Nova tentativa - Mãe de segunda viagem | De Mãe para Mãe

Nova tentativa - Mãe de segunda viagem

Responda
16 mensagens
marjussim -
Offline
Desde 23 Fev 2019

Olá a todas!
Estou neste momento grávida de 34 semanas do meu segundo filho e confesso que uma das situações que me deixa mais ansiosa é a amamentação.
Quando o meu primeiro filho nasceu a amamentação foi dos maiores motivos de stress/ansiedade porque foi detetada uma hipoglicémia do bebé ainda na maternidade, o que fez com que se introduzisse imediatamente suplemento. A partir daí ainda tentei manter a mama com o suplemento, estimular com bomba, etc. Também não senti qualquer tipo de apoio por parte de médicos (quer obstetra, pediatras, médicos de família) pois quando me queixava a resposta foi sempre no sentido "pois, se calhar não tem leite suficiente" e pronto. Nenhum conselho/solução/apoio.

Resumindo, acabámos por desistir quando o bebé tinha um mês e meio porque já não aguentávamos aquele ritmo (20m em cada mama + biberão + por a arrotar demorava quase 1 hora e meia cada refeição).

Agora como estou grávida queria tentar outra vez, mas não sei o que fazer de forma diferente para ter sucesso desta vez. Alguma mãe a quem a amamentação não tenha corrido bem a primeira experiência conseguiu amamentar em exclusivo na segunda gravidez?

O que tomaram? Vi que existem vitaminas para mães que estão a dar de mamar mas não sei se alguma é a melhor. Quanto bebiam de água? Tomaram promil? Fenogrego? Outra coisa?

Precisava de ouvir as vossas experiências para me deixar um pouco mais animada Sorriso

CátiaFDuarte -
Offline
Desde 29 Maio 2017

Olá mamã, na minha primeira filha, hoje com 10 anos, só consegui manter a amamentação até aos 2 meses porque ela não tinha o esófago bem formado e como vomitava tudo eu tinha de suplementar com leite anti refluxo. Entretanto o esófago ia ficando como devia estar, mas entre a bomba pra tirar leite, amamentar e suplementar o meu leite foi ficando cada vez mais fraco porque a bebe não estimulava o suficiente, preferia o suplemento que era mais grosso e doce, até que ela rejeitou a mama e o leite secou. O meu stress de não ter apoio também não ajudou nada, porque quando ela chorava até a minha mãe dizia que era porque o meu leite não era bom e fazia pressão pra dar o suplemento. Eu só tinha 20 anos e não percebia sequer o que se estava a passar.
Na minha segunda filha, amamentei em exclusivo até introduzir a sopa e a fruta e só agora que fez 2 anos é que "retirei" o leite materno.
Na minha experiência, nenhuma gestação, pós parto e bebé são iguais. Por isso pode ser que desta vez corra melhor para si nesse sentido. Sorriso

CátiaFDuarte -
Offline
Desde 29 Maio 2017

Obs: A única coisa que fiz de diferente nesta segunda filha, foi que não aceitei suplementos da maternidade. Eu após a cesareana meteram logo a bebe na mama porque eu pedi antes. E ela ficou na mama cerca de uma hora.
No primeiro dia eu meti-a na mama de 2 horas e meia em 2h e meia. No dia a seguir de 3 em 3h e deixava ela ficar o tempo que quisesse até adormecer.

Entravam as enfermeiras a reclamar, "SEMRE NA MAMINHA", mas eu Cagava, a filha é minha e ninguém manda em mim, muito menos nela.
O certo é que ao terceiro dia tive a "subida" do leite de tal maneira que a bebe até se engasgava, saia em jato.

