No fim da linha... | De Mãe para Mãe

No fim da linha...

Responda
41 mensagens
Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

A Patty era uma menina sonhadora, desde cedo sabia que queria ser mãe, que queria viver o sonho da maternidade. Tinha uma personalidade forte, era corajosa, tinha a força e a coragem de uma leoa.
Um dia, decidiu tornar esse sonho realidade. Ela e o companheiro queriam gerar um ser, queriam muito ser pais. Mês após mês, desilusão atrás de desilusão. Milhentos testes feitos. O resultado foi sempre o mesmo, NEGATIVO. Nunca conseguiu ver um sorriso num teste de gravidez...
O tempo passava à velocidade de um TGV e ela, sentia se, cada vez mais pressionada. O tempo não parava, aliás nunca parou em todo este processo.
Começaram os exames, as deslocações, as idas a médicos. Os gastos eram mais que muitos mas nada disso importava. Ela estava decidida a ser mãe custasse o que custasse.
Começava a medicação diária, as injeções na barriga, os controles de ovulação e todo um ritual associado a este processo. O cansaço e a pressão aumentavam com o passar do tempo.
O desalento tomou conta dela no dia em que o médico decidiu fazer uma pausa na medicação. Chorou baba e ranho. O mundo dela ruiu quando teve a consciência que tinha perdido a guerra para a infertilidade.
Sentiu se no fim da linha...

Natyli -
Offline
Desde 18 Dez 2016

Muita muita força.
Não desistir e ter um pensamento sempre positivo. 🙏🙏🙏

Sobre Natyli

Dezembro 2016 — Ginemed
Setembro 2018 - CEIE 10/10 1.ª IIU beta 26/10(-) 06/12 2ª IIU 17/12(+) 4 antes da M nasceu a 11/08/2019
Fevereiro 2021- CEIE 15/03 3ºIIU exame 30/03 (-) 12/04 4.ª IIU exame 26/04 (-)

Desde 12 Mar 2019

Caramba, dói ler porque só quem passa é que percebe.. Por muito que seja bola para a frente, ela tende a ir atrás.. Mas a guerra não está perdida, foi só uma má batalha.
Um beijinho enorme e cheio de força 🥰

Mbia -
Offline
Desde 08 Dez 2017

Lamento imenso a Tristeza que está a sentir ❤️
Só me resta dar-lhe todo o meu apoio, a minha solidariedade e dizer que acredito muitoooooooo na vida 🙏❤️ levante a cabeça e tenha fé, mesmo que seja difícil nestes dias ❤️

Margarida79 -
Offline
Desde 08 Fev 2021

...para a linda menina Patty envio muita luz ao seu coração ✨🤗
... e nunca deixes de sonhar...nunca 😉

AndreiaSPA -
Offline
Desde 28 Maio 2012

Chou-chou,
O ser humano tem uma capacidade de reprocessar e de resiliência incríveis!...
Desistir, persistir e nunca desistir....
Ser MÃE de que forma for é o objetivo final!
Neste processo da infertilidade e tratamentos medicamente assistidos, que infelizmente conheço bem e trato por tu...porque passei por TODOS ELES, durante uns longos 5 anos....é como se entrássemos numa montanha russa....
Sei quais são as dificuldades físicas....mas as piores dificuldades de todas são as psicológicas....o ter de lidar com a inércia...o não conseguirmos controlar as respostas do nosso corpo, a cada tratamento que se segue....a desilusão de negativo atrás de negativo....o desgaste das viagens, o gasto de dinheiro para resultar em nada....
Até que há um dia....um dia em que os ponteiros estão alinhados, e tudo resulta num positivo, num filho, já muito amado antes de o ser!
Por isso coragem, permite-te chorar, gritar....hoje....só hoje...porque amanhã o SOL nasce e é para todos!
Um beijinho no coração!

2 IIU no HSM; A caminho da FIV-IVI(exatamente 5 anos depois, será agora?- SIM FOI AGORA!!!!!! )
Porque o que não nos destrói, torna-nos mais FORTES!

AndreiaSPA -
Offline
Desde 28 Maio 2012

Queria dizer insistir..lol

2 IIU no HSM; A caminho da FIV-IVI(exatamente 5 anos depois, será agora?- SIM FOI AGORA!!!!!! )
Porque o que não nos destrói, torna-nos mais FORTES!

Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

Natyli escreveu:
Muita muita força.
Não desistir e ter um pensamento sempre positivo. 🙏🙏🙏

Obrigada Sorriso

Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

Marta Susana Almeida escreveu:
Caramba, dói ler porque só quem passa é que percebe.. Por muito que seja bola para a frente, ela tende a ir atrás.. Mas a guerra não está perdida, foi só uma má batalha.
Um beijinho enorme e cheio de força 🥰

Obrigada Sorriso

Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

Mbia escreveu:
Lamento imenso a Tristeza que está a sentir ❤️
Só me resta dar-lhe todo o meu apoio, a minha solidariedade e dizer que acredito muitoooooooo na vida 🙏❤️ levante a cabeça e tenha fé, mesmo que seja difícil nestes dias ❤️

Obrigada

Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

Margarida79 escreveu:
...para a linda menina Patty envio muita luz ao seu coração ✨🤗
... e nunca deixes de sonhar...nunca 😉

Obrigada

Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

AndreiaSPA escreveu:
Chou-chou,
O ser humano tem uma capacidade de reprocessar e de resiliência incríveis!...
Desistir, persistir e nunca desistir....
Ser MÃE de que forma for é o objetivo final!
Neste processo da infertilidade e tratamentos medicamente assistidos, que infelizmente conheço bem e trato por tu...porque passei por TODOS ELES, durante uns longos 5 anos....é como se entrássemos numa montanha russa....
Sei quais são as dificuldades físicas....mas as piores dificuldades de todas são as psicológicas....o ter de lidar com a inércia...o não conseguirmos controlar as respostas do nosso corpo, a cada tratamento que se segue....a desilusão de negativo atrás de negativo....o desgaste das viagens, o gasto de dinheiro para resultar em nada....
Até que há um dia....um dia em que os ponteiros estão alinhados, e tudo resulta num positivo, num filho, já muito amado antes de o ser!
Por isso coragem, permite-te chorar, gritar....hoje....só hoje...porque amanhã o SOL nasce e é para todos!
Um beijinho no coração!

Obrigada

Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

Obrigada a todas pelas palavras, pelo carinho, pela compreensão...
Desculpem o desabafo mas tinha que gritar ao mundo toda esta revolta. Só quem passa por isto sabe o quanto dói. Dói o corpo, dói a alma, dói cada célula deste meu corpo infértil.

Marie13 -
Offline
Desde 23 Abr 2021

Não perdeu a guerra contra a infertilidade, vai acontecer! Não no timming que desejava e que merecia mas vai ser mãe, não desista disso.
Força, caminhamos todas juntas neste processo Sorriso

LunaLight -
Offline
Desde 17 Jul 2020

Já fez muitas fivs ou icsis? Se sim, já considerou ovodoacao ou doação de esperma? Como não explicou o seu problema de fertilidade não sei bem o que sugerir... ha ainda doação de embriões. Considere todas as hipóteses e só depois baixe os braços. Não conseguiu com o plano A ou o B. Mas pode ser que consiga com o C ou D... Por outro lado, se acha que basta para si, também é válido.
Como pode ver pela minha assinatura, o meu caminho não foi fácil, mas aqui estou! Grávida de 9 semanas. Mas comigo o que funcionou foi o plano C.
Muita força 💪 e boa sorte 🍀😘

Sobre LunaLight

Treinos Jan18;GQNov18;Ago19 - Nov19CP(-);Dez19IIU(-)
Fev20 Fiv 5O 2emb B (-);
Jul20 2a Fiv 5O 2 emb5D (-);
Set20 3a Fiv 3O 1emb (-)
Nov/dez20 4a Fiv sem ovocitos
OD3/21 4 🥚❄️ Tef 12/3 2emb +766 🙏

SUSANAN77 -
Offline
Desde 20 Ago 2020

Olá
Esta caminhada não tem pedras, mas sim pedregulhos à nossa espera e só nós é que os podemos tirar do caminho. No inicio é tudo muito bonito, toda a gente compreende, mas depois nós próprias sentimos que já chega de bradarmos os nossos medos e pensamentos ao entes queridos.
Neste cantinho, encontramos compreensão e apoio, mais do que com as pessoas que nos são próximas. Sinto mesmo muito pelo que estás a passar, mas não atires já a toalha ao chão, há mais clinicas e mais médicos. Recompõem-te e se for esse o teu desejo luta, mesmo que fiquemos desgastadas fisicamente e psicologicamente, houve alturas e há em que penso que perdi tudo, menos esta vontade de ser mãe, perdi a vaidade, o interesse pela vida, estou mais solitária, adoro dormir e pelo meu marido já tinha desistido, mas não consigo.
depois pensamos porquê a nós no meio de tanta gente, quando comecei pensei sinceramente que seria uma das sortudas, que a vida não me podia pregar mais uma partida, mas estava totalmente enganada.
Tudo de bom para ti e dá noticias

Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

Obrigada a todos pelas palavras sábias que escreveram.

