Preferência pelo Pai - Bebé 1 ano | De Mãe para Mãe

Preferência pelo Pai - Bebé 1 ano

Responda
22 mensagens
SoninhaE -
Offline
Desde 12 Maio 2017

Olá Mamãs,

Estou a passar por uma fase de relacionamento com a minha filha de 1 aninho de idade e com o meu marido muito difícil.
Isto porque não estou a conseguir viver com a preferência clara dela pelo pai e com cumplicidade que já têm.. não conheço outro caso de preferência tão precoce pelo pai!
Faço tudo pela minha filha, mas confesso que o meu marido é um pai excecional (até acho que demais), ao contrário da maioria dos pais que se abstém de muitas tarefas com os bebés, o meu marido sempre quis fazer tudo o que faço e ainda é super brincalhão. Sempre teve muito jeito a lidar com crianças, então imaginem com a filha…
Então deparo-me com este facto, estamos os dois em público ou privado e ela só quer o pai, pior, se tiver no colo dele nem quer vir para o meu.. ☹☹☹ isto magoa-me profundamente, sinto-me triste e frustrada como mãe!!
Não consegui amamentar a minha filha porque ela sempre rejeitou a minha mama, então já vivo com esta culpa e frustração, e fui sempre muito insegura com ela.. acho que ela percebe isso e sente-se mais tranquila, segura e feliz com o pai.
Estou a sofrer muito mamãs.. depois percebo que socialmente esse facto é notado e lido mal com os olhares reprováveis dos “outros”, então até tenho evitado conviver com outros pessoas..

Não consigo falar deste problema a ninguém..
Alguma mamã passou ou passa por isto? O que pensam disto, será que me conseguem ajudar?

Obrigada!

ClaraMiguel -
Offline
Desde 03 Nov 2013

A minha filha ao nascer passava o tempo todo ao colo do pai a olhá-lo nos olhos. Comigo isso não acontecia. Sorriso Não amamentei também mas isso a mim não me traz qualquer culpa. Sou mãe dela, cuido dela, amo-a, temos a nossa ligação. Amamentar não é nem nunca será a única maneira de criar um vínculo entre uma mãe e um bebé. A minha filha sempre foi menina do papá e olhe que ficou em casa comigo 3 anos. Espertalhão Mas eu admito que gosto da ligação que eles têm. Além do mais é por fases, verá. Há-de haver fases em que ela só vai querer a mãe e aí até agradeceria ter um pouco de espaço porque vai ser « mãe » para tudo: dar banho, dar de comer, brincar, colo, atenção, tudo. A minha é assumidamente menina do papá mas passa por estas fases volta e meia. Sorriso O meu conselho seria preocupar-se menos com a ligação que o seu marido tem com a sua filha (que é boa, faz bem aos dois e é normal porque geralmente as meninas são mais apegadas aos pais e os meninos às mães) e ser o tipo de mãe que deseja: estar lá para ela, dar-lhe amor, tratar dela, tenham momentos só as duas, criem rotinas (por exemplo, aqui esteja ela numa fase « só pai » ou « só mãe » sempre a adormecemos à vez, mesmo que ela exigisse apenas um de nós) e crie a sua ligação com ela. Aliás já a tem, com certeza. Ela não a rejeita quando estão as duas, pois não? Sorriso

ClaraMiguel -
Offline
Desde 03 Nov 2013

E não culpe o seu marido de nada a não ser se ele não permitir que haja momentos mãe e filha. Porque de resto o que quer que ele faça? Que dê menos atenção à filha? Que brinque menos com ela? Que lhe recuse colo e mimos? Quer mesmo que a sua filha sinta o pai a afastar-se dela?

hugbi -
Offline
Desde 06 Nov 2011

Olá mamã, os bebés têm fases, alturas que preferem os pais e outras as mães. Não se culpabilize nem a si nem ao pai pela boa relação que eles têm, pense assim: antes o pai ser um bom pai e a bebé gostar muito dele do que ser um pai ausente e a sua filha não saber o que é um pai. Mãe é mãe é sempre o será e a sua filha sabe-o bem. Quem sabe não será esse seu” ciúme” da relação deles que a faça afastar de si?

