Dr luis vicente e medicacao mthfr c67 | De Mãe para Mãe

Dr luis vicente e medicacao mthfr c67

Responda
14 mensagens
Rache -
Offline
Desde 27 Ago 2021

Ola meninas,alguem me sabe dizer se o dr luis vicente costuma dar medicacao de anti coagulantes quando temos a ttombofilia mthfr c67 heterozigotia e Pai-1 (homozigotia)? Nao me apetecia ir gastar dinheiro e tempo para mais um medico me dizer que nao e valorizada esta trombofilia na gravidez… obrigada a todas , se souberem de algum medico que valorize e passe medicacao para esta trombofilia digam por favor,ja fui a dra aigusta borges,a um hematologista , e um imunologista e nada… e tou farta de ler em forums casos de mulheres que com as mesmas mutacoes tomaram e tiveram finalmente bons resultados . Estou farta de abortos espontaneos:( por favor ajudem se souberem de algo

Alexa1234 -
Offline
Desde 31 Jul 2021

Rache, mas tu tens essas mutações? Engravidaste por fiv/tec? Eu tenho trombofilia mthfr 677 em heterozigotia, descoberta após um gestação de 37s acabar mal. Apartir dai sempre tomei cartia e enoxoparina passada no publico e agora no privado também. Sempre soube que supostamente não afetaria a gravidez mas como tenho o caso do bebe de 37s e a terceira gravidez por fiv ter acabado as 29s, esta interronpida para dar chances ao bebé, mas também por evento trombotico a mim os medicos não arriscam e dão, tampouco que desde o ano passado estou com a dose dobrada, até quando não sei, pois mesmo com dose alta e tomando a medicação não tenho garantia de nada, e o mesmo que te disseram disseram a mim. Não começo a tua historia ou não me lembro, és de que lugar. Eu sou do porto e sempre passarm e vão continuar mas sem garantias de nada. Beijos e boa sorte.

[email protected] -
Offline
Desde 11 Set 2019

Olá Rachel,

Nesta última gravidez fui seguida pela Dra Paula Gonçalves e gostei dela. Fiz lovenox 40, aspirina e progesterona, esta última por precaução.

Ainda que não tenha tido o desfecho desejado levei esta gravidez até às 23 semanas, altura em que tive de recorrer a uma IMG. 😢 Mas tirando isso, esta médica valorizou toda a parte de trombofilias. Sei que dá consultas em várias CUF.
Desejo que corra tudo bem!

Rache -
Offline
Desde 27 Ago 2021

Alexa1234 escreveu:
Rache, mas tu tens essas mutações? Engravidaste por fiv/tec? Eu tenho trombofilia mthfr 677 em heterozigotia, descoberta após um gestação de 37s acabar mal. Apartir dai sempre tomei cartia e enoxoparina passada no publico e agora no privado também. Sempre soube que supostamente não afetaria a gravidez mas como tenho o caso do bebe de 37s e a terceira gravidez por fiv ter acabado as 29s, esta interronpida para dar chances ao bebé, mas também por evento trombotico a mim os medicos não arriscam e dão, tampouco que desde o ano passado estou com a dose dobrada, até quando não sei, pois mesmo com dose alta e tomando a medicação não tenho garantia de nada, e o mesmo que te disseram disseram a mim. Não começo a tua historia ou não me lembro, és de que lugar. Eu sou do porto e sempre passarm e vão continuar mas sem garantias de nada. Beijos e boa sorte.

Alo minha querida,antes demais lamento imensooooo todas as tuas perdas principalmente tao avancadas,ninguem merece:(( nos ja tinhamos falado anyeriormente noutro topico e lembrava me da tua historia exactamente por ser tao dura:( eu sou de lisboa e apos 3 fivs sem sucesso com os meus ovulos e como ja farei 40 este ano decidi avancar para ovodoacao. Correu bem,no sentido de ter engravidado e ter tido um optimo beta mas as 6 semanas tenho estado com sangramentos que ja mudaram de cor mil vezes apesar de nao muito intensos. Ja tive a consulta das 7 semanas e foi visto embriao com tamanho normal e bem localizado mas com batimentos um pouco mais baixos que deveria (ta c atraso de 2 dias em batimentos cardiacos) medico disse q pode nao ser nada mas juntamente com os sangramentos ficou apreensivo. Entretanto os sangramentos acalmaram e volto la terca feira para nova eco… o que me espanta é q ate aqui diziam q era so pelos meus ovulos nao prestarem mas agora q e com ovulos de qualidade tou a passar pelo mesmo,sangramentos sempre as 6 semanas e ja perdi dois assim,pelo que eu acho q tem a ver as minhas trombofilias…mas ninguem as valoriza … tenho mthfr 67 heterozigotia e pai-1 homozigotia. Sei que nao sao das piores mas penso q continuam a influenciar e qtuano mais leio nos foruns mais vejo q sim que ha influencia…agora so me resta encontrar um medico que as valorize…

