A minha filha engasgou-se e agora não quer comer | De Mãe para Mãe

A minha filha engasgou-se e agora não quer comer

Responda
9 mensagens
clarinha.p -
Offline
Desde 26 Jun 2012

A minha filha engasgou-se a comer na escola e agora não quer ingerir nenhum alimento sólido. Já passou 1 mês, ela já emagreceu e apesar de estar a ser acompanhada por um psicólogo não vejo melhorias. De facto acho que piora de dia para dia.
Alguém já passou por isto?

Videl86 -
Offline
Desde 18 Jul 2014

Eu passei por algo semelhante quando tinha 16 anos. Na verdade nem me engasguei, mas comi uma coisa que quase me engasgou e fiquei muito impressionada e a partir daí não conseguia comer comida sólida, foi horrível. Nas primeiras semanas só conseguia comer gelados, daqueles de bola, era a única coisa que eu conseguia engolir. Depois lá me forcei a comer sopa...e voltei a comer muito devagar...a mastigar sempre excessivamente a comida. Deixei de comer carne de vaca porque sentia que não conseguia mastigar suficiente e portanto tinha medo. Durante alguns anos tive muitas restrições a nível de comida...só voltei a comer carne de vaca quando tinha uns 23 ou 24...agora já não tenho nada disto, foi passando, mas foi muito difícil e causava-me muito sofrimento. Acho que o melhor que pode fazer é levá-la a um psiquiatra, ou um neuropediatra, quem me dera que na altura alguém me tivesse ajudado dessa forma. Vai passar, não se preocupe.

Sobre Videl86

08 de dezembro de 2014 <3 49,5 cm e 2,920 de amor e doçura <3
13 de dezembro de 2017 <3 47 cm e 2,815 de fofurice e amor <3

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Não passei por isso com nenhuma das minhas filhas, mas à filha de uma colega minha aconteceu algo de semelhante - convenceu-se que tinha ficado com uma espinha entalada na garganta (ou realmente entalou-se) e a partir daí também deixou de comer sólidos. Depois de o otorrino ter confirmado que estava tudo bem com a garganta, seguiu-se um longo processo de tratamento psicológico, do qual não sei pormenores.
O meu conselho é que consulte um pedopsiquiatra (se for no Porto posso recomendar uma) e eventualmente mude também de psicólogo, porque há formas muito distintas de psicoterapia e nem todas igualmente eficazes.

CSNCosta1 -
Offline
Desde 03 Nov 2016

A filha de uma amiga à uns anos engasgou se com uma castanha na escola, com 4 ou 5 anos, foi muito traumático. Durante dias andou chorona e recusava a comer só bebia, nem sopa, teve de voltar a ser passada e durante umas semanas andou assim, depois voltou a comer mas tudo passado, com o tempo lá voltou a comer melhor mas ainda hoje não come coisas mais duras como roer maçãs ou a côdea do pão.

mo-duarte -
Offline
Desde 23 Jan 2013

Com o meu filho aconteceu mais do que uma vez pois e ele não recusava comer mas comia pouco e não queria comer coisas duras, mal sentia que não conseguia mastigar bem deitava logo fora.
Eu acho que ainda fiquei mais traumatizada do que ele. Na altura até o ia buscar sempre para almoçar em casa connosco pois tinha medo que acontecesse na escola. Agora que já passou quase 1 ano acho que finalmente já não penso tanto nisso.
Depois de ser operado para retirar as amígdalas e as adenoides nunca mais se queixou de nada e diz sempre que já está bom! Mas nós continuamos sempre atentos.
É uma aflição enorme, das vezes que ele se engasgou não conseguia desengasgar-se sozinho e dessa ultima, que foi no dia de natal no almoço com a família foi um horror. Ele esteve mesmo quase a perder os sentidos! Não é uma coisa fácil de ultrapassar. E nem se engasgou com nada duro, foi com a pele duma perna de frango.
Ainda por cima a sua menina já é mais velhinha o que acho que deve piorar a situação.
Por enquanto tente dar-lhe coisas mais molinhas, se já está a ser seguida por um psicólogo com o tempo acho que deve melhorar!

Ansha -
Offline
Desde 13 Abr 2016

mo-duarte escreveu:
Com o meu filho aconteceu mais do que uma vez pois e ele não recusava comer mas comia pouco e não queria comer coisas duras, mal sentia que não conseguia mastigar bem deitava logo fora.
Eu acho que ainda fiquei mais traumatizada do que ele. Na altura até o ia buscar sempre para almoçar em casa connosco pois tinha medo que acontecesse na escola. Agora que já passou quase 1 ano acho que finalmente já não penso tanto nisso.
Depois de ser operado para retirar as amígdalas e as adenoides nunca mais se queixou de nada e diz sempre que já está bom! Mas nós continuamos sempre atentos.
É uma aflição enorme, das vezes que ele se engasgou não conseguia desengasgar-se sozinho e dessa ultima, que foi no dia de natal no almoço com a família foi um horror. Ele esteve mesmo quase a perder os sentidos! Não é uma coisa fácil de ultrapassar. E nem se engasgou com nada duro, foi com a pele duma perna de frango.
Ainda por cima a sua menina já é mais velhinha o que acho que deve piorar a situação.
Por enquanto tente dar-lhe coisas mais molinhas, se já está a ser seguida por um psicólogo com o tempo acho que deve melhorar!

Que pânico! Bolas! Tb já estive muito aflita

mo-duarte -
Offline
Desde 23 Jan 2013

Foi mesmo um horror! ainda fico com o coração apertadinho sempre que penso nisso!

clarinha.p -
Offline
Desde 26 Jun 2012

Obrigada a todas.
Ela está a ser seguida em psicologia e vai fazer psicoterapia.

FERNANDA XAVIER... -
Offline
Desde 02 Ago 2022

Bom dia! Pesquisando na internet vi sua história é igual a minha. Minha de filha de 9 anos engasgou e de lá para cá não quer comer nada....cospi td que coloca na boca. Estou desesperada já emagreceu mto. Já tentamos de td e nada Triste Estou levando no psicólogo e ela diz que ela esta insegura p comer. Pode contar sua experiência pfv? TE AGRADEÇO MUITO. Fernanda

Votação

Quanto tempo, em média, dura uma consulta com o seu filho no pediatra?