Preparação Tec aumento da hormona LH Tec adiada | De Mãe para Mãe

Preparação Tec aumento da hormona LH Tec adiada

Responda
8 mensagens
Raiz -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Olá... Então resumindo... Sou seguida na Ivi há quase 4 anos...e a tentar engravidar há 5 anos e uns pontinhos... Meu Deus...
O meu médico é o dr. Sérgio e sou seguida tb pelo dr. Jorge Lima da cuf descobertas apesar de não ter nenhuma doença autoimune nem trombofilia identificada
Depois de estarmos para cancelar este capítulo duro da nossa vida.Decidimos fazer uma última TEC ( temos 2 blastocistos de D6)
Início o Plaquinol (que segundo li é utilizado para quem Tem lúpus) antes da menstruação recomendado pelo dr. Jorge Lima que resultaram efeitos em diarreia líquida dias seguidos.(costumo ser presa de intestinos) Suspendi a toma voltei a tentar daí a 5 dias com indicação do médico. Durante 7 dias tudo bem. Assim que início a preparação para Tec com estrofem, heparina, aspirina volto às diarreias líquidas (efeito do Plaquinol). Nova suspensão.

Ao 11dia do ciclo vou fazer a eco de controle para a Tec e faço analise ao LH (estradiol).Ficando A Tec agendada para hoje e faço analise ao LH(que julgo que nunca tinha feito a está altura do ciclo)
À tarde liga a enfermeira a dizer que tinha o valor
de LH alto e que o dr. Sérgio ia estudar o meu caso.

Dia seguinte liga o .dr Sérgio A dizer que tinha estado no congresso anual da Ivi e q pela primeira vez tinha ouvido falar no aumento da hormona LH na preparação em ciclo controlado para a Tec e que o aumento desse valor normalmente resultava em aborto... (Tenho 4 no meu historial)
Disse que cancelavamos o ciclo mas Mandou-me manter o estrofem e aliar a progesterona e voltar a medir, 4 dias depois mas o valor baixou.
Ou seja eu achava que íamos encontrar a causa... Mas ainda não foi desta...
Faço nova preparação no próximo ciclo mas agora tb com umas injeções para controlar o Lh

Sobre Raiz

HUC(fev 14 a mai 15); 1 fiv canc.;1 fiv neg.; 5 tent.fiv cicl.nat.
IVI Lx (jul 15 a mai.19):1 fiv pos-aborto c/9,5 s; 2 TECs neg.març e mai 16 ; grav.nat dez 16 - aborto 6s;
maio 17tec posit- aborto 5,5 s.; fiv nov 17pos.aborto 5,5 s.;TEC - Fev 18 neg, TEC set pós.aborto 5s; tec mai 19

Frederica Borges -
Online
Desde 27 Fev 2018

Isso acontece no caso de ovários poliquísticos, pensa-se que a LH normalmente alta em mulheres com SOP é responsável pelo risco acrescido de abortos que verificados.
Normalmente usa-se pré-tratamento com decapeptyl no ciclo anterior para a controlar, no teu caso espero que encontrem uma forma igualmente adequada.
Já te leio por aqui há algum tempo e fico sensibilizada com a maré de azar e todas as contrariedades que tens tido...
Espero muito que os médicos te possam ajudar!
Um grande beijinho

-> Eu ovários poliquísticos, ele oligoteratozoospermia
-> 1ª ICSI: abril 18
-> 1ª TEC: julho18 (-)
-> 2ª TEC: outubro18 (-)
-> 3ª TEC: fevereiro19 (-)
-> 2ª ICSI

PatL -
Online
Desde 18 Mar 2015

Olá, Raiz!

Nas transferências anteriores também fizeste Estrofem e progesterona, certo? Nessas ocasiões os níveis de LH poderiam estar normalizados e, como referes, a causa das perdas não está descoberta.
Também estou a ser acompanhada pelo Dr. Jorge Lima mas ainda não cheguei à fase de sugerir alguma terapêutica para TEC, porque estou à espera de que chegue um equipamento a laser no HSJ para poderem começar a fazer PGT-A.

