Perda neonatal | De Mãe para Mãe

Perda neonatal

Responda
23 mensagens
Ana Paes -
Offline
Desde 08 Abr 2020

Olá a todas,
É a primeira vez que participo neste fórum mas preciso de colocar cá fora os meus medos, anseios, dor e tristeza.
No ano passado quis dar um irmão ou irmã ao meu filho. Consegui engravidar ao fim de 3 ciclos mas tive um aborto retido as 9 semanas. Fui duro. Física e emocionalmente. A médica explicou-me que acontece com frequência e que eu poderia voltar aos treinos pois o corpo reajusta-se a seu tempo. Na verdade... O meu corpo reajustou-se rapidamente e em Junho voltei a engravidar. Foi uma gravidez vivida com muitos medos. Estava com receio que voltasse a acontecer. Mas... As 12 semanas chegaram, a eco indicava que estava tudo ok, que era uma menina, as 20 semanas nova eco e boas notícias. Tudo excelente. Mas eu... Eu continuava com receio e sentia que algo não estava bem. Eu andava muito cansada, muito esgotada, por vezes tinha tonturas. Em Dezembro falei com a medica e ela, um pouco à contragosto, passou-me uma baixa (normal e não de risco). Como a médica é do privado, tive que ir ao centro de saúde... E no dia em que ia entrar de baixa, estava de 29 semanas, tive uma ruptura de bolsa. Fui de urgência para o hospital e levei umas injeções para a maturação pulmonar e fiquei 3 semanas internada a tentar segurar o mais possível a minha menina. Estava a ficar sem líquido e as artérias davam sinais de resistência e estava na hora de fazê-la nascer. Todos me diziam que a minha filha estava bem e que uma prematura de 32 semanas ia aguentar-se muito bem.
Ela nasceu, foi logo para a incubadora e as duas primeiras semanas na Neo indicavam que ela estava bem. Tinha dessaturaçoes, taquicardias e bradicardias... Eu passava os dias a olhar para o monitor. Parecia ser tudo normal. Mas... Até que ela começou com convulsões e acabou por ter uma perfuração intestinal e acabou por falecer. Tinha 27 dias de vida.
Sou uma mãe de colo vazio. O meu filho é um irmão, sem irmã. O meu marido é um pai sem a sua menina dos seus olhos.
Chorámos os 3 pela partida da nossa M. E choramos todos os dias pela sua ausência. As vezes com lágrimas, as vezes sem elas...
Falei com o meu marido e achámos que a melhor forma de superar esta perda é tentarmos outra vez. Não no sentido de substituição pois isso não é possível. A M. será sempre a M. E terá sempre o seu lugar. Achamos que o nosso filho precisa de ser um irmão no sentido normal da palavra e não de uma mana que está no céu.
Agora... Como será essa gravidez? Terei mais riscos? Serei capaz de, finalmente, gerar, gestar, nutrir e ver crescer um bebé?
Falei com a minha médica e ela disse-me que a minha perda gestacional do ano passado e a minha perda neonatal foram coincidências... Mas será que foram mesmo?
O testamento já vai longo mas julgo que a partilha é a minha melhor terapia... Mas gostava de saber se alguém passou por algo semelhante e que depois conseguiu uma gravidez com sucesso e um bebé com muita saúde?
Estou a pensar em engravidar novamente, embora com uma sensação de "traição" à minha filha, com a sensação de a estar a decepcionar... É estranho. Medo e estranheza nesta tentativa!
Obrigada a todas pela vossa atenção.

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

Conheço quem tenha passado por algo semelhante... Na verdade um prematuro será sempre um prematuro...

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

E portanto ainda não estava "pronto" para nascer, daí todas as complicações inrentes. Acho muito bem que façam o vosso luto, é legítimo e faz bem. Quanto a achar que é coincidência ou não... Não terá como saber se não consultar um especialista. Na verdade, tem um filho saudável e estatisticamente tudo indica que seja coincidência. Passaram muitos anos desde que foi mãe pela primeira vez?