Na natureza, as mães estimulavam o tempo que fosse preciso porque não havia suplementos, na civilização é que inventaram modas 😜

MisaL -
Online
Desde 17 Abr 2019

Pense que é outra situação, pense que com este bebé é tudo a 1a vez. Não crie expectativas e deixe acontecer, se depois tiver necessidade procure ajuda de profissionais sensíveis à amamentação. Nós hospitais costuma haver uma equipa que dá esse apoio.
Eu no 2o tenho mais leite, mas ainda assim não consigo em exclusivo. Quanto a tomar algo, já tomei tudo o que há e nunca noto diferenças, beber 0.5l ou 4l é igual.

martagonçalves91 -
Offline
Desde 12 Jan 2016

Ola. Eu na primeira gravidez, aconteceu me exatamente que a ti! Com a agravante de que a bebe quase não agarrava na mama e só dormia. Segundo a medica o leite nem subiu, devido à falta de estimulação. Claro que perdeu imenso peso e tive que lhe dar logo suplemento... Agora nesta segunda gravidez quando nasceu parecia exatamente a mesma coisa, mas fui insistindo mais e a bebe começou a pegar melhor! Entretanto tive que inserir 1 biberon ao fim do dia, pois ela irritava se à mama, não devia sair a quantidade desejada. E assim continuo... Como vê cada bebé é um bebé, mas acho que nós para o segundo ja temos a experiência o que ajuda muito! 😊 Deixe acontecer naturalmente, o que tiver de ser será! 😄

marjussim -
Offline
Desde 23 Fev 2019

Obrigada pelos vossos testemunhos, confesso que me ajudam muito a encarar a situação com mais naturalidade.
Parece que só temos pessoas à volta que pingam leite e como não é de todo a minha experiência quase fico deprimida lol

Sifoca -
Offline
Desde 26 Mar 2010

marjussim escreveu:
Obrigada pelos vossos testemunhos, confesso que me ajudam muito a encarar a situação com mais naturalidade.
Parece que só temos pessoas à volta que pingam leite e como não é de todo a minha experiência quase fico deprimida lol

Olá,
Eu não te respondi ontem porque queria responder com tempo.
Com o meu filho mais velho a amamentação foi um filme... de terror. Não tive falta de apoio nem conversas parvas, no meu centro de saúde todas as enfermeiras me apoiaram e incentivaram, existe uma conselheira de amamentação e ajudaram-me sempre e nada disso resultou. Amamentei até os 2 meses por pura teimosia e insistência da minha parte, tive que começar a dar suplemento ainda antes de ter 2 semanas porque ele estava a perder peso (depois de várias pesagens a perder) mas dava sempre a mama antes (20 min em cada mama para estimular), arrota, depois suplemento, arrota, muda fralda, adormecer.... chegava ao fim e volta ao início!! E tive direito a mamilos em sangue e coisas lindas dessas.
Foi para esquecer e um trauma para mim que queria amamentar por força.
Do segundo correu tudo muito melhor. Não vou dizer que foi tudo maravilhas mas amamentei até ele ter 7 meses. Já sabia uns truques e estava muito mais calma e sem preconceitos contra o leite de lata, se não desse mama não dava e pronto!
Posso dizer que houve um medicamento de que me falou uma enfermeira na preparação que fez a diferença: syntocinon - é oxitocina em spray e se eu estivesse a stressar (o leite depois não sai...) era tiro e queda até jorra dos mamilos. Usei pouco mas acho que fez muita diferença naquelas alturas em que as hormonas estão aos saltos e o nosso psicológico está com a parvoíce e começamos a bloquear a "saída" do leite.
Conclusão: do segundo não teve nada a ver com o primeiro e correu bastante bem.
PS: do segundo cheguei a "virar" um garrafão de água por dia sozinha, mas não foi logo ao início claro.

Sobre Sifoca

Treinante desde Março de 2010
**A Esperança nunca me deixará desistir**
Confirma-se o ditado popular:
"Quem espera sempre alcança!!!"
Em Março de 2013 nasceu o meu Filhote

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

CátiaFDuarte escreveu:
Obs: A única coisa que fiz de diferente nesta segunda filha, foi que não aceitei suplementos da maternidade. Eu após a cesareana meteram logo a bebe na mama porque eu pedi antes. E ela ficou na mama cerca de uma hora.
No primeiro dia eu meti-a na mama de 2 horas e meia em 2h e meia. No dia a seguir de 3 em 3h e deixava ela ficar o tempo que quisesse até adormecer.
Entravam as enfermeiras a reclamar, "SEMRE NA MAMINHA", mas eu Cagava, a filha é minha e ninguém manda em mim, muito menos nela.
O certo é que ao terceiro dia tive a "subida" do leite de tal maneira que a bebe até se engasgava, saia em jato.
Na natureza, as mães estimulavam o tempo que fosse preciso porque não havia suplementos, na civilização é que inventaram modas 😜