O que a Frederica referiu do Decapeptyl já fiz várias vezes, mesmo assim com ou sem ele, as gravidezes nunca evoluíram. Nem sequer cheguei a ter hemorragia de privação ao contrário do que acontece, por exemplo, com Progeffik, Progyluton ou o meu velho amigo Provera. As médicas ficam admiradas de não menstruar depois do Decapeptyl e com os outros nunca ter havido problemas.

Temos imensas semelhanças Raiz. Por cá, se o equipamento chegar antes de janeiro do próximo ano ainda conseguirei fazer PGT-A. Depois disso, só me resta esgotar os dois embriões que tenho congelados, porque farei 40 anos. Não sei se têm aneuploidias ou não, serão mais uns tiros no escuro. Nessa altura já terei ultrapassado 8 anos à volta desta incógnita que se calhar nunca vai ser desvendada.

Sobre PatL

Início: 11/11 SOP, inexpl. 6 CP 2013/14 Dufine 1, 2 e 3 comp.
IIU: 05/15 cancel; 08/15 cancel.
FIV: 02/16(SHO) 12 embr; 04/18(SHO) 4 embr
TEC: 05/16(-); 09/16(+) grav BQ; 01/17(-); 05/17(+) AE; 10/17(+) AE; 06/18(-); 11/18(+) grav BQ
PGT-A: 04/19
http://seiquechegaras.blogspot.com

Raiz -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Frederica Borges escreveu:
Isso acontece no caso de ovários poliquísticos, pensa-se que a LH normalmente alta em mulheres com SOP é responsável pelo risco acrescido de abortos que verificados.
Normalmente usa-se pré-tratamento com decapeptyl no ciclo anterior para a controlar, no teu caso espero que encontrem uma forma igualmente adequada.
Já te leio por aqui há algum tempo e fico sensibilizada com a maré de azar e todas as contrariedades que tens tido...
Espero muito que os médicos te possam ajudar!
Um grande beijinho

Olá Frederica... Sim já temos "falado" umas vezes... ☺️ obrigada
O que o dr. Sérgio me disse foi que na eco do 11dia tinha na eco os ovários parados e tudo normal logo que o Lh não devia estar alto. Que uma coisa não correspondia com outra.

Nunca mais descobrem a minha "pólvora" 😉
Vamos seguindo as orientações

Sobre Raiz

HUC(fev 14 a mai 15); 1 fiv canc.;1 fiv neg.; 5 tent.fiv cicl.nat.
IVI Lx (jul 15 a mai.19):1 fiv pos-aborto c/9,5 s; 2 TECs neg.març e mai 16 ; grav.nat dez 16 - aborto 6s;
maio 17tec posit- aborto 5,5 s.; fiv nov 17pos.aborto 5,5 s.;TEC - Fev 18 neg, TEC set pós.aborto 5s; tec mai 19

Raiz -
Offline
Desde 13 Nov 2015

PatL escreveu:
Olá, Raiz!
Nas transferências anteriores também fizeste Estrofem e progesterona, certo? Nessas ocasiões os níveis de LH poderiam estar normalizados e, como referes, a causa das perdas não está descoberta.
Também estou a ser acompanhada pelo Dr. Jorge Lima mas ainda não cheguei à fase de sugerir alguma terapêutica para TEC, porque estou à espera de que chegue um equipamento a laser no HSJ para poderem começar a fazer PGT-A.
O que a Frederica referiu do Decapeptyl já fiz várias vezes, mesmo assim com ou sem ele, as gravidezes nunca evoluíram. Nem sequer cheguei a ter hemorragia de privação ao contrário do que acontece, por exemplo, com Progeffik, Progyluton ou o meu velho amigo Provera. As médicas ficam admiradas de não menstruar depois do Decapeptyl e com os outros nunca ter havido problemas.
Temos imensas semelhanças Raiz. Por cá, se o equipamento chegar antes de janeiro do próximo ano ainda conseguirei fazer PGT-A. Depois disso, só me resta esgotar os dois embriões que tenho congelados, porque farei 40 anos. Não sei se têm aneuploidias ou não, serão mais uns tiros no escuro. Nessa altura já terei ultrapassado 8 anos à volta desta incógnita que se calhar nunca vai ser desvendada.