Ana Paes -
Offline
Desde 08 Abr 2020

O meu filho mais velho tem 5anos. E correu tudo bem. A gravidez foi excelente e ele nasceu de 41 semanas.
Vamos tentar... mas sinto que estamos a Ser teimosos!
Vamos ver...

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Lamento muito o que passou, ninguém deveria ter de enfrentar uma dor assim. Também acho que terá sido uma coincidência, mas quando tudo isto passar pode tentar saber se pode fazer algum tipo de teste genético, exames às trombofilias,...
Numa próxima gravidez certamente será acompanhada muito de perto e tudo correrá bem, acredite nisso. Não hesite em recorrer a apoio psicológico se sentir que precisa de ajuda para lidar com o turbilhão de sentimentos. O luto demora o seu tempo.
Conheço um pouco de tudo...perdas gestacionais tardias, morte neonatal, prematuros que sobrevivem contra todas as expectativas e prematuros que não resistiram apesar de terem prognósticos favoráveis...infelizmente, é uma lotaria cruel...
Muita força!

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

Ana Paes escreveu:
O meu filho mais velho tem 5anos. E correu tudo bem. A gravidez foi excelente e ele nasceu de 41 semanas.
Vamos tentar... mas sinto que estamos a Ser teimosos!
Vamos ver...

Então mais um indicador de que podem mesmo ser coincidência, nem passou muito tempo. Embora nos dias de hoje muitos prematuros resistam bem , haverá sempre os que não conseguem... E o aborto, infelizmente é bastante comum.
Não acredito que seja teimosia. Têm o vosso sonho, faz todo o sentido lutar por ele. Desejo boa sorte e que este ano que tem sido tão peculiar, acabe por ser bom convosco!

Milady_ -
Offline
Desde 18 Jun 2014

Ana, chorei a ler o seu testemunho. Tive um aborto espontâneo com cerca de 5 semanas e agora, 3 anos depois, estou grávida novamente e em pânico, admito. Tenho medo de tudo, e espero que corra bem. Também tenho um filho mais velho de quase 5 anos que pede muito um irmão / irmã e cuja gravidez correu muito bem. Isto para lhe dizer que medos, infelizmente, acho que vai sentir sempre. Lamento muito a sua perda e a sua dor. mesmo.
Acho também que precisa de ser bem seguida e se achar que é o melhor, procure outro médico, no fundo, alguém que a faça sentir-se totalmente confiante com o seu aconselhamento.
Muito boa sorte e força.
Beijo

Milady_ -
Offline
Desde 18 Jun 2014

Também conheço uma pessoa que passou por algo similiar à Ana, mas a perda deu-se aos 8 meses, e depois conseguiu ter uma menina saudável e uma gravidez de termo.

soniamst -
Offline
Desde 22 Dez 2016

Por aqui minha mão teve 1º filho prematuro (à 40 anos atrás sobreviveu), eu fui a segunda filha onze meses depois do meu irmão mais velho, teve um aborto teria eu cerca de 12 anos, 4 anos depois nasceu o meu irmão mais velho.
Tenho um primo que nasceu com 950g e sobreviveu (20 anos atrás).
Uma sobrinha de uma amiga teve um bebe menino que morreu na barriga aos 7 meses, teve uma bebe menina saudavel 2 anos mais tarde e recentemente numa nova gravidez de um bebe menino com 7 meses de gestação começou a ter complicações e não exitaram em provocar o parto devido ao historial clinico. Nasceu bem, foi para a neonatologia devido ao peso e está bem neste momento.
Conheço ainda o caso de quem tenha tido uma criança com deficiência, que faleceu com cerca de 6 anos e depois disso o casal teve dois filhos saudáveis, não tinha tentado ter mais filhos antes devido ao acompanhamento que a primeira filha necessitava.
Estes são alguns exemplos que conheço de perto, cada gravidez é uma gravidez, fale com o seu médico e siga as suas orientações, mas normalmente dizem que entre um parto e um novo parto o ideal é esperar 2 anos, por isso engravidar novamente cerca de 1 ano após o parto .
Boa sorte, tudo vai correr bem.