Rache -
Offline
Desde 27 Ago 2021

<a href="mailto:[email protected]">[email protected]</a> escreveu:
Olá Rachel,
Nesta última gravidez fui seguida pela Dra Paula Gonçalves e gostei dela. Fiz lovenox 40, aspirina e progesterona, esta última por precaução.
Ainda que não tenha tido o desfecho desejado levei esta gravidez até às 23 semanas, altura em que tive de recorrer a uma IMG. 😢 Mas tirando isso, esta médica valorizou toda a parte de trombofilias. Sei que dá consultas em várias CUF.
Desejo que corra tudo bem!

Oh que dor q deve ser isso:( lamento imenso minha querida:( caramba,ja nao basta ser dificil o que passamos ainda temos de perder em estados tao avancados?!?? Porra! Espero que tenham conseguido perceber o motivo que provocou essa situacao e consigam contorna lo! Fico mesmo a torcer por ti! Posso perguntar quais eram as tuas trombofilias? Para ver se sao como as minhas? É que ha umas que todos valorizam independentemente do medico e ha outras tipo as minhas que por serem comuns e haver mulheres que se safam eles deduzem que nao interfere em nenhuma mulher que a tenha ,o que nao e verdade… quanto mais leio testemunhos principalemte em foruns estrangeiros mais me apercebo disso pois muitas mulheres com as mesmas mutacoes depois de tomarem medicacao certa tiveram sucesso… oxala encontremos soluções e obgda pela ajuda

Rache -
Offline
Desde 27 Ago 2021

Rache escreveu:

Alexa1234 escreveu:Rache, mas tu tens essas mutações? Engravidaste por fiv/tec? Eu tenho trombofilia mthfr 677 em heterozigotia, descoberta após um gestação de 37s acabar mal. Apartir dai sempre tomei cartia e enoxoparina passada no publico e agora no privado também. Sempre soube que supostamente não afetaria a gravidez mas como tenho o caso do bebe de 37s e a terceira gravidez por fiv ter acabado as 29s, esta interronpida para dar chances ao bebé, mas também por evento trombotico a mim os medicos não arriscam e dão, tampouco que desde o ano passado estou com a dose dobrada, até quando não sei, pois mesmo com dose alta e tomando a medicação não tenho garantia de nada, e o mesmo que te disseram disseram a mim. Não começo a tua historia ou não me lembro, és de que lugar. Eu sou do porto e sempre passarm e vão continuar mas sem garantias de nada. Beijos e boa sorte.

Alo minha querida,antes demais lamento imensooooo todas as tuas perdas principalmente tao avancadas,ninguem merece:(( nos ja tinhamos falado anyeriormente noutro topico e lembrava me da tua historia exactamente por ser tao dura:( eu sou de lisboa e apos 3 fivs sem sucesso com os meus ovulos e como ja farei 40 este ano decidi avancar para ovodoacao. Correu bem,no sentido de ter engravidado e ter tido um optimo beta mas as 6 semanas tenho estado com sangramentos que ja mudaram de cor mil vezes apesar de nao muito intensos. Ja tive a consulta das 7 semanas e foi visto embriao com tamanho normal e bem localizado mas com batimentos um pouco mais baixos que deveria (ta c atraso de 2 dias em batimentos cardiacos) medico disse q pode nao ser nada mas juntamente com os sangramentos ficou apreensivo. Entretanto os sangramentos acalmaram e volto la terca feira para nova eco… o que me espanta é q ate aqui diziam q era so pelos meus ovulos nao prestarem mas agora q e com ovulos de qualidade tou a passar pelo mesmo,sangramentos sempre as 6 semanas e ja perdi dois assim,pelo que eu acho q tem a ver as minhas trombofilias…mas ninguem as valoriza … tenho mthfr 67 heterozigotia e pai-1 homozigotia. Sei que nao sao das piores mas penso q continuam a influenciar e qtuano mais leio nos foruns mais vejo q sim que ha influencia…agora so me resta encontrar um medico que as valorize…

