Dificuldade em encontrar creche para 6 meses | De Mãe para Mãe

Dificuldade em encontrar creche para 6 meses

Responda
19 mensagens
Sónia S. Silva -
Offline
Desde 21 Set 2021

Olá!
Estamos a começar a ficar preocupados pois andamos desde os 7 meses de gravidez (a bebé está quase a fazer 3 meses) e não conseguimos encontrar vagas na nossa zona. Já estamos em lista de espera numa que gostámos muito que foi a que visitámos ainda grávida a pensar que íamos muito a tempo, mas a resposta é sempre que para berçário não há, talvez para o 1 ano ble ble ble...

Já não sabemos o que fazer nem se dá para aproveitar aquela hipótese das privadas, e também não queremos ir para o cu de judas...queríamos uma creche perto de casa na nossa zona...

algum conselho?

Sónia Silva

Leonor Guedes1 -
Offline
Desde 12 Jan 2023

Boa tarde. Veja as privadas q concorreram a bolsa de creche feliz da SS. se tiverem vaga inscreve e eles dão lhe uma minuta preenchida q depois envia no formulário q está na página da SS das creche feliz (gratuita).
Vá ao site da SS q tem la tudo

Sónia S. Silva -
Offline
Desde 21 Set 2021

Obrigada, Leonor! Isto é tão complicado...eu fui ver a lista de berçário mas à excepção de 1 que não tem vagas, são todas super longe de casa...pelo menos dessa lista...

Sónia Silva

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

Não está fácil.
Para aproveitar as privadas, primeiro têm de ter vaga e depois estarem inscritas no programa. Só estou a ver a hipótese de ficar numa ama até surgir vaga ou então estudar a hipótese de alargar a licença de maternidade.

Sónia S. Silva -
Offline
Desde 21 Set 2021

MisaL escreveu:
Não está fácil.
Para aproveitar as privadas, primeiro têm de ter vaga e depois estarem inscritas no programa. Só estou a ver a hipótese de ficar numa ama até surgir vaga ou então estudar a hipótese de alargar a licença de maternidade.

Argh, Misal, não me digas nada... Está a ser uma dor de cabeça acrescendo o facto de ser uma naba nestas burocracias... Não queria ama... E alargar a licença depois só ficava a receber 25% que já tirei os 5 meses a 83%..argh. Ainda vou ver se consigo arranjar qq coisa mas tem sido impossível. É um belo negócio!!

Sónia Silva

Alice Lourenço -
Offline
Desde 21 Jun 2022

Olá!
Não sei qual a sua zona de residência, mas infelizmente ao procurar creches aos 7 meses de gravidez (mesmo privadas) é quase impossível conseguir vaga.
Há locais onde sou csgue vagas se inscrever com mtaaaaa antecedência, as vezes no primeiro trimestre de gravidez e mesmo assim…
Posso perguntar porque não quer ama? Existem as amas da SS, que tem que ter critérios/ condições para receber as crianças tal como os creches… axo k nesta altura seria uma boa hipótese e talvez nesta fase com mais facilidade de arranjar vaga…. E mesmo assim não é garantido que consiga.
Em relação à questão de ter optado pela licença a 83% basicamente recebe o valor que receberia se estivesse a trabalhar pk os 83% é em relação ao valor bruto, portanto possivelmente não tera sido um rombo assim tão grande no orçamento familiar…

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

A maioria das creches só tem vaga para 5 ou 8 bebés e quase sempre são ocupadas com vagas para irmãos...

Sónia S. Silva escreveu:

MisaL escreveu:Não está fácil.
Para aproveitar as privadas, primeiro têm de ter vaga e depois estarem inscritas no programa. Só estou a ver a hipótese de ficar numa ama até surgir vaga ou então estudar a hipótese de alargar a licença de maternidade.

Argh, Misal, não me digas nada... Está a ser uma dor de cabeça acrescendo o facto de ser uma naba nestas burocracias... Não queria ama... E alargar a licença depois só ficava a receber 25% que já tirei os 5 meses a 83%..argh. Ainda vou ver se consigo arranjar qq coisa mas tem sido impossível. É um belo negócio!!