Ana Paes -
Offline
Desde 08 Abr 2020

Obrigada pelas vossas respostas!
Acalenta saber de histórias de superação. De histórias que correram bem depois de situações que não correram...
Sei que devia esperar pelo menos 1 ano... Mas sinto que se o fizer, a coragem vai-me faltar. Até porque, com a chegada dos meus 40 anos, sinto que as minhas hipóteses de sucesso começam a diminuir...

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Ana Paes escreveu:
Obrigada pelas vossas respostas!
Acalenta saber de histórias de superação. De histórias que correram bem depois de situações que não correram...
Sei que devia esperar pelo menos 1 ano... Mas sinto que se o fizer, a coragem vai-me faltar. Até porque, com a chegada dos meus 40 anos, sinto que as minhas hipóteses de sucesso começam a diminuir...

Se foi parto normal, não é necessário esperar tanto tempo. Quantas mulheres engravidam acidentalmente ao fim de 4-6 meses do primeiro bebé? Eu até conheço um caso em que os dois filhos, sendo de gravidezes diferentes, nasceram no mesmo ano...
O que importa é estar psicologicamente estável porque uma nova gravidez vai mexer muito com as suas emoções.
Há pouco não me lembrei, mas tenho uma colega que teve vários abortos no início da gravidez (2 ou 3), depois teve um filho que nasceu de termo mas apanhou uma bactéria e morreu com uma semana de vida e finalmente teve uma menina, que hoje já tem 18 anos. Como a minha mãe costuma dizer, o diabo não está sempre atrás da porta.

FilipaSFVieira -
Offline
Desde 28 Jun 2012

ola!
Compreendo perfeitamente a dor que estas a passar!
Infelizmente perdi o meu Mathias 6 dias depois do nascimento, nasceu dia 4/03/2020.
Tive uma gravidez excelente cheguei ao termo, tive um parto excelente com as tipicas peripécias de um parto quando se está cheia de dores das contracções. E quando nasce as parteiras viram que o cordão tinha um nó que se apertou provavelmente com as contratações e o meu filho ficou sem oxigênio ou seja o cerebro sofreu danos irreversíveis. Ainda ficou internado com tratamentos a ver se poderia recuperar de alguma forma mas nao teve essa sorte, entao ao fim do sexto dia tivemos de o deixar partir deste mundo no dia 10/03/2020. Partiu no meu colo e com o pai/marido do nosso lado...
A dor da incompreensão do acontecimento e a saudade de nao o ter vão ficar para sempre nao há modo apagar isso e sera como tu dizes é o nosso filho e nada e ninguem podera substituir, mas temos de ser fortes por mais que custe e seguir em frente um dia de cada vez.
Como disseste e muito bem sou mae sem o ter nos braços e minha filha foi irma mas nao o tem do seu lado mas procura sempre que o ceu esta estrelado a estrela mais brilhante e diz que é o irmao e o pai nao tem ao seu lado o menino que tanto sonhava!
e esse desejo de ter outro filho como eu te entendo, estou perfeitamente na mesma situaçao que tu!

Por isso de alguem que te percebe perfeitamente, um beijinho e um abraço bem apertado! qualquer coisa manda mensagem se precisars de falar estarei deste lado!