E mais uma pergunta: foi preciso teres perdido o bebe as 37 semanas para perceberem que tinha sido da trombofilia? Ou na altura nem sabias que tinhas essa mutacao? Foi efectivamente essa causa da perda dos dois bebes ou foram outros motivos ainda? Se nao quiseres falar no assunto eu percebo…tas a vontade

Alexa1234 -
Offline
Desde 31 Jul 2021

Rache escreveu:

Rache escreveu:

Alexa1234 escreveu:Rache, mas tu tens essas mutações? Engravidaste por fiv/tec? Eu tenho trombofilia mthfr 677 em heterozigotia, descoberta após um gestação de 37s acabar mal. Apartir dai sempre tomei cartia e enoxoparina passada no publico e agora no privado também. Sempre soube que supostamente não afetaria a gravidez mas como tenho o caso do bebe de 37s e a terceira gravidez por fiv ter acabado as 29s, esta interronpida para dar chances ao bebé, mas também por evento trombotico a mim os medicos não arriscam e dão, tampouco que desde o ano passado estou com a dose dobrada, até quando não sei, pois mesmo com dose alta e tomando a medicação não tenho garantia de nada, e o mesmo que te disseram disseram a mim. Não começo a tua historia ou não me lembro, és de que lugar. Eu sou do porto e sempre passarm e vão continuar mas sem garantias de nada. Beijos e boa sorte.

Alo minha querida,antes demais lamento imensooooo todas as tuas perdas principalmente tao avancadas,ninguem merece:(( nos ja tinhamos falado anyeriormente noutro topico e lembrava me da tua historia exactamente por ser tao dura:( eu sou de lisboa e apos 3 fivs sem sucesso com os meus ovulos e como ja farei 40 este ano decidi avancar para ovodoacao. Correu bem,no sentido de ter engravidado e ter tido um optimo beta mas as 6 semanas tenho estado com sangramentos que ja mudaram de cor mil vezes apesar de nao muito intensos. Ja tive a consulta das 7 semanas e foi visto embriao com tamanho normal e bem localizado mas com batimentos um pouco mais baixos que deveria (ta c atraso de 2 dias em batimentos cardiacos) medico disse q pode nao ser nada mas juntamente com os sangramentos ficou apreensivo. Entretanto os sangramentos acalmaram e volto la terca feira para nova eco… o que me espanta é q ate aqui diziam q era so pelos meus ovulos nao prestarem mas agora q e com ovulos de qualidade tou a passar pelo mesmo,sangramentos sempre as 6 semanas e ja perdi dois assim,pelo que eu acho q tem a ver as minhas trombofilias…mas ninguem as valoriza … tenho mthfr 67 heterozigotia e pai-1 homozigotia. Sei que nao sao das piores mas penso q continuam a influenciar e qtuano mais leio nos foruns mais vejo q sim que ha influencia…agora so me resta encontrar um medico que as valorize…

E mais uma pergunta: foi preciso teres perdido o bebe as 37 semanas para perceberem que tinha sido da trombofilia? Ou na altura nem sabias que tinhas essa mutacao? Foi efectivamente essa causa da perda dos dois bebes ou foram outros motivos ainda? Se nao quiseres falar no assunto eu percebo…tas a vontade


