Nova mamã novas experiências | De Mãe para Mãe

Nova mamã novas experiências

Responda
2 mensagens
cristinacat -
Offline
Desde 13 Ago 2013

Olá a todas, decidi fazer a minha apresentação porque há algum tempo tenho vindo a ler as vossas publicações anonimamente. Normalmente sempre que pesquisava alguma informação no Google acaba por ler um post de alguém que teve uma dúvida semelhante. A verdade é que estou muito agradecida porque na grande maioria das vezes encontrei resposta às minhas dúvidas e consegui dividir a ansiedade percebendo que outras pessoas passaram a mesma situação.
Partilho assim a minha recente experiência ( de apenas 3 meses) para que talvez no futuro possa dar resposta a alguém.
Tenho um bebe de 3 meses e 10 dias. O meu parto foi provocado às 40 semanas e 3 dias. Foi bastante rápido, comecei a indução as 9.30 e ele nasceu às 14h12m. O mais difícil foi mesmo levar epidural e suportar o efeito secundário da comichão ( que eu não imaginava q existia).
O meu bebe nasceu no dia 7 de dezembro e pesava 3440 g. Nesse dia iniciei a experiência da amamentação que foi muito dolorosa. Desde então fiquei com os mamilos gretados e tive de utilizar mamilos de silicone (consequência de ter os mamilos muitos rasos). Usei todo o tipo de cremes para melhorar, sem grande efeito ( li muitas publicações aqui sobre isso). Tinha um comilão que passava 50 minutos na mama e quando o tirava chorava imenso. Pensei que apenas estava a chuchar mas nunca conseguia ter a certeza. Em consequencia arranjei uma mastite, nunca tive dores ( o que é pouco comum) mas tinha um vermelhão e um durão na mama. Fiz antibiótico, fiz massagens, tirei leite com a bomba, drenei manualmente, fiz gelo, insisti em dar de mamar naquela mama... e nada fez passar. Durante a segunda caixa de antibiótico fiz uma eco e fiquei internada 1dia e meio para drenagem cirúrgica e antibiótico. Nesse dia ( quando ele tinha 1m e 20 dias) deixei de amamentar. Fiquei triste principalmente porque me pressionei muito a amamentação e andava sempre muito ansiosa com isso e nunca aproveitei da melhor maneira esses momentos. De seguida ele ficou constipado e com tosse ( li imenso sobre isso) fui 4 vezes ao pediatra com medo da evolução para uma bronquioloite uma vez que ele é muito pequeno. Chorei imenso e uma vez mais senti-me culpada por parar a mama. Por sorte só tev o nariz entupido e alguma tosse. Procurei lidar com isso durante 1 mês, a fazer soro antes do biberão e antes de dormir, a elevar a cabeceira, a fazer 5 mim de aerossóis à noite antes de dormir... e com toda a gente a dizer que não se pode fazer mais nada porque ele é muito pequeno. Ele ensinou-me a lidar com isso sendo um bebe super calmo extremamente bem disposto e sorridente. E quando me habituei a tudo isso a constipação desapareceu....
Decidi partilhar a minha experiência porque sempre toda a gente me conheceu como uma pessoa super calma pouco ansiosa e com um pensamento muito positivo. Mas desde que ele nasceu que eu não tenho sido assim. Senti-me muitos dias muito triste a querer fazer mais por ele e q sentir-me incapaz; a querer ser eu e dar-lhe o melhor de mim e a perceber que não estava a dar. A achar tudo e todos insuficientes...hoje sei que estou q volta a ser eu a aproveitar melhor o tempo com ele e a ser mais feliz. Obrigada por isso a todas as vossas partilhas, medos e dúvidas!

CC

PaulaANP -
Offline
Desde 08 Jul 2016

Olá mamã Cristina, seja bem vinda ao fórum..tal como a mamã também eu li aqui muitos comentários que me ajudaram precisamente nas mesmas situações que refere (amamentação, constipações,..) depois mais tarde também decidi registar-me e passar a dar o meu contributo com base na minha experiência.
Não existem mães perfeitas, não somos super mulheres e todas temos as nossas limitações....mais não seja o cansaço extremo que é normal nos primeiros meses....o que faz de nós boas mães é de facto aprendermos constantemente e melhorarmos...e depois à medida que vamos passando pelas situações vamos ficando peritas em geri-las!

Submetido por PaulaANP em Sex, 17/03/2017 - 10:27