"Masturbação" na infância | De Mãe para Mãe

"Masturbação" na infância

Responda
20 mensagens
DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

Olá meninas,
então é assim, a minha filha anda claramente a descobrir o corpo, e vai de descobrir que se cruzar as pernas e contraie ali a musculatura em torno do interior da coxas e vulva retira uma sensação prazerosa. Então passa a vida nisso... Eu tento não interferir mas o pior é que ela fica toooooda suada, mas mesmo toda suada com o cabelo molhado. A par disso a minha sogra que tem ficado com ela de tarde também já reparou e encarou como um novo tique, embora o meu marido tenha explicado por alto que é uma descoberta da sensação boa a mulher também fica boqueaberta com o quanto fica a suar.
A minha pergunta é? Como encaram isso? Como foi com as vossas crianças? Ela é pequena para conversar sobre isso, e embora por exemplo quando ela acabou de tomar banho eu peço par não fazer que fica a suar, no geral não digo para não fazer ou conoto como algo errado... Pergunto-me como será se começa a fazer isso fora de casa 🤦🏻‍♀️
Do que andei a pesquisar é absolutamente normal e o timing é mesmo este... mas gostava de ler as vossas experiências.
Obrigada

Desde 23 Ago 2020

A minha melhoras amiga de infância fazia isso na escola nas aulas quando estava na cadeira, chegava até a colocar uma caneta no meio das pernas, na altura nunca nos apercebemos do que era (éramos da mesma idade estendeu se ate por volta dos 7 anos) ela ganhou mesmo tique parecia
Nao tenho como ajudar , era só para nao se sentir sozinha 😊

Anotski85 -
Online
Desde 09 Jun 2020

Acho que é de desvalorizar que passa por si. Pode também tentar distrai-lá com alguma conversa ou atividade, para desincentivar a que o faça em determinado momento, mas sem dar grande importância.

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

Mãe_de_primeira_viagem escreveu:
A minha melhoras amiga de infância fazia isso na escola nas aulas quando estava na cadeira, chegava até a colocar uma caneta no meio das pernas, na altura nunca nos apercebemos do que era (éramos da mesma idade estendeu se ate por volta dos 7 anos) ela ganhou mesmo tique parecia
Nao tenho como ajudar , era só para nao se sentir sozinha 😊

Tique não é. Ela tem outros tiques e aquilo é algo que faz porque é prazeroso, mas é voluntário.
Eu tenho memória de me masturbar e ainda não saber ler, com cerrteza já fazia antes mas só pelos 6 me questionava porque fazia aquilo, o que era aquilo... mas tinha ideia que era errado e queria deixar se fazer, não me lembro se por me repreenderem ou por estar relacionado a uma zona do corpo mais tabu... só pelos 8 quando sabia ler fui perceber num livro em casa que aquilo era normal e se chamava masturbação. A minha mãe quando me viu com o livro disse que não era para a minha idade, nem para me perguntar o que me tinha levado a ter aquela ciriosidade... Cresci muito assim, sem nunca se falar de sexualidade em casa, e fui descobrindo por mim... Quero uma abordagem diferente para a minha filha, que perceba que o que está a fazer não tem mal mas exige apenas privacidade... O problema é que ela ainda não acompanharia uma conversa dessas.

fmmartins -
Offline
Desde 14 Dez 2016

Não tenho experiência na causa mas tenho-me deparado com muitas perguntas (interrogatórios mesmo) que às vezes nem sei como explicar adequado à idade. A minha achava que as senhoras gravidas engoliam os bebés. Esta semana perguntou-nos se os rapazes não tivessem pilinha como faziam xixi e por aí fora... eu tento explicar as coisas com verdade e encarar com naturalidade mas também não sei o que faria nessa situação específica (não fui grande ajuda 🤦‍♀️).

Joana123 -
Offline
Desde 31 Maio 2016

Queria só acrescentar que há uns meses a minha filha andava nisso, tocava-se imenso, com as mãos, nós a acharmos que era masturbação... E um dia foi dormir a casa da minha sogra e afinal eram parasitas mesmo Tolinho Se calhar valia a pena terem isso em consideração Espertalhão

Anissa. -
Offline
Desde 24 Jun 2022

Eu apenas ignoro. Lembro - me de o fazer também quando era pequena, não achava errado mas também não gostava de que as outras pessoas reparassem. Por exemplo, se estivesse a brincar com o meu irmão afastava - me a um canto, não propriamente escondida mas também não no meio da brincadeira.