Eu consigo falar... Na minha segunda gravidez, 1 por fiv, foi tudo normal o foco foi mais no meu historico e no que levou ao falecimento do primeiro, nas minhas cirugias. Estava tudo ok, gravidez normal quase que gravidez santa pois nem enjoo tive ao contrario da primeira que enjoei e vomitei até ao fim. O meu unico problema era uma dor na coluna. Na eco das 37 vui se que o bebé não tinha batimentos, suspeitou de circular e realmente quando nasceu vinha com o cordão demasiado apertado, palavras da parteira e da medica, mas na autópsia revelou que não foi só o cordão. O cordão apertou causou um trombo, levando a uma trombose do cordão umbilical. Aí tive motivo para que o sns comparticipa se a analise as trombofilias, a mim foi me explicado, pois questionei porque não estavam incluidas antes dessa tragedia acontecer, e foi me dito que para haver comparticipação é "necessario" uma perda fetal que mostre logo o motivo, no meu caso houve um trombo não acusou mais nada, ou três perdas gestacionais sem nenhuma outra causa ou doença da paturiente, isso é revoltante pois não comparticipam mas também não se fala, agora com as redes sociais é que a gente se informa mais. A 2 fiv já tomei o cartia e o lovenox, mas deu negativa. Na terceira medicação igual, mas como a outra tinha falhado e no publico nunca me congelaram os embrioes mesmo eu chegando ao dia da transferencia e ter uns 5/6 embrioes decidi optar por colocar dois. Pois bem de dois virarm três. Primeiro tive um decolamento da placenta, sem causa aparente e sem saber de onde vinha, depois os gemeos faleceram, não se sabe bem ao certo mas há suspeita do síndrome feto feto, por partilharem a mesma placenta, eles eram de tamanhos diferentes tinham uma semana de diferença entre eles, e entre o bebé unico passava de uma semana, a historia dos trigemeos é muito longa e mais complicada, mas depois de só ficar um bebé tudo ficou mais calmo as chances aumentaram. Acontece que o meu bebé foi obrigado a nascer as 29s, e como era pequenino, fez cirugia não resistiu por causa da prematuriadade, a biopsia da placenta revelou evento trombotico na propria placenta e isso levou à restrição de cresciemento do meu bebé, algo raro. Esta terceira gravidez correu sempre mal desde o inicio. A minha historia é rara e muito dificil de acontecer, na altura procurei por casos similares e não encontrei. Após o uso da enoxoparina não tive a opturnidade de ter uma gestação unica, saudavel e normal dentro do possivel. E mesmo passando por tudo isto continuo a ouvir de varios medicos que este tipo de trombofilia não é relevante, o meu relatorio diz mesmo isso. Este foi o melhor resumo que consegui fazer. Pelo caminho apareceram medicos muito bons e outro menos bons, há que saber escolher e viramo nos para onde achamos que é o caminho. Beijinhos, há e procura esse medico que falas, não tenhas receio, provavelmente o email ou nem abriu ou foi para a caixa de spam. Beijinhos vai dando noticias.

a_lola -
Offline
Desde 30 Set 2015

Lamento as vossas perdas
🍀 Coragem

Sobre a_lola

26.11.2015 treinos > 27.01.2016 BETA 576 hgg > meu <3
01.2020 treinos > 03.2020 positivo > AR c/ curetagem 13sem
08.2020 regresso aos treinos > 09.2020 positivo > AE 6sem+3
10.2020 tiroidite de Hashimoto + défice antitrombina III

Rache -
Offline
Desde 27 Ago 2021

Alexa1234 escreveu:

Rache escreveu:

Rache escreveu:

Alexa1234 escreveu:Rache, mas tu tens essas mutações? Engravidaste por fiv/tec? Eu tenho trombofilia mthfr 677 em heterozigotia, descoberta após um gestação de 37s acabar mal. Apartir dai sempre tomei cartia e enoxoparina passada no publico e agora no privado também. Sempre soube que supostamente não afetaria a gravidez mas como tenho o caso do bebe de 37s e a terceira gravidez por fiv ter acabado as 29s, esta interronpida para dar chances ao bebé, mas também por evento trombotico a mim os medicos não arriscam e dão, tampouco que desde o ano passado estou com a dose dobrada, até quando não sei, pois mesmo com dose alta e tomando a medicação não tenho garantia de nada, e o mesmo que te disseram disseram a mim. Não começo a tua historia ou não me lembro, és de que lugar. Eu sou do porto e sempre passarm e vão continuar mas sem garantias de nada. Beijos e boa sorte.

