Quantas prendas de natal? | De Mãe para Mãe

Quantas prendas de natal?

Responda
17 mensagens
MartaSofia83 -
Offline
Desde 11 Set 2017

Este é o primeiro natal do meu bebecas por isso é todo um mundo novo para mim. Nem sei bem quantas prendinhas comprar nem o que comprar. Para já comprei uma roupinha e três brinquedos baratinhos. Claro que este ano ainda não é crítico porque o Luís ainda é muito pequenino e não percebe o natal mas quero já começar a criar tradições. Eu sempre recebi umas 3 ou 4 prendas no natal em criança, nada de caro mas adorava abrir os vários embrulhos. Eu não vejo mal nenhum em dar assim várias coisas mas às vezes também ouço pessoas dizerem que dão só uma para não habituar mal as crianças e para não pensarem que o natal são só prendas. Quantas prendinhas de natal dão aos vosso filhotes?

KellyPT -
Offline
Desde 05 Abr 2011

Eu tento dar sempre, às crianças mais próximas (filhos e sobrinhos) um brinquedo, uma peça de roupa e um livro. No primeiro Natal do meu filho mais velho, como estava entusiasmadíssima, comprei 2 ou 3 brinquedos, mas foi demais. Deram-lhe dezenas de coisas e ele tinha pilhas e pilhas de presentes, o que eu reconheço foi um exagero e não desejo repetir. Acho que 3 ou 4 prendas é o ideal, mas tens de contar que outras pessoas também lhe vão oferecer, por isso se não queres cair em exageros, não deves comprá-las todas. Ah, e nós deixamos sempre uma prenda especial para o Menino Jesus deixar no sapatinho e ele abrir no dia 25 de manhã Sorriso

sonia R B -
Offline
Desde 06 Out 2017

Eu para a ninha bebe compro apenas uma prenda porque depois recebe mais dos tios e dos avós

carlabrito -
Offline
Desde 30 Maio 2017

Não ha nenhum numero de prendas estipulado.
No caso do Henrique, eu até nem lhe comprei brinquedo nenhum. Nem vou comprar. A arvore ja esta cheia de prendas e a maioria é para ele. Da familia.
Ainda ha 1 semana me fartei de lhe comprar roupa que estava a precisar, e ele este ano ainda nao da valor a isto. Nem percebe totalmente o que esta a acontecer. Fica contente por ver coisas novas, mas como eu nao quero que ele receba muitos presentes de cada vez e tendo em conta que ja la tem uns 4 ou 5, ja nao vou investir mais.
Comprei ontem um peluche pequenino para ele colocar na arvore. Uma coisa simbolica.
Nao precisa de mais.

Ns -
Offline
Desde 08 Fev 2008

Eu no primeiro natal ( 8 meses) e segundo na natal(1+8 meses) não comprei nada e muitas vezes até guardo alguns presentes para lhe ir dando ao longo do ano, para não ser o exagero.
Feliz natal

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Eu sempre dei uma prenda, uma só , e as minhas filhas nunca receberam montanhas de prendas porque a família é muito pequena. Sempre preferi dar um único brinquedo mais caro do que dar muita coisa às vezes sem qualidade pedagógica. Ao longo do ano compro roupa e livros sem guardar para ocasiões especiais. Não sei se a nossa atitude teve influência, mas já são adolescentes e nunca foram pedinchonas, pelo contrário, até me censuram se compro coisas de que não precise muito,seja para mim ou mesmo para elas.

