Cpcj a perna | De Mãe para Mãe

Cpcj a perna

Responda
29 mensagens
sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Boa tarde meninas, algumas devem se recordar que há pouco tempo fiz queixa na gnr do pai da minha filha por causa de um episódio de violência doméstica, entretanto enquanto as coisas estavam quentes fui p o norte p casa de uma amiga.
Tive de passar o caso p psp de lá, q me indicou uma assistente social p me ajudar no caso, acontece que eu quero voltar para a minha vida, p minha casa voltar a trabalhar, a minha filha crescer com a família e não estar num sítio que não me sinto bem por não conhecer nada nem ninguém não ter trabalho nem com quem fique c a menina p ir trabalhar e na casa de outras pessoas.
Só que a polícia e a assistente social estão constantemente a dar me pressão psicológica que não posso voltar pq se não a cpcj diz que estou a meter a minha filha em risco por considerar inresponsabilidade eu voltar para a minha vida.
Ora o pai dela nunca mais me disse nada nunca mais me chateou apenas pede fotos da menina eu mando ele manda o dinheiro p sustento, porque irei viver presa num local que não quero é por a minha filha em infantários onde nao conheço nada quando posso deixá-la com pessoas de confiança.
Eu tive de vir para aqui uns dias pois o meu avô está em risco de vida e tenho exames p fazer e queriam alegar que eu vinha porque quero voltar p pai da minha filha, como não houve mais discussões acham que quero voltar p ele! Estou mesmo farta disto, alguém me consegue ajudar ??

Anete Silva -
Offline
Desde 06 Fev 2019

Olá! Obviamente que tu é que sabes da tua vida e o que é melhor para ti mas acredito que os conselhos que a polícia e assistente social te estão a dar também devem ter alguma razão de ser, dado o historial pode ser realmente mais prudente teres uma distância física a te separar do pai da tua filha, se estiveres perto ele pode reincidir e tentar vos importunar...
Entendo que te sintas deslocada e longe de casa mas não tens pessoas amigas onde estás? Penso bem no que é melhor para vocês, o mais importante é a vossa paz e não serem importunadas, estranhamos as mudanças mas importante é estarem juntas e podem começar uma vida num lugar diferente.

Milady_ -
Offline
Desde 18 Jun 2014

Depois acontecem as desgraças e dizem que a PSP e CPCJ não fazem nada, quando as pessoas também não seguem os conselhos delas...
Se essas entidades a aconselharam dessa forma, por algum motivo foi. Pense seriamente no que é melhor para a segurança da sua filha e sua.

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

O problema é que eles pensam que o meu caso é igual ao de outras tantas que infelizmente desistem da queixa porque querem voltar para os agressores. Eu tenho vontade de desistir da queixa mas é porque estou farta de estar sempre a ter que relembrar o episódio de ir sempre a polícia e andar com esta gente a seguir-me. Ele não me ameaça não voltou a tentar nada, esteve com a miúda depois disto ter acontecido no posto da polícia não levantou ondas da a pensão, só falta irmos deixar oficialmente definido a regularização paternal.
Eu compreendo a parte deles mas agora até haver um julgamento daqui a 2 anos ou quase isso porque mais cedo não é de certeza vou ter que estar presa a isto? Perdi o emprego por causa disto deram-me chance de voltar, tenho a minha vida parada e isto para mim é pior acredita.

Tyta.B -
Offline
Desde 31 Jul 2015

Eu percebo perfeitamente que queira voltar para onde tem família e amigos. Mas não lhe parece estranho o pai da menina de repente estar tão calmo e cooperante? Eu teria medo, porque acredito que as pessoas não mudam, muito menos em tão pouco tempo.
Seja como for, não me parece que a CPCJ the tire a menina só por voltar para a sua cidade natal. Talvez se voltar mesmo para o pai dela, mas só por voltar para a cidade, não acredito.

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Milady_ escreveu:
Depois acontecem as desgraças e dizem que a PSP e CPCJ não fazem nada, quando as pessoas também não seguem os conselhos delas...
Se essas entidades a aconselharam dessa forma, por algum motivo foi. Pense seriamente no que é melhor para a segurança da sua filha e sua.