Alo minha querida,antes demais lamento imensooooo todas as tuas perdas principalmente tao avancadas,ninguem merece:(( nos ja tinhamos falado anyeriormente noutro topico e lembrava me da tua historia exactamente por ser tao dura:( eu sou de lisboa e apos 3 fivs sem sucesso com os meus ovulos e como ja farei 40 este ano decidi avancar para ovodoacao. Correu bem,no sentido de ter engravidado e ter tido um optimo beta mas as 6 semanas tenho estado com sangramentos que ja mudaram de cor mil vezes apesar de nao muito intensos. Ja tive a consulta das 7 semanas e foi visto embriao com tamanho normal e bem localizado mas com batimentos um pouco mais baixos que deveria (ta c atraso de 2 dias em batimentos cardiacos) medico disse q pode nao ser nada mas juntamente com os sangramentos ficou apreensivo. Entretanto os sangramentos acalmaram e volto la terca feira para nova eco… o que me espanta é q ate aqui diziam q era so pelos meus ovulos nao prestarem mas agora q e com ovulos de qualidade tou a passar pelo mesmo,sangramentos sempre as 6 semanas e ja perdi dois assim,pelo que eu acho q tem a ver as minhas trombofilias…mas ninguem as valoriza … tenho mthfr 67 heterozigotia e pai-1 homozigotia. Sei que nao sao das piores mas penso q continuam a influenciar e qtuano mais leio nos foruns mais vejo q sim que ha influencia…agora so me resta encontrar um medico que as valorize…

E mais uma pergunta: foi preciso teres perdido o bebe as 37 semanas para perceberem que tinha sido da trombofilia? Ou na altura nem sabias que tinhas essa mutacao? Foi efectivamente essa causa da perda dos dois bebes ou foram outros motivos ainda? Se nao quiseres falar no assunto eu percebo…tas a vontade

Eu consigo falar... Na minha segunda gravidez, 1 por fiv, foi tudo normal o foco foi mais no meu historico e no que levou ao falecimento do primeiro, nas minhas cirugias. Estava tudo ok, gravidez normal quase que gravidez santa pois nem enjoo tive ao contrario da primeira que enjoei e vomitei até ao fim. O meu unico problema era uma dor na coluna. Na eco das 37 vui se que o bebé não tinha batimentos, suspeitou de circular e realmente quando nasceu vinha com o cordão demasiado apertado, palavras da parteira e da medica, mas na autópsia revelou que não foi só o cordão. O cordão apertou causou um trombo, levando a uma trombose do cordão umbilical. Aí tive motivo para que o sns comparticipa se a analise as trombofilias, a mim foi me explicado, pois questionei porque não estavam incluidas antes dessa tragedia acontecer, e foi me dito que para haver comparticipação é "necessario" uma perda fetal que mostre logo o motivo, no meu caso houve um trombo não acusou mais nada, ou três perdas gestacionais sem nenhuma outra causa ou doença da paturiente, isso é revoltante pois não comparticipam mas também não se fala, agora com as redes sociais é que a gente se informa mais. A 2 fiv já tomei o cartia e o lovenox, mas deu negativa. Na terceira medicação igual, mas como a outra tinha falhado e no publico nunca me congelaram os embrioes mesmo eu chegando ao dia da transferencia e ter uns 5/6 embrioes decidi optar por colocar dois. Pois bem de dois virarm três. Primeiro tive um decolamento da placenta, sem causa aparente e sem saber de onde vinha, depois os gemeos faleceram, não se sabe bem ao certo mas há suspeita do síndrome feto feto, por partilharem a mesma placenta, eles eram de tamanhos diferentes tinham uma semana de diferença entre eles, e entre o bebé unico passava de uma semana, a historia dos trigemeos é muito longa e mais complicada, mas depois de só ficar um bebé tudo ficou mais calmo as chances aumentaram. Acontece que o meu bebé foi obrigado a nascer as 29s, e como era pequenino, fez cirugia não resistiu por causa da prematuriadade, a biopsia da placenta revelou evento trombotico na propria placenta e isso levou à restrição de cresciemento do meu bebé, algo raro. Esta terceira gravidez correu sempre mal desde o inicio. A minha historia é rara e muito dificil de acontecer, na altura procurei por casos similares e não encontrei. Após o uso da enoxoparina não tive a opturnidade de ter uma gestação unica, saudavel e normal dentro do possivel. E mesmo passando por tudo isto continuo a ouvir de varios medicos que este tipo de trombofilia não é relevante, o meu relatorio diz mesmo isso. Este foi o melhor resumo que consegui fazer. Pelo caminho apareceram medicos muito bons e outro menos bons, há que saber escolher e viramo nos para onde achamos que é o caminho. Beijinhos, há e procura esse medico que falas, não tenhas receio, provavelmente o email ou nem abriu ou foi para a caixa de spam. Beijinhos vai dando noticias.

