Dúvidas e Ajuda Por favor | De Mãe para Mãe

Dúvidas e Ajuda Por favor

Responda
11 mensagens
NitinhaSoares -
Offline
Desde 22 Maio 2010

Bom dia

Estou agora grávida do terceiro filho, no entanto, adoptar uma criança sempre foi algo que desejei muito. As pessoas com quem tenho partilhado este desejo, dizem que não vale a pena tentar porque vou sempre “ser passada para trás” porque há casais sem filhos biológicos. Recentemente foi me dito que não posso iniciar o processo por estar grávida porque só é possível adoptar crianças mais novas do que as que presentemente constituem o agregado.
Eu quero muito iniciar o processo, já tenho um espacinho guardado no coração para esta criança. Alguém me pode esclarecer se tenho de esperar pelo nascimento da bebé? E é realmente verdade que por já ter filhos, o processo vai ser ainda mais demorado?

Obrigada

carlabrito -
Offline
Desde 30 Maio 2017

Olha, nao te sei ajudar mas vou ficar atenta ao topico, porque é algo que tb sempre desejei! Apaixonado
E o marido tb sempre apoiou.
Nunca se sabe....
Ou pelo menos familia de acolhimento!
O futuro o dirá!
By the way.... quando o Henrique nasceu, falámos sobre o assunto com o nosso médico de família, mas depois entretanto nao avançou.
Quem sabe um dia

Desde 31 Jan 2020

A parte de ser uma criança mais nova é verdade sim e penso que não pode ter muita diferença de idade pelo que vi num programa uma vez, mas isso de "diferença de idade" não tenho bem a certeza
Se vai ser passada para trás ou não não sei mas pela lógica sim por já ter filhos.

Mag_M -
Offline
Desde 13 Jul 2018

Olá Nitinha!
Eu posso ajudar em parte.
Sim, a criança a adoptar tem de ter um mínimo de diferença de um ano do filho mais novo do casal. É o nosso caso, o nosso filho tem 15 meses, o processo ficou a aguardar depois de ele nascer (estamos inscritos há cinco anos).
Quanto a ficarem para trás, não sei informar. Acredito que o factor idade da criança seja maior motivo para uma espera mais longa (antes do nosso filho nascer tínhamos como perfil até aos 4, qualquer etnia, sem irmãos).
Boa sorte!

MisaL -
Online
Desde 17 Abr 2019

Eu também sempre quis, se bem que neste momento estou mais inclinada para ser família de acolhimento...adotar mesmo não sei, mas gostava de poder proporcionar momentos de família a alguma criança.
Também não consigo ajudar, estou em crer que grávida não vai ser aconselhada a dar entrada do processo, mas veja com a segurança social explicam tudo muito bem.

carlabrito -
Offline
Desde 30 Maio 2017

Mag_M escreveu:
Olá Nitinha!
Eu posso ajudar em parte.
Sim, a criança a adoptar tem de ter um mínimo de diferença de um ano do filho mais novo do casal. É o nosso caso, o nosso filho tem 15 meses, o processo ficou a aguardar depois de ele nascer (estamos inscritos há cinco anos).
Quanto a ficarem para trás, não sei informar. Acredito que o factor idade da criança seja maior motivo para uma espera mais longa (antes do nosso filho nascer tínhamos como perfil até aos 4, qualquer etnia, sem irmãos).
Boa sorte!

estao inscritos há 5 anos??
mas porque entre o inicio do processo e o nascimento do vosso filho estiveram à espera e dps aconteceu naturalmente, ou outra razao?
gostava de perceber, mas caso eu esteja a entrar em muitos detalhes pessoais nao tem problema em nao responder! Sorriso

CatiaS_S -
Offline
Desde 30 Set 2016

carlabrito escreveu:

Mag_M escreveu:Olá Nitinha!
Eu posso ajudar em parte.
Sim, a criança a adoptar tem de ter um mínimo de diferença de um ano do filho mais novo do casal. É o nosso caso, o nosso filho tem 15 meses, o processo ficou a aguardar depois de ele nascer (estamos inscritos há cinco anos).
Quanto a ficarem para trás, não sei informar. Acredito que o factor idade da criança seja maior motivo para uma espera mais longa (antes do nosso filho nascer tínhamos como perfil até aos 4, qualquer etnia, sem irmãos).
Boa sorte!

estao inscritos há 5 anos??
mas porque entre o inicio do processo e o nascimento do vosso filho estiveram à espera e dps aconteceu naturalmente, ou outra razao?
gostava de perceber, mas caso eu esteja a entrar em muitos detalhes pessoais nao tem problema em nao responder!