Eu não disse nada disso muito pelo contrário ajudaram-me e foram muito presentes ao contrário do que sempre ouvi falar. Estou aqui a expor o meu caso e a minha situação, não estou a desobedecer a nada tanto que não voltarei sem o consentimento deles obviamente, mas este post foi um pedido de ajuda é opinião para quem se calhar já passou por isto ou tem algum conhecimento que me possa ajudar no sentido que referi

Ansha -
Offline
Desde 13 Abr 2016

Ou sharum peço desculpa mas eu acho sinceramente que está a querer florear a situação, o q até acredito q seja normal, mas acho muito estranho este novo comportamento dele. Pense se acha q se precipitou ou se realmente o q aconteceu foi mesmo grave. Relembre esses momentos e chegue a uma conclusão

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Tyta só não acho estranho devido a outras situações que se estão a passar que o fizeram perceber que não valia a pena ele continuar a ser como era. Mas desde que ele não me volte a chatear e respeite o que é definido em relação a nossa filha não me interesa o resto da vida dele, só que lá está, eles pensam que eu quero voltar para ele! Mas não quero! Nem faço questões de nada parecido com isso, simplesmente quero voltar a minha vida e não ser uma prisioneira nem dele nem das consequências do que aconteceu quero esquecer e seguir em frente.
Eu não moro perto dele, e da mesma forma que ele sabe onde é a minha casa na minha cidade natal (que só sabe a rua nem sabe a casa em si) também sabe onde é a casa dessa amiga no Porto pois já lá foi, apenas só teria de se lembrar que eu poderia la estar.
Eu não quero de todo que pensem que estou a ser ingrata é que tantas mulheres que precisavam de ajuda não a têm e eu estou a recusar, mas eu não estou a recusar nada! Simplesmente estou a querer voltar a minha vida da melhor forma que for possível

Ansha -
Offline
Desde 13 Abr 2016

Mas acha q ele vos deixaria em paz?? É q esse tipo de pessoa normalmente não “desiste” assim!

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Ansha escreveu:
Ou sharum peço desculpa mas eu acho sinceramente que está a querer florear a situação, o q até acredito q seja normal, mas acho muito estranho este novo comportamento dele. Pense se acha q se precipitou ou se realmente o q aconteceu foi mesmo grave. Relembre esses momentos e chegue a uma conclusão

Eu percebo o que está a dizer e percebo a polícia como já aqui disse, mas a minha decisão de querer voltar não é por ele estar a ter uma atitude decente, a minha vida não pode se basear nele nem no que aconteceu! Se eu não tivesse tido a oportunidade de ter ido p cima quando isto aconteceu eu teria que ter ficado aqui na mesma...

Ansha -
Offline
Desde 13 Abr 2016

sharum escreveu:

Ansha escreveu:Ou sharum peço desculpa mas eu acho sinceramente que está a querer florear a situação, o q até acredito q seja normal, mas acho muito estranho este novo comportamento dele. Pense se acha q se precipitou ou se realmente o q aconteceu foi mesmo grave. Relembre esses momentos e chegue a uma conclusão

Eu percebo o que está a dizer e percebo a polícia como já aqui disse, mas a minha decisão de querer voltar não é por ele estar a ter uma atitude decente, a minha vida não pode se basear nele nem no que aconteceu! Se eu não tivesse tido a oportunidade de ter ido p cima quando isto aconteceu eu teria que ter ficado aqui na mesma...


Sim, mas com uma pessoa q vos maltratava e q a ameaçou de morte! Se fugiu foi pq na altura achou q era a solução , não?

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Ansha escreveu:
Mas acha q ele vos deixaria em paz?? É q esse tipo de pessoa normalmente não “desiste” assim!

Acredito que sim, apesar do que aconteceu ter sido por uma cena de ciúmes foi numa altura em que se “estava a tentar”, como não vai haver qualquer volta nem tentativas de, acredito mesmo que ele não vai voltar a fazer nada nem vir atrás de mim, e em relação a menina se ele começar a querer discordar se for preciso vai-se a tribunal e pronto, resolve-se de obriga.
A sério não quero mesmo que pensem que o facto de eu querer voltar tem a ver com ele!!

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Ansha escreveu:

sharum escreveu:
Ansha escreveu:Ou sharum peço desculpa mas eu acho sinceramente que está a querer florear a situação, o q até acredito q seja normal, mas acho muito estranho este novo comportamento dele. Pense se acha q se precipitou ou se realmente o q aconteceu foi mesmo grave. Relembre esses momentos e chegue a uma conclusão

Eu percebo o que está a dizer e percebo a polícia como já aqui disse, mas a minha decisão de querer voltar não é por ele estar a ter uma atitude decente, a minha vida não pode se basear nele nem no que aconteceu! Se eu não tivesse tido a oportunidade de ter ido p cima quando isto aconteceu eu teria que ter ficado aqui na mesma...

Sim, mas com uma pessoa q vos maltratava e q a ameaçou de morte! Se fugiu foi pq na altura achou q era a solução , não?


Eu não estava a viver com ele nem teria de ficar com ele, e como disse eu não vivo perto dele.
Eu fui porque tive essa hipótese e na altura pensei que era a solução porque eu precisava de estar longe para me acalmar, tanto que disse logo a polícia quando lá fui que apenas fui mesmo por isso! Nao para ficar lá a viver.

mamagemelar -
Offline
Desde 29 Ago 2011

sharum escreveu:

Ansha escreveu:Ou sharum peço desculpa mas eu acho sinceramente que está a querer florear a situação, o q até acredito q seja normal, mas acho muito estranho este novo comportamento dele. Pense se acha q se precipitou ou se realmente o q aconteceu foi mesmo grave. Relembre esses momentos e chegue a uma conclusão

Eu percebo o que está a dizer e percebo a polícia como já aqui disse, mas a minha decisão de querer voltar não é por ele estar a ter uma atitude decente, a minha vida não pode se basear nele nem no que aconteceu! Se eu não tivesse tido a oportunidade de ter ido p cima quando isto aconteceu eu teria que ter ficado aqui na mesma...