**Princesa MIRIAM <3 nasceu a 13/03/2016
**Príncipe MATHIAS <3 nasceu a 04/03/2020 tornou-se o meu Anjinho a 10/03/2020

Ana Paes -
Offline
Desde 08 Abr 2020

FilipaSFVieira escreveu:
ola!
Compreendo perfeitamente a dor que estas a passar!
Infelizmente perdi o meu Mathias 6 dias depois do nascimento, nasceu dia 4/03/2020.
Tive uma gravidez excelente cheguei ao termo, tive um parto excelente com as tipicas peripécias de um parto quando se está cheia de dores das contracções. E quando nasce as parteiras viram que o cordão tinha um nó que se apertou provavelmente com as contratações e o meu filho ficou sem oxigênio ou seja o cerebro sofreu danos irreversíveis. Ainda ficou internado com tratamentos a ver se poderia recuperar de alguma forma mas nao teve essa sorte, entao ao fim do sexto dia tivemos de o deixar partir deste mundo no dia 10/03/2020. Partiu no meu colo e com o pai/marido do nosso lado...
A dor da incompreensão do acontecimento e a saudade de nao o ter vão ficar para sempre nao há modo apagar isso e sera como tu dizes é o nosso filho e nada e ninguem podera substituir, mas temos de ser fortes por mais que custe e seguir em frente um dia de cada vez.
Como disseste e muito bem sou mae sem o ter nos braços e minha filha foi irma mas nao o tem do seu lado mas procura sempre que o ceu esta estrelado a estrela mais brilhante e diz que é o irmao e o pai nao tem ao seu lado o menino que tanto sonhava!
e esse desejo de ter outro filho como eu te entendo, estou perfeitamente na mesma situaçao que tu!
Por isso de alguem que te percebe perfeitamente, um beijinho e um abraço bem apertado! qualquer coisa manda mensagem se precisars de falar estarei deste lado!

Obrigada, Filipa, pelo teu testemunho!
Agradeço e retribuo, qualquer coisa tb não hesites em enviar mensagem. Sinto que a partilha é muito poderosa neste processo.
Estas nossas histórias são tristes e têm uma profundidade que não se explica. Sente-se. E uns dias sente-se intensamente, com dor física, com desespero e outros dias sente-se com mais serenidade, numa dor mais silenciosa.
Um beijinho

Ansha -
Offline
Desde 13 Abr 2016

Ana Paes e Filipa Vieira lamento imenso pelas vossas dolorosas perdas e ainda tão recentes... é horrível e ninguém devia passar por isso.
Eu acho perfeitamente legítimo que queriam engravidar e lutar novamente por terem mais um bébé. Acredito muito que o que tem q ser tem mta força!
Após os meus abortos ( apesar de serem no início) só descansei qd tive os meus filhos nos braços . Passei as minhas gravidezes literalmente em pânico!
Ana paes, aconselho-a a procurar um bom especialista. Há mulheres q necessitam fazer uma cerclagem ( coser o útero, para este não abrir antes do tempo), vá procurando informações.
Força para as 2 e um beijinho mt grande ( e imagino que este isolamento não ajuda nada .... 😔)

ju_ju_ju -
Offline
Desde 09 Jul 2010

Olá.
Lamento muito muito a tua perda Triste
Eu passei por algo semelhante, tive 3 abortos espontâneos e uma gravidez de gêmeos que nasceram prematuros no meu caso prematuros extremos e não resistiram, também por rompimento da bolsa de 1 dos gêmeos, devido a uma infeção e colo do útero que abriu, consegui há quase 6 meses ter a minha bebe saudável...mas a gravidez foi de repouso absoluto, cozi o colo do útero as 16 semanas e tomar antibiótico para evitar infeções e mesmo assim tive de ficar internada devido a uma infeção e restrição de crescimento da bebe...mas ela nasceu as 37 semanas saudável.
Acho que deve se perceber a razão do rompimento da bolsa, tinha colo do útero curto? Tinha alguma infeção? As infeções muitas vezes assintomáticos são a causa para os partos prematuros. Eu descobri que tinha pk a placenta dos gêmeos foi para analise.
Eu fui muito preexistente...10 anos de luta e sofrimento...não vou dizer que compensou, porque perder a Sara e o Gabriel foi a maior dor que passei, mas o facto de não ter desistido fez com que tivesse aqui a minha Gabriela, luz da minha vida.
Por isso sim tenho a certeza que vai ter o seu bebe saudável...precisa é de ser bem acompanhada numa próxima gravidez e ter cuidados, na minha opinião será considerada de risco e terá de tomar precauções, mas tem tudo para correr bem <3 Muita muita força e coragem.