Sónia S. Silva -
Offline
Desde 21 Set 2021

Alice Lourenço escreveu:
Olá!
Não sei qual a sua zona de residência, mas infelizmente ao procurar creches aos 7 meses de gravidez (mesmo privadas) é quase impossível conseguir vaga.
Há locais onde sou csgue vagas se inscrever com mtaaaaa antecedência, as vezes no primeiro trimestre de gravidez e mesmo assim…
Posso perguntar porque não quer ama? Existem as amas da SS, que tem que ter critérios/ condições para receber as crianças tal como os creches… axo k nesta altura seria uma boa hipótese e talvez nesta fase com mais facilidade de arranjar vaga…. E mesmo assim não é garantido que consiga.
Em relação à questão de ter optado pela licença a 83% basicamente recebe o valor que receberia se estivesse a trabalhar pk os 83% é em relação ao valor bruto, portanto possivelmente não tera sido um rombo assim tão grande no orçamento familiar…

Olá Alice!
Obrigada.. Sim, recebo até mais do q recebia com os 83% porque não desconto, o meu prob é depois is 25% q esta fora de questão.
Pois, paus de 1 viagem... Nunca pensámos q as creches tinham q ser tratadas antes da bebé nascer... Nem apetece muito pois tanta coisa pode ainda acontecer... Pensamos q aos 7 meses era mais do que suficiente...
Não queríamos ama pois se é para ir para a creche aos 6 meses, é para ser estimulada com contacto com várias pessoas e bebés, não para ficar sempre com 1 pessoa.

Sónia Silva

Sónia S. Silva -
Offline
Desde 21 Set 2021

MisaL escreveu:
A maioria das creches só tem vaga para 5 ou 8 bebés e quase sempre são ocupadas com vagas para irmãos...

Sónia S. Silva escreveu:

MisaL escreveu:Não está fácil.
Para aproveitar as privadas, primeiro têm de ter vaga e depois estarem inscritas no programa. Só estou a ver a hipótese de ficar numa ama até surgir vaga ou então estudar a hipótese de alargar a licença de maternidade.

Argh, Misal, não me digas nada... Está a ser uma dor de cabeça acrescendo o facto de ser uma naba nestas burocracias... Não queria ama... E alargar a licença depois só ficava a receber 25% que já tirei os 5 meses a 83%..argh. Ainda vou ver se consigo arranjar qq coisa mas tem sido impossível. É um belo negócio!!


Pois... 😭

Sónia Silva

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

Também é algo que me custa a aceitar. Para mim não é tanto a questão do acontecer alguma coisa, mas ainda estar na barriga e andar a ser tratado um sítio para os deixar...mata-me, tira-me anos de vida.
Em 2015 só comecei a procurar tinha a minha filha 2 meses, tive vaga em todos. Atualmente as coisas parecem diferentes.

Sónia S. Silva escreveu:

Alice Lourenço escreveu:Olá!
Não sei qual a sua zona de residência, mas infelizmente ao procurar creches aos 7 meses de gravidez (mesmo privadas) é quase impossível conseguir vaga.
Há locais onde sou csgue vagas se inscrever com mtaaaaa antecedência, as vezes no primeiro trimestre de gravidez e mesmo assim…
Posso perguntar porque não quer ama? Existem as amas da SS, que tem que ter critérios/ condições para receber as crianças tal como os creches… axo k nesta altura seria uma boa hipótese e talvez nesta fase com mais facilidade de arranjar vaga…. E mesmo assim não é garantido que consiga.
Em relação à questão de ter optado pela licença a 83% basicamente recebe o valor que receberia se estivesse a trabalhar pk os 83% é em relação ao valor bruto, portanto possivelmente não tera sido um rombo assim tão grande no orçamento familiar…

Olá Alice!
Obrigada.. Sim, recebo até mais do q recebia com os 83% porque não desconto, o meu prob é depois is 25% q esta fora de questão.
Pois, paus de 1 viagem... Nunca pensámos q as creches tinham q ser tratadas antes da bebé nascer... Nem apetece muito pois tanta coisa pode ainda acontecer... Pensamos q aos 7 meses era mais do que suficiente...
Não queríamos ama pois se é para ir para a creche aos 6 meses, é para ser estimulada com contacto com várias pessoas e bebés, não para ficar sempre com 1 pessoa.

Sónia S. Silva -
Offline
Desde 21 Set 2021

MisaL escreveu:
Também é algo que me custa a aceitar. Para mim não é tanto a questão do acontecer alguma coisa, mas ainda estar na barriga e andar a ser tratado um sítio para os deixar...mata-me, tira-me anos de vida.
Em 2015 só comecei a procurar tinha a minha filha 2 meses, tive vaga em todos. Atualmente as coisas parecem diferentes.

