Problemas genéticos - MTHFR C677-T E GENE PAI-1 675-A(4G/5G)E 844A/G | De Mãe para Mãe

Problemas genéticos - MTHFR C677-T E GENE PAI-1 675-A(4G/5G)E 844A/G

Responda
5 mensagens
Roberta G. Morais -
Offline
Desde 28 Dez 2015

Olá guerreiras, já faço parte deste fórum algum tempo, na busca de encontrar casos iguais aos meus e respostas para as minhas preguntas que são muitas. Carrego comigo um historial de 6 abortos (todos entre 7-10 semanas) Após de ter feito todos os estudos genéticos, vieram a descobrir que tenho alteração nas duas genes heterozigotias MTHFR C677- T e Gene PAI 1 675-A. Bem, procurei ajuda no hospital STA Maria, onde o médico Dr. Artur Pereira, especialista em trombofiiías começou a tudo do zero. O despiste veio a confirmar que não tenho qualquer tipo de problema com o meu sangue, está tudo ok. Chegara os resultados do Instituto Ricardo JORGE (esperei 1 mês- normalmente o tempo de espera é 5-7 meses) com os resultados a cima indicados. Vou ter consulta com o médico hematologista 09/10 para então chega-mos uma conclusão de qual é o próximo passo a fazer. Estou um pouco assustada, uma verz que o médio já me disse que vai ser difícil o tratamento com anticoagulante uma vez que não sofro de trombofilia. Agora vamos ver, seja o que Deus quiser.
Muito força e coragem para todas que estão em busca do sonho mais profundo do mundo. Acreditar até ao fim, faz com que nós tenhamos mais força para nunca desistir. Beijinhos.

Diana Mar -
Offline
Desde 16 Abr 2011

Boa sorte e coragem!

Submetido por Diana Mar em Sáb, 16/09/2017 - 10:59
Sobre Diana Mar

David: Amor da mãe, Adoro-te!!!

Roberta G. Morais -
Offline
Desde 28 Dez 2015

Obrigada Diana Mar, beijinhos!

Submetido por Roberta G. Morais em Sáb, 16/09/2017 - 15:39
Juanita1988 -
Offline
Desde 26 Jan 2017

Muita força já tive 2 perdas e sei bem o quanto custa um bjinho

Submetido por Juanita1988 em Ter, 19/09/2017 - 23:56

Joana campos

Serpentina -
Offline
Desde 06 Abr 2010

Roberta,
Após uma pré eclampsia às 26sa e sindroma de help, fiz uma série de exames geneticos os quais vieram todos negativos (nomeadamente para trombofilias). Por precaução, nesta última gravidez fiz a micro aspirina e os anticoagolantes (heparina). Desta vez não tive pré eclampsia mas voltei a dar à luz às 26sa... vou voltar a fazer nova bateria de testes para tentar desvendar o porquê desta situação mas os médicos já me avisaram que posso nunca vir a ter respostas!
Por isso, pode (e, a meu ver, deve) fazer uso o tratamento dos anticoagulantes a não ser que tenha alguma contra indicação médica. Boa sorte
PS: há mutações genéticas para as quais ainda não existem estudos suficientes sobre o impacto das mesmas na saúde. Daí me ter sido recomendado os anticoagolante nesta e em futuras gravidezes.

Submetido por Serpentina em Sáb, 30/09/2017 - 19:02

FEV 2014- pré-eclampsia severa aos 6 meses e meio acompanhada de síndroma de hellp; a nossa filhota (29 cm; 454 gr) acabou por falecer nos meus braços 24h depois.
JAN 2015- gravidez anembrionária; curetagem às 12 semanas
AGO 2016- positivo!... UPSSSS... SÃO GÉMEOS!!!