Ana Svensson -
Offline
Desde 23 Abr 2017

Não existe um número certo de prendas a dar. Acho que cada um deve dar aquilo que quer e, claro, dentro das suas possibilidades. Eu também sempre recebi várias prendas dos meus pais e dou várias prendas aos meus filhos (não há um número específico). E claro que recebem outras prendas do resto da família e mesmo de amigos próximos. Tal como a Marta, não vejo mal nenhum nisso, nem acho que seja por aí que o Natal passa a ser só prendas. A verdade é que para a esmagadora maioria das crianças, as prendas são uma parte importante do Natal, independentemente de receberem 1 ou 100. Não é por se dar apenas 1 que elas não esperam ansiosamente pelo momento de abrir os presentes. Mas também acredito que independentemente disso, à medida que vão crescendo (quase) todas elas vão percebendo que o Natal tem muito mais significado do que simplesmente receber prendas. Eu noto muito a importância que as minhas filhas, principalmente a mais velha, dão ao facto de nessa altura estarem com as primas e os avós com quem estão poucas vezes, apesar de falarem todos os dias, por estarmos em países diferentes. Isto, pelo menos, se crescerem em famílias funcionais e onde todos os valores importantes são passados desde cedo, nas mais diversas situações do dia a dia. O serem pedinchonas ou não, não me parece que esteja directamente relaccionado com aquilo que recebem em dias festivos. Em 5 anos nunca a minha filha mais velha me pediu um único brinquedo. Não pede absolutamente nada! Já a pequenita é um bocadinho mais pedinchona, mas nada de especial (não diria que é pedinchona, simplesmente às vezes pede alguma coisa, ao contrário da irmã que não pede de todo). Eu também nunca pedia nada, mesmo recebendo muita coisa no Natal e nos anos. Acho que depende mais do feitio e da educação dada durante o ano. Por exemplo, vejo muitas crianças no supermercado a pedir tudo o que lhes aparece à frente e os pais a comprarem ou a aturarem birras intermináveis se dizem que não. Isso já acho mal. As minhas filhas sabem muito bem que não vão ter tudo o que querem e que em situações dessas nem adianta pedir. Durante o ano, tirando a roupa que vou comprando e às vezes uns livros, dou-lhes muito poucas coisas. Outra coisa que faço é todos os anos, no início de Dezembro, escolher com elas um conjunto de brinquedos (e roupas que já não servem) para dar “aos meninos que precisam mais do que elas”.

Sara.rs.90 -
Offline
Desde 21 Ago 2015

A minha filha por agora é a única criança da família, o ano passado ainda não tinha muita muita noção da coisa, este ano, uma vez que para o ano já temos o mano, vamos decidir que só vamos comprar 2 prendas no natal para cada um. O resto se a família/amigos quiserem dar alguma coisa é com eles. Serão 4 prendas que teremos de comprar e parece-me um numero bastante considerável. Como ela faz anos em Dezembro acaba por ser mais beneficiada porque parece que recebe mais :p mas depois em abril é a vez do mano :p

Paragem da pilula:fevereiro Concepção:março
Dpp:19 de Dezembro 2015
Primeira gravidez e é uma princesa linda.
Nasceu: 2:21h do dia 11/12/15 com 2.720gr e 46cm
Segunda gravidez é um principe guerreiro.
Dpp: 14 de Abril de 2018

LSL -
Offline
Desde 28 Out 2010

Uma para cada um. Depois os avós e a tia (única) dão também é fica com 4. Um número bem bom. A minha mãe sempre foi apologista de embrulhar muita coisa. Eram tudo coisas pequenas mas muitas. Às vezes tem piada mas acabei por perceber que é melhor ter só uma mas mesmo boa, mesmo o que eu queria do que ter uma dúzia de coisas que não me diziam nada. A minha filha este ano queria duas coisas. Pediu uma a mim e a outra à minha mãe. Essas ela queria mesmo e são as essenciais, tudo o resto vem por acréscimo.

estrelinhah -
Offline
Desde 02 Set 2009

Sem contar com a família, cada um recebe 2 prendas, uma nossa e outra do Pai Natal.
Decidimos desta forma porque depois a casa fica cheia de brinquedos de uma só vez. Vi pela minha filha que não valia a pena muitos brinquedos de uma vez.
Preferimos uma prenda mais cara mas que seja didática ou que sabemos que vão usar bastante. Assim, recebem no Natal e ao longo do ano.
Obviamente que não critico quem dê muitas, cada um tem de se adaptar à sua logística. Cá em casa inicialmente também dávamos mais prendas, mas depois percebemos que era melhor assim pois ela não brincava nem com metade do que tinha e acabamos por alterar a nossa logística das prendas quando ela tinha 3/4anos, pois com as prendas da família mais o que recebia no aniversário e durante o ano, era demasiado.

dona_amora -
Offline
Desde 20 Maio 2012

Ainda nao sei o que dar à minha que tem 7 anos e ainda nada na árvore.
Estou tb a pensar num livro juvenil de capítulos que gostamos de ler à noite como se fossem episódios e algo giro, tipo um caleidoscopio ou um xilofone melhorzinho pq ela gosta de tocar piano.