lcaaugusto -
Offline
Desde 03 Jun 2013

Por aqui tenho uma menina do papá, desde sempre, têm uma ligação muito especial. Menina dos olhos dele e vice versa. Cara chapada do pai.
A primeira palavra dela foi papá. Mamã, foi muito depois de já dizer outras. O que poderia fazer?? Nada.
Sei que para ela sou a mamã, que quando está doente é comigo que se sente melhor, mas sempre com o papá debaixo de olho 😂.
São fases. Com a idade que a sua tem, a minha era vidrada no pai. Neste momento com 2 anos, abona a meu favor, estamos na fase da mamã, parece a minha sombra em casa, mesmo assim, por ex se vou busca-la à escola e não é o pai, ela pergunta logo, onde está o papá?? Quando é o pai a ir buscar não pergunta por mim.
Ela nao gosta menos de si, como o pai não lhe está a retirar protagonismo a si. São mesmo ligações fortes, naturais entre pais e filhas. E que bom que são pais presentes e que nos ajudam muito!!
Não se sinta inferior, nem se afaste deles nem das pessoas. Vocês de certeza têm a vossa ligação ou rotinas entre as duas. Brinquem a 3... Sair de casa os 3...
Beijinhos 😘

Endometriose IV-Adenomiose Difusa-Trombofilias-Oligateratozoospermia
1ª ICSI Gravidez Bioquimica, 2ª ICSI (-), 3ª ICSI (-)
Tec DO IVI 04/2016 (+)
https://www.facebook.com/MundoPiki/

lcaaugusto -
Offline
Desde 03 Jun 2013

Por aqui tenho uma menina do papá, desde sempre, têm uma ligação muito especial. Menina dos olhos dele e vice versa. Cara chapada do pai.
A primeira palavra dela foi papá. Mamã, foi muito depois de já dizer outras. O que poderia fazer?? Nada.
Sei que para ela sou a mamã, que quando está doente é comigo que se sente melhor, mas sempre com o papá debaixo de olho 😂.
São fases. Com a idade que a sua tem, a minha era vidrada no pai. Neste momento com 2 anos, abona a meu favor, estamos na fase da mamã, parece a minha sombra em casa, mesmo assim, por ex se vou busca-la à escola e não é o pai, ela pergunta logo, onde está o papá?? Quando é o pai a ir buscar não pergunta por mim.
Ela nao gosta menos de si, como o pai não lhe está a retirar protagonismo a si. São mesmo ligações fortes, naturais entre pais e filhas. E que bom que são pais presentes e que nos ajudam muito!!
Não se sinta inferior, nem se afaste deles nem das pessoas. Vocês de certeza têm a vossa ligação ou rotinas entre as duas. Brinquem a 3... Sair de casa os 3...
Beijinhos 😘

Endometriose IV-Adenomiose Difusa-Trombofilias-Oligateratozoospermia
1ª ICSI Gravidez Bioquimica, 2ª ICSI (-), 3ª ICSI (-)
Tec DO IVI 04/2016 (+)
https://www.facebook.com/MundoPiki/

Mia. -
Offline
Desde 12 Set 2013

Só acrescentaria uma coisa ao que já foi dito: não ligues ao que os outros pensam, dizem ou fazem. As pessoas comentam sempre tudo, qualquer que seja a circunstância, e criticam tudooooo.

