso ninguém tem, é plena utopia...
Vou considerar tudo o que me disseram, agradeço o tempo dispensado por cada uma de vocês. Depois de pesar tudo, tomarei uma decisão!
Obrigada mais uma vez... Beijinhos

Claro que não, não precisa de dedicar muito tempo ao gato, mas se passam o dia inteiro fora de casa, embora os gatos sejam extremamente independentes e passem grande parte do tempo a dormir, seria melhor arranjar uma companhia.
Existem famílias que saem de manhã antes das 8h e só regressam lá para as 19h/20h. Na minha opinião é muito tempo para um animal de estimação ser deixado sozinho, numa base diária.

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

E Nina, as perguntas não foram nem um pouco disparatadas, mas ponderar a compra de um animal, e ainda por coma uma raça com problemas de saúde associados à característica que a torna tão apetecível, toca num ponto sensível para muitas pessoas. Condeno veementemente a compra de animais, e não consigo mesmo ignorar.

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

Seria importante alertar para outro ponto. Os gatos novos gostam imenso de brincar, mas à medida que envelhecem, tendem a querer tranquilidade.
Convém que o menino perceba que um gato não interage da mesma forma que um cão.
O meu gato adora a minha filha, mas não tem interesse nenhum em brincar com ela, e foge caso ela comece a ser muito chata. Mas é um gato que adora festinhas e adora deitar-se em cima de nós.

Leticia _29 -
Offline
Desde 12 Set 2019

Sansa escreveu:
Seria importante alertar para outro ponto. Os gatos novos gostam imenso de brincar, mas à medida que envelhecem, tendem a querer tranquilidade.
Convém que o menino perceba que um gato não interage da mesma forma que um cão.
O meu gato adora a minha filha, mas não tem interesse nenhum em brincar com ela, e foge caso ela comece a ser muito chata. Mas é um gato que adora festinhas e adora deitar-se em cima de nós.

Os meus dois gatos são da mesma ninhada, um macho e uma fêmea e são extremamente diferentes.
A gata só quer correr, brincar, subir para cima de cenas, quer brincar connosco.
O gato só quer estar quietinho a receber festas. E de preferência perto de nós.
Tanto um como outro não gostam de estar sozinhos. Se um de nós está em casa eles querem estar connosco.
E se por acaso vamos a alguma divisão e fechamos a porta eles ficam lá a miar até alguém abrir a porta..
São independentes mas gostam de companhia.
Eu já vi um miúdo de 3 anos a bater num gato porque o gato não brincava com ele, não ia buscar uma bola que ele atirava e o miúdo ia lá dar lhe umas palmadas. A sorte dele foi que o gatinho era dócil e não atacava, só tentava se esconder do miúdo mas se fosse um gato mais arisco podia correr mal.
Eu tenho muitas dúvidas sobre este tipo de adoção quando são os miúdos a pedir os animais aos pais..

Gabri -
Offline
Desde 24 Abr 2010

Acho que já disseram tudo. Quanto ao pelo como já disseram, depende décimo é picuinhas com a roupa, eu detesto ter pelo e cabelos na roupa e por isso ainda não consegui adotar nenhum, embora adore gatos a minha cunhada sempre que tem gatos para adotar na clínica manda-me fotos a picar, ainda há uns tempos me mandou uma de um gatinho lindo preto com olhos azuis (que é raro aparecer), detesto quando vou a casa dos meus sogros e venho com a roupa cheia de pelo e asneias do meu filho ficam um nojo (têm 3 gatos) Quanto à esterilização se adotar geralmente já vêm esterelizados ou com esterilização marcada aos 6/7 meses. Muitas vezes em clínicas ou associações tem gatos bebés para adotar. Sou da mesma opinião da CatiaS_S acho um desperdício gastar dinheiro num gato (e não sou agarrada ao dinheiro) com tantos abandonados ou para doar e a precisar de afeto, mas isso são opiniões.

Gabri -
Offline
Desde 24 Abr 2010

* depende de como é

Mag_M -
Offline
Desde 13 Jul 2018

Relativamente aos cuidados a ter e características, já disseram tudo acima.
Eu tenho dois, estão comigo há 15 anos, um macho e uma fêmea. A fêmea é territorial e arisca com desconhecidos, uma paz de alma connosco e tolera muito o puto, que anda sempre atrás deles a tentar cooperar (na ideia dele ahahaha), já o macho foge do meu filho como se tivesse que apanhar um rato.
Simplesmente não há grande interação, eles querem é sopas e descanso, como disseram acima, já estão velhotes.