Andreissse -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Por aqui nunca passei por isso com a minha filhota mas já li a respeito disso. Basicamente só tem de se preocupar se começar a interferir com as atividades do dia a dia (caso extremo) aí um psicólogo seria bom. De resto é ignorar ou tentar chamar atenção para outra atividade sem a repreender. Com a idade da sua não há grande entendimento para grandes conversas. A minha está numa fase que acha imensa piada de ver a diferença entre homens e mulheres. O meu marido até já se tranca na wc quando vai porque ate fica constrangido com ela que começa logo com 1001 perguntas 😁

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

Joana123 escreveu:
Queria só acrescentar que há uns meses a minha filha andava nisso, tocava-se imenso, com as mãos, nós a acharmos que era masturbação... E um dia foi dormir a casa da minha sogra e afinal eram parasitas mesmo Se calhar valia a pena terem isso em consideração

Mas a minha não se toca. Ela há uns tempos mexia mais, e espreitava para essa zona e tal, mas passou. Agora por exemplo, está a ver tv, cruza as pernas e crontrai os músculos, basicamente reparo porque fica a suar e claro que se vê abanar ligeiramente. Ontem estavamos na cama a ver desenhos animados e ela a fazer isso. É que depois faz tanta força com as pernas que fica com as pernitas doridas, hoje acordou com as pernas doridas e aposto que está relacionado.

Bella8 -
Offline
Desde 23 Jun 2022

Bom dia Diana. Não sei ajudar mas sigo uma psicóloga brasileira que fala imenso nesses temas, se quiser dar uma vista de olhos no conteúdo deixo aqui o link para o canal do youtube.

https://www.youtube.com/c/LeilianeRochaPsic%C3%B3loga/videos

carlabrito -
Offline
Desde 30 Maio 2017

O Henrique diz que a Gabriela tem 2 rabos.... Gargalhadas Gargalhadas

a_lola -
Offline
Desde 30 Set 2015

quando era criança lembro-me de fazer isso, mas eu fazia quando estava na cama sozinha, mas lembro-me perfeitamente de fazer isso (cruzar as pernas e sentir a zona intima a tremer, mas era algo rápido e não me lembro de ficar assim transpirada).
Eu aconselhava a falar com a menina e explicar para fazer isso quando está sozinha na caminha dela, ou seja explicar que tem fazer isso num contexto privado e sossegada, para evitar que ela começa a fazer isso fora de casa em contexto social. explicar que não é errado, mas que é algo que não pode fazer em zonas comuns (escola, na sala, em casa dos avós, etc) e fazer quando está no baninho dela ou na caminha dela.

Sobre a_lola

26.11.2015 treinos > 27.01.2016 BETA 576 hgg > meu <3
01.2020 treinos > 03.2020 positivo > AR c/ curetagem 13sem
08.2020 regresso aos treinos > 09.2020 positivo > AE 6sem+3
10.2020 tiroidite de Hashimoto + défice antitrombina III

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

a_lola escreveu:
quando era criança lembro-me de fazer isso, mas eu fazia quando estava na cama sozinha, mas lembro-me perfeitamente de fazer isso (cruzar as pernas e sentir a zona intima a tremer, mas era algo rápido e não me lembro de ficar assim transpirada).
Eu aconselhava a falar com a menina e explicar para fazer isso quando está sozinha na caminha dela, ou seja explicar que tem fazer isso num contexto privado e sossegada, para evitar que ela começa a fazer isso fora de casa em contexto social. explicar que não é errado, mas que é algo que não pode fazer em zonas comuns (escola, na sala, em casa dos avós, etc) e fazer quando está no baninho dela ou na caminha dela.

Pois eu também me lembro de fazer. Eu ontem na cama quando ela parou disse para ela amanhã não fazer em casa da avó, para fazer só na caminha em casa. E ela disse que estava bem... Mas não é ainda de fiar. Mas sim tenciono começar a reforçar mais essa ideia. E basicamente esperar que passe. Mas surpreende-me que este tema não seja explorado como tantos outros, deve acabar por acontecer com todos.

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

Bella8 escreveu:
Bom dia Diana. Não sei ajudar mas sigo uma psicóloga brasileira que fala imenso nesses temas, se quiser dar uma vista de olhos no conteúdo deixo aqui o link para o canal do youtube.
https://www.youtube.com/c/LeilianeRochaPsic%C3%B3loga/videos

Eu sigo-a. E já de lá tirei algumas informações, mas pessoalmente acho que talvez por a realidade dela ser o Brasil onde a violência sexual é um flagelo, há coisas que ela refere que não ache que se adapte tanto a nós nem nossa realidade suburbana, ou pelo menos algumas coisas acho que seriam exageradas no meu contexto atual social.

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

carlabrito escreveu:
O Henrique diz que a Gabriela tem 2 rabos....

Gargalhadas Gargalhadas Gargalhadas um maior e um mais pequeno.

Sara_R -
Offline
Desde 02 Dez 2014

Eu tenho um filho com 7 anos, e ele às vezes também mexe na zona íntima, e de manhã às vezes diz-me "mãe, estou com a pilinha grande" Espertalhão
Já lhe perguntou porquê que faz isso? Acho que está a fazer as coisas certas, pelo menos eu também reagia assim...continue a incentivá-la para fazer isso em privado.