Patl caminho tão duro este...
Quando fiz o kit só pensava que dê útero hoje para haver uma evidência... E agora pensava LH alto ok... Que se corrija... Mas nada... Está sempre tudo bem... Quer dizer não está, não e?!

Eu das vezes que engravidei foi sempre com estrofem e progesterona... E julgo que nunca tinha sido medido o Lh nesta fase.
Pelo menos eu não me lembro.
Julgo que foi só agora e porque o dr. Sérgio ouviu esse novo dado e achou que poderia ser o meu caso.por isso não sei se nas outras transferências este valor tb estava alto e baixou como agora com a progesterona ou se nunca aumentou.
As transferências que fiz em ciclo natural nunca houve implantacao. Na altura até fiz uma tabela para ver as semelhanças e diferenças em cada transferência.

Um beijinho e boa sorte.

Sobre Raiz

HUC(fev 14 a mai 15); 1 fiv canc.;1 fiv neg.; 5 tent.fiv cicl.nat.
IVI Lx (jul 15 a mai.19):1 fiv pos-aborto c/9,5 s; 2 TECs neg.març e mai 16 ; grav.nat dez 16 - aborto 6s;
maio 17tec posit- aborto 5,5 s.; fiv nov 17pos.aborto 5,5 s.;TEC - Fev 18 neg, TEC set pós.aborto 5s; tec mai 19

Raiz -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Raiz escreveu:

Frederica Borges escreveu:Isso acontece no caso de ovários poliquísticos, pensa-se que a LH normalmente alta em mulheres com SOP é responsável pelo risco acrescido de abortos que verificados.
Normalmente usa-se pré-tratamento com decapeptyl no ciclo anterior para a controlar, no teu caso espero que encontrem uma forma igualmente adequada.
Já te leio por aqui há algum tempo e fico sensibilizada com a maré de azar e todas as contrariedades que tens tido...
Espero muito que os médicos te possam ajudar!
Um grande beijinho

Olá Frederica... Sim já temos "falado" umas vezes... ☺️ obrigada
O que o dr. Sérgio me disse foi que na eco do 11dia tinha na eco os ovários parados e tudo normal logo que o Lh não devia estar alto. Que uma coisa não correspondia com outra.
Nunca mais descobrem a minha "pólvora" 😉
Vamos seguindo as orientações

As injeções são o orgalutran

Sobre Raiz

HUC(fev 14 a mai 15); 1 fiv canc.;1 fiv neg.; 5 tent.fiv cicl.nat.
IVI Lx (jul 15 a mai.19):1 fiv pos-aborto c/9,5 s; 2 TECs neg.març e mai 16 ; grav.nat dez 16 - aborto 6s;
maio 17tec posit- aborto 5,5 s.; fiv nov 17pos.aborto 5,5 s.;TEC - Fev 18 neg, TEC set pós.aborto 5s; tec mai 19

Raiz -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Eu agora também só pensava nem fiz transferência nem se descobre nada... Ou seja tinha dado para fazer agora transferência uma vez que os valores do LH estabilizaram, apesar de ir tomar na mesma o orgalutran...
Timing certo é tanto o que se precisa...

Sobre Raiz

HUC(fev 14 a mai 15); 1 fiv canc.;1 fiv neg.; 5 tent.fiv cicl.nat.
IVI Lx (jul 15 a mai.19):1 fiv pos-aborto c/9,5 s; 2 TECs neg.març e mai 16 ; grav.nat dez 16 - aborto 6s;
maio 17tec posit- aborto 5,5 s.; fiv nov 17pos.aborto 5,5 s.;TEC - Fev 18 neg, TEC set pós.aborto 5s; tec mai 19

Frederica Borges -
Online
Desde 27 Fev 2018

Estas esperas dão connosco em malucas, como te entendo!

-> Eu ovários poliquísticos, ele oligoteratozoospermia
-> 1ª ICSI: abril 18
-> 1ª TEC: julho18 (-)
-> 2ª TEC: outubro18 (-)
-> 3ª TEC: fevereiro19 (-)
-> 2ª ICSI

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?