Marido/sogros | De Mãe para Mãe

Marido/sogros

Responda
18 mensagens
Niamh009 -
Offline
Desde 27 Abr 2019

Boa noite a todos,
Venho aqui deixar um desabafo pois as vezes acho que se calhar eu é que estou mal.
O meu namorado não colabora muito em casa, principalmente agora nas férias quando eu lhe pedia p fazer algo , demorava imenso tempo p o fazer e assim acabava por ser eu a fazer o que era necessário. Ora temos um bebe com 7 meses e a casa não pode estar suja porque ele já vai p o chão brincar ou precisa de loiça lavada p comer a sopinha.
Quando estava a trabalhar até ajudava ... punha a loiça na máquina uma vez por semana, o que significava ficar a cozinha toda um pandemónio mas eu lá me aguentava pra não arrumar e não o chatear com isso e tb fazia o jantar. O resto fazia eu, lavar a roupa, estender e passar e tratar do bebé (vinha cá uma senhora aspirar e lavar o chão uma vez por semana).
O que me tem vindo a chatear é que cada vez mais deixa as outras tarefas todas p mim; principalmente na férias que não tínhamos ninguém p ajudar senti-me sobrecarregada. Não pergunta se quero ajuda; se me vê fazer deixa estar. Acabei por deixar de lhe pedir fosse o q fosse.
Tem imenso tempo de lazer p ele, vai p o computado até altas horas e dorme a manhã toda. Enquanto isso passo eu a noite com o bebe porque ainda mama; pois ele já nem dorme connosco (com a desculpa de que pode nos acordar ou incomodar). Quando trabalhava ok, era compreensível mas depois foi deixando de dormir comigo até nas férias... Eu colocava o bebe na caminha dele p ele vir dormir comigo mas só raras foram as vezes em que veio. Desisti e agora o bebe dorme comigo, até porque me canso menos visto que ainda mama.
não fazemos nenhuma refeição juntos... pois ele vai comer a ver coisas no computador.
O único momento de lazer que eu tenho é depois de adormecer o bebe, lá p as 21h em que estou no telemóvel até as 23h e tal. Fora isso quando fica com o bebe é p eu fazer alguma coisa de casa ou agora do trabalho.
Depois há a questão da minha mãe e dos pais dele. A minha mãe é que ajudou aqui em casa (ela é um pouco chata e fala demais e por vezes faz certas coisas q não são correctas mas tento sempre chamá-la a atenção e as vezes ate sou um pouco bruta c ela por causa dele), os pais dele não se metem muito, mas sei q comentam situações e afins por tragas
Sei que ele não gosta da minha mãe mas é nela que confio p ficar com o bebe, não nos pais dele porque há vários comportamentos que não me agradam. De qq forma sei que um dia vou ter q deixar os meus filhos nos avós... Mas custa-me quando o meu namorado não colabora e nem me valoriza enquanto mae e mulher; desvaloriza o que sinto e diz que dramatizo tudo. Não me dá vontade de lhe fazer as vontades se ele não colabora nem age como meu companheiro.
Quando tenho que sair ele só fica com o bebe pouco tempo, ou então prefere
Vir comigo e o bebe fica com a minha mãe. Mas agora com o ano a começar eu disse q tinha q ir trabalhar, e ele prontificou-se a ficar com o bebe mas que ia levá-lo p casa dos pais (ou seja, só ia ficar com ele p estar com os pais dele). Como eu disse que preferia q ficasse cá em casa , porque assim não acordava tão cedo, disse me logo que eu já estava a criar problemas e que assim que ele ficasse com a minha mãe, que ele não fazia questão de ficar c ele já q eu estava arranjar problemas. A questão aqui é que gostam muito do neto p brincar, e ele não é um boneco. Quando foi p ajudar em coisas da casa como passar roupa do bebé a ferro ou lavar loiça no primeiro mês ninguém se ofereceu ou arregaçou as mangas. Era a minha mãe e irmãs que vinham e faziam sem perguntar. Mas p pegar no bebe toda a gente já queria e quer.
Outra questão são os pagamento de coisas p o bebe,. O parto por exemplo não quis ajudar a pagar porque diz que foi opção minha ir p o privado e fazer cesariana (não foi totalmente mas ok). Quanto ao bebe também só pagou metade de uma vacina; consultas de pediatria e seguro sou eu porque acha que não há necessidade de estar no privado também. Estava muito bem no centro de saúde.
Desculpem o longo desabafo mas precisava de uma visão de fora; sei que não sou perfeita mas acho que não tenho muito apoio ou que tudo o que acontece é culpa minha, pois é assim que me fazem sentir. Obrigada Sorriso

