Intolerância ao glúten | De Mãe para Mãe

Intolerância ao glúten

Responda
9 mensagens
Rita P. Pereira -
Offline
Desde 28 Jun 2016

Olá mamãs!
Alguém com bebe intolerante ao glúten? Como descobriram e o que fazem?

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

Segundo sei, a intolerância ao glúten revela-se através de sintomas como vómitos, diarreia frequente, perda de peso, dores abdominais. Mas se suspeitas que seja o caso convém falar com o pediatra para fazerem os exames necessários ao diagnóstico. Se se confirmar que há intolerância ao glúten, deve-se eliminar tudo o que contenha glúten da dieta do bébé.
Se não houver nada em especial que justifique suspender esta proteína da alimentação não se deve fazê-lo. As crianças necessitam de uma alimentação rica em hidratos de carbono.
Volto a repetir, não deves deixar de oferecer alimentos com glúten ao bébé sem antes falar com o pediatra.
Já agora, as preocupações com este assunto têm alguma ligação ao facto de andar a comer pouco? Eu sei que é um dos aspectos que mais preocupa os pais, pois a minha filha também come pouco. Mas aprendi recentemente que quanto mais stressamos pior eles comem, e apartir do momento em que decidimos relaxar e confiar neles, as coisas melhoram. Por cá tenho visto melhorias, sem dúvida. Fiz algumas alterações ao dia a dia, se quiseres posso te dar umas dicas.

Rita P. Pereira -
Offline
Desde 28 Jun 2016

Olá Sorriso
Desde já agradeço o seu comentário!
Não iria retirar nada da alimentação do meu filho, a suspeita veio mesmo depois de estar com a Pediatra, pelo facto do pirata aumentar pouco de peso após os 6meses...( introdução do glúten) no entanto pode mesmo ser dele, nos papás também somos pequenos e magros... a genética tem muito peso :p
Ele não é de comer muito não... é claro que aceito todas as dicas, e sempre bom ouvir outras opiniões Piscar o olho
Obrigada!!!