Pilar87 -
Offline
Desde 09 Dez 2015

Olá, mamã! Não se sinta mal por isso. Mãe é sempre mãe, e pai é sempre pai. Se a relação for saudável, a sua filha precisará e amará os dois de igual maneira, embora possa expressá-lo de forma diferente. A sua menina está a entrar agora numa fase de maior interação, aproveite para criar alguma rotina com ela, algo que possam fazer as duas, mesmo ao nível das brincadeiras. São fases! E é muito bom ver a relação que elas criam com os papás! Não se esqueça também de não negligenciar a relação que tem com o seu marido. O mais saudável para as crianças é elas verem como os pais se dão bem.

carlabrito -
Online
Desde 30 Maio 2017

Se fosse ao contrario, voce em vez do pai, viria aqui escrever o post na mesma?
Ha fases em que isso acontece.
Ate se costuma dizer que os meninos sao o "menino da mamã" e as meninas "a menina do papa".
Vai haver fases em que ela vai dar mais atencao a si, outras mais atencao a pai.
Mas isso nao significa que goste mais de um do que do outro.
nao me parece preocupante.

Mariana87 -
Offline
Desde 12 Set 2018

Olá mama, sei bem o que é isso! Tenho um bebe de 8 meses que só quer o pai, exatamente como tu ele nem me estica os braços quando está no colo do pai, quando está ao meu estica se todo para ir para o pai. No início também ficava triste porque as pessoas chegavam a comentar “ q engraçado nesta fase ele devia querer era a mãe e ainda por cima é menino devia puxar a mãe “ hoje em dia já nem me importo com os comentários e até brinco e digo “ o meu bebe gosta tanto de mim que até me alivia as costas “. Tal cm o teu marido o meu tb é super presente e brincalhão. Vais ver que são fases qq dia estão eles colados a nós.

Desde 13 Set 2012

Olá!

O problema da autora é com ela mesma e com a sua insegurança. Bebés puxam para o pai ou para a mãe de acordo com o seu interesse! isto flutua tanto ao longo das fases que não costuma afetar nem um pai nem uma mãe que esteja bem consigo mesmo. Ainda bem que o seu marido é excecional como pai, pois olhe que o que aqui não faltam são postes relatando precisamente o contrário.

Se não consegue lidar saudavelmente com isso e a sua insegurança prejudica as suas relações pessoais, familiares e sociais, então está na hora de procurar ajuda especializada antes que tudo isso se torne mais difícil de suportar do que já é.

Lá em casa tenho claramente um menino da mamã e uma menina que, aos 14 anos, não é em exclusivo uma menina do papá, mas sabe muito bem elegê-lo para uma série de coisas onde eu não me enquadro tão bem. Aventuras é com o pai, mas sabe muito bem que para conselhos e compras a mãe cai que nem uma luva. Portanto, eles crescem e aprendem a conhecer pai e mãe, sabem que têm os dois e por isso vivem felizes porque podem optar pelo que melhor se adequa a cada contexto. Para um bebé, é fácil escolher o pai quando passa o dia todo com a mãe e isso para ela é um dado adquirido e que lhe traz segurança, mas o problema é que já não é novidade! Portanto, se o pai está e até costuma ficar menos tempo, vamos lá aproveitar! Se a isso adicionar um pai com uma personalidade extrovertida, brincalhona e que até não se importa de desempenhar com a filha tarefas que normalmente até são das mães, pronto, tem aí boas explicações para que a sua filha neste momento pareça demonstrar maior preferência pelo pai.

fique bem e não dê demasiada importância a tudo isso.