Andreissse -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Não tens culpa nenhuma aliás eu já me tinha passado por metade mas bem sei que quem está de fora tem logo uma visão racional. Possivelmente já falou com ele mas eu tentaria falar novamente com ele o filho é da responsabilidade dos 2. Ele não pode querer ter sido pai e depois manter o mesmo lazer, isso não acontece ou melhor não deveria acontecer... Em relação aos familiares ajudarem em casa claro que quem tem bom senso sabe que uma uma precisa de mais ajuda que não seja apenas pegar no bebé mas também não são obrigados a isso. Se tomarem unicamente conta do bebê já é uma boa ajuda. Bem, retrocedendo, eu tentaria o diálogo, não funciona tentaria juntar algum dinheiro todos os meses e logo que fosse possível saía dessa relação que não é uma relação. Não ajudar a pagar as despesas é muito mau! O bebê é dos 2 aqui seria impensável o meu marido não ajudar isso nem é equacionavel sequer. N fazer nada em casa? Olhe faça você as suas coisas e deixe de tratar as roupas dele... Altas horas no computador? Eu desligava o quadro geral algumas vezes para o chatear... A ver se ganha bom senso... Enfim...

Maria_Papoila -
Offline
Desde 06 Fev 2015

Tens dois filhos e um hotel, portanto...
Se calhar é melhor ficares só com o mais novo, já que o mais velho não faz mais nada senão frequentar o hotel.
Beijinhos e boa sorte!

♥ Abril 2015 - Diagnóstico Falência Ovárica Precoce (29 anos - AMH 0,1)
♥ Julho 2015 - Inscrição p/DO
♥ Outubro 2015 - TEC (-)
♥ Dezembro 2015 - TEC (+)
♥ Maio 2018 - TEC (-)
♥ Dezembro 2018 - TEC (+)

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

Maria_Papoila escreveu:
Tens dois filhos e um hotel, portanto...
Se calhar é melhor ficares só com o mais novo, já que o mais velho não faz mais nada senão frequentar o hotel.
Beijinhos e boa sorte!

E um deles é um “adolescente” que é a idade pior.
.
Claro que não estás a exagerar, o comportamento do teu namorado é totalmente inaceitável!

Desde 24 Maio 2017

Eu nestas situações de casal não gosto muito de opinar até porque só estou a ler um lado da história, logo, vou julgar o outro lado sem saber.
Em relação às lidas da casa, infelizmente há muitos homens que não foram educados em participar nas lidas domésticas, como tal, acham que isso é o papel da mulher por isso não o fazem. Acho que não o vais puder (re) educar nesse aspecto mas, falar e expor a situação de uma forma simples e prática seria uma boa solução.
Sempre fui eu que tratei da casa e dos filhos, não havia cá mãe e irmã nem nada até porque se a casa é minha, o dever é meu não da minha família. Eu também não me sinto no dever de ir para casa delas limpar e tratar da roupa. Há dias que são desgastantes ao ponto de até para fazer cocó não há tempo mas dá-se a volta por cima...
O mesmo te digo com o teu filho. É normal que as pessoas queiram pegar nele e brincar não tratar dele pois não foi esse o papel que lhes foi entregue. Eu quando vou visitar um bebé dum casal amigo ou de um familiar também só brinco e pego ao colo não vou tratar dele nem educar pois esse não é de todo o meu papel.
Situações de médico privado, já deu para perceber que não chegam a um consenso. Tu tinhas uma ideia diferente da dele e quiseste seguir em frente com ela, logo, é porque te pontificaste a pagar isso tudo. Agora despesas da casa e com o bebé devem ser os dois! Nem que seja um creme, ele como pai tem obrigação.
Pelo que descreves, o teu namorado é um quanto ou tanto infantil. Descreves ações que ele pratica, tais como (não dormir na cama, estar ao computador, não fazer refeições à mesa contigo,...) impensáveis!!!
Um casal tem que estar junto para o bem e para o mal! Tem que se apoiar e tentar juntos arranjar soluções para os problemas! Ele ainda não cresceu e como está a ver a realidade da vida está a fugir... Tu és mãe de um não de dois. Ele que vá viver com a mãe e assim pode continuar com essas atitudes que a mãe está lá para o servir sem criticar. É mesmo isso que queres para a tua vida? Se não és feliz, faz-te à vida!

SamCast -
Offline
Desde 17 Set 2016

Olá minha querida,
Primeiro, não tens de te culpar de nenhuma forma pois estás a fazer o teu trabalho de mãe (de 2) e infelizmente empregada de casa. O teu namorado sim está errado, pois quis ter um filho devia arrecatar com as responsabildades que vêm com a função e não estar sempre a criar desculpas.
Olha eu e o meu marido sempre fomos pessoas apaixonadas por videojogos e todo o mundo tecnológico mas quando o nosso filho nasceu tivemos de assumir que as nossas rotinas de lazer tinham de ser alteradas pois primeiro está o nosso filho, os nossos deveres e sim depois o resto. O meu marido sempre me ajudou com o meu filho desde que nasceu porque por muito que muitos homens não achem é por vezes esgotante. Nunca ficou até de manhã a jogar ou no computador, dormia sempre connosco e é muito feliz com isso. Hoje em dia como o nosso menino está mais crescido aproveitar para estar no computador após pô-lo na cama até
às 23h. Então o teu namorado não tem desculpa nenhuma, porque se uns fazem todos os outros também o conseguem fazer.
Confronta-o com o que sentes e o que tem ser alterado, pois ser pai ou mãe não é so o astuto é tudo que vem agregado com ele.
Mais uma vez és uma super mãe, fazes mais que os teus deveres como mulher mas não és de ferro e ninguém, nem muito menos o teu cônjuge te deve puxar até ao limite.

Anete Silva -
Offline
Desde 06 Fev 2019

Olá! Em primeiro lugar tu estás a fazer tudo bem porque estás a cumprir o teu papel de mãe e pelos vistos com muito poucas ajudas o que custa imenso.
O teu marido é um imaturo, isto tem que ser dito mesmo assim, infelizmente existem muitos por aí assim e é muito chato em vez de ter um verdadeiro companheiro ter um adolescente parvo a incomodar por casa...
Fala com ele, expõe tudo o que sentes e diz muito claramente o que precisavas, não podemos estar à espera que os homens adivinhem o que precisamos, é precisar ser clara, muito clara...
Depois se não vires diferença começa a organizar a tua vida sem contar com isso no meu caso foi não quer ajudar muito bem, vamos ter empregada e vamos ter babysitter que eu não sou escrava de ninguém... não vou andar a obrigar ninguém a trabalhar em casa mas também não vou andar a fazer tudo sozinha, resultou assim.
Quanto ao teu bebé o que estás a passar é muito normal nesta fase, eu também passei e senti essas coisas mas temos que descomplicar, deixar os nossos filhos com outras pessoas e confiar que estão bem, conforme eles vão crescendo vai sendo mais fácil para nós deixarmos e confiar... mas o conselho que te dou é mesmo isso, descomplica, descomplica!