Ainda bem para si que teve subida de leite, mas certamente sabe que na natureza (humanos incluídos) há crias que morrem por desnutrição. Passar a mensagem que desde que haja estimulação há sempre leite é errónea e pode ser perigosa (há bebés que desidratam e/ou ficam desnutridos por recusa por parte das mães de aleitamento artificial) . Eu fiz essa estimulação de 3 em 3 horas, religiosamente, com duas bebés diferentes, e subida de leite não sei o que é.

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Ah, e também usei o tal spray de oxitocina, sem qualquer resultado.

janew -
Offline
Desde 18 Jun 2016

Olá. Eu repeti os mesmos erros e ultrapassei os novamente.
Tive bebés preguiçosos que não agarravam na mama. Eles lambiam a mama, mas a glicemia até estava bem, nem sei como.
No primeiro ao fim de 4 dias estava a dar biberão e a pensar que não tinha leite (treta, era azelhice). Ele só dormia. Mas fui mantendo a amamentação, apesar das dores. Amamentei ano e meio.
no segundo usei a bomba mal saí da maternidade, mas insistia sempre na mama e depois ainda lhe dava o LM no biberao. Desta vez nao criei espectativas. Correu bem e até tive excesso de leite e pingava leite (fantástico).
Claro que repeti as dores nos mamilos, as mastites, ... a última foi aos 22 meses, um mês depois desisti.
Amamentar foi a tarefa mais desafiante da minha vida.
O segredo: "deixar de pensar". Bebé com uma boa pega e "se beber bebe, senão tento daqui a pouco".

marjussim -
Offline
Desde 23 Fev 2019

E como compraram o tal spray de oxitocina? Na farmácia vendem sem receita ou teve de ser a pediatra / obstetra a dar-vos uma receita?

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

A mim deram me na maternidade quando as enfermeiras viram que eu praticamente não tinha colostro e não tive subida de leite (estive lá 5 dias).

Sifoca -
Offline
Desde 26 Mar 2010

marjussim escreveu:
E como compraram o tal spray de oxitocina? Na farmácia vendem sem receita ou teve de ser a pediatra / obstetra a dar-vos uma receita?

Supostamente é com receita. Mas quando o meu segundo nasceu o meu marido é que foi à farmácia e venderam-lhe sem receita, ele disse que era para a mulher e que eu estava a amamentar.

Sobre Sifoca

Treinante desde Março de 2010
**A Esperança nunca me deixará desistir**
Confirma-se o ditado popular:
"Quem espera sempre alcança!!!"
Em Março de 2013 nasceu o meu Filhote

Sifoca -
Offline
Desde 26 Mar 2010

Eu desta vez vou pedir receita logo com antecedência à minha médica de família, acho que as regras das farmácias estão mais apertadas e não quero andar a stressar, se usar usei se não usar também não é caro.

Sobre Sifoca

Treinante desde Março de 2010
**A Esperança nunca me deixará desistir**
Confirma-se o ditado popular:
"Quem espera sempre alcança!!!"
Em Março de 2013 nasceu o meu Filhote

Ansha -
Offline
Desde 13 Abr 2016

Não é preciso receita

Patrícia Silva14 -
Offline
Desde 01 Mar 2019

Bom dia, para mim também é um drama que queria ultrapassar, na primeira gravidez o meu peito encaroçou até quase ao pescoço e debaixo axilas horrível, na segunda gravidez ela até mamou mas com suplemento tive uma mama que só saia sangue, agora desta vez espero conseguir pois bebo muito mais água, se apertar o peito até sai o liquido e não vejo sangue, mas pelo que percebo até produzo leite caso contrário não encaroçava por isso queria comprar esse spray a ver se ajuda. Mas queria tanto dar apenas mama.

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?