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o címbalo que retine.

MartaSofia83 -
Offline
Desde 11 Set 2017

Obrigado a todas pelas opiniões!

ALES88 -
Offline
Desde 14 Nov 2016

Cada qual decide quantas dar. Eu não sou apologista de muitas, confesso. Ainda há umas semanas uma prima do marido fez 5 anos, e nesse dia além da festa com a família, que é enorme, teve uma festa com 15 amigos,e cada amigo levou uma prenda. Era ver a miúda a abrir e por para o lado, não ligou absolutamente nenhuma às prendas, só queria abrir e ver a próxima. A casa está cheia de brinquedos por todo o lado, e quando digo por todo o lado, é mesmo por todo o lado, tem um quarto só com caixas e caixas cheias de brinquedos, e até a mesa de jantar está cheia de brinquedos, só tem um cantinho onde jantam os pais, e o resto é só brinquedos. Cada qual sabe de si,mas acho isso detestável. E a miúda já disse que só quer prendas que estiverem na carta ao pai Natal, que se lhe trouxer outras coisas não vai gostar 🙄 fico possessa com este tipo de pensamento consumista e mimado. A minha este ano tem uma prenda da avó, e ainda nem nasceu, mas é roupa, e por mim até nem tinha nenhuma, mesmo para o ano ainda não vai ligar muito. Eu prefiro que se juntem e dêem 2 ou 3 prendas na família toda, do que 10. Além disso tenho um apartamento pequeno, o quarto da miúda é muito pequeno, não tenho onde por nada. Mas esta é a minha opinião, para mim uma ou duas prendas que eles gostem mesmo,e que brinquem mesmo com aquilo basta.

carlaper -
Offline
Desde 11 Out 2011

Eu não vejo mal nenhum em oferecer muitos presentes. Cada um deve oferecer consoante a sua vontade e possibilidades. Eu vou oferecendo também durante o ano conforme me apetece, porque gosto de o fazer. Só se é criança uma vez. O importante é deixarmos claro que não podemos ter tudo o que queremos sempre que pedimos. Quando há esse cuidado, e quando incutimos na criança o agradecimento pelo presente que recebe, não há que ter nenhum sentimento de culpa de oferecer 4 ou 5 presentes Sorriso

Ana Svensson -
Offline
Desde 23 Abr 2017

carlaper escreveu:
Eu não vejo mal nenhum em oferecer muitos presentes. Cada um deve oferecer consoante a sua vontade e possibilidades. Eu vou oferecendo também durante o ano conforme me apetece, porque gosto de o fazer. Só se é criança uma vez. O importante é deixarmos claro que não podemos ter tudo o que queremos sempre que pedimos. Quando há esse cuidado, e quando incutimos na criança o agradecimento pelo presente que recebe, não há que ter nenhum sentimento de culpa de oferecer 4 ou 5 presentes

Totalmente de acordo!

Moranguita2017 -
Offline
Desde 03 Out 2017

Eu e o meu namorado decidimos que para a filha dele iríamos comprar um presente.
Não há um número certo de presentes que devemos oferecer às crianças ,por isso decidimos comprar apenas um presente porque não queremos passar a ideia de que o Natal é só prendas .
Boas festas para todas!😉

Moranguita2017 -
Offline
Desde 03 Out 2017

Não há um número certo de presentes que devemos oferecer às crianças ,por isso aqui em casa decidimos comprar apenas um presente para a filha do meu namorado porque não queremos passar a ideia de que o Natal é só prendas .
E também se formos a ver bem quanto mais prendas as crianças tem menos valorizam
Boas festas para todas!😉[/quote]

Votação

Onde compra as fraldas?