Hoje o dia amanheceu chuvoso, decidi aproveitar e ficar na caminha mais um pouquinho a ler vos e a assimilar todo este processo.
Num mundo perfeito as mulheres têm muita facilidade em engravidar naturalmente mas parece que não pertenço a este mundo. A dificuldade é real e está a levar me ao desespero e à exaustão.
Dói muito. Só quem passa por este processo sabe do que falo, do que me vai na alma.
O processo é feito a dois, como casal, como cúmplices, como amigos.
Confesso que ninguém, além do meu companheiro, sabe aquilo que estamos a passar. Não desabafamos com amigos, com familiares, com conhecidos e muito menos com colegas de trabalho.
Confesso que há uns meses atrás estava muito mas, muito animada e tinha a certeza que ia conseguir ser mãe. Após vários meses de tratamento, o médico decidiu fazer uma histerosonografia e concluiu que estava tudo bem. Seguiram se os controlos mensais da ovulação, o desgaste físico e mental crescia de dia para dia. A reação do organismo à medicação era boa, os folículos atingiam tamanhos consideráveis. Só tínhamos de namorar muito e esperar que algo mágico e único acontecesse. Depois vieram as famosas picas na barriga. Não era fácil mas tinha que ser, era um bem necessário para que resultasse o nosso ser mágico. Mas ele não veio, teimou em não vir durante muitos meses até que um dia, numa das consultas o médico pediu para pararmos com a medicação e fazermos uma pausa de meses.
O que eu chorei nesse dia, o que me passou pela cabeça nesse dia só eu sei. Na viagem de regresso a casa revoltei me com o mundo. O processo era longo, era duro e o ginecologista estava a desistir de mim, do meu sonho, da minha luta... entreguei me ao desespero, era o fim da linha para mim, para nós.

AndreiaSPA -
Offline
Desde 28 Maio 2012

Chou-chou,
Então ainda só fez o coito programado!??!!?!?
Caramba, qual desistir, qual fim da linha....
Qual é a vossa limitação reprodutiva?
Caso não saiba, o coito programado é o método mais simples de todos as ajudas a casais com problemas de infertilidade!
Mas anda a ser acompanhada por um ginecologista comum, ou num profissional entendido em infertilidade.
Cada um vive e experiencia as suas dores da sua própria forma...mas acho que é um bocadinho exagerado....Ainda só agora começou, e já está a deitar a "toalha ao chão"?!?!?!?
Vamos embora, para a frente é que é o caminho, e aconselho seriamente a contactar as pessoas certas.
Beijinhos e boa sorte?

2 IIU no HSM; A caminho da FIV-IVI(exatamente 5 anos depois, será agora?- SIM FOI AGORA!!!!!! )
Porque o que não nos destrói, torna-nos mais FORTES!

LAMF -
Offline
Desde 07 Abr 2018

Chou-chou escreveu:
Obrigada a todos pelas palavras sábias que escreveram.
Hoje o dia amanheceu chuvoso, decidi aproveitar e ficar na caminha mais um pouquinho a ler vos e a assimilar todo este processo.
Num mundo perfeito as mulheres têm muita facilidade em engravidar naturalmente mas parece que não pertenço a este mundo. A dificuldade é real e está a levar me ao desespero e à exaustão.
Dói muito. Só quem passa por este processo sabe do que falo, do que me vai na alma.
O processo é feito a dois, como casal, como cúmplices, como amigos.
Confesso que ninguém, além do meu companheiro, sabe aquilo que estamos a passar. Não desabafamos com amigos, com familiares, com conhecidos e muito menos com colegas de trabalho.
Confesso que há uns meses atrás estava muito mas, muito animada e tinha a certeza que ia conseguir ser mãe. Após vários meses de tratamento, o médico decidiu fazer uma histerosonografia e concluiu que estava tudo bem. Seguiram se os controlos mensais da ovulação, o desgaste físico e mental crescia de dia para dia. A reação do organismo à medicação era boa, os folículos atingiam tamanhos consideráveis. Só tínhamos de namorar muito e esperar que algo mágico e único acontecesse. Depois vieram as famosas picas na barriga. Não era fácil mas tinha que ser, era um bem necessário para que resultasse o nosso ser mágico. Mas ele não veio, teimou em não vir durante muitos meses até que um dia, numa das consultas o médico pediu para pararmos com a medicação e fazermos uma pausa de meses.
O que eu chorei nesse dia, o que me passou pela cabeça nesse dia só eu sei. Na viagem de regresso a casa revoltei me com o mundo. O processo era longo, era duro e o ginecologista estava a desistir de mim, do meu sonho, da minha luta... entreguei me ao desespero, era o fim da linha para mim, para nós.

