Estou com um problema com a minha filha | De Mãe para Mãe

Estou com um problema com a minha filha

Responda
8 mensagens
nesitam -
Offline
Desde 04 Jan 2010

A minha filha tem 3 anos e já faz os 4 em abril, desde que nasceu que deixei o meu trabalho e fiquei em casa para cuidar e estar com ela até aos 3 anos +- . Agora resolvi leva-la para o ballet 1 vez por semana para ela socializar e aos poucos queria que se fosse habituando,para quando chegasse a Setembro para ir para a pré-escola não lhe custar tanto. Falei com ela e mostrei-lhe vídeos de crianças no ballet e ela gostou muito e disse que queria ir. Há uma escola de dança perto de casa e levei-a na 2ªfeira passada para experimentar, chegou um pouco tímida mas quando chegou a hora de entrar eu acompanhei-a e ela viu as outras meninas a correrem e fazerem brincadeiras e também entrou muito entusiasmada a correr e a brincar, quando começou a aula ela alinhou e embora ainda um pouco tímida por ser uma coisa nova e não conhecer ninguém ela foi imitando as outras e fazendo o que faziam, até que passados 10 ou 15 minutos a professora achou melhor eu sair que era melhor porque depois desse dia eu não podia entrar mais e era melhor, blá, blá, blá... eu fiquei logo um pouco receosa que ela não quisesse ficar sem a minha presença e a muito custo lá lhe disse que ia fazer xixi e já vinha. Com o entusiasmo ela ficou a olhar para mim e não disse nada e eu saí...escondi-me no corredor para ouvir se ela ficava bem... passou um bocado e eu não a ouvia e respirei fundo pensando que ela estava bem quando de repente a ouço " a minha mamã?" e a professora lá disse alguma coisa que eu nem percebi e ela desatou num berreiro a dizer que queria a mamã, queria a mamã aos altos berros e depois dos berros começou a chorar e fugiu pela sala fora... fui logo ter com ela para a acalmar mas ela agarrou-se ao meu pescoço e não me queria largar de jeito nenhum, ficámos lá num cantinho da sala até ela se acalmar e depois fui tentando convence-la a voltar a participar e ela aos poucos lá se foi chegando, mas sempre com medo que eu saísse, e voltou a participar nos últimos 10 min.
Durante esta semana toda fui conversando com ela em casa e tentando fazê-la entender que as mães das outras meninas ficavam na sala de espera e que eu ia lá ficar á espera dela e que ia ser bom, que não era preciso ficar tão aflita, etc. eu e o meu marido tentámos incentiva-la e fomos comprar o equipamento para ela ganhar mais entusiasmo e até lhe disse que se se portasse bem lhe dava-mos uma prendinha, e ela sempre a dizer que sim que sim.
Hoje era dia de ir e pelo caminho continuei a incentiva-la, chegámos lá já estavam algumas meninas a vestir-se e tb a vesti e ela sempre bem, quando chegámos á porta de entrada da sala de ballet simplesmente parou ali e não consegui de maneira nenhuma fazer com que entrasse e participasse, a professora veio tentar convence-la até as meninas vieram chamá-la e ela agarrou-se ao meu pescoço a chorar e a fugir delas Triste tentei várias vezes que entrasse na sala, até lhe disse que a punha de castigo... não adiantou. Parece que tem pânico de estar sem mim, não sei o que hei-de fazer...fiquei tão triste e tão chateada. Como é que vai ser quando chegar a Setembro?
Eu queria tanto ajudá-la a socializar e estou sem ideias nenhumas não sei como agir Triste ela não tem primos da mesma idade e no nosso prédio tb não há crianças da idade dela, a minha ideia era começar aos poucos e tive essa ideia do ballet porque ela gosta de cantar e dançar e achei que era bom e vi que ela gostou, o "problema" é a ligação dela comigo, está muito agarrada e não consegue estar sem mim, o que posso fazer?