Sónia S. Silva escreveu:

Alice Lourenço escreveu:Olá!
Não sei qual a sua zona de residência, mas infelizmente ao procurar creches aos 7 meses de gravidez (mesmo privadas) é quase impossível conseguir vaga.
Há locais onde sou csgue vagas se inscrever com mtaaaaa antecedência, as vezes no primeiro trimestre de gravidez e mesmo assim…
Posso perguntar porque não quer ama? Existem as amas da SS, que tem que ter critérios/ condições para receber as crianças tal como os creches… axo k nesta altura seria uma boa hipótese e talvez nesta fase com mais facilidade de arranjar vaga…. E mesmo assim não é garantido que consiga.
Em relação à questão de ter optado pela licença a 83% basicamente recebe o valor que receberia se estivesse a trabalhar pk os 83% é em relação ao valor bruto, portanto possivelmente não tera sido um rombo assim tão grande no orçamento familiar…

Olá Alice!
Obrigada.. Sim, recebo até mais do q recebia com os 83% porque não desconto, o meu prob é depois is 25% q esta fora de questão.
Pois, paus de 1 viagem... Nunca pensámos q as creches tinham q ser tratadas antes da bebé nascer... Nem apetece muito pois tanta coisa pode ainda acontecer... Pensamos q aos 7 meses era mais do que suficiente...
Não queríamos ama pois se é para ir para a creche aos 6 meses, é para ser estimulada com contacto com várias pessoas e bebés, não para ficar sempre com 1 pessoa.


Podes crer... Que sorte há uns anos ser muito mais fácil... No meu caso o principal foi mesmo desconhecimento do status quo, não fazia ideia que era esta luta, e quando me deram na cabeça aos 7njeses fui logo indagar, mas custou-me porque realmente eu sei lá o que vai acontecer até ao parto... Parece que até é jinxar a coisa...agora estou lixada!!

Sónia Silva

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

Há bebés inscritos que ainda nem se sabe o género(alguns se calhar ainda nem estão feitos) ...nem devia ser possível.

Sónia S. Silva escreveu:

MisaL escreveu:Também é algo que me custa a aceitar. Para mim não é tanto a questão do acontecer alguma coisa, mas ainda estar na barriga e andar a ser tratado um sítio para os deixar...mata-me, tira-me anos de vida.
Em 2015 só comecei a procurar tinha a minha filha 2 meses, tive vaga em todos. Atualmente as coisas parecem diferentes.

Sónia S. Silva escreveu:

Alice Lourenço escreveu:Olá!
Não sei qual a sua zona de residência, mas infelizmente ao procurar creches aos 7 meses de gravidez (mesmo privadas) é quase impossível conseguir vaga.
Há locais onde sou csgue vagas se inscrever com mtaaaaa antecedência, as vezes no primeiro trimestre de gravidez e mesmo assim…
Posso perguntar porque não quer ama? Existem as amas da SS, que tem que ter critérios/ condições para receber as crianças tal como os creches… axo k nesta altura seria uma boa hipótese e talvez nesta fase com mais facilidade de arranjar vaga…. E mesmo assim não é garantido que consiga.
Em relação à questão de ter optado pela licença a 83% basicamente recebe o valor que receberia se estivesse a trabalhar pk os 83% é em relação ao valor bruto, portanto possivelmente não tera sido um rombo assim tão grande no orçamento familiar…

Olá Alice!
Obrigada.. Sim, recebo até mais do q recebia com os 83% porque não desconto, o meu prob é depois is 25% q esta fora de questão.
Pois, paus de 1 viagem... Nunca pensámos q as creches tinham q ser tratadas antes da bebé nascer... Nem apetece muito pois tanta coisa pode ainda acontecer... Pensamos q aos 7 meses era mais do que suficiente...
Não queríamos ama pois se é para ir para a creche aos 6 meses, é para ser estimulada com contacto com várias pessoas e bebés, não para ficar sempre com 1 pessoa.

Podes crer... Que sorte há uns anos ser muito mais fácil... No meu caso o principal foi mesmo desconhecimento do status quo, não fazia ideia que era esta luta, e quando me deram na cabeça aos 7njeses fui logo indagar, mas custou-me porque realmente eu sei lá o que vai acontecer até ao parto... Parece que até é jinxar a coisa...agora estou lixada!!