Calma MULHER, percebo a dor, mas não, NÃO está no fim da linha. E parece-me que não está nas mãos de um ginecologista de infertilidade. É difícil aceitar que somos inférteis é, mas há coisas piores e a ciência está do lado de muitos casais inférteis. Tem ainda "antes de deitar a folha ao chão" a IIU com taxa de sucesso superior ao coito programado e com taxas superiores a FIV e ICSI. Este caminho é longo é verdade, somos milhares de casais inférteis em Portugal mas muitos conseguem ser país com estas técnicas de reprodução, outros como eu demoram mais mas hao-de conseguir ser pais ou por estas técnicas ou pela adoção de crianças, ou então redefinir objetivos de vida e sermos felizes, SIM somos mais que seres reprodutivos e se no fim desta caminhada não formos país é porque a vida tem outro objetivo destinado para nós e temos de aceitar e ser felizes.
Aconselho a inscrever-se num hospital público com PMA, quer pelo pedido da médica de família ou pela inscrição por si no hospital. Ir a consulta fazer todos os exames, análises, espermograma, entre outros e ir de cabeça erguida aceitando os resultados. 😘 Vivo este mundo há 5 anos, estive no fundo várias vezes e através deste fórum, consulta de psicologia encontrei o sentido de viver. Não viva para si procure ajuda. Somos seres humanos 😘

Sobre LAMF

Início treinos 2016
Eu endometriose profunda, ele astenospermia
2017-2018 - 2 IIU's (-)
2018 - FIV (0 embriões), 2019- ICSI maio TEF (-), ICSI outubro TEF (-), 2020- TEC fev (-), TEC junho (-)
A esperança é a última a terminar, cada pedra retirada deste caminho torna-nos mais fortes.

Lilith80 -
Offline
Desde 27 Jul 2018

Chou-chou, concordo com o que já disseram, pode parecer o fim da linha mas…ainda tem muitas opções de tratamentos mais eficazes...também já passei por aí....

No seu caso, neste momento, só é o fim da linha se assim o entender…ou...também pode procurar uma clínica especializada em Infertilidade, com a qual se identifique, ver quais são as opções de tratamento que melhor se adequam à sua situação e rapidamente ter uma orientação para um tratamento mais eficaz.

Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

O meu médico é especialista em infertilidade, foi me indicado por um "amigo" que trabalha comigo. A esposa dele, através dos tratamentos conseguiu engravidar de gémeos.
O médico tem obtido bons resultados em casais inférteis, infelizmente comigo não está a resultar e estou a entrar em stress e em desespero. O ter me pedido para fazer uma pausa na medicação fez me acreditar que ele está a desistir de mim, de nós.
A idade pesa de dia para dia e ele pede me para aguardar uns meses?! Estarei a ver mal as coisas ou isto é mesmo assim?
Se os meus exames estão todos normais e os do companheiro também porque é que nunca consegui um positivo?
Está a ser duro, muito duro de aceitar esta realidade.

Mel84 -
Offline
Desde 01 Abr 2016

Chou-chou mas ainda não tentaram uma FIV?

Mel84 -
Offline
Desde 01 Abr 2016

Chou-chou compreendo em parte o

Mag_M -
Offline
Desde 13 Jul 2018

Querida.
A dor nós aqui compreendemos perfeitamente. Já todas passámos por ela. Pela raiva, pelo desespero, pela tristeza, pelo desistir e pelo voltar à esperança.
Mas não está no fim da linha, acredite.
Há muito por tentar ainda. Mesmo que tenha de escolher outro médico, clínica, processo.
Muita força. Estamos aqui.

Mel84 -
Offline
Desde 01 Abr 2016

Chou-chou compreendo em parte o que estás a passar. Já tenho uma filha comigo, mas pelo caminho já tive 9 perdas gestacionais. A minha filha é o meu verdadeiro milagre. Por isso, não desistas! Já pensaste em procurar outro médico? De que zona és?

Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

Mel84 escreveu:
Chou-chou compreendo em parte o que estás a passar. Já tenho uma filha comigo, mas pelo caminho já tive 9 perdas gestacionais. A minha filha é o meu verdadeiro milagre. Por isso, não desistas! Já pensaste em procurar outro médico? De que zona és?

Zona norte, a ser acompanhada no porto. Desloco me mais de 200 kms por consulta.

Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

Mag_M escreveu:
Querida.
A dor nós aqui compreendemos perfeitamente. Já todas passámos por ela. Pela raiva, pelo desespero, pela tristeza, pelo desistir e pelo voltar à esperança.
Mas não está no fim da linha, acredite.
Há muito por tentar ainda. Mesmo que tenha de escolher outro médico, clínica, processo.
Muita força. Estamos aqui.

Obrigada

Lili_Anna -
Offline
Desde 26 Out 2020

Passei para lhe deixar um abraço de força.
Não está no fim da linha, quanto muito no fim dum caminho. Cabe lhe a si decidir se quer ou não continuar a viagem, quando e como.
Um beijinho 😘

carlaces -
Offline
Desde 03 Jan 2012

Olá querida Chou Chou, na verdade a forma como sentimos a dor da infertilidade é independente da fase onde nos encontramos.
Eu chorei no primeiro dia em que o meu marido começou a fazer quimioterapia oral, chorei com medo por ele, pelo nosso menino que na altura era mais pequenino, chorei porque não houve tempo de congelar os espermatozóides, e porque eu sabia que isso nos iria impossibilitar uma gravidez natural no futuro, que tanto era desejada.
Ou seja, chorei e sofri anos antes de iniciar qualquer tratamento. Porque queriamos (e queremos) muito ter mais filhos, e porque o tempo não abona a nosso favor (eu tenho 35 anos mas ele tem 55).
Depois dessa fase, tem sido um caminho tortuoso como podes ver na minha assinatura.
Mas ainda não desistimos, e pelo caminho agradeço todos os dias termos tido o melhor filho que Deus nos podia dar e pela neoplasia não ter levado o meu marido.
Mas naqueles dias em que desabo assim como tu, como tantas meninas aqui, não é de agradecer que me lembro... mas sim de perguntar PORQUÊ, porquê nós, que temos tanto amor para dar a mais um, mais dois, mais três? Porque é que a porcaria da doença se meteu entre os nossos sonhos, e porque é que engravidei com os tratamentos por duas vezes para logo no início passar pelos abortos?
Perguntamo-nos isso e muito mais, quando contemplamos a fragilidade da vida e a impotência que temos de mudar seja o que for.
Só posso dizer-te que, pelo que escreveste, ainda existem várias opções para vocês e se tiverem possibilidades, não desistam já. Mas chora tudo o que tiveres para chorar, e sente-te abraçada.
Beijinho de força

Sobre carlaces

Fev 06 - AE 12s 😢 / Nov 07 - Positivo / Ago 08 - bem-vindo, Diogo!
Dez 19 - Cns Infert / Jan 20- eg c baixa mob
Mai 20 - 1ª cons Ginemed/ Jul 20 - ICSI 19/07
TEC 1 Blasto - Ago 20🙏🏻 Positivo 💚 AE 5s 😢
TEC 2 Blastos - Jan 21 🙏 Positivo 💚 AE 6s 😢
TEC ÚLTIMO EMBRIÃO - ?