Beijinhso e tudo de bom

SMSantos

AneteS -
Offline
Desde 13 Abr 2016

Olá!
Costumo dizer que o mais importante é que uma mãe seja uma mulher realizada, segura e feliz.
O problema que descreves está em ti não está na tua filha "preferir" o pai porque isso não é um problema... é normal as crianças terem as suas preferências e proximidades e da minha experiência as crianças gostam de pessoas seguras, bem resolvidas, que irradiam felicidade, brincam, estão bem dispostas, não de pessoas que estão contraídas, tensas e tristes a verdade é esta... parece duro o que estou a dizer, eu sei, mas é a verdade, eu noto que a minha filha aprecia muito mais o contacto comigo quando eu estou bem disposta, feliz, descansada...
Não temos filhos para serem a nossa fonte de segurança, para sentirmos que "alguém" gosta muito de nós e por isso temos mais valor.
O "trabalho" de melhorar a nossa auto-estima e valor pessoal não pode passar pelos filhos nem podemos estar a colocar esse peso de responsabilidade em cima deles.
Qual é o problema de não teres dado de mamar? Tantas mulheres não dão, por opção ou porque não conseguem! Porque raio agora se criou essa mania de relacionar isso com a "qualidade" de uma mãe. Não deste de mamar, deste biberão... simples!
Ser mãe é dar afecto, é dar carinho, é cuidar, é tornar a vida do filho boa, é ensinar, é educar, é preparar para a vida... os filhos não nos devem nada, não precisam de nos dar atenção para nos sentirmos valorizadas. Ser mãe é essencialmente dar e esse dar preenche-nos.
Um exemplo, na nossa família a minha sogra é a pessoa mais insegura, está sempre a contabilizar as vezes que a nossa filha não vai ter com ela, em que prefere outra pessoa, que recusa o colo dela. Imensas vezes anda a tentar arrancar a miúda dos colos alheios, a forçar, já chegou a puxá-la por um braço para ela deixar de estar ao pé de nós para ir com ela... é super insegura e é a pessoa que a minha filha menos se aproxima, menos quer estar... pessoas que ela vê muito menos é muito mais chegada que a avó... é como eu digo, crianças sentem as inseguranças e não gostam...
O "trabalho" que tens pela frente é teu, valoriza-te, trata dessa auto-estima, procura ajuda psicológica se assim achares, existem workshops e cursos de valorização pessoal muito bons. Tu tens valor como mãe independentemente da tua filha ser mais chegada ao pai do que a ti... se a tua filha é feliz e saudável é o que mais importa e isso é o teu valor não ela ser babosa para cima de ti.
Força!

Sobre AneteS

Anete

janew -
Offline
Desde 18 Jun 2016

carlabrito escreveu:
Se fosse ao contrario, voce em vez do pai, viria aqui escrever o post na mesma?
Ha fases em que isso acontece.
Ate se costuma dizer que os meninos sao o "menino da mamã" e as meninas "a menina do papa".
Vai haver fases em que ela vai dar mais atencao a si, outras mais atencao a pai.
Mas isso nao significa que goste mais de um do que do outro.
nao me parece preocupante.

A vontade que já me deu para desabafar por causa disso. Os meus filhos não me largam!
Faça o que o pai fizer, não saem das minhas "saias". Sei que é uma fase e que eles adoram o pai na mesma. Felizmente o pai não leva a peito e até brincamos com a situação.
Sabe muito bem ao ego, mas faz-me um mal tremendo à coluna. Espertalhão
Felizmente já vão entendendo o significado da palavra privacidade (nem ao wc posso ir sozinha e tinha mirones no banho).
À mamã do tópico, aproveite. Se é um bom pai e a miúda gosta dele, é muito bom.
Assim pode tirar um tempinho só para si e tem a certeza que ela está feliz e bem tratada.
Tudo de bom!!

carlaper -
Offline
Desde 11 Out 2011

O meu também tem 1 aninho, é menino e tem uma clara preferência pelo pai! Se está ao colo dele e o chamo para o meu, não quer e refila zangado. Quando está no meu colo estica-se todo para ir para o pai! É normalíssimo, e eu sinceramente não me preocupo nada, mas compreendo o seu ponto de vista e que se sinta mal, ainda mais sendo o primeiro filho. O que não pode sentir-se é culpada por isso. Desfrute a maternidade e não se foque muito nisso.
tudo a correr bem!

carlabrito -
Online
Desde 30 Maio 2017

janew escreveu:

carlabrito escreveu:Se fosse ao contrario, voce em vez do pai, viria aqui escrever o post na mesma?
Ha fases em que isso acontece.
Ate se costuma dizer que os meninos sao o "menino da mamã" e as meninas "a menina do papa".
Vai haver fases em que ela vai dar mais atencao a si, outras mais atencao a pai.
Mas isso nao significa que goste mais de um do que do outro.
nao me parece preocupante.