Se der uma olhadela aos tópicos de adopção normalmente falam numa espera de 6/7 anos Piscar o olho

Mag_M -
Offline
Desde 13 Jul 2018

carlabrito escreveu:

Mag_M escreveu:Olá Nitinha!
Eu posso ajudar em parte.
Sim, a criança a adoptar tem de ter um mínimo de diferença de um ano do filho mais novo do casal. É o nosso caso, o nosso filho tem 15 meses, o processo ficou a aguardar depois de ele nascer (estamos inscritos há cinco anos).
Quanto a ficarem para trás, não sei informar. Acredito que o factor idade da criança seja maior motivo para uma espera mais longa (antes do nosso filho nascer tínhamos como perfil até aos 4, qualquer etnia, sem irmãos).
Boa sorte!

estao inscritos há 5 anos??
mas porque entre o inicio do processo e o nascimento do vosso filho estiveram à espera e dps aconteceu naturalmente, ou outra razao?
gostava de perceber, mas caso eu esteja a entrar em muitos detalhes pessoais nao tem problema em nao responder!

Sem problema Carla.
Após 3 anos e picos de espera decidimos avançar para ovodoação, algo que pus de lado quando terminaram os tratamentos no público, pois escolhi a adopção. Mas o tempo passava....
Agora com o bebé o processo muda, a idade do adoptado tem de ser inferior à dele, nós tínhamos inicialmente mais alargada.
E no geral sim, são uns 5, 6, de espera. Os casos que conheço são. Talvez irmãos seja mais rápido.

Rolf -
Offline
Desde 21 Jul 2020

Olá! Quando iniciei o processo já era mãe por via biológica, mas sempre desejamos ser pais também pela via da adoção. Passados 2 anos engravidei novamente e quando informei a equipa explicaram que à data do nascimento do bebê o processo ficava suspenso porque há uma regra quando já existem filhos: a criança que vai chegar à família tem de ser pelo menos 1 ano mais nova que o filho msis novo. Logo não faz sentido o processo continuar ativo durante esse ano, porque não nos vão propor nenhuma criança. Passado esse ano voltamos ao nosso "lugar na fila". Não vai ficar para trás por já ser mãe, mas o facto de ter um bebé vai colocá-la no patamar de idade mais desejado e isso sim, pode prolongar a espera. No nosso caso, não tinhamos restrições quanto à etnia. Hoje sabemos, pela equipa, que a gravidez não teve qualquer influência. Ou seja, o tempo de espera para crianças até aos 3 anos, está a ser em média de 6/7 anos. Dia 19 de agosto o telefone tocou (7 anos depois)! Vale a pena a espera. É mágico, maravilhoso. Difícil de explicar a que não passa por todo o processo...
Boa sorte e sejam felizes!

patruixia -
Offline
Desde 05 Jul 2011

Olá acho que já responderam as questões todas. Eu fui este mês a sessão A e também alertaram que nem sequer fazem a avaliação para entrar na lista se estivermos grávidas. Por isso espere e quando o seu bebé nascer pode avançar como qualquer outro casal. A espera tem a ver com os seus critérios de adopção e não se tem ou não filhos, se tem ou não dinheiro... Ou seja quanto mais restritivos formos mais anos esperamos. Eles explicaram que apesar de haver entre 7000/8000 crianças institucionalizadas apenas 200 estão em situação de adoptabilidade. Por isso é muito difícil. Quando alguém diz porque não adotas?? Não devem saber estas coisas. É um caminho tão longo e difícil quanto o da infertilidade.

NitinhaSoares -
Offline
Desde 22 Maio 2010

Muito obrigada a todas ❤️

Outros tópicos relacionados

Canções de Embalar
Olá a todas! Vi num tópico antigo que algumas mamãs enviaram a outras, por mail, as músicas do cd "Canções de Embalar", cantadas por Sara Tavares, Janita Salomé, Rui Veloso, entre outros. Gostava de saber se alguém me podia enviar também.As músicas...
Afinal é um rapaz!
Olá a todas! Pois é... Depois de cerca de 2 meses a pensar que vinha aí uma menina, eis que descubro que afinal é um menino! Eu, que dizia que vinha aí uma menina descarada, agora fico a saber que afinal é um rapaz envergonhado! Agora ando...
E vamos lá para a sopa!
Olá mamãs! O meu bebé vai fazer 6 meses daqui a dois dias e, tendo estado até agora a LM exclusivo (sinto-me orgulhosa... :))está na hora de começar com a sopa e a papa. Sinto que se avizinham grandes aventuras (e muita sopa e papa espalhadas por...
A minha cadela, os pêlos dela e eu!
Olá! Sei que este tópico em nada tem a ver com o fórum, mas pode ser que haja aqui alguém que tenha uma solução mágica para o meu caso! Tenho uma pulguenta gigantones, que adoro de paixão! Mas os pêlos dela estão a dar comigo em doida... Normalmente...
Frascos de vidro para iogurtes caseiros
Olá mamãs! Alguém me sabe dizer onde posso arranjar frascos de vidro para iogurtes sólidos e líquidos? Comprei a Bimby (pela qual estou super apaixonada... ). Gostava de começar a fazer as receitas de iogurtes caseiros, mas não sei onde arranjar os...
Ovo ou alcofa
Olá mamãs! Venho tirar uma dúvida para poder aconselhar uma amiga! Eu nunca usei alcofa com o meu bebé, nem sequer a tinha. Tenho uma amiga que não é portuguesa e que diz que no país dela o normal é usarem a alcofa, não o ovo. Faz-me uma certa...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?