Entao mas se ja voltou qual a duvida???

Fez se luz no meu coracao a 22\11\2010... Rafaela as 00h10m e Fábio as 00h13m..Minhas vidas!!! Amo vos mto mto Afilhada e Madrinha babada da mnh kerida TWINMUMMY!!!mais uma madrinha e afilhada 5* SUSANA CORVOS mais uma afilhada linda. Sara78_98 . madrinha e afilhada da APIPAS querida!!!

Videl86 -
Offline
Desde 18 Jul 2014

mamagemelar escreveu:

sharum escreveu:
Ansha escreveu:Ou sharum peço desculpa mas eu acho sinceramente que está a querer florear a situação, o q até acredito q seja normal, mas acho muito estranho este novo comportamento dele. Pense se acha q se precipitou ou se realmente o q aconteceu foi mesmo grave. Relembre esses momentos e chegue a uma conclusão

Eu percebo o que está a dizer e percebo a polícia como já aqui disse, mas a minha decisão de querer voltar não é por ele estar a ter uma atitude decente, a minha vida não pode se basear nele nem no que aconteceu! Se eu não tivesse tido a oportunidade de ter ido p cima quando isto aconteceu eu teria que ter ficado aqui na mesma...

Entao mas se ja voltou qual a duvida???


Pois, acho que aqui lhe fugiu a boca para a verdade, a mamagemelar percebeu logo!
Eu concordo com a polícia e a assistente social e no seu discurso aqui já dei a entender que acha que ele mudou, mesmo que diga que não quer voltar para ele...só o facto de achar que ele mudou já diz muito. E da minha experiência quanto mais as pessoas sentem necessidade de afirmar algo ("eu não quero voltar para ele") mais provável é que façam o contrário do que sentem necessidade de afirmar.

Sobre Videl86

08 de dezembro de 2014 <3 49,5 cm e 2,920 de amor e doçura <3
13 de dezembro de 2017 <3 47 cm e 2,815 de fofurice e amor <3

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Eu não voltei, como disse eu vim aqui uns dias por causa da situação do meu avô e dos exames médicos que tinha marcado, tenho a viajem de regresso marcada e eles sabem quando vim quando volto e o que vim cá fazer.
Eu não me fugi para verdade nenhuma, eu estou a ser direta no meu discurso e o que estou a descrever é a verdade.
Eu não afirmei que ele mudou, alias pelo contrário, disse que desde que ele não me volte a oportunar tanto me faz como se Me deu se ele continua com a mesma personalidade ou não, desde que não seja p meu lado nem p minha filha... e eu repito várias vezes que não tenho intenções de voltar para ele ou de perdoar ou algo parecido porque levei com altas pressões na polícia e com a assistente que pareciam que queriam a força que eu dissesse que a realidade era essa.
E volto a repetir mais uma vez: eu compreendo a polícia, pois casos desses em que a mulher volta p agressor devem eles assistir às resmas diariamente, e faço questão de repetir que esse não é o meu caso pq realmente não é e não quero que me condicionem também por pensarem isso! Sabendo claro q o motivo óbvio para aconselharem-me a permanecer lá é outro.

Veronica Valente -
Offline
Desde 21 Jun 2019

A CPCJ e a polícia está a fazer o trabalho deles e com certeza querem o melhor pra si e pra menina, pense bem na decisão, ninguém muda do dia pra noite, infelizmente todos os dias nos deparamos com situações tristes, e mais tristes ainda quando engloba crianças, porque são as que mais sofrem!
Faça o que achar melhor, pense bem, eu no seu lugar não voltava atrás.... Como já lhe disse ninguém muda do dia pra noite.
Estamos aqui todas apenas a dar a nossa opinião, tem que saber ouvir o que agrada e o que não agrada! Mas a decisão final é sua, mas pense na sua menina por favor!!!

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Acreditem que eu entendo o que todas estão a dizer e o que tanto a polícia como a assistente dizem! Entendo mesmo e já referi eu não vou voltar enquanto não me derem consentimento para isso e se sentisse que não era seguro voltar eu não voltaria, estivesse o pai dela a querer atacar-me, preso, solto, a colaborar(...) fosse como fosse!
Eu fiz esta publicação com o objetivo de caso houvesse alguém que passou por isto ou tem algum conhecimento me esclarecesse se me podiam realmente tirar a menina por voltar para a minