Dar ben u ron para o nascimento dos dentes? Sim ou não | De Mãe para Mãe

Dar ben u ron para o nascimento dos dentes? Sim ou não

Responda
36 mensagens
Ana1416 -
Offline
Desde 29 Mar 2019

Olá.
O meu pequeno está agora com os 4 dentes de cima a sair.
Anda há semanas já dormir mal, sestas noites tudo.
A gente lá foi aguentando até porque era só sono agitado e mais chatinho um bocado.. Normal.
Mas hoje está que só chora agarrado à boca.
É de desesperar..
O pediatra não é muito a favor de dar ben u ron para os dentes.. Diz que só se tiver febre e ele febre não tem..
Mas eu já não sei se não deveria dar.. Ele está claramente com dores..
Gostava de saber a opinião de mães mais experientes ou então alguma dentista.. O que acham?

Ki2017 -
Offline
Desde 01 Ago 2017

eu sempre que os via desconfortaveis dava sim. ajudava a aliviar.
pode tambem dar coisas frescas para ajudar no inchaço da gengiva

CatiaS_S -
Offline
Desde 30 Set 2016

Acho que deve dar sim. Claro, não é para dar sempre nem abusar, mas se vê que o seu filho está claramente com dores dê, ajuda muito a aliviar

Desde 23 Ago 2020

Eu benuron não dei porque não tinha febre e assim, mas na farmacia comprei um gel anestesia te, o que comprei foi o bucagel, mas na farmácia pergunte

Ana1416 -
Offline
Desde 29 Mar 2019

Eu já estou a colocar gel, dou lhe mordedores gelados hoje comecei a dar cammilia não sei se ajuda.. ele apesar de irritado tem se aguentado mas hoje está mesmo demais.. Chora por demais e ele nem é bebé de chorar..

Juliana mids -
Offline
Desde 18 Nov 2020

O que ia sugerir parece que já está a fazer... Resta ter paciência e aceitar que vai andar mais chatinho do que o habitual por uns dias. Além dos mordedores, um pano húmido gelado para ele mordiscar pode ser uma boa alternativa. Também existem massagens que podem ajudar.
Não recomendo benuron.

marlene1987 -
Offline
Desde 13 Out 2019

A pediatra do meu filho diz para dar quando ele estiver com dores. Que prefere que ele ande sem dores e que não e por dar benurom que vem algum mal. Agora o bufen a conversa já e outra só dar mesmo em caso de febre e caso o benurom não esteja a fazer efeito

Ana1416 -
Offline
Desde 29 Mar 2019

Juliana mids escreveu:
O que ia sugerir parece que já está a fazer... Resta ter paciência e aceitar que vai andar mais chatinho do que o habitual por uns dias. Além dos mordedores, um pano húmido gelado para ele mordiscar pode ser uma boa alternativa. Também existem massagens que podem ajudar.
Não recomendo benuron.

Posso perguntar porque não recomenda ben u ron?

fmmartins -
Online
Desde 14 Dez 2016

Olá Ana,
Também cheguei a dar quando via que estava claramente com dores.
As melhoras do bebé!

Ana1416 -
Offline
Desde 29 Mar 2019

marlene1987 escreveu:
A pediatra do meu filho diz para dar quando ele estiver com dores. Que prefere que ele ande sem dores e que não e por dar benurom que vem algum mal. Agora o bufen a conversa já e outra só dar mesmo em caso de febre e caso o benurom não esteja a fazer efeito

Pois eu penso que o ben u ron também é para as dores, quer dizer, se me dói os dentes eu também tomo ben u ron.. Estava também aqui a tentar perceber qual a razão para algumas pessoas dizerem que não é aconselhado

Mama do Martim -
Offline
Desde 29 Mar 2010

Se tem dor dê Benuron. Não é só um antipiretico é também um analgésico.

* Martim * 11-11-2008* 3190g e 49,5cm *
* Valentim * 01-12-2013 * 2160g e 43cm *
* Francisca * 15-07-2016 * 2760g e 46,5cm *

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

Eu dei uma ou outra vez quando via que estava mesmo muito desconfortável e com dores, não dava os dias todos que estiveram a nascer de 8 em 8hs...não vejo o mal que tenha. Se alivia, se fica melhor, se lhes dá conforto, eu dou.

CSNCosta1 -
Offline
Desde 03 Nov 2016

Ej também dava. O meu mais velho quase nem se dava pelos denres nascerem mas o mais novo sofreu pelo dois e sempre que estava agitado, sem largar a boca e chorava eu dava ben u ron e aliviava.

Ana1416 -
Offline
Desde 29 Mar 2019

Obrigada a todas. Ele entretanto lá acalmou um pouco, não sei se será o camillia a fazer efeito.. Aquilo é homeopático não estava com grande fé..
Vou ver como passa a noite mas se ficar novamente com muitas dores dou ben u ron, também não vejo necessidade de o fazer sofrer se o posso aliviar um pouco.

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

Ana1416 escreveu:
Obrigada a todas. Ele entretanto lá acalmou um pouco, não sei se será o camillia a fazer efeito.. Aquilo é homeopático não estava com grande fé..
Vou ver como passa a noite mas se ficar novamente com muitas dores dou ben u ron, também não vejo necessidade de o fazer sofrer se o posso aliviar um pouco.

Esse gel é bom, ao meu também aliviava muito.

marlene1987 -
Offline
Desde 13 Out 2019

Ana1416 escreveu:

marlene1987 escreveu:A pediatra do meu filho diz para dar quando ele estiver com dores. Que prefere que ele ande sem dores e que não e por dar benurom que vem algum mal. Agora o bufen a conversa já e outra só dar mesmo em caso de febre e caso o benurom não esteja a fazer efeito

Pois eu penso que o ben u ron também é para as dores, quer dizer, se me dói os dentes eu também tomo ben u ron.. Estava também aqui a tentar perceber qual a razão para algumas pessoas dizerem que não é aconselhado

Para mim não tem lógica se o benurom alivia as dores não lhes dar. Sempre que está com dores eu dou. Agora tbm não e todos os dias porque os dentes tbm não dores intensas todos os dias...

Juliana mids -
Offline
Desde 18 Nov 2020

Ana1416 escreveu:

Juliana mids escreveu:O que ia sugerir parece que já está a fazer... Resta ter paciência e aceitar que vai andar mais chatinho do que o habitual por uns dias. Além dos mordedores, um pano húmido gelado para ele mordiscar pode ser uma boa alternativa. Também existem massagens que podem ajudar.
Não recomendo benuron.

Posso perguntar porque não recomenda ben u ron?


Não quero ser alarmista mas já que perguntou vou partilhar citações de um livro que estou a ler.
"But in 2008 a team of five scientists led by Stephen Schultz at the University of California, San Diego, published an important study that compared eighty-three cases of children with autism with eighty controls. The study found that children who took Tylenol after getting the measles, mumps, and rubella vaccine were significantly more likely to have autism than children who did not. While the study had several weaknesses—it has a relatively small sample size, it relies on parental recall, and it includes no validation of clinical records to confirm either the autism diagnoses or the use of acetaminophen—the findings were significant. Children given acetaminophen between twelve and eighteen months of age were eight to twenty times more likely to have autism than children given ibuprofen or no pain-killer.
Parents of children who became autistic also reported more side effects following the MMR vaccine, including fever, rash, diarrhea, irritability, and seizures, than parents of children who did not.
Taken alone, this research may not be enough to stop medical professionals and parents from using acetaminophen, which is, after all, an effective pain reliever for many. But considered in the context of other published studies and laboratory research, Schultz’s survey associating acetaminophen with autism should have raised a huge red flag. We know from research conducted in the 1980s on laboratory rats, as well as studies done on other mammals in the 1990s, that acetaminophen—especially in the presence of testosterone—can wreak havoc on living cells, causing mitochondrial disruptions and depletion of glutathione. I tell my patients to think of glutathione as nature’s mop—an essential biochemical that your body needs to bind with toxins and escort them out of your system. For whatever reason, children with autism have been found to have lower glutathione levels." "A recent study by researchers at the University of Massachusetts revealed that autism is much more prevalent in circumcised males than in those who are not circumcised. The researchers don’t suggest that circumcision causes autism but instead point their finger at the pain reliever given to infant boys during the procedure, concluding that a growing body of experimental and clinical evidence links acetaminophen metabolism to autism and related developmental disorders. But perhaps most worrisome is a Danish study of more than 64,000 mothers and children published in April 2014 in the journal JAMA Pediatrics, which found that use of acetaminophen (but not ibuprofen) during pregnancy was associated with significantly higher risks of attention deficit disorders in their offspring. The more acetaminophen mothers took during pregnancy, the more likely it was that their children would have severe attention deficit disorders and hyperactivity." "Acetaminophen has other strikes against it. It is the leading cause of acute liver failure in the United States; at least one meta-analysis and one carefully designed randomized study have found that it is actually not a very effective pain reliever; and it seems to cause liver abnormalities even at proper doses."

Telma Isabel -
Offline
Desde 04 Maio 2010
I Love DMPM

Eu sempre dei quando via que tinham dores
Não vejo sentido em fazê-los sofrer mais do que o necessário. Claro que todos os medicamentos devem ser dados com conta, peso e medida, mas se o bebé está tão desconfortável em não pensava 2 vezes.
As melhoras

7-3-2010 e 12-7-2019...os dias mais felizes da minha vida!
Os meus tesouros nasceram!

Gabri -
Offline
Desde 24 Abr 2010

Juliana mids escreveu:

Ana1416 escreveu:
Juliana mids escreveu:O que ia sugerir parece que já está a fazer... Resta ter paciência e aceitar que vai andar mais chatinho do que o habitual por uns dias. Além dos mordedores, um pano húmido gelado para ele mordiscar pode ser uma boa alternativa. Também existem massagens que podem ajudar.
Não recomendo benuron.

Posso perguntar porque não recomenda ben u ron?

Não quero ser alarmista mas já que perguntou vou partilhar citações de um livro que estou a ler.
"But in 2008 a team of five scientists led by Stephen Schultz at the University of California, San Diego, published an important study that compared eighty-three cases of children with autism with eighty controls. The study found that children who took Tylenol after getting the measles, mumps, and rubella vaccine were significantly more likely to have autism than children who did not. While the study had several weaknesses—it has a relatively small sample size, it relies on parental recall, and it includes no validation of clinical records to confirm either the autism diagnoses or the use of acetaminophen—the findings were significant. Children given acetaminophen between twelve and eighteen months of age were eight to twenty times more likely to have autism than children given ibuprofen or no pain-killer.
Parents of children who became autistic also reported more side effects following the MMR vaccine, including fever, rash, diarrhea, irritability, and seizures, than parents of children who did not.
Taken alone, this research may not be enough to stop medical professionals and parents from using acetaminophen, which is, after all, an effective pain reliever for many. But considered in the context of other published studies and laboratory research, Schultz’s survey associating acetaminophen with autism should have raised a huge red flag. We know from research conducted in the 1980s on laboratory rats, as well as studies done on other mammals in the 1990s, that acetaminophen—especially in the presence of testosterone—can wreak havoc on living cells, causing mitochondrial disruptions and depletion of glutathione. I tell my patients to think of glutathione as nature’s mop—an essential biochemical that your body needs to bind with toxins and escort them out of your system. For whatever reason, children with autism have been found to have lower glutathione levels." "A recent study by researchers at the University of Massachusetts revealed that autism is much more prevalent in circumcised males than in those who are not circumcised. The researchers don’t suggest that circumcision causes autism but instead point their finger at the pain reliever given to infant boys during the procedure, concluding that a growing body of experimental and clinical evidence links acetaminophen metabolism to autism and related developmental disorders. But perhaps most worrisome is a Danish study of more than 64,000 mothers and children published in April 2014 in the journal JAMA Pediatrics, which found that use of acetaminophen (but not ibuprofen) during pregnancy was associated with significantly higher risks of attention deficit disorders in their offspring. The more acetaminophen mothers took during pregnancy, the more likely it was that their children would have severe attention deficit disorders and hyperactivity." "Acetaminophen has other strikes against it. It is the leading cause of acute liver failure in the United States; at least one meta-analysis and one carefully designed randomized study have found that it is actually not a very effective pain reliever; and it seems to cause liver abnormalities even at proper doses."


Tal como é possível ler no excerto o estudo tem demasiados pontos fracos, a amostra do estudo é muito pequena e fala do uso do paracetamol numa situação específica após a toma de uma determinada vacina.
“While the study had several weaknesses—it has a relatively small sample size, it relies on parental recall, and it includes no validation of clinical records to confirm either the autism diagnoses or the use of acetaminophen—the findings were significant.”

Gabri -
Offline
Desde 24 Abr 2010

Ana1416, para mim o que não faz sentido é deixar um bebé sofrer durante dias enquanto não rompem os dentinhos.
Dei 2 ou 3 vezes à minha filha à noite para pelo menos a bebé poder dormir descansada. Se eu não ando com dores de cabeça 2/3 dias sem tomar algo para passar menos deixarei a minha filha sofrer com dores para não lhe dar ben-u-ron.
O próprio médico disse para o fazer, aliás a minha filha tomou paracetamol no primeiro dia de vida porque nasceu com um hematoma na cabeça, se calhar era melhor deixar um recém nascido com dores a dar-lhe paracetamol...

Wind Of Hope -
Offline
Desde 24 Set 2018

O paracetamol (substância ativa do Ben-U-Ron) existe há vários anos no mercado sob a forma de diversos medicamentos e a aprovação destes tem como base ensaios clínicos, randomizados, aleatorizados e controlados. A ciência determina que este medicamento é eficaz e tem um perfil de segurança favorável (se utilizado nas doses indicadas e aprovadas) como antipirético (tirar a febre) e analgésico (tirar as dores).
Os ensaios clínicos, meta-análises, revisões sistemáticas produzem resultados com significado clínico e estatístico. Depois há os vários “estudos”, que não são ciência.
O Ben-U-Ron está indicado também para tirar as dores. É um medicamento sujeito a receita médica (o xarope e os supositórios), pelo que deve ser tomado com indicação médica. Contudo, não existe qualquer motivo para não ser indicada a toma de um analgésico (a uma criança ou adulto) no caso de existir dores.
Quando o meu filho está claramente com dores, dou ben-u-ron.
As melhoras para o seu menino!
Felizmente esta é uma fase que todos passam (dentes) mas não fica na memória dores😅😁

Ana1416 -
Offline
Desde 29 Mar 2019

Bom dia.
Ele felizmente passou melhor a noite.. Penso que o camillia ajudou.
Entretanto acordou bem disposto.
Ele andava irritado mas não demonstrava grandes sinais de dor tirando ontem e realmente hoje já tem os dois dentinhos de fora, faltam mais dois..
Vou ver como ele reage e vou continuar a dar camillia que supostamente pode se dar durante 3 dias a ver se é suficiente para ele ficar mais confortável.
Mas se voltar a ficar claramente com dores vou dar sim, também não vejo necessidade de estar a sofrer e depois de vos ler fico ainda mais descansada em dar se tiver essa necessidade.

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

Eu sou contra a banalizaçäo de medicaçäo mas quando o bebé está claramente em sofrimento, näo vejo mal nenhum em dar paracetamol para aliviar as dores. A minha filha teve alturas em que andava muito chatinha e outras em que estava mesmo miserável. Eu acho cruel deixar o bebé sofrer só porque sim quando temos ao nosso alcance recusrsos para acalmar a dor.
Tu melhor que ninguém saberás avaliar quando é necessário administrar um analgésico.

Ana1416 -
Offline
Desde 29 Mar 2019

Sansa escreveu:
Eu sou contra a banalizaçäo de medicaçäo mas quando o bebé está claramente em sofrimento, näo vejo mal nenhum em dar paracetamol para aliviar as dores. A minha filha teve alturas em que andava muito chatinha e outras em que estava mesmo miserável. Eu acho cruel deixar o bebé sofrer só porque sim quando temos ao nosso alcance recusrsos para acalmar a dor.
Tu melhor que ninguém saberás avaliar quando é necessário administrar um analgésico.

Sim. Também não sou a favor de dar por tudo e por nada.
Por isso mesmo ele está há semanas assim chatinho a dormir péssimamente e nos também claro, e aguentamos.
Mas ontem estava mesmo como nunca vi e ele não é nada um bebé de chorar muito. Os primeiros dois dentes nem senti nasceram foi tranquilo estes e que já está a ser mais complicado.
Só começou ontem a fazer o tal cammilia e parece me que ajudou.. Também já tem os dois dentinhos de fora e os outros dois mesmo a romper.. Pode ser que passe rápido.
Pelo menos hoje tem estado bem disposto..
Se continuar assim perfeito.. Vamos vendo dia a dia como a coisa vai correndo

CatiaS_S -
Offline
Desde 30 Set 2016

Sansa escreveu:
Eu sou contra a banalizaçäo de medicaçäo mas quando o bebé está claramente em sofrimento, näo vejo mal nenhum em dar paracetamol para aliviar as dores. A minha filha teve alturas em que andava muito chatinha e outras em que estava mesmo miserável. Eu acho cruel deixar o bebé sofrer só porque sim quando temos ao nosso alcance recusrsos para acalmar a dor.
Tu melhor que ninguém saberás avaliar quando é necessário administrar um analgésico.

Exactamente. Primeiro tenta-se as formas não farmacológicas (gel, mordedores, frio, colinho, etc). Esgotando isso sim, dar Ben u Ron. É desumano deixar um bebé a sofrer só porque sim

Ana1416 -
Offline
Desde 29 Mar 2019

Ana1416 escreveu:

Sansa escreveu:Eu sou contra a banalizaçäo de medicaçäo mas quando o bebé está claramente em sofrimento, näo vejo mal nenhum em dar paracetamol para aliviar as dores. A minha filha teve alturas em que andava muito chatinha e outras em que estava mesmo miserável. Eu acho cruel deixar o bebé sofrer só porque sim quando temos ao nosso alcance recusrsos para acalmar a dor.
Tu melhor que ninguém saberás avaliar quando é necessário administrar um analgésico.

Sim. Também não sou a favor de dar por tudo e por nada.
Por isso mesmo ele está há semanas assim chatinho a dormir péssimamente e nos também claro, e aguentamos.
Mas ontem estava mesmo como nunca vi e ele não é nada um bebé de chorar muito. Os primeiros dois dentes nem senti nasceram foi tranquilo estes e que já está a ser mais complicado.
Só começou ontem a fazer o tal cammilia e parece me que ajudou.. Também já tem os dois dentinhos de fora e os outros dois mesmo a romper.. Pode ser que passe rápido.
Pelo menos hoje tem estado bem disposto..
Se continuar assim perfeito.. Vamos vendo dia a dia como a coisa vai correndo

Entretanto acabei por não dar ben u ron porque não vi necessidade, ele acabou por melhorar mas sim, se vir que está mesmo muito desconfortável dou.

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

Aqui senti necessidade de dar com o nascimento dos caninos e dos molares, e era especialmente ä noite que a miúda se sentia mais aflita (o que é normal, é quando há menos distracçöes e sentem mais a dor). Penso que durante o dia nunca cheguei a dar paracetamol, só ä noite para a ajudar a dormir.

Steppy88 -
Offline
Desde 22 Set 2016

Mamã,

Dê sim o benuron, de acordo com a dosagem e número máximo de vezes recomendados pelo pediatra conforme o peso. Não deixe a criança com dores, não há mal nenhum em tomar ben u ron. Normalmente nessa idade é em supositório que tem efeito muito rápido e eficaz

Sobre Steppy88

Positivo a 22/9/2016 - DPP: 23/5/2017
Nasceu a AL a 26/5/2017 com 48 cm e 3170 g
Positivo a 15/11/2020 - DPP: 24/7/2021

Steppy88 -
Offline
Desde 22 Set 2016

Mamã,

Dê sim o benuron, de acordo com a dosagem e número máximo de vezes recomendados pelo pediatra conforme o peso. Não deixe a criança com dores, não há mal nenhum em tomar ben u ron. Normalmente nessa idade é em supositório que tem efeito muito rápido e eficaz

Sobre Steppy88

Positivo a 22/9/2016 - DPP: 23/5/2017
Nasceu a AL a 26/5/2017 com 48 cm e 3170 g
Positivo a 15/11/2020 - DPP: 24/7/2021

Steppy88 -
Offline
Desde 22 Set 2016

Mamã,

Dê sim o benuron, de acordo com a dosagem e número máximo de vezes recomendados pelo pediatra conforme o peso. Não deixe a criança com dores, não há mal nenhum em tomar ben u ron. Normalmente nessa idade é em supositório que tem efeito muito rápido e eficaz

Sobre Steppy88

Positivo a 22/9/2016 - DPP: 23/5/2017
Nasceu a AL a 26/5/2017 com 48 cm e 3170 g
Positivo a 15/11/2020 - DPP: 24/7/2021

Steppy88 -
Offline
Desde 22 Set 2016

Mamã,

Dê sim o benuron, de acordo com a dosagem e número máximo de vezes recomendados pelo pediatra conforme o peso. Não deixe a criança com dores, não há mal nenhum em tomar ben u ron. Normalmente nessa idade é em supositório que tem efeito muito rápido e eficaz

Sobre Steppy88

Positivo a 22/9/2016 - DPP: 23/5/2017
Nasceu a AL a 26/5/2017 com 48 cm e 3170 g
Positivo a 15/11/2020 - DPP: 24/7/2021

Outros tópicos relacionados

Indecisa infantario
Olá, estou indecisa em qual infantario por a minha filha, fui ver dois em setubal As Joaninhas ou a Andorinha Nova embora um seja comparticipado as mensalidades sao muito parecidas. Gostaria de saber algumas opniões sobre estes infantarios para...
ama
Olá mamas, tenho duas filhas uma de 5 anos e outra de 12 meses. Desisti de trabalhar para ficar com a minha filha por isso vou tomar conta de crianças pois e algo que adoro. Se precisarem contactem so comecei agora e estou a espera de um menino que...
ofertas na feira de santiago
Ola meninas, hoje fui a feira de santiago (setubal) e estão a oferecer alguns productos da Nestle, no saco vinha um pacote de farinha pepitas de chocolate apartir dos 15 messes (valido ate 02/2012, uma embalaem (dois pacotes)de cereais lacteos de...
o que fazer?
Olá meninas, quero batizar a minha princesa e queria que fosse no proximo mes mas estou com um problema e que não sou batizada. Alguem sabe se eu poderia ser batizada ate ao batizado dela ou como sou adulta tenho que fazer catequese ou algo do...
espaço batizado
Olá, mais uma vez venho pedir o vossa ajuda. Estou a organizar o batizado da minha princesa, iria ser ca em casa até ja começei a comprar as coisas so que a lista de convidados aumentou e tenho receio que nao caibam todos e nao da para excluir...
indecisa
Olá a todas, como ja disse num outro tópico, vou batizar a minha bebecas, sera no dia 18 deste mês. Depois de muito procurar arranjei um espaço, tem tudo incluindo decoração, acontece que agora a minha tia arranjou um outro espaço muito mais barato...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?