Sem palavras para tanto sofrimento e tanta estupidez medica a dizerem q mesmo depois de tudo isso nao sao relevante…lamento imenso que tenhas passado por tudo isto:( mas nao percebi exactamente o nome das trombofilias… em que fase estas neste momento? Es seguida onde?beijinho de forca

Alexa1234 -
Offline
Desde 31 Jul 2021

Eu tenho a mutação no no gene mthfr 677 o outro está normal e sou heterogigota, que pelo que percebi não desenvolvirei a doença que esse gene afeta. Mas o que é certo é que eu já passei por diversos eventos tromboticos, nisso há relatorios a comprovar, e o unica que deu mutação foi esse, não se descobrui mais nada para causar tanto evento trombotico mesmo usando medicação. Daí quase ninguem arriscar a não passar a medicação. Agora se posso ter algo mais, até posso, mas não foi encontrado nada, e foi como o medico disse, não adianta nada estar à espera que algo se manifeste, o momento certo para eu engravidar e agora que sei o que tenho, para depois continuar a com a minha vida, pois o que me causou problemas pode não se desenvolver derivado ao meu estilo de vida. As trombofilias podem ser geneticas, como a que eu tenho, mas tambem podem ser adquiridas e essas já são mais dificeis pois num determinado ano estas bem, mas no outro sofreste algo. Eu tambem cheguei a fazer exames as doenças auto imunes, pois estas perdas também se encaixam nesse tipo de doença, o medico suspeitou de lupus, só pelas minhas caracteristicas, que vendo imagem dessas doencas realmente eu me encaixo bem, mas está normal, valores normais, foi quando me disse o que escrevi acima que posso estar a desenvover algo que ainda não aparece nos exames e até podem nem vir a aparecer, derivado a um correto estilo de vida. Daí eu querer engravidar logo, se bem que já não precisaria de estar a viver esta angústia toda, mas a vida não é justa e hoje ainda contínuo à espera do meu bebe arco iris( não sei se conheces a expressão mas bebé arco iris é o nome dado aos bebes nascidos com vida após uma perda). Espero ter me explicado bem mas trombofilias é tambem um tema complicado.

Arevonline -
Offline
Desde 16 Ago 2017

Fui paciente do Dr Luís Vicente em FIV, e ele para mim é o melhor. Penso que a minha mutação é semelhante. Uma bastante simples. Há médicos que desvalorizam. Ele sempre me medicou.

Na gravidez que me trouxe o Gabriel, a única diferença é que fiz a dose de 60, em vez de 40. Sou obesa, penso que terá feito diferença aumentar a dose.

Espero que todas sintam a felicidade que nós tivemos no dia em que trouxemos para casa. Todos os dias. Todos. Enquanto o abraço, o beijo e o cheiro, agradeço-o. Sou muito grata ao Dr. Luís. Boa sorte!

17 Janeiro: IIU Lusíadas (-) 2 Fevereiro
9 Abril: IIU Lusíadas (+) 20 Abril; AR 4 Junho
24 Agosto: IIU Lusíadas (-) 10 de Setembro
23 Janeiro 2019: IIU Lusíadas (-) 8 Fevereiro
12 Julho: FIV Lusiadas (+) 25 Julho: 150/ 2 Beta 27 Julho: 362 ❤❤❤❤❤