Mama_Xana -
Online
Desde 15 Maio 2012

Na minha perspectiva o problema não é o seu marido não ajudar com as tarefas de casa. O problema é muito maior, porque se nem as refeições fazem juntos, qual é o tempo de família que tem?
O inicio da relação segundo entendi não houve distribuição de tarefas e ele acomodou-se e a autora deixou. Com a chegada de um filho o trabalho dobra e sem ajuda é difícil, tudo sendo deixado para si é obvio que fica sobrecarregada, deixou de pedir, pois terá que continuar a pedir.
Pode pedir por exemplo para ele fazer o jantar enquanto dá banho ao seu filho, se ele não o fizer, que tal a autora também não o fazer (come um lanchinho reforçado antes de chegar a casa…).
Mas continuo a pensar que não tem tempo de família, na minha casa é impensável não fazermos as refeições todos juntos, é o nosso momento de família, quando conversamos do que se passou durante o dia, etc. hoje o meu filho sabe que é assim, acredito que quando for adolescente não lhe passará pela cabeça ir jantar para o quarto, por exemplo.
Creio que terá que pensar muito bem daquilo que quer para a vossa família a terem uma conversa muito seria, porque assim só é a pessoa que trata das roupas e assegura as refeições, obviamente sem ser valorizada por isso.
Tudo de bom!

Lee_hyun_sun -
Offline
Desde 13 Fev 2019

Em relação as lidas d casa acho que te devias impor. Ele não é nenhuma crianca para ficar ate altas horad de manha e dormir a manha toda para depois voltar a mesma rotina. Vou te dr o exemplo do meu caso, o meu namorado tanbem e um calao, mas nem chega a metade do teu isto porque se ele nao fizer eu nao deixo andar e reclamo logo com ele. Mas desde que engravidei que tem sido a ajuda marioritaria para mim. Mas também nao abdica do computador, o que ele faz é, enquanto eu ainda eatou a dormir ele mete o despertador todos os dias para acordar cedo e ter o seu tempo no comoutador. Mas quando acordo se for preciso fazer algo agora faz (o que antes nao fazi) acho que para resolveres essa situacao tens de ser frontal com ele e porem os pontos nos is.

Quanto as consuktas e essas coisas, ja vou ter uma opiniao controversa das vossas de certeza, isto porque o bebe é de ambos e deverias de ter tido em conta tambem a opiniao dele. Um quer o privado o outro nao, deveriam de ter estipulado logo as coisas de inicio para nao se darem esses problemas sobre dinheiro entre vcs.

E quanto a limpeza e essas coisa da vossa casa no 1 mes, nao interessa se foi no primeiro mes ou qualquer outro, temos de nos mentalizar que nao podemos de depender de ninguem, tenhamos um filho ou nao. Eu no estou a espera que a minha sogra ou mesmo a minh mae venham me limpar a casa quando a bebe nascer. Se o fizerem de boa vontade, muito bem, se nao fizerem tem de se mentalizar que eles tambem nao tinham obrigatoriedade nenhuma. É normal que agora demonstrem mais interesse em querer tomar conta do bebe pois esta maior e ja nao e tao dependente como um recem nascido. Tal como e normal o namorado reclamar de nao quereres o bebe nos pais dele, e isso da lhe o direito de fazer o mesmo quanto a tua mae. Tens de pensar que tu confias nos teus pais, ok esta certo, mas ele tambem confia nos dele.

Agor a situacao so se resolve se falarem a serio e nao arredares os pes quantos as suas vontades, porque neste momento nao tem nem a dinamica normal de uma familia. (como disse esta é a minha opiniao)

DianaES -
Online
Desde 08 Out 2013

Sinceramente não sei como aguentas. Tudo bem, em minha casa as coisas são tudo menos balanceadas na hora dos afazeres relativos à bebé, mas as lides domésticas vamos dividindo. Confesso que foi preciso cair um bocado no desleixo e esperar que o chão "metesse nojo" (um bocado de pó vá) para ele se coçar e aspirar sem eu ter que mandar… Às vezes empilho a louça no lava loiças até ele topar que tem que tirar a que está na máquina e colocar aquela… Lá vai o tempo em que tentava fazer tudo.
E adotei a medida de afixar os afazeres semanais de cada um no frigorífico e temos cumprido. Mas relativamente à bebé eu é que dou banho, dou a comida… Trato da roupa e preparo a mochila quando saímos. Ele troca fraldas, veste e toma conta quando estou ocupada.