Sobre ju_ju_ju

Desde 2009...2 FIVS negativas/Tec +...aborto 7 semanas Triste 3° Fiv Julho: + são gémeos <3
Parto prematuro Triste os meus anjinhos foram para o céu
Gravidez Março 2018...Aborto as 9 semanas Triste
2 GQ...síndrome de ashermen...positivo Março 2019 <3

Ana Paes -
Offline
Desde 08 Abr 2020

ju_ju_ju escreveu:
Olá.
Lamento muito muito a tua perda
Eu passei por algo semelhante, tive 3 abortos espontâneos e uma gravidez de gêmeos que nasceram prematuros no meu caso prematuros extremos e não resistiram, também por rompimento da bolsa de 1 dos gêmeos, devido a uma infeção e colo do útero que abriu, consegui há quase 6 meses ter a minha bebe saudável...mas a gravidez foi de repouso absoluto, cozi o colo do útero as 16 semanas e tomar antibiótico para evitar infeções e mesmo assim tive de ficar internada devido a uma infeção e restrição de crescimento da bebe...mas ela nasceu as 37 semanas saudável.
Acho que deve se perceber a razão do rompimento da bolsa, tinha colo do útero curto? Tinha alguma infeção? As infeções muitas vezes assintomáticos são a causa para os partos prematuros. Eu descobri que tinha pk a placenta dos gêmeos foi para analise.
Eu fui muito preexistente...10 anos de luta e sofrimento...não vou dizer que compensou, porque perder a Sara e o Gabriel foi a maior dor que passei, mas o facto de não ter desistido fez com que tivesse aqui a minha Gabriela, luz da minha vida.
Por isso sim tenho a certeza que vai ter o seu bebe saudável...precisa é de ser bem acompanhada numa próxima gravidez e ter cuidados, na minha opinião será considerada de risco e terá de tomar precauções, mas tem tudo para correr bem <3 Muita muita força e coragem.

Que história de coragem!
Obrigada pelo testemunho...
A razão da ruptura da minha bolsa não foi determinada. Eu não tinha infecções nem foi diagnosticado colo do útero curto. Disseram-me que simplesmente as vezes acontece... No entanto, a minha bolsa não foi para análise.
Pelo que eu tenho percebido, as rupturas de bolsa originam muitos problemas para os bebés, pois mesmo que estes sobrevivam, muitas vezes ficam com sequelas graves.
Tenho conhecido muitas histórias, quer aqui no fórum, quer com amigos que vão falando agora de histórias que conhecem. Há dias "encontrei" uma jornalista brasileira que escreveu um livro baseado na sua história com o filho que perdeu. O livro é "até breve, José" e a autora é Camila goytacaz... Tenho lido textos dela e vi no TED uma palestra dela chamada "há beleza no luto". Ela consegue tão bem colocar em palavras aquilo que eu, na minha situação e na minha perda, também sinto! A história dela, tal como a tua, é de coragem.
Eu ainda estou na fase de sarar a minha ferida... A cicatriz ficará para sempre e fará parte de mim, para sempre.
Neste momento, não tomo nada que impeça uma nova gravidez mas também não estamos propriamente a tentar. Eu e o meu marido sentimos que... Se tiver que acontecer, acontece e será porque estaremos preparados. Estou serena quanto a isso... No entanto, não sei o que sentirei se eventualmente acontecer!

ju_ju_ju -
Offline
Desde 09 Jul 2010

Vou pesquisar sobre essa jornalista.
Sim é algo que nunca mas nunca se esquece, fica bem gravado...também nunca se poderia de forma alguma esquecer um filho <3
Não haver infeção e colo curto já é um bom indicador para uma próxima gravidez correr bem.
Muita força e que em breve tenha o seu bebé arco íris <3
Beijinhos grandes e se precisar de falar eu estou aqui Sorriso

Sobre ju_ju_ju

Desde 2009...2 FIVS negativas/Tec +...aborto 7 semanas Triste 3° Fiv Julho: + são gémeos <3
Parto prematuro Triste os meus anjinhos foram para o céu
Gravidez Março 2018...Aborto as 9 semanas Triste
2 GQ...síndrome de ashermen...positivo Março 2019 <3

Maguimg -
Offline
Desde 05 Dez 2018

Querida mamã.
Depois de ler o seu testemunho queria apenas deixar um forte abraço e um beijinho de coragem e FORÇA!