A vontade que já me deu para desabafar por causa disso. Os meus filhos não me largam!
Faça o que o pai fizer, não saem das minhas "saias". Sei que é uma fase e que eles adoram o pai na mesma. Felizmente o pai não leva a peito e até brincamos com a situação.
Sabe muito bem ao ego, mas faz-me um mal tremendo à coluna.
Felizmente já vão entendendo o significado da palavra privacidade (nem ao wc posso ir sozinha e tinha mirones no banho).
À mamã do tópico, aproveite. Se é um bom pai e a miúda gosta dele, é muito bom.
Assim pode tirar um tempinho só para si e tem a certeza que ela está feliz e bem tratada.
Tudo de bom!!

é verdade!
As vezes chega até a ser complicado gerir, porque eu estou a acabar de jantar, o pai ja acabou e podia dar-lhe atencao, mas ele ja me esta a puxar a minha mao, enquanto eu tento meter mais uma garfada de comida na boca para o caminho!
:\/

carlabrito -
Online
Desde 30 Maio 2017

Sónia Maria Santos escreveu:
Olá!
O problema da autora é com ela mesma e com a sua insegurança. Bebés puxam para o pai ou para a mãe de acordo com o seu interesse! isto flutua tanto ao longo das fases que não costuma afetar nem um pai nem uma mãe que esteja bem consigo mesmo. Ainda bem que o seu marido é excecional como pai, pois olhe que o que aqui não faltam são postes relatando precisamente o contrário.
Se não consegue lidar saudavelmente com isso e a sua insegurança prejudica as suas relações pessoais, familiares e sociais, então está na hora de procurar ajuda especializada antes que tudo isso se torne mais difícil de suportar do que já é.
Lá em casa tenho claramente um menino da mamã e uma menina que, aos 14 anos, não é em exclusivo uma menina do papá, mas sabe muito bem elegê-lo para uma série de coisas onde eu não me enquadro tão bem. Aventuras é com o pai, mas sabe muito bem que para conselhos e compras a mãe cai que nem uma luva. Portanto, eles crescem e aprendem a conhecer pai e mãe, sabem que têm os dois e por isso vivem felizes porque podem optar pelo que melhor se adequa a cada contexto. Para um bebé, é fácil escolher o pai quando passa o dia todo com a mãe e isso para ela é um dado adquirido e que lhe traz segurança, mas o problema é que já não é novidade! Portanto, se o pai está e até costuma ficar menos tempo, vamos lá aproveitar! Se a isso adicionar um pai com uma personalidade extrovertida, brincalhona e que até não se importa de desempenhar com a filha tarefas que normalmente até são das mães, pronto, tem aí boas explicações para que a sua filha neste momento pareça demonstrar maior preferência pelo pai.
fique bem e não dê demasiada importância a tudo isso.
Beijinhso e tudo de bom

Concordo perfeitamente.
Tb fiquei com a sensacao que é a mama que tem problemas de insegurança e nao sabe lidar com isso.
E isso nao é nada bom, e pode ate ser prejudicial.
Houve uma fase quando o meu filho era bebe que ate ligava mais ao pai.
Bastava o pai falar e os olhos do bebe brilhavam! e o pai passa muito tempo em casa!
Mas bom, eu nao digo que nao nos dê uma pontinha de tristeza qd os nossos filhos claramente mostram preferencia pelo pai.
Mas bolas.... nao é nada do outro mundo! Hoje é o pai, amanha é a mae.
Quando chegar à idade da estupidez nao vai querer nem o pai nem a mae! e isso é que vai ser preocupante!

SoninhaE -
Offline
Desde 12 Maio 2017

Tentarei focar-me mais nos aspectos positvos deste facto.

Obrigada pelas vossas opiniões!

janew -
Offline
Desde 18 Jun 2016

carlabrito escreveu:

janew escreveu:
carlabrito escreveu:Se fosse ao contrario, voce em vez do pai, viria aqui escrever o post na mesma?
Ha fases em que isso acontece.
Ate se costuma dizer que os meninos sao o "menino da mamã" e as meninas "a menina do papa".
Vai haver fases em que ela vai dar mais atencao a si, outras mais atencao a pai.
Mas isso nao significa que goste mais de um do que do outro.
nao me parece preocupante.