A roupa é toda por minha conta (máq. lavar, máq. secar e passar) mas ele arruma a dele e quando são toalhas por exemplo tira da de secar e guarda… Quase deixei de estender roupa e ainda bem! Mesmo assim chego a casa e ando ocupada até ao jantar… Depois da bebé dormir tenho como tu algum tempo para poder ver uma série. Algumas vemos em conjunto então depois dela dormir volto à sala para vermos juntos, noutros dias já engato no quarto e não volto. Sinto que perdemos algum tempo enquanto casal porque temos que nos dedicar também à bebé mas acho que encontramos um ponto de equilíbrio, vais ter que chatear, colocar os pontos nos i's e dizer o que te vai na alma. Ok, foram férias, aproveita e regressa me grande à rotina. É isso ou o tempo acabará por minar a relação.

Quanto à família… Eh pá, é mesmo assim. Eu engulo uns sapos, ele engole uns sapos… Sabemos que a família não se escolhe, criar aí grandes atritos não é boa ideia.

E os pagamentos, pf é apresentar as contas e mais nada!!!

Ana1416 -
Offline
Desde 29 Mar 2019

Opinar sobre este tipo de situação é sempre complicado porque só estamos a ver um lado da história.
Mas parece me que ele não ajudar em casa é o problema menor..
Como assim não dormem juntos, não fazem refeições juntos?
Qual é a relação dele com o bebé? Foi um bebé desejado por ambos?
Parece me que existe mais qualquer coisa por trás destas atitudes estúpidas do seu namorado.
E sinceramente eu já o tinha posto à andar..
Pense bem no que quer para si e para o seu bebé.
E que consiga resolver esta situação.

Ana1416 -
Offline
Desde 29 Mar 2019

Opinar sobre este tipo de situação é sempre complicado porque só estamos a ver um lado da história.
Mas parece me que ele não ajudar em casa é o problema menor..
Como assim não dormem juntos, não fazem refeições juntos?
Qual é a relação dele com o bebé? Foi um bebé desejado por ambos?
Parece me que existe mais qualquer coisa por trás destas atitudes estúpidas do seu namorado.
E sinceramente eu já o tinha posto à andar..
Pense bem no que quer para si e para o seu bebé.
E que consiga resolver esta situação.

Niamh009 -
Offline
Desde 27 Abr 2019

Obrigada pelo feedback.
Tenho perfeita consciência que não sou de todo perfeita e que tenho que descomposição em relação ao bebé e com quem fica. Sinto que é uma questão de tempo p me ambientar a ideia.
Quanto a ser desejado por ambos, para ele tanto fazia se tinha filhos ou não. Eu falei com ele e disse que gostava de ter até aos 30 e ele de certa maneira “fez-me” a vontade. Mas acho que se fosse p ser pai só seria lá p os 40...
Quanto a casa, tento não ser muito chata porque ele reclama que depois eu só chateio e etc. Também sinto que devíamos ter um tempo em família mas as vezes sinto-me sozinha. Mesmo passeios sempre fui eu a planear, sempre que fui viajar falava com ele e ele nunca teve o interesse em vir comigo p fora (eu juntava p fazer alguma viagem e dizia lhe que ele podia fazer o mesmo p irmos os dois, mas acabava por ir com outra pessoas).
Claro que não estou à espera que pessoas de fora me venham arrumar a casa; apenas me referia aos primeiros dois, três meses em que estava mais cansada e que o bebe só estava bem a dormir ao colo.
Agradeço as mensagens pois as vezes temos que ter uma visão de fora... beijinhos

Mama_Xana -
Online
Desde 15 Maio 2012

Niamh009 escreveu:
Obrigada pelo feedback.
Tenho perfeita consciência que não sou de todo perfeita e que tenho que descomposição em relação ao bebé e com quem fica. Sinto que é uma questão de tempo p me ambientar a ideia.
Quanto a ser desejado por ambos, para ele tanto fazia se tinha filhos ou não. Eu falei com ele e disse que gostava de ter até aos 30 e ele de certa maneira “fez-me” a vontade. Mas acho que se fosse p ser pai só seria lá p os 40...
Quanto a casa, tento não ser muito chata porque ele reclama que depois eu só chateio e etc. Também sinto que devíamos ter um tempo em família mas as vezes sinto-me sozinha. Mesmo passeios sempre fui eu a planear, sempre que fui viajar falava com ele e ele nunca teve o interesse em vir comigo p fora (eu juntava p fazer alguma viagem e dizia lhe que ele podia fazer o mesmo p irmos os dois, mas acabava por ir com outra pessoas).
Claro que não estou à espera que pessoas de fora me venham arrumar a casa; apenas me referia aos primeiros dois, três meses em que estava mais cansada e que o bebe só estava bem a dormir ao colo.
Agradeço as mensagens pois as vezes temos que ter uma visão de fora... beijinhos