Date1982 -
Offline
Desde 14 Abr 2015

Olá a todas. Fico com o coraçãozinho apertado de vos ler. O 2° tratamento que fiz foi nos Lusíadas com a Dra Daniela Sobral e foi ela a primeira (e única) a medicar-me com heparina porque tinha tido dois abortos anos antes. Gravidez bioquímica.
Entretanto à 4a tentativa, na MAC, depois de chegar aos 75kg (cheguei a pesar 94! No público é inaceitável), transferimos 2 embriões criopreservados de D5 e D6 ao contrário de todas as outras transferências D3 a fresco, por indicação da Dra Teresinha (abençoada!) que não era a minha OB (essa disse-me que preferia a fresco!). Bhcg positivo mas perdi um às 9 semanas
Triste Na ecografia morfológica detectam uma bolinha na cabeça do bebé e por portas e travessas opto por ser seguida em santa Maria. A minha OB (Dra Sara Vargas) pediu a análise das trombofilias e expliquei que nunca fez. Lá me passou as análises e diz que por si só os histórico de perdas justificavam a análise. Acabei por fazer mas devido ao avançado estado de gestação a médica não receitou heparina mas disse logo que dado o histórico.
💪💪💪💪💪

Sobre Date1982

Treinos desde 2015- Infertilidade desconhecida
E à 4ª tentativa + 3 embriões
TEC 25/10 Bhcg 3/11 359 Bhcg 5/11 856
1ª eco dia 30/11 2 feijõezinhos
Eco na MAC dia 9/12 1 feijãozinho e 1 estrelinha Triste

Alexa1234 -
Offline
Desde 31 Jul 2021

Poxa, os testemunhos da date 1982 e a da Arevoline, parece que foram para mim. Eu desde que me curei da infeção que levou meu primeiro filho, que luto contra a balança. Quando iniciei a primeira fiv, foi um terror, pois a medica no publico cobrou muito por isso, não queria dar dose alta, sendo que eu só respondo com dose alta hoje sei disso, mas foi muito sofrido, me culpei muito. Mas mesmo não estando num imc normal eu consegui duas gravidezes, que infelizmente não correram bem. Quando passei para o privado eu tinha feito dieta, e por mim mesma consegui o que nunca consegui em anos que andei na nutri, mas que me valerem alguns de seus ensinamentos, chegar ao imc normal e a uns fantasticos 56/57 kilos. Infelizmente não consegui gravidez e o resultado da fiv foi igual ao do publico, a minha media de ovulos maduros manteve se, e os sintomas da estimulação e punção igual mesmo a dose do privado ser a maxima permitida. Com tanto negativo e uso de homonas mais os corticoides mais pandemia, fui vendo meu peso subir, acabei engravidando nos 71kg mas não evolui não se sabe motivo( era embrião doado e não percebeu se se era anembrionada ou não) hoje rondo os 74/ 75kg logico que fico triste e tenho medo dessa mutação mesmo o medico já me descansar que as chances de eu, sozinha, desenvolver ser muito baixa. Faço uma alimentação variada e bem equilibrada, até porque quero ter o meu bebé, e treino passadeira, corda, musculação. O medico no privado nunca falou no meu peso, mas o terror ficou durante estes anos, também sei que não devo focar no imc como faziam no publico, pois no meu caso emgreco nas duas semanas que espero o beta,pois não treino nem faço esforcos a seguir às transferencia, e minha panturrilha por exemplo ela é muito dura como se o musculo tivesse contraido o tempo todo, mas o terror vivido nos primeiros anos de fiv ficou, por isso ouvir os vossos relatos de mulheres que tem algum tipo de trombofilia, peso acima da media antes da gravidez e tiveram os bebezinhos saudaveis é muito importante. Obrigado pela vossa partilha, infelizmente eu já fui para enoxoparina 80 e só consegui, a gravidez que não evoluiu, voltei à estaca zero, pois não tenho mais embrioes mas não me sinto preparada para desistir. Tenho trombofilia genetica no gene Mthfr C677T com o A1298C normal em heterozigotia, mais hipotiroidismo.

JojoRS -
Offline
Desde 15 Out 2020

Olá Rache, olha eu tive a 1ª consulta com o Dr. Luis Vicente no passado dia 2 setembro e adorei.

Tenho uma pequena trombofilia e ainda assim com os exames que ele me passou, mandou-me tomar já a aspirina, ainda não estou grávida, mas como tive 3 abortos recorri a outro especialista.
O Dr. tranquilizou-me bastante, nesta última gravidez (anembrionária), iniciei logo as injeções e o Dr. Luis Vicente, reforçou que assim que tivesse um positivo para continuar com a aspitina, lovenox e progesterona. Portanto, acho que o Dr. Luis Vicente não desvaloriza de todo este assunto principalmente na gravidez.