A vontade que já me deu para desabafar por causa disso. Os meus filhos não me largam!
Faça o que o pai fizer, não saem das minhas "saias". Sei que é uma fase e que eles adoram o pai na mesma. Felizmente o pai não leva a peito e até brincamos com a situação.
Sabe muito bem ao ego, mas faz-me um mal tremendo à coluna.
Felizmente já vão entendendo o significado da palavra privacidade (nem ao wc posso ir sozinha e tinha mirones no banho).
À mamã do tópico, aproveite. Se é um bom pai e a miúda gosta dele, é muito bom.
Assim pode tirar um tempinho só para si e tem a certeza que ela está feliz e bem tratada.
Tudo de bom!!

é verdade!
As vezes chega até a ser complicado gerir, porque eu estou a acabar de jantar, o pai ja acabou e podia dar-lhe atencao, mas ele ja me esta a puxar a minha mao, enquanto eu tento meter mais uma garfada de comida na boca para o caminho!
:\/


É mesmo.
Há dias em que nem comer consigo.
Gosto que eles demonstrem o seu amor por mim, mas há limites.

fmmartins -
Offline
Desde 14 Dez 2016

A minha filha também tem um aninho e é uma autêntica menina do papá Sorriso são muito cúmplices e unidos mas eu adoro ver a relação deles. Ela chega a chorar quando percebe que vai sair de casa. Relativamente aos olhares reprovadores, tente não dar importância porque as pessoas adoram comentar tudo e geralmente de forma negativa.

Andreissse -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Olá, por acaso nunca passei por essa situação pois minua filha sempre foi muito mais chegada a mim mas também meu marido passa por períodos que está fora. Eu compreendo o que sente. A sociedade está preparada para observar a preferência de um bebé pela mãe e quando ocorre o contrário há sempre olhares e julgamentos. Sinceramente e eu considero-me uma pessoa segura de mim mesma essa situação também me iria deixar desconfortável. Falar é bonito mas passar por elas custa e se eu passasse por isso várias vezes claro que iria custar. Se estivesse com minha filhota e ela demonstrasse sempre preferência pelo pali, não querer o meu colo, as pessoas a reparar, essa situação provocaria, no meu íntimo, um ligeiro mal estar mas mais pelas pessoas que só julgam. Por isso, mamã mais do que lhe vir falar da sua insegurança eu compreendo o seu sentimento. É valido e tem o direito de se sentir assim. A maioria das mães se isso acontecesse um dia, dois dias, uma semana, semanas não me acredito que iriam continuar a não sentir nenhum sentimento de maior tristeza. O meu conselho mamã continue fazendo o melhor que pode pela sua filha, continue a dar carinho e amor, mais tarde ou mais cedo também verá que a menina começará também a dar-lhe preferência. Até lá, se se sente melhor a evitar convívios olhe faço-o, não vale a pena estar-se a sentir mal consigo mesma. Acredite em si e valorize o seu marido pois é fantástico um marido ser também um bom pai. Força e seja feliz. Nunca duvide do amor de sua filha por si pois o vosso vínculo é único.

XanaCD -
Offline
Desde 13 Jan 2013

Há uns tempos atrás respondi a uma mãe q abriu um tópico semelhante.
O meu filho desde sempre preferiu o pai. Mesmo em bebezinho. Sim achava estranho, sim por vezes fiquei ciumes, tudo isso senti mas nunca demonstrei ao meu filho. E sempre tentei racionalizar a questão: o pai estava fora o dia todo então sentia saudades, o pai é mais brincalhão então seria mais engraçado, etc.
E muitas vezes me deu jeito pois o pai queria fazer coisas o miúdo não descolava eheh e eu conseguia fazer as minhas coisas à vontade.
Só não dava jeito nenhum qnd eram horas de deitar e eu não conseguia encontrar incentivos p o levar o quarto e tinha de "esperar" q o pai o levasse.
Desde este verão que as coisas foram alterando e cada vez mais começou a ficar mais apegado a mim. É engraçado ver q muitas vezes hoje em dia está no colo do pai e quer passar p o meu e há 1 ano atrás isso era impensável.
Não valorize pois realmente um dia há de ser diferente e entretanto aproveite a parte boa da situação. Piscar o olho