Gabri -
Offline
Desde 24 Abr 2010

Por aqui estivemos igual, increvi-a, ainda grávida de 6 meses, em todas as creches da zona exceto duas porque ficavam no lado oposto ao meu trabalho. Em todas fiquei em lista de espera, uma delas tinha preenchido a última vaga no dia anterior. Precisava de vaga para abril mas só me garantiam para setembro. Acabei por pedir os 3 meses a 25%, é um rombo no orçamento, não é pra todos… Felizmente podia é para mim foi o melhor que fiz, aproveitei a minha princesa até aos 9 meses.
Mesmo assim só consegui vaga a 15 dias de acabar a licença alargada e nesses 15 dias fui fazendo a adaptação à creche. Acabou por ir para uma das que não tinha inscrito, só por um mês (julho) porque nas férias juntam as 3 creches da mesma instituição numa só e depois acabou por ficar nessa que fica a 5 minutos do meu trabalho mas no mês de julho fiz 320km a mais só para levar e buscar a miúda todos os dias.
Pode sempre optar por uma ama até conseguir vaga, não pense no estímulo mas sim que numa ama (de confiança) terá muito mais atenção e mimo. A minha mãe foi ama de uma menina durante 3 anos e ainda hoje a “miúda” com 30 e poucos anos lhe chama baba.

Sónia S. Silva -
Offline
Desde 21 Set 2021

MisaL escreveu:
Há bebés inscritos que ainda nem se sabe o género(alguns se calhar ainda nem estão feitos) ...nem devia ser possível.

Sónia S. Silva escreveu:

MisaL escreveu:Também é algo que me custa a aceitar. Para mim não é tanto a questão do acontecer alguma coisa, mas ainda estar na barriga e andar a ser tratado um sítio para os deixar...mata-me, tira-me anos de vida.
Em 2015 só comecei a procurar tinha a minha filha 2 meses, tive vaga em todos. Atualmente as coisas parecem diferentes.

Sónia S. Silva escreveu:

Alice Lourenço escreveu:Olá!
Não sei qual a sua zona de residência, mas infelizmente ao procurar creches aos 7 meses de gravidez (mesmo privadas) é quase impossível conseguir vaga.
Há locais onde sou csgue vagas se inscrever com mtaaaaa antecedência, as vezes no primeiro trimestre de gravidez e mesmo assim…
Posso perguntar porque não quer ama? Existem as amas da SS, que tem que ter critérios/ condições para receber as crianças tal como os creches… axo k nesta altura seria uma boa hipótese e talvez nesta fase com mais facilidade de arranjar vaga…. E mesmo assim não é garantido que consiga.
Em relação à questão de ter optado pela licença a 83% basicamente recebe o valor que receberia se estivesse a trabalhar pk os 83% é em relação ao valor bruto, portanto possivelmente não tera sido um rombo assim tão grande no orçamento familiar…

Olá Alice!
Obrigada.. Sim, recebo até mais do q recebia com os 83% porque não desconto, o meu prob é depois is 25% q esta fora de questão.
Pois, paus de 1 viagem... Nunca pensámos q as creches tinham q ser tratadas antes da bebé nascer... Nem apetece muito pois tanta coisa pode ainda acontecer... Pensamos q aos 7 meses era mais do que suficiente...
Não queríamos ama pois se é para ir para a creche aos 6 meses, é para ser estimulada com contacto com várias pessoas e bebés, não para ficar sempre com 1 pessoa.

Podes crer... Que sorte há uns anos ser muito mais fácil... No meu caso o principal foi mesmo desconhecimento do status quo, não fazia ideia que era esta luta, e quando me deram na cabeça aos 7njeses fui logo indagar, mas custou-me porque realmente eu sei lá o que vai acontecer até ao parto... Parece que até é jinxar a coisa...agora estou lixada!!

Concordo a 100%, aos 7 meses ainda nem ela tinha nome... Enfim! Beijinhos

Sónia Silva

Sónia S. Silva -
Offline
Desde 21 Set 2021

Gabri escreveu:
Por aqui estivemos igual, increvi-a, ainda grávida de 6 meses, em todas as creches da zona exceto duas porque ficavam no lado oposto ao meu trabalho. Em todas fiquei em lista de espera, uma delas tinha preenchido a última vaga no dia anterior. Precisava de vaga para abril mas só me garantiam para setembro. Acabei por pedir os 3 meses a 25%, é um rombo no orçamento, não é pra todos… Felizmente podia é para mim foi o melhor que fiz, aproveitei a minha princesa até aos 9 meses.
Mesmo assim só consegui vaga a 15 dias de acabar a licença alargada e nesses 15 dias fui fazendo a adaptação à creche. Acabou por ir para uma das que não tinha inscrito, só por um mês (julho) porque nas férias juntam as 3 creches da mesma instituição numa só e depois acabou por ficar nessa que fica a 5 minutos do meu trabalho mas no mês de julho fiz 320km a mais só para levar e buscar a miúda todos os dias.
Pode sempre optar por uma ama até conseguir vaga, não pense no estímulo mas sim que numa ama (de confiança) terá muito mais atenção e mimo. A minha mãe foi ama de uma menina durante 3 anos e ainda hoje a “miúda” com 30 e poucos anos lhe chama baba.