Sobre nesitam

A minha filhota já tem 4 aninhos Espertalhão
O meu bébé foi para o céu em 16/01/2010 Triste
Estrelinha quando vens brilhar dentro de mim?

Pikal -
Offline
Desde 06 Out 2010

Olá!

Pois é um grande problema que tem em mãos, por assim dizer!

Não vai ser fácil, mas ela vai ter de se habituar.

Tem de a deixar lá, aos poucos vai há-de adaptar-se, acho que podia falar com a professora de ballet para ficar mais uma ou duas aulas lá dentro. Até fazer uma amiguinha ou conseguir sentir-se mais à vontade com a professora e as outras meninas, então depois começa a sair até que ela há-de conseguir ficar na sala como as outras meninas.

Bjs

Sobre Pikal

Leonor - 09-07-2009
Guilherme - 02-05-2011

sarai -
Offline
Desde 11 Jan 2011

MEU FILHO NÃO É ASSIM MAS TENHO UM IRMÃO QUE QUANDO ERA DESSA IDADE ERA IGUAL...VIVENCIEI ISSO POIS SOU A MAIS VELHA E VIA COMO FOI QUANDO COLOCAMOS ELE NA CRECHE E NO PRÉ ESCOLAR...PARECE QUE ESTA FAZENDO ALGO MAL...MAS NÃO TEM QUE SE PREOCUPAR, NÃO É SÓ ELA QUE TEM DE APRENDER A FICAR UM POUCO SEM A MÃE, VOCÊ TAMBÉM TEM DE ACOSTUMAR A FICAR SEM ELA, NADA DE MAL VAI ACONTECER, AS PESSOAS QUE TRABALHAM NESSES LUGARES, SÃO ACOSTUMADAS A TODO O TIPO DE CRIANÇAS, E SABEM COMO FAZER COM SUA FILHA, INSISTA, DEIXE ELA ACOSTUMAR COM O AMBIENTE,
DEIXE-A SOZINHA LÁ E NÃO FIQUE NO PRÉDIO, DÊ UMA VOLTA NA QUADRA AÍ VOLTE E A ESPIE, E ASSIM VAI INDO ATÉ ELA E VOCÊ SE ACOSTUMAREM, ATÉ SETEMBRO VAI DAR TUDO CERTO!!!

Sobre sarai

os 3 homens da minha vida!!!! marcelo, davi e estevao!!! amo vcs!!!

cri1980 -
Offline
Desde 09 Jan 2011

uma vez que ela não socializa com outras crianças ,e passa mais tempo contigo é uma situação extremamente normal, se me permites a sugestão , ela convive com outros adultos pra alem da mãe e do pai?, por ex. avós tios etc? se sim como a ligação não é tão forte quanto a que ela tem com voces talvez uma dessas pessoas a pudesse levar no inicio pode ser mais facil ela deixar ir embora,tambem podes tentar socializar com as outras mães, e combinarem encontros pra ela aos poucos ir socializando com outros miudos, espero que ajude

Sobre cri1980

03-10-2008- finalmente encontrei o que tanto procurava http://sonhos-tecidos.blogspot.com/, miminhos para os nossos tesouros

catiapinhal -
Offline
Desde 07 Jun 2010

ola mama
tens em maos um caso complicado se ela teve sempre ctg ate agora e normal k lhe va custar fikar sem a mama e vai xorar, gritar, fazer birras etc durante uns bons tempos mas acredita k ela acaba por se habituar!!! Sou educadora e ja tive mtos casos assim em maos e acredita k ao fikares na sala cm ela nao a tas a ajudar pelo contrario mas tb fugir da sala sem ela ver tb nao e a melhor soluçao. Sei k te vai custar deixa a menina a xorar mas e melhor assim vai ser durantes umas semanas ou ate 1 ou 2 meses mas acredita k e uma questao de habito!!! tenta e nao a ameaçar cm castigos caso ela fike a xorar pk vai ser pior pois ela fika revoltada e a adaptaçao vai ser mais dificil...
ja e mt bom ela ter gostado e participado nem k seja por pouco tempo
vai ser um processo complicado mas tenta nao ceder pk dps kando ela for pa escola vai custar lhe ainda mais
mas tb digo te k msmo k ela ja esteja bem no ballet kando for pa escola e provavel k tb os primeiros dias ela va xorar etc mas cm te disse e perfeitamente normal mas ela habitua se acredita k sim
e lidar cm crianças so lhe faz bem

