Endometrite | De Mãe para Mãe

Endometrite

Responda
7 mensagens
MarieMM -
Offline
Desde 19 Set 2022

Olá meninas,

Estou há 1 ano em tentativas sem sucesso até agora. Consultei o Prof. Dr. João Luís Silva Carvalho da CETI, aproveito para questionar se já foram consultadas/fizeram tratamento com ele, que me disse que posso estar com uma endometrite, dado que usei DIU de 2018 a 2020 e que nunca o deveria ter usado sem ter filhos primeiro (na altura consultei 2 ginecos que me deram luz verde para a colocação).
Na altura acabei por remover porque fiz várias candidiases de repetição.
Nunca tive sintoma de endometrite, motivo pelo qual tenho receio que esteja crónica. Pelo que li é uma causa de infertilidade ☹️
Estou neste momento a fazer antibiótico por 12 dias.
Alguém que já passou pelo mesmo e conseguiu engravidar ?

Brininha85 -
Offline
Desde 19 Set 2016

Olá. Eu após várias tentativas falhas e há 5 anos em treinos, tratei a Endometrite Crónica e no ciclo seguinte (era o ciclo anterior à colocação de embrião congelado) engravidei pela peimeira vez de forma espontánea. Acabou num aborto retido em março. Hoje há uma semana transferi um blastócito e hj o teste deu me positivo!

Endometriose profunda e Adenomiose
2021: 3 IIU (-)
2022: 1. + 2. TEC: GQ.
01/23: IVI 8 Embriões ❄️ 02/23: GE com AR 7s
06/23 TEC (+) Beta 398

MarieMM -
Offline
Desde 19 Set 2022

Brininha85 escreveu:
Olá. Eu após várias tentativas falhas e há 5 anos em treinos, tratei a Endometrite Crónica e no ciclo seguinte (era o ciclo anterior à colocação de embrião congelado) engravidei pela peimeira vez de forma espontánea. Acabou num aborto retido em março. Hoje há uma semana transferi um blastócito e hj o teste deu me positivo!

Aiii que maravilha 😍😍😍 muitos parabéns querida 🤍
Tinhas algum sintoma de endometrite ? Ou fizeram-te histeroscopia? Lembraste que ATB tomaste ? Eu estou a fazer Levofloxacina 500mg de 12/12h. É uma dose grande.. espero q resulte 🙏🏼

Brininha85 -
Offline
Desde 19 Set 2016

MarieMM escreveu:

Brininha85 escreveu:Olá. Eu após várias tentativas falhas e há 5 anos em treinos, tratei a Endometrite Crónica e no ciclo seguinte (era o ciclo anterior à colocação de embrião congelado) engravidei pela peimeira vez de forma espontánea. Acabou num aborto retido em março. Hoje há uma semana transferi um blastócito e hj o teste deu me positivo!

Aiii que maravilha 😍😍😍 muitos parabéns querida 🤍
Tinhas algum sintoma de endometrite ? Ou fizeram-te histeroscopia? Lembraste que ATB tomaste ? Eu estou a fazer Levofloxacina 500mg de 12/12h. É uma dose grande.. espero q resulte 🙏🏼

Obrigada 🥰🥰
Acho que foi a Doxyciclina de manhã e a noite por 14 dias. Mas qd pesquisei na altura toda gente com Endometrite tomou Doxy! Sim fiz uma histeroscopia e aproveitaram para fazer a biópsia! Qt a sintomas não tinha nenhuns, não sabia que tinha sequer, mas ela costuma ser silenciosa!

Muita boa sorte 🤞🤞

Endometriose profunda e Adenomiose
2021: 3 IIU (-)
2022: 1. + 2. TEC: GQ.
01/23: IVI 8 Embriões ❄️ 02/23: GE com AR 7s
06/23 TEC (+) Beta 398

Beatriz Pires -
Offline
Desde 15 Maio 2023

A ideia de que não se deve usar DIU quando (ainda) não se teve filhos é uma autêntica patetice dos médicos, sem qualquer fundamento, e nem sei por que continuam a propagar esse tipo de mitos... Lamento que tenha tido essa experiência.
Sobre a candidiase: é provocada por fungo, que temos naturalmente no nosso corpo, pelo que a infeção acontece quando há uma propagação excessiva dele (às vezes quando tomamos algum antibiótico, ou andamos stressadas, ou por algum motivo com o sistema imunitário enfraquecido, e a flora vaginal fica desregulada). Poderia ser vaginose bacteriana? Às vezes os sintomas são muito parecidos com a candidiase, acabamos por fazer tratamento para a mesma e não resulta e achamos que estamos a ter candidiases de repetição.
Já a inflamação do endométrio, à partida, será causada por uma bactéria... Um fator de risco é a colocação do DIU (mas não deve ser razão para não se usar, porque é um método muito eficaz e o risco é minimo; há até médicos que passam antibiótico para profilaxia, aquando da colocação), mas agora é confiar que o tratamento antibiótico vai funcionar! Eu sei que é dificil, mas tente não exagerar no "Dr. Google", porque às vezes as respostas são mais assustadoras que a realidade.
Boa sorte!

