Opiniões | De Mãe para Mãe

Opiniões

Responda
12 mensagens
suraia1978 -
Offline
Desde 14 Dez 2011

Olá a todos raramente venho aqui mas quando chegamos ao fundo do poço tudo é válido. O que diriam se o vosso marido vos dissesse Olha eu já te bati algumas vezes sim já te agredi de todas as maneiras mas foi pk levaste.me ao extremo com a tua maneira de ser já te traí sim uma vez pk tu mereceste . Isto tudo pk por opção não tinhamos redes sócias por estes problemas de desconfianças mas actualmente abrimos até pelo negócio que temos só que o problema é que me tornei uma pessoa super desconfiada mesmo controladora pk demoro sempre que pode voltar a trair a minha confiança e esse sentimento já me arrastou até ao fundo e acho que ele tem razão pk diz que sou doente e que não gosto de mim mesma e para procurar ajuda psiquiatra. Não sei mais que pensar até pk temos uma filha com 5 anos e eu tenho outra com 20 anos que ele fez questão de ter esta conversa em frente a ela coisa que para mim foi o pior além de lhe dar a entender que estava na altura de ela fazer a sua vida... Estou um pouco por dentro.

MartaSS -
Offline
Desde 17 Nov 2020

O que é que você diria se uma amiga sua lhe contasse o que a suraia contou aqui? O que diria, há uns anos atrás, se lhe dissessem que este iria ser o seu futuro?

Ora bem, do pouco que contou tem aqui 3 elementos que, qualquer um deles sozinho, justificaria um divórcio pronto e sem "ses" nem "mas", e um elemento que justificaria uma queixa-crime:
- violência física repetida e continuada
- traição
- violência psicológica

Qualquer uma destas coisas é injustificável e inadmissível. As 3 juntas são simplesmente criminosas e obviamente insustentáveis em qualquer relação. Não é possível ser minimamente saudável assim, e acho que a suraia o sabe.

O seu marido diz-lhe para procurar ajuda psiquiátrica para a ofender e minimizar. Mas um dia destes pode responder-lhe "olha vou mesmo fazer isso, realmente acho que preciso de ajuda", e procura um psicólogo competente que a ajude a perceber porque acha que merece este tipo de tratamento na sua vida e na das suas filhas.

Infelizmente neste tipo de situações a sua integridade física (a sua VIDA, até) está em risco, bem como a sua saúde mental, e por isso acredito que só lhe resta mesmo procurar ajuda para sair. Comece a cuidar de si já hoje, e procure ajuda. A sério.

Desde 26 Out 2019

Olá
Pelo que descreveu ,o seu casamento já " caiu " no desrespeito.
Tem mais que motivos , para pensar em seguir para uma separação/divórcio e até fazer queixa do seu marido uma vez , que houve violência física e psicológica.
Você merece ser feliz, respeitada e amada. E nada justifica a violência seja ela física ou psicológica e igualmente para traições. Porque quem ama,respeita, não maltrata,não trai...
Na minha opinião, acho que deve pedir ajuda ,para tentar levantar a cabeça e sair desse casamento.
Desejo lhe muita força.

Ana Maria Costa1 -
Offline
Desde 01 Fev 2019

Tem todas as razões para sair desse casamento e mais outra: mostrar às suas filhas que isso não é admissível e que quando numa relação não há respeito têm todo o direito de sair e serem felizes! Não vos sujeite mais a essa vida!

suraia1978 -
Offline
Desde 14 Dez 2011

Obrigado pelas vossas opiniões e sei que era isso que devia ter feito e fazer mas o problema é que deixei a minha profissão para o ajudar no negócio dele ou seja financeiramente dependo dele o que tudo fica mais difícil para mudar e empregos actualmente está muito difícil. Mas pronto vivo um dia de cada vez e seja o que Deus quiser

Ana Maria Costa1 -
Offline
Desde 01 Fev 2019

Não desista de procurar emprego, não queira ser mais um número das estatisticas e também não ponha nas mãos de Deus nem do seu agressor, procure ajuda , por si e pelas suas filhas. Deixo aqui duas associações que a podem ajudar: APAV e UMAR ( união de mulheres alternativa e resposta)

Ana Maria Costa1 -
Offline
Desde 01 Fev 2019

Não tem familia que a possa ajudar?

anacatp -
Offline
Desde 31 Out 2011

Ainda não sei como nos tempos de hoje ainda acontece isto..... Pede ajuda!!! Reconstrói a tua vida???!!! Isso não é amor e muito menos respeito!!!!! Se tens amigos e familiares pede ajuda e sai dessa situação .... Já tive um namorado que me batia e dei lhe uns patins... Estou agora junta há 13 anos e ele nunca me levantou um dedo...
Faz alguma coisa .

Ana_isa83 -
Offline
Desde 31 Ago 2016

Sem dúvida que deve estar desesperada. Sei que não deve achar que há solução... Mas há! Respire fundo, escreva o que quer dizer, se tiver dificuldade em encontrar palavras, espere por estar sozinha e ligue para a APAV 116 006 | Chamada gratuita | Dias úteis 09h-21h.

É fácil falar de fora... Só quem está no convento é o que sabe que vai lá dentro. Infelizmente se não for você a fazer alguma coisa, dificilmente vai sair dessa situação.

Ganhe força e coragem pelas suas filhas...e peça ajuda. Sozinha é difícil, mas há pessoas que a podem ajudar!

MartaSS -
Offline
Desde 17 Nov 2020

suraia1978 escreveu:
Obrigado pelas vossas opiniões e sei que era isso que devia ter feito e fazer mas o problema é que deixei a minha profissão para o ajudar no negócio dele ou seja financeiramente dependo dele o que tudo fica mais difícil para mudar e empregos actualmente está muito difícil. Mas pronto vivo um dia de cada vez e seja o que Deus quiser

Não me surpreende nada que tenha abdicado do seu emprego e atualmente dependa dele. Isto é algo que os abusadores adoram e invariavelmente tentam fazer. Isolar a vítima, menosprezá-la, minar-lhe a autoestima e fazê-la sentir que não tem opções, e que até nem merece melhor.

Não lhe dê todo o poder! Sim, arranjar emprego não está fácil, mas tem que pensar em dar passinhos pequenos, um de cada vez. Falar com uma associação, com um psicólogo. Estes dar-lhe-ão conselhos para começar a retirar-se da situação de forma segura.

Pode acreditar que a violência (a todos os níveis) só irá aumentar, e o perigo em sair também. Existem pessoas, associações, mecanismos para a ajudar. Mas estes só o poderão fazer se você decidir lutar. Está nas suas mãos.

suraia1978 -
Offline
Desde 14 Dez 2011

Obrigado por vossas opiniões e concerteza que aos poucos vou conseguir ..

Ana_isa83 -
Offline
Desde 31 Ago 2016

suraia1978 escreveu:
Obrigado por vossas opiniões e concerteza que aos poucos vou conseguir ..

Aqui ninguém é melhor do que ninguém. Se precisar desabafar, pode mandar mensagem. Acho que apesar de saber que tem que mudar, ainda está com dúvidas.
Lembre-se: você merece ser feliz. Merece ir atrás de um ambiente calmo e de paz.

Outros tópicos relacionados

Votação

Quanto tempo, em média, dura uma consulta com o seu filho no pediatra?