SweetBlonde -
Offline
Desde 02 Ago 2012

Olá,

Neste momento não tenho gatos porque o meu marido é muito picuinhas com animais e pelos dentro de casa. Tenho uma cadela Serra da Estrela porque vivo numa moradia e tenho um espaço coberto só para ela e anda à solta no jardim.

Na infância e adolescência sempre tive gatos e são de longe o meu animal favorito.

De baixa manutenção, como já disseram acima, comida e areia limpinha é o suficiente.

Acho-os extremamente inteligentes, sociáveis e meigos (depende da raça e do temperamento do gato, por exemplo não acho os siameses muito sociáveis, sendo por vezes agressivos) e independentes. Prefiro fêmeas a machos por não marcarem território (os meus castrados ainda assim o faziam) mas acho os machos mais meigos (da minha experiência).

Um gato ou dois podem fazer as delícias dos teus meninos e creio que iriam ganhar uns amigos para a vida.

Não esquecer as despesas (que não acho que sejam por aí além mas cada um sabe do seu bolso):

- ração
- areia
- veterinário (esterilização ou castração, vacinação, consultas de rotina, geralmente o primeiro ano é o mais dispendioso)
- Registo no SIAC
- Brinquedos, etc.

De resto, boa sorte, comprado ou adotado. Os meus sempre foram adotados mas não condeno que compre.

Blonde

************************************

Madrinha e afilhada orgulhosa da Nelia02

NinaPQ -
Offline
Desde 22 Fev 2010
I Love DMPM

Boa tarde!
Venho só actualizar este post.
Decidimos, depois de muito pensar nos prós e nos contras, que não vamos comprar, nem adoptar um gato, pelo menos para já!
Obrigada a todas!
Beijinhos

Sobre NinaPQ

Mãe de dois filhos fantásticos!
22 de Dezembro de 2009 às 0h50, nasceu o meu pinguim com 3,360kg e 48,5cm! Sorriso
20 de Abril de 2016 às 17h14, nasceu o meu pinipom com 3,015kg e 48cm! Sorriso
Amo-vos com toda a minha alma...

Outros tópicos relacionados

Bebegel em recem nascido
Olá mamãs Estou a começar a desesperar,o meu bebé tem 3 semanas, está a beber suplemento e nunca tinha tido cólicas. Esta noite foi terrível porque não faz cocó há 2 dias e meio. Ajudei-o com o termómetro,com o cotonete,estimulei com um toalhete,...
Não faz cocó
Olá mamãs, Estou a desesperar! O meu príncipe há 5 dias que não faz cocó. Ele nunca fez todos os dias,mas amor fez dia sim dia não,de 2 em 2 dias... Ontem pus-lhe um bebegel e não fez nada, nem o vi a fazer força para tentar fazer. Já aconteceu com...
Recém nascido muito assado
Olá mamãs Tenho uma bebé com 1 mês que está super assada e já não sei o que fazer. Só uso compressas com água,já usei bepanthene, Mytosil, uriage... Ela faz 4/5 cocós por dia o que também não ajuda. Às vezes parece que fica melhor,mas de repente vem...
Cocó esverdeado
Ola mamãs Ontem à noite quando mudei a fralda ao meu bebé ele tinha um bocadinho de cocó,não era muito, e era esverdeado. É normal?" Ele só bebé suplemento. Será que é motivo para preocupação?
Bebé tem muitos gases e cólicas
Olá mamãs Ando a desesperar com as cólicas da minha bebé. Ela bebé LM e LA Nan Optipro 1. Acontece que ela engole imenso ar a mamar e a beber o biberon, na sequência disposto tem imensos gases. Faz cocó sem dificuldade,mas tem imensas cólicas devido...
Engole muito ar = cólicas
Olá mamãs Já não sei o que fazer. A minha bebé tem 15 dias e está sempre cheia de soluços. O pediatra até aconselhou ela não mamar só de um peito para não ter de fazer tanta força, então dou metade de um lado e o resto do outro e de facto tem tido...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?