Instagram: @mdehormonal
+ info: linktr.ee/mdehormonal

MarieMM -
Offline
Desde 19 Set 2022

Beatriz Pires escreveu:
A ideia de que não se deve usar DIU quando (ainda) não se teve filhos é uma autêntica patetice dos médicos, sem qualquer fundamento, e nem sei por que continuam a propagar esse tipo de mitos... Lamento que tenha tido essa experiência.
Sobre a candidiase: é provocada por fungo, que temos naturalmente no nosso corpo, pelo que a infeção acontece quando há uma propagação excessiva dele (às vezes quando tomamos algum antibiótico, ou andamos stressadas, ou por algum motivo com o sistema imunitário enfraquecido, e a flora vaginal fica desregulada). Poderia ser vaginose bacteriana? Às vezes os sintomas são muito parecidos com a candidiase, acabamos por fazer tratamento para a mesma e não resulta e achamos que estamos a ter candidiases de repetição.
Já a inflamação do endométrio, à partida, será causada por uma bactéria... Um fator de risco é a colocação do DIU (mas não deve ser razão para não se usar, porque é um método muito eficaz e o risco é minimo; há até médicos que passam antibiótico para profilaxia, aquando da colocação), mas agora é confiar que o tratamento antibiótico vai funcionar! Eu sei que é dificil, mas tente não exagerar no "Dr. Google", porque às vezes as respostas são mais assustadoras que a realidade.
Boa sorte!

Olá Beatriz, em certa parte compreendo o médico.. se o DIU pode causar endometrite que pode ter como consequência infertilidade, então acredito que mais vale colocar numa mulher que já teve filhos ou não pretende ter.
Quanto à candidiase, sim tratava-se disso mesmo, inicialmente comecei por óvulos, sem sucesso, pelo que respondeu bem ao tratamento com Fluconazol PO.
Obrigada !

Beatriz Pires -
Offline
Desde 15 Maio 2023

MarieMM escreveu:

Beatriz Pires escreveu:A ideia de que não se deve usar DIU quando (ainda) não se teve filhos é uma autêntica patetice dos médicos, sem qualquer fundamento, e nem sei por que continuam a propagar esse tipo de mitos... Lamento que tenha tido essa experiência.
Sobre a candidiase: é provocada por fungo, que temos naturalmente no nosso corpo, pelo que a infeção acontece quando há uma propagação excessiva dele (às vezes quando tomamos algum antibiótico, ou andamos stressadas, ou por algum motivo com o sistema imunitário enfraquecido, e a flora vaginal fica desregulada). Poderia ser vaginose bacteriana? Às vezes os sintomas são muito parecidos com a candidiase, acabamos por fazer tratamento para a mesma e não resulta e achamos que estamos a ter candidiases de repetição.
Já a inflamação do endométrio, à partida, será causada por uma bactéria... Um fator de risco é a colocação do DIU (mas não deve ser razão para não se usar, porque é um método muito eficaz e o risco é minimo; há até médicos que passam antibiótico para profilaxia, aquando da colocação), mas agora é confiar que o tratamento antibiótico vai funcionar! Eu sei que é dificil, mas tente não exagerar no "Dr. Google", porque às vezes as respostas são mais assustadoras que a realidade.
Boa sorte!

Olá Beatriz, em certa parte compreendo o médico.. se o DIU pode causar endometrite que pode ter como consequência infertilidade, então acredito que mais vale colocar numa mulher que já teve filhos ou não pretende ter.
Quanto à candidiase, sim tratava-se disso mesmo, inicialmente comecei por óvulos, sem sucesso, pelo que respondeu bem ao tratamento com Fluconazol PO.
Obrigada !

O motivo pelo qual alguns médicos (desatualizados) continuam a não colocar o DIU em mulheres sem filhos está na ideia (errada) que havia, há alguns anos, de que seria prejudicial ou que seria mais dificil ou dolorosa a sua inserção através de um colo do útero que nunca tivesse dilatado num trabalho de parto. Os riscos estão presentes em qualquer método ou medicação que se utilize e são, realmente, minimos. Ser fator de risco refere-se ao facto de que a colocação, e não tanto o DIU em si, pode conduzir bactérias ao endométrio e pode ter até mais a ver com os cuidados tomados pelo/a profissional que fez a inserção ou até por alguma fragilidade no seu sistema imunitário naquele momento.
Mas agora li melhor e percebi, também, que ele sugeriu que poderia ter endometrite, apenas porque usou o DIU, o que é uma observação muito grave de se fazer e que, pelo contexto que explicou aqui, não teria qualquer fundamento, principalmente porque nunca teve sintomas. Eu procuraria mesmo outro/a ginecologista... Boa sorte! Se precisar de alguma coisa, pode enviar mensagem.

Instagram: @mdehormonal
+ info: linktr.ee/mdehormonal

Votação

Quanto tempo, em média, dura uma consulta com o seu filho no pediatra?