Ana Paes -
Offline
Desde 08 Abr 2020

Olá. Fiz inicialmente este post num sentido de partilha e fez-me bem contar a minha história. Venho aqui hoje dar uma novidade à minha história que se continua a escrever... Soube que estou gravida novamente. 6 semanas. Só para a semana é que terei a primeira consulta, por isso, esta novidade por enquanto é apenas o positivo no teste de gravidez. Estou num misto de alegria e de pânico. Pânico por considerar a hipótese de acontecer, outra vez, algo de errado. Um aborto retido como já aconteceu, uma gravidez ectopica (li sobre o assunto no outro dia e agora não me sai da cabeça e morro de medo de ter uma), um aborto tardio ou... O pior cenário de todos que é acontecer o mesmo que aconteceu à minha doce M.
Como diz o meu marido: agora é um dia de cada vez. Com calma. Vamos tentando superar cada etapa, uma de cada vez, sem antecipações.
A M. por estes dias tem sido muito recordada (mais do que o costume). Com ela no coração, vou à primeira consulta desta nova gravidez. Nervosa, com receio, com mil pensamentos mas inacreditavelmente serena.
Respiro fundo e encaro mais um dia pela frente. 😌Beijinhos a todas

Ana Paes -
Offline
Desde 08 Abr 2020

Olá. Fiz inicialmente este post num sentido de partilha e fez-me bem contar a minha história. Venho aqui hoje dar uma novidade à minha história que se continua a escrever... Soube que estou gravida novamente. 6 semanas. Só para a semana é que terei a primeira consulta, por isso, esta novidade por enquanto é apenas o positivo no teste de gravidez. Estou num misto de alegria e de pânico. Pânico por considerar a hipótese de acontecer, outra vez, algo de errado. Um aborto retido como já aconteceu, uma gravidez ectopica (li sobre o assunto no outro dia e agora não me sai da cabeça e morro de medo de ter uma), um aborto tardio ou... O pior cenário de todos que é acontecer o mesmo que aconteceu à minha doce M.
Como diz o meu marido: agora é um dia de cada vez. Com calma. Vamos tentando superar cada etapa, uma de cada vez, sem antecipações.
A M. por estes dias tem sido muito recordada (mais do que o costume). Com ela no coração, vou à primeira consulta desta nova gravidez. Nervosa, com receio, com mil pensamentos mas inacreditavelmente serena.
Respiro fundo e encaro mais um dia pela frente. 😌Beijinhos a todas

Ana Paes -
Offline
Desde 08 Abr 2020

Olá. Fiz inicialmente este post num sentido de partilha e fez-me bem contar a minha história. Venho aqui hoje dar uma novidade à minha história que se continua a escrever... Soube que estou gravida novamente. 6 semanas. Só para a semana é que terei a primeira consulta, por isso, esta novidade por enquanto é apenas o positivo no teste de gravidez. Estou num misto de alegria e de pânico. Pânico por considerar a hipótese de acontecer, outra vez, algo de errado. Um aborto retido como já aconteceu, uma gravidez ectopica (li sobre o assunto no outro dia e agora não me sai da cabeça e morro de medo de ter uma), um aborto tardio ou... O pior cenário de todos que é acontecer o mesmo que aconteceu à minha doce M.
Como diz o meu marido: agora é um dia de cada vez. Com calma. Vamos tentando superar cada etapa, uma de cada vez, sem antecipações.
A M. por estes dias tem sido muito recordada (mais do que o costume). Com ela no coração, vou à primeira consulta desta nova gravidez. Nervosa, com receio, com mil pensamentos mas inacreditavelmente serena.
Respiro fundo e encaro mais um dia pela frente. 😌Beijinhos a todas