SoninhaE -
Offline
Desde 12 Maio 2017

Andreissse escreveu:
Olá, por acaso nunca passei por essa situação pois minua filha sempre foi muito mais chegada a mim mas também meu marido passa por períodos que está fora. Eu compreendo o que sente. A sociedade está preparada para observar a preferência de um bebé pela mãe e quando ocorre o contrário há sempre olhares e julgamentos. Sinceramente e eu considero-me uma pessoa segura de mim mesma essa situação também me iria deixar desconfortável. Falar é bonito mas passar por elas custa e se eu passasse por isso várias vezes claro que iria custar. Se estivesse com minha filhota e ela demonstrasse sempre preferência pelo pali, não querer o meu colo, as pessoas a reparar, essa situação provocaria, no meu íntimo, um ligeiro mal estar mas mais pelas pessoas que só julgam. Por isso, mamã mais do que lhe vir falar da sua insegurança eu compreendo o seu sentimento. É valido e tem o direito de se sentir assim. A maioria das mães se isso acontecesse um dia, dois dias, uma semana, semanas não me acredito que iriam continuar a não sentir nenhum sentimento de maior tristeza. O meu conselho mamã continue fazendo o melhor que pode pela sua filha, continue a dar carinho e amor, mais tarde ou mais cedo também verá que a menina começará também a dar-lhe preferência. Até lá, se se sente melhor a evitar convívios olhe faço-o, não vale a pena estar-se a sentir mal consigo mesma. Acredite em si e valorize o seu marido pois é fantástico um marido ser também um bom pai. Força e seja feliz. Nunca duvide do amor de sua filha por si pois o vosso vínculo é único.

Obrigada Mamã, pela compreesão e solidariedade!
Sim, vou seguir esse caminho e olhar mais lado possitivo desta fase.

Outros tópicos relacionados

Infertilidade masculina
Podem-me ajudar? Estou tão em baixo, tive hoje consulta onde disseram que comigo felizmente está tudo bem, mas infelizmente com o meu marido não. Tem muita pouca produção de espermatozóides, a médica diz que a chance de engravidar naturalmente não é...
Corrimento rosado depois da Menstruação
Alguém me pode ajudar? Então é assim estou com um corrimento rosado mas a menstruação acabou apenas à 4 dias e não estou a ovular pois fiz o teste de ovulação. O que será? É nunca me aconteceu.
Cólicas no pé da barriga, nidação?
Olá.. Será que me podem ajudar? Estou a sentir umas cólicas muito levezinhas no pé da barriga, vai e vem.. só costumo sentir assim um ou dois dias antes da menstruação e é um pouco mais acima e depois lá vem as cólicas mesmo fortes no 1o dia da...
Ajuda por favor
Queria pedir a vossa opinião porque já estou a ficar com uma ansiedade terrível.. Então é assim ontem como já tinha dito aqui num tópico que criei andei com uma colica muito levezinha no pé da barriga.. fez ontem 6 dias que ovulei e tive treinos...
Sintomas antes do atraso é possível?
Olá... Queria pedir a vossa ajuda.. É possível sentir sintomas de gravidez mesmo antes do atraso? Eu há muito que não ligava aos sintomas porque as desilusões já foram tantas, mas não deixa de ter aquela vozinha que diz isto não é normal, será que...
Ecografia 3o dia do ciclo menstrual
Alguém já teve que fazer ecografia no 3o dia da menstruação (ciclo)? Eu tenho de fazer no hospital São João, mas sabem me dizer se preciso de ligar a marcar ou bastar ir no dia? E caso seja um médico é possível pedir que seja uma médica? Desculpem a...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?