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

Sara_R escreveu:
Eu tenho um filho com 7 anos, e ele às vezes também mexe na zona íntima, e de manhã às vezes diz-me "mãe, estou com a pilinha grande"
Já lhe perguntou porquê que faz isso? Acho que está a fazer as coisas certas, pelo menos eu também reagia assim...continue a incentivá-la para fazer isso em privado.

Sim perguntei mas ela não responde, desconversa, diz que é faz de conta e associa a qualquer coisa que não tem nada a ver. Acho que no fundo ela não sabe porque faz, apenas descobriu que gosta de sensação e faz, mas não aprecia muito que eu toque no assunto. Mas vou continuar a deixar estar, só lembrando que não faça fora de casa, embora eu ainda não tenha presenciado fora de casa.

Andreissse -
Offline
Desde 13 Nov 2015

DianaES escreveu:

a_lola escreveu:quando era criança lembro-me de fazer isso, mas eu fazia quando estava na cama sozinha, mas lembro-me perfeitamente de fazer isso (cruzar as pernas e sentir a zona intima a tremer, mas era algo rápido e não me lembro de ficar assim transpirada).
Eu aconselhava a falar com a menina e explicar para fazer isso quando está sozinha na caminha dela, ou seja explicar que tem fazer isso num contexto privado e sossegada, para evitar que ela começa a fazer isso fora de casa em contexto social. explicar que não é errado, mas que é algo que não pode fazer em zonas comuns (escola, na sala, em casa dos avós, etc) e fazer quando está no baninho dela ou na caminha dela.

Pois eu também me lembro de fazer. Eu ontem na cama quando ela parou disse para ela amanhã não fazer em casa da avó, para fazer só na caminha em casa. E ela disse que estava bem... Mas não é ainda de fiar. Mas sim tenciono começar a reforçar mais essa ideia. E basicamente esperar que passe. Mas surpreende-me que este tema não seja explorado como tantos outros, deve acabar por acontecer com todos.

Eu acho q não é explorado porque ainda existe tabu.. Se até nos adultos... Ainda muita pouca gente, principalmente mulheres, tem o à vontade para se dizer que se masturba, pelo menos é a ideia que tenho.. Então este tema nas crianças é pior.. É logo conotado de forma negativa, o que é estupido porque é algo natural que todos vão descobrir, uns na infância, outros na adolescência mas lá chegarão todos Sorriso

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

Andreissse escreveu:

DianaES escreveu:

a_lola escreveu:quando era criança lembro-me de fazer isso, mas eu fazia quando estava na cama sozinha, mas lembro-me perfeitamente de fazer isso (cruzar as pernas e sentir a zona intima a tremer, mas era algo rápido e não me lembro de ficar assim transpirada).
Eu aconselhava a falar com a menina e explicar para fazer isso quando está sozinha na caminha dela, ou seja explicar que tem fazer isso num contexto privado e sossegada, para evitar que ela começa a fazer isso fora de casa em contexto social. explicar que não é errado, mas que é algo que não pode fazer em zonas comuns (escola, na sala, em casa dos avós, etc) e fazer quando está no baninho dela ou na caminha dela.

Pois eu também me lembro de fazer. Eu ontem na cama quando ela parou disse para ela amanhã não fazer em casa da avó, para fazer só na caminha em casa. E ela disse que estava bem... Mas não é ainda de fiar. Mas sim tenciono começar a reforçar mais essa ideia. E basicamente esperar que passe. Mas surpreende-me que este tema não seja explorado como tantos outros, deve acabar por acontecer com todos.

Eu acho q não é explorado porque ainda existe tabu.. Se até nos adultos... Ainda muita pouca gente, principalmente mulheres, tem o à vontade para se dizer que se masturba, pelo menos é a ideia que tenho.. Então este tema nas crianças é pior.. É logo conotado de forma negativa, o que é estupido porque é algo natural que todos vão descobrir, uns na infância, outros na adolescência mas lá chegarão todos


Mas estamos na fase em que queremos todos deixar cair os tabus. Fala-se em tudo, enfatiza-se tudo acerca da primeira infÂncia e a sua enorme importância, até então desvalorizada, e sou apanhada desprevenida nisto que pensei que não seria usual surgir tão cedo... Uma pessoa acha-se muito informada e tive que perceber por pesquisa que afinal não estou assim tanto Convencido

Mamaciita -
Offline
Desde 30 Jan 2020

O meu filho tem 3 anos e faz isso há imenso tempo. Deitado de barriga para baixo.

Nunca lhe disse que era errado, apenas acho importante dizer que só o pode fazer em privado, quando está sozinho no quarto.

Ele já vai entendendo e nunca mais o fez ao pé de nós. Só quando está ainda meio a dormir e não se apercebe.

Votação

Quanto tempo, em média, dura uma consulta com o seu filho no pediatra?