a_lola -
Offline
Desde 30 Set 2015

Lamento muito as vossas perdas Ana e Ju. Ana nunca tinha lido o teu post e li agora e que boa notícia vejo ao acabar de ler tudo.
Muita força e como diz o marido um dia de cada vez. Vamos acreditar que desta tudo correrá pelo melhor e que a tua M. esta a iluminar o vosso caminho. Bjinhos

Sobre a_lola

26 novembro 2015 > início dos treinos
27 janeiro 2016 > BETA 576,74hgg

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

Ana Paes escreveu:
Olá. Fiz inicialmente este post num sentido de partilha e fez-me bem contar a minha história. Venho aqui hoje dar uma novidade à minha história que se continua a escrever... Soube que estou gravida novamente. 6 semanas. Só para a semana é que terei a primeira consulta, por isso, esta novidade por enquanto é apenas o positivo no teste de gravidez. Estou num misto de alegria e de pânico. Pânico por considerar a hipótese de acontecer, outra vez, algo de errado. Um aborto retido como já aconteceu, uma gravidez ectopica (li sobre o assunto no outro dia e agora não me sai da cabeça e morro de medo de ter uma), um aborto tardio ou... O pior cenário de todos que é acontecer o mesmo que aconteceu à minha doce M.
Como diz o meu marido: agora é um dia de cada vez. Com calma. Vamos tentando superar cada etapa, uma de cada vez, sem antecipações.
A M. por estes dias tem sido muito recordada (mais do que o costume). Com ela no coração, vou à primeira consulta desta nova gravidez. Nervosa, com receio, com mil pensamentos mas inacreditavelmente serena.
Respiro fundo e encaro mais um dia pela frente. 😌Beijinhos a todas

Fico na torcida para dar tudo certo!!! Força aí!

Outros tópicos relacionados

Diarreia na gravidez...?
Bom dia! Estou actualmente de 35 semanas, perdi o rolhão mucoso há 2 semanas e desde então estou de repouso, porque também tenho o colo do útero curto. Enfim, nisto estou a tentar aguentar este bebé o mais tempo possível e tem estado a correr bem,...
Para quem está ou esteve de repouso
Bom dia a todas. Estou de repouso por ter perdido o rolhão mucoso às 33 semanas e por na eco termos avaliado um colo do útero um pouco curto e mole. Na altura, o OB falou-me em repouso durante 2/3 semanas, esta semana tenho consulta e estou com...
O meu parto - indução
Boa tarde. Quase 2 semanas após ter sido mãe, venho deixar o relato do meu parto. Tinha indução agendada por conveniência (o meu OB estava de banco e já contava com 39 semanas, sendo que desde as 33 que estava em repouso por perda de rolhão mucoso...
Grávidas ou mamãs que estiveram de repouso
Olá a todas. Hoje tive consulta no GO e depois de termos falado da perda de rolhão esta semana (actualmente, é a 33ª semana de gestação), fizémos eco endovaginal e constatou-se que o colo do útero está ccurto (24mm) e a querer abrir. Risco de parto...
1º Gráfico de temperatura basal. Não entendo...
Bom dia a todas. Este é o primeiro mês que meço a temperatura basal, a medição tem sido feita oralmente. Mas apesar de esperar um ciclo longo (o último foi de 32 dias...), acho estranho não ter tido variações de temperatura que sugerissem a ovulação...
Gráfico de TB trifásico??
Olá a todas. Antes de mais, perdoem-me estar a criar propositadamente este tópico, mas tenho uma dúvida séria e já pedi ajuda noutros tópicos relacionados mas quem viu não deve ter sabido responder... Alguém sabe o que são gráficos de TB trifásicos...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?