Chou-chou -
Offline
Desde 03 Fev 2019

carlaces escreveu:
Olá querida Chou Chou, na verdade a forma como sentimos a dor da infertilidade é independente da fase onde nos encontramos.
Eu chorei no primeiro dia em que o meu marido começou a fazer quimioterapia oral, chorei com medo por ele, pelo nosso menino que na altura era mais pequenino, chorei porque não houve tempo de congelar os espermatozóides, e porque eu sabia que isso nos iria impossibilitar uma gravidez natural no futuro, que tanto era desejada.
Ou seja, chorei e sofri anos antes de iniciar qualquer tratamento. Porque queriamos (e queremos) muito ter mais filhos, e porque o tempo não abona a nosso favor (eu tenho 35 anos mas ele tem 55).
Depois dessa fase, tem sido um caminho tortuoso como podes ver na minha assinatura.
Mas ainda não desistimos, e pelo caminho agradeço todos os dias termos tido o melhor filho que Deus nos podia dar e pela neoplasia não ter levado o meu marido.
Mas naqueles dias em que desabo assim como tu, como tantas meninas aqui, não é de agradecer que me lembro... mas sim de perguntar PORQUÊ, porquê nós, que temos tanto amor para dar a mais um, mais dois, mais três? Porque é que a porcaria da doença se meteu entre os nossos sonhos, e porque é que engravidei com os tratamentos por duas vezes para logo no início passar pelos abortos?
Perguntamo-nos isso e muito mais, quando contemplamos a fragilidade da vida e a impotência que temos de mudar seja o que for.
Só posso dizer-te que, pelo que escreveste, ainda existem várias opções para vocês e se tiverem possibilidades, não desistam já. Mas chora tudo o que tiveres para chorar, e sente-te abraçada.
Beijinho de força

Desculpem os meus testamentos... Estou numa fase de aceitação /revolta de todo este processo. Pelo que li é um processo moroso, caro e difícil.
Nunca ninguém na minha família ou grupo de amigos passou por isto, aliás venho de uma família de gémeos em que a infertilidade nunca foi tida em conta. Por isso é um assunto que guardo para mim e para o meu companheiro. Aliás, ele está a sofrer tanto ou mais que eu...

Como eu gostava que as coisas fossem tão diferentes...

SandyVi -
Offline
Desde 07 Jan 2018

Chou-chou, não sei a tua idade, mas se tens menos de 40 anos, inscreve-te imediatamente no público! Se tiveres meios financeiros, vai a uma clínica de fertilidade, que é tudo muito mais rápido. Psiclogicamente é muito duro, sim. Mas gostava q me tivessem dito isto mais cedo.
Contudo, ainda não tentaram procedimentos com maior probabilidade de sucesso (mais invasivos, é certo). Provavelmente não terão feito exames mais específicos, que nem imaginamos existirem.
Não contar a (quase) ninguém penso que é basicamente o que quase todas nós fazemos (basta ler alguns relatos). Só contamos depois de engravidar e após 12/13 semanas e é se contarmos. Eu contei e olha q outras pessoas q passam por isto vieram falar comigo diretamente. Por isso, tens mesmo a certeza que ninguém no teu grupo de amigos e familiares recorreu a estas técnicas? É q muitos não contam, portanto não te sintas inferior às outras mulheres/casais. A infertilidade não é assim tão incomum nos dias de hoje, infelizmente. Força!!!

Outros tópicos relacionados

a creche pode ser péssima pelo valor da mensalidade ??????
olá meninas, Boa Noite! Hoje em conversa com um grupo de amigos disse que a minha feijoka ia para uma creche e que não ia pagar muito mais de 300€. Perguntaram-me se eu tinha entregue o IRS e eu disse que não. Naquela creche é um valor tabelado. e...
Ajuda Urgente – AMAS / CRECHES
Olá mamãs hoje eu e a minha feijoka acordamos com a neura alguma coisa iria acontecer…..rsrsrsrssrsrsrsrs. E aconteceu….soubemos que o infantário onde ela estava inscrita para entrar em Abril (data em que eu irei regressar ao trabalho) virou o bico...
Roda dos Alimentos ou Em Roda dos Alimentos
mães, gostava de obter a vossa opinião em relação à roda dos alimentos que anexo. É uma "roda" desde os 4 Meses até aos 12 Meses.
Porco no espeto
Olá Meninas: Conhecem alguma empresa que faça Porco no espeto na zona de Oeiras, Cascais ou Sintra? Pode ser de outra zona do Pais, desde que venha a esta zona Fazer!!!! vamos ter <:P <:P <:P <:P Necessitava para o mês de Agosto. E se...
Natação para Bebés - Parede / São Domingos de Rana
Boa Tarde! Meninas! Gostava de levar a minha feijoka para a natação. Mas estou com um grande dilema, na minha zona existem 3 piscinas. - Complexo Desportivo da Abóboda - Anea - Associação Nacional da Espondilite Anquilosante e os Bombeiros da Parede...
DR. Carlos Barradas
Bom Dia Mamãs. Infelizmente, tivemos que recorrer ao serviço de urgencias a semana passada. Fomos à CUF Cascais e fomos muito bem atendidas pelo Dr. Carlos Barradas. Queria saber se alguém sabe se ele tem consultorio na zona de Cascais ou Oeiras. Já...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?