Olá Gabri!! Obrigada pelo teu testemunho.. Bem, que filme!! Não é que não possa pedir alargada, monetariamente até podia apesar do rombo estúpido.. É pq por um lado tb tenho receio de estar tanto tempo longe do trabalho... Sou responsável por uma equipa q agora está sem mim, apesar de estar tudo tratado, mas além disso, o meu contrato termina daqui a 2 anos e meio e numa possível renovação (espero mas sem certeza ) não sei se não me vao penalizar por ter estado muito tempo fora...
A ama tb tenho receio da miúda se apegar demasiado..

Sónia Silva

Gabri -
Offline
Desde 24 Abr 2010

A ama tb tenho receio da miúda se apegar demasiado..[/quote]
Pois se estiver lá muito tempo é possível, se for pouco eles adaptam-se bem.
A minha mãe tomou conta dessa menina até aos 3 anos, depois foi para o infantário, era vizinha de cima por isso nunca se perdeu o contacto. Mas não imagina como foi o primeiro dia que a menina foi para o infantário, a miúda saiu de casa a gritar que queria ir para a babá (a minha mãe), foi um filme a miúda a chorar nas escadas e a minha mãe dentro de casa a ouvi-la e a chorar também…

Sónia S. Silva -
Offline
Desde 21 Set 2021

Gabri escreveu:
A ama tb tenho receio da miúda se apegar demasiado..

Pois se estiver lá muito tempo é possível, se for pouco eles adaptam-se bem.
A minha mãe tomou conta dessa menina até aos 3 anos, depois foi para o infantário, era vizinha de cima por isso nunca se perdeu o contacto. Mas não imagina como foi o primeiro dia que a menina foi para o infantário, a miúda saiu de casa a gritar que queria ir para a babá (a minha mãe), foi um filme a miúda a chorar nas escadas e a minha mãe dentro de casa a ouvi-la e a chorar também…[/quote]

Ui, eu ficava com os meus avós enquanto os pais trabalhavam e no primeiro dia de escola parecia sei lá o que a guinchar agarrada à vedação num berreiro de choro q não queria entrar 😅

Sónia Silva

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

Eu não acho necessariamente mau ao apegarem-de "demasiado". A questão é o processo de transição, mas enquanto estão num sítio quero muito que se apeguem.
Não sou adepta de entrarem num sítio e ficarem lá o máximo de tempo que der, por isso mudam muitas vezes e acho que sempre foram muito apegados.

Sónia S. Silva escreveu:

Gabri escreveu:A ama tb tenho receio da miúda se apegar demasiado..

Pois se estiver lá muito tempo é possível, se for pouco eles adaptam-se bem.
A minha mãe tomou conta dessa menina até aos 3 anos, depois foi para o infantário, era vizinha de cima por isso nunca se perdeu o contacto. Mas não imagina como foi o primeiro dia que a menina foi para o infantário, a miúda saiu de casa a gritar que queria ir para a babá (a minha mãe), foi um filme a miúda a chorar nas escadas e a minha mãe dentro de casa a ouvi-la e a chorar também…


Ui, eu ficava com os meus avós enquanto os pais trabalhavam e no primeiro dia de escola parecia sei lá o que a guinchar agarrada à vedação num berreiro de choro q não queria entrar 😅[/quote]

fmmartins -
Offline
Desde 14 Dez 2016

Sónia, vou partilhar um pouco a minha história para desmistificar a ama. No fim da gravidez fui visitar um berçário e ficou em "águas de bacalhau". Tinha a minha filha 1/2 meses e arranjei uma ama. Decidimos que ia afinal para o infantário e foi, durante um mês (esteve sempre doente, um inferno). Voltei a falar com a ama e ficou com ela dos 6 meses aos 2 anos e meio. A ama levava-a a passear no carrinho pelo bairro para apanhar ar, dormia as sestas tranquilamente sem choros nem barulhos e quando tinha sono, fazia o almoço e dava-lhe sem ter mais 7 crianças para dar, a fralda suja era mudada na hora, eu podia ligar sempre que sentisse vontade, deu-lhe colo e carinho aos montes. A minha filha falou muito cedo, andou cedo e sempre foi muito espevitada. Até hoje lhe chama "tia" e adoram-se.

Votação

Quanto tempo, em média, dura uma consulta com o seu filho no pediatra?