O bebé deve ficar com quem se sinta mais confortável, e sobretudo com quem tiver capacidades de cuidador, senão vai ficar angustiada e será mais um incomodo do que uma ajuda.
Quando ao que relata não acho normal que passe ferias com outras pessoas e que o seu namorado não se disponibilize para o fazer consigo, segundo entendi é recorrente e não foi acordado pelos dois que assim seria, parece-me que gostaria da companhia dele.
Creio que necessitam de conversar muito sobre o que cada um quer da vida e a melhor forma de o fazerem, agora parece-me que está desiludida, triste e incomodada com a sua relação e esta não é forma de viver.
Para mim seria impensável viver numa casa totalmente desorganizada, sem colaboração nas tarefas de quem contribui para a desarrumação, assim como seria impensável ter outras pessoas a arrumar e a limpar a minha casa, mas isto sou eu. Com isto quero apenas dizer que terão que encontrar um ponto de equilíbrio em que todos fiquem confortáveis e a viver como uma família, com o que tudo isso acarreta.

Ansha -
Online
Desde 13 Abr 2016

Querida, desculpa mas vocês não são um casal! Ponto.
Pensa bem na tua vida, pq ele apenas parece ser o dador de esperma do teu bebé.
Refaz a tua vida sozinha! Q estás a fazer com um homem assim?
Boa sorte e força !
Não é vergonha nenhuma ser mãe solteira

Niamh009 -
Offline
Desde 27 Abr 2019

Obrigada pelos conselhos.
Vou tentar falar com ele e adoptar outra postura. Um bem haja a todas! É sempre bom ouvir outras opiniões 🙂

Marina4 -
Offline
Desde 15 Maio 2016

o seu marido parece uma criança extra, e não um adulto responsável. Isso não pode continuar assim. Não faça as coisas dele, por exemplo, ele que lave e passe a sua roupa.

carlabrito -
Offline
Desde 30 Maio 2017

Nem fui capaz de acaber de ler tudo.
Arranje um trabalho, e livre-se desse fardo que tem em casa!

Outros tópicos relacionados

Será? HELP!!!
olá a Todas, preciso de falar com alguém mesmo que seja alguem desconhecido. Vou contar a historia desde o inicio. Por motivos de saude, tomo a pilula seguida desde à uns 4 anos com apenas duas pausas anuais. Em Maio deixei de tomar a pilula, e o...
limas cartao
olá a todas, eu ando á procura de limas de cartão próprias para bebés mas não encontro em lado nenhum!!! será que alguma de vocês sabe onde encontrar? obrigada
Escova e Pente
Mamãs onde compraram a escova e pente para as vossas meninas? Ainda não encontrei nada que achasse fofinho para a minha Margarida. Ah, e as limas para as unhas são como as que usamos para nós ou compram-se em sitios especificos?
Opinião se faz favor ( de mamãs que já tiveram o bebé)
Boa noite. Acabei agora de terminar a mala de maternidade do bebé. Na lista do hospital está: 5 mudas de roupa interior 5 fatinhos 5 fraldas de pano 1 cobertor ou xaile fraldas descartáveis 2 toalhas de banho Vou acrescentar toalhitas e o kit com...
Duvida
Olá a tds necessitava de saber o q precisava de comprar, para a higiene do bebé. Sei que necessito de comprar: - Alcool mas n me lembro de qts graus - Comprensas esterelizadas - Lima, tesoura ou corta unhas Mas n me lembro de mais nada poderao me...
Kit e Medela
Olá mamas Alguém sabe onde posso comprar o kit com a tesoura, corta-unhas e lima de cartão? É que me ofereceram o pente e a escova em separado e eu só vejo as 5 coisas juntas. E os discos para o peito da Medela? Na maternidade mandaram levar...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?