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

Sorriso
Eu tenho uma piolhita de 13 meses, sempre foi pequena desde que nasceu, mas sempre saudável. Quando fui à consulta dos 11 meses tinha descido um pouco no percentil. A pediatra não deu qualquer relevância e justificou aquilo que eu já sabia: os bebés começam a mexer-se mais, são mais activos e gastam mais energia. Não é incomum baixarem de peso nesta idade. Contudo, como ela é um passarinho a comer fui lá aos 12 meses e meio só para a pesar e estava tudo bem.
Crianças que comem pouco são, na minha opinião, uma das maiores preocupações para os pais. Sentimos que falhamos, especialmente quando à nossa volta vemos outras crianças a comerem colheres de papa com uma voracidade extraordinária.
O meu maior conselho (se de facto ele não tiver nenhum problema de saúde que exija cuidados específicos) é: relaxa! Sorriso
Tens 2 opções: forçar a que ele coma, tornando a hora da refeição num duelo que acaba na maioria das vezes em frustração, ou confiar que ele sabe melhor que ninguém a fome que tem. Esta última é sem dúvida a opção mais desafiadora Sorriso
Tenho lido muito, e eis algumas coisas que aprendi (e outras que voltei a lembrar):
Aos 13 meses é normal a criança comer menos. O apetite diminui porque o crescimento dininui e as necessidades nutricionais também.
Aos 13 meses inicia-se a “luta pelo poder”, a criança reclama algum controlo para ela e percebeu que o pode fazer através da comida. Conclusão, quanto mais insistimos mais ela se nega firmemente a comer.
Com algumas crianças não podemos focar-mos no que elas ingerem num dia, mas sim numa semana. Nessa semana, teve dias em que petiscou 2 coisitas mas teve dias em que comeu satisfatóriamente? Como dizem os brasileiros, beleza!
Porções!? Temos noções realistas do que é uma porção? Há pouco tempo atrás li um artigo que dizia que nos últimos 50 anos o tamanho dos pratos aumentou (eu não quero exagerar mas acho que 60%, não estou muito certa). Um prato de servir era do tamanho de um prato actual de sobremesa, e o prato de sobremesa de hà 50 era do tamanho de um pires. Com o aumento dos pratos, aumentou o tamanho das porções. E todos nós fomos ensinados, desde pequeninos, que temos de comer tudo o que está no prato, para sermos lindos e para termos direito à sobremesa, e em muitos casos para poder sair da mesa. Aprendemos a ignorar os sinais de saciedadee comemos mais do que necessitamos. As crianças têm esse mecanismo apurado, mas se as forçamos a comer “só mais uma”, “olha o avião”, elas vão acabar por ignorar os sinais de saciedade (isto em muitos casos leva à obesidade).
O estômago de uma criança é do tamanho do punho dela fechado. Como vês não cabe muito lá dentro. Normalmente deve-se oferecer, a uma criança de 13 meses, um quarto a um terço da nossa porção.
Alguns truques para conseguires que ele coma mais:
Não esperes que uma criança pequena se sente à mesa calmamente e coma sua refeição em tranquilidade divina, quando há tanto brinquedo para desarrumar e tanto armário e gavetas para explorar. Coloca um tabuleiro com comida acessível à criança e ela tratará de se alimentar.
Ao jantar, experimenta o seguinte, senta-o na cadeira dele e “ignora-o”. Conversa com o teu companheiro enquanto comem. Ele vai observar-vos a comer e vai perceber que foi deixado de fora, e muito provavelmente vai querer comida do teu prato. Vai-lhe dando, mas sem te focares muito nele. Sem se aperceber, ele vai comendo. Se notares que ele volta ficar resistente, volta a ignorar.
O que acontece é que não houve nenhuma luta pelo controlo e a criança acaba por comer.
Uma coisa muito importante é nunca fiques tentada a fazer outra comida. Se não quer do que foi colocado na mesa, a consequência é não ter mais nada para comer até à hora de deitar. Eu sou a favor de dar um snack antes de ir dormir, que poderá ser leite com corn flakes, iogurte com muesli, banana e uma bolacha maria, pão com manteiga de amêndoa (alimentos ricos em triptofano ajudam a segregar melatonina).
Deixa-o comer sozinho, pela mão dele, pois eles adoram e acabam por comer melhor.
Lembra-te que é uma fase, e ele não será assim para sempre.
Relaxa, quanto menos stressares, melhor ele come.
Outra coisa, a minha filha, neste momento, raramente deixa que se lhe dê a comida à boca. É frustrante fazer sopa para ela e ter deitar tudo pelo cano da pia abaixo. Neste momento faço a sopa para mim. Ponho menos sal, e é essa a sopa que lhe ofereço. Quer? Óptimo! Não quer? Também não se desperdiça.
Ellin Satter, uma pediatra, e autoridade no campo da alimentação infantil (autora do livro How To Get Your Kids To Eat: But Not To Much) diz que ambos, pais e filhos, têm uma tarefa. Cabe aos pais oferecer comida saudável e apropriada à idade da criança, e cabe a esta decidir o que quer e o quanto quer comer.
Claro que deves estar sempre vigilante se suspeitares de alguma carência ou problema alimentar, mas é importante ajustares as tuas expectativas relativamente à quantidade de alimentos que ele come.
Por último, dá o exemplo. Enche o teu prato de vegetais. Deixa que ele te veja a comer comida saudável. As crianças imitam os adultos.
E mais uma nota, por volta dos 2 anos as crianças tornam-se neofóbicas, ou seja, recusam comer tudo o que lhes seja desconhecido. Durante o primeiro ano também é comum passarem a rejeitar vegetais de dor verde, é uma característica evolutiva, que os impedia (em tempos remotos) de ingerir acidentalmente plantas venenosas.
Espero que este testamento :p te ajude a perceber melhor a recusa em comer e te ajude também a lidares com o apetite de passarinho sem desesperares e arrancares cabelos Que raivaaa!!!

