patrões parvos | De Mãe para Mãe

Está aqui

patrões parvos

Responda
5 mensagens
Danb -
Offline
Desde 11 Nov 2015

Olá mamãs Sorriso

venho aqui desabafar e espero que façam o mesmo.. como o título indica: patrões parvos!! quem não os tem ou não os teve??

mudei de emprego recentemente por este ser mais perto da minha casa (passei a fazer 20km por dia em vez de 50km) e por ter sempre o domingo de folga (a outra é rotativa)..
ah e para além deste ser da minha área.. mas começo a arrepender me..
iniciei no dia 2 de outubro e ainda não assinei contrato para começar.. a ver se é esta semana..
e algumas mamãs sabem o meu B tem estado doentinho há quase 1 mês e esta semana tive de meter baixa na 5ª e na 6ª.. bem, foi o fim do mundo.. na minha cara não me disse directamente mas andou lá o dia inteiro a barafustar.. dizia coisas como "então mas ela nao tem mais ninguém com quem deixar o filho???? é que se isto continua assim não vai dar!!".. mandou me uma boca indirecta relacionada com isso, disse me que a instabilidade em relação a faltas ali não podia ser etc etc (isto pq mandou embora uma rapariga que estava a tirar um curso e pq ela quando tinha exames poderia ter que faltar e isso para ele é impensável..
Ora ele só não me mandou embora, e tenho a certeza, pq sou da área e, apesar de ser ilegal, ele tem muitas pessoas lá a trabalhar a exercer funções que não podem por não serem formadas na área.. numa equipa de 6 apenas 2 somos devidamente qualificadas..
ajudem mee!!! como vou conseguir comer e calar? não faz parte do meu feitio.. quem já teve em situações assim com os patrões??

maria_mãe -
Offline
Desde 27 Jun 2017

Olá Danb.

Infelizmente essa é a realidade de muitas empresas em Portugal...

Se fosse a ti esperava para assinar o contrato e depois falava calmamente com ele...

Submetido por maria_mãe em Seg, 23/10/2017 - 09:23
guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Eu, no seu lugar, fazia-me de parva e fingia que não percebia as indiretas. Com gente mesquinha, argumentar é inútil e só nos desgasta. Se alguma vez abordasse a questão diretamente, então sim, seria "curta e grossa"...

Submetido por guialmi em Seg, 23/10/2017 - 11:35
LSL -
Offline
Desde 28 Out 2010

Eu, infelizmente, não tenho sangue de barata como eu costume dizer. Quando a coisa me está a cheirar a esturro ponho-me a andar. Pode não ser o melhor método mas eu fico a moer nas coisas e só me faz mal.

De um sítio saí porque antes de engravidar estava a fazer um favor à minha chefe e a acumular funções. Quando voltei da licença de maternidade voltei a fazer isso e a pessoa que me ficou a substituir foi embora (só tinha sido contratada para a linha substituição). Passado um mês a casa mãe deu autorização para ser promovida/contratada uma pessoa para a função que eu estava a acumular (e que adorava!) e a minha chefe em vez de me pôr a mim chamou a minha substituta que só lá esteve meia dúzia de meses e que não tinha qualificações. Motivo? Eu agora tinha uma filha!!! Sim! Disse-o na minha cara. Não descansei enquanto não arranjei outro sítio e no meu último dia de trabalho quando me fui despedir tive uma conversa sincera com ela e disse tudo o que me tinha ficado atravessado. (O que aqui conto é simplificado... houve variações indecentes!)

Quando saí dali fui para um sítio onde o chefe porque eu era alegre e bem-disposta achou que poderia.... nem sei... tinha conversas muito estranhas comigo. Quando lhe dei para trás ficou de tal maneira impossível que arranjava tudo o que era motivo, ou não, para discutir comigo e desdizer o meu trabalho. Mais uma vez não sosseguei enquanto não vim embora.

Mas lá está... eu fico a moer e só me faz mal. Não aguento ficar num sítio onde não esteja bem mas, só mudo quando tenho outra coisa. Sou apologista do mais vale um pássaro na mão do que dois a voar.

Você é que tem de ver se aguenta esse ambiente ou se mais vale procurar outra coisa. Se se conseguir abstrair disso, olhe faça de conta que não ouve. Finja-se de burra que às vezes é o que mais vale.

Submetido por LSL em Ter, 24/10/2017 - 16:33
Marina4 -
Offline
Desde 15 Maio 2016

Sim já tive patrões malucos e arrogantes... acabei por ir embora.

Submetido por Marina4 em Ter, 24/10/2017 - 22:10

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?