desculpa o testamente

bjinhos e paciencia mas nao desistas

03/02/2011 nasceu o meu Martim com 4kg e 51cm
POSITIVO: 7/11/2011-7/1/2012 Um anjinho a olhar por nos
08/12/2012 nasceu a minha guerreira Beatriz com 2970g e 48cm
16/08/2015 nasceu o meu João com 3490g e 48cm
Amor de mae nao tem explicaçao é um amor INCONDICIONAL

Sophya -
Offline
Desde 05 Maio 2009

Olá,

A minha filha Carolina (agora com 17 anos) sempre andou na creche desde os 4 meses. E por volta dos 4 anos andava assim, muito colada a mim. Eu ia ao wc e ela tinha q estar ali comigo. Mas eu nessa altura não liguei muito, não me apercebi. Mesmo quando a ia deitar ela agarrava na minha mão para não me deixar sair dali. Entretanto um casal amigo alertou me e disse me "já reparaste que a tua Carolina está completamente grudada a ti. Tens que a fazer soltar se mais". Fiquei a pensar naquilo. O que eu fiz? Fui fazendo. Por exemplo, iamos ao cafe e ela dizia me "mamã, tenho sede" e eu "então vais pedir aquela senhora uma aguinha para ti" e ela respondia "mas eu tenho vergonha. pede tu" e eu pressionava "eu? nao sou eu que tenho sede, és tu. Bem parece que afinal não queres agua nenhuma" e ela ao fim de uns minutos ganhava coragem e ia pedir. Quando ia a algum sitio, farmacia, padaria, eu dizia lhe para ser ela a pedir o que queriamos. Daí a uns anos já fazia recados. Ia a farmacia comprar remedios para minha mae e a padaria comprar pão. Aliás, ela propria se oferecia para o fazer. Quando eu me encontrava com os meus amigos ela cumprimentava os 1 a 1 e perguntava lhes como eles estavam (isto sem eu lhe dizer que era assim que tinha que fazer).
Por isso, colega, penso mesmo que a tua filha está a atravessar uma fase que muitas crianças passam, essa tal dependencia cnstante de nós. Temos que lhe sdar pequenas tarefas mesmo em casa para que sejam capazes de as fazer sem que tenhamos que estar ali ao alto com elas.
Beijos

nesitam -
Offline
Desde 04 Jan 2010

Agradeço muito as vossas respostas e continuem a dar opiniões, é bom saber que há outras crianças que passam pelo mesmo e que ultrapassam, eu no fundo também sei que tudo de há-de resolver mas neste momento sinto-me um bocado perdida sem saber o que fazer para mudar a situação.
Eu só quero ajuda-la nesta fase complicada e sei que não deve ser fácil para uma menina tão pequena compreender porque é que agora tem de estar sem mim mesmo que seja por pouco tempo...enfim, eu e o meu marido estivemos a falar e pedi-lhe para ir ele com ela na próxima segunda feira a ver se consegue algum progresso mas nem sei... outra pessoa só se fosse o meu pai, mas ela também é muito chegada aos avós e deve dar no mesmo... aí! valha-me Deus que não sei o que fazer! Ups!

Sobre nesitam

A minha filhota já tem 4 aninhos Espertalhão
O meu bébé foi para o céu em 16/01/2010 Triste
Estrelinha quando vens brilhar dentro de mim?

nesitam -
Offline
Desde 04 Jan 2010

Mais alguma ideia para me ajudar? A pensar

Sobre nesitam

A minha filhota já tem 4 aninhos Espertalhão
O meu bébé foi para o céu em 16/01/2010 Triste
Estrelinha quando vens brilhar dentro de mim?

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?