Sorriso se alguma cousa não ficou clara diz (não é tão fácil escrever num tablet como num teclado normal onde se escreve quase ao ritmo do que se pensa)

Rita P. Pereira -
Offline
Desde 28 Jun 2016

Sansa!! Muito obrigada pelo teu comentário! Tornou a coisa muito mais positiva!! :p
Ando a lidar muito melhor com isto, aliás ele tem ajudado porque pelo menos a sopa e a fruta vão indo! Só detesto quando vamos a casa dos avós, ou outros familiares e tudo dá dicas, e o aí não come, o olha o aviao, o bater com coisas, opah isso sim! Faz-me arrancar cabelos.... o achar que comeu pouco pk deixou metade da sopa... enfim! Acho que a sociedade está assim formatada e depois nos mães de primeira viagem, por vezes deixarmo-nos levar por isso e temos um medo enorme de falhar...
esse sim é o problema... 😳
Beijinho!
Obrigada! ❤

Rita P. Pereira -
Offline
Desde 28 Jun 2016

Ah! O meu filho tem 8kg agora com 14meses...

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

Rita P. Pereira escreveu:
Ah! O meu filho tem 8kg agora com 14meses...

A minha foi pesada uns 10 dias antes de fazer 13 e também pesava 8 kilos.
Eles agora já não crescem tanto em altura, e embora se mexam muito mais (a minha não pára quieta um segundo) acho que aos poucos vão ganhando umas gramas Sorriso
Mas mesmo em bebés que sempre foram gordinhos, é comum observar-se uma grande diminuição no ganho de peso. Crianças entre os 1,5 e 3 anos, normalmente, são lingrinhas.
Os nossos filhos são pequenos, não podemos comparar o peso com os outros.
No fim de contas, se forem saudáveis é o que interessa Sorriso

Vera Teodoro -
Offline
Desde 24 Mar 2017

Olá, eu sou intolerante ao Glúten e realmente os sintomas são as diarreias, vómitos , diminuição de peso.... tenho uma menina de 5 meses pelo que ainda não introduzimos o Glúten. Esteja atenta a estes sintomas e se se confirmarem é falar de imediato com a pediatra.

Verate

Rita P. Pereira -
Offline
Desde 28 Jun 2016

Sim! Não tenho grandes expectativas com o peso, eu também sou pequena e magra não poderia ter um filho grande e gorducho... desde que tenha saúde, o resto vai vindo!
Estou a tratar formas novas na alimentação, com calma e paciência tudo corre bem!!! Piscar o olho

Outros tópicos relacionados

Tirar leite com bomba, sim ou não? - AJUDEM!
Olá a todas. Estou indecisa quanto ao uso da bomba para tirar o leite. O meu corpo está a produzir mt leite e tenho tirado manualmente no banho por aconselhamento da minha enfermeira de família. Ela desaconselha o uso da bomba porque isso vai fazer...
Bebé alérgico à proteína de leite de vaca
Olá mamãs. Alguma de vocês tem bebé alérgico à proteína de leite de vaca? Descobri na semana passada k o meu menino é alérgico! Como estou a amamentar tenho dúvidas sobre incluir leite e derivados na minha alimentação.. Alguém já passou por isto?...
Bebé de 1 mês e 22 dias que quantidade devo tirar de leite do peito para saco de conservação?
Olá a todas! Tenho um bebé de 1 mês e 22 dias e vou começar a tirar leite para o saco de conservação, para quando preciso de sair por umas horas ele beber do biberão. Alguém sabe a quantidade que ele deve beber? Neste momento ele tem à volta de 4kg...
Bebé está a crescer bem mas faltará algo? - AJUDEM!
Olá a todas. Tenho um bebé de 2 meses e 6 dias alimentado exclusivamente pelo meu leite. No início mamava +/- de 3 em 3 horas, mas de há umas semanas para cá tem mamado de 2 em 2h. A médica já me disse que tenho de tentar espaçar as mamadas, mas não...
Consulta alergias
Olá mamãs. O meu bebé é alérgico à proteína do leite de vaca, vai ter a 1ª consulta das alergias em fevereiro com 7 meses. Alguém me sabe dizer o k fazem nesta 1ª consulta? Obrigada.
Cerazette
Ola a todas! Tenho um bebé com 1 mês e 9 dias, estou a amamentar em exclusivo e iniciei a cerazette no dia 5 de agosto (dia em k o bebé fez 1 mês). A questão é k tenho receio de reiniciar a minha vida sexual, pk n kero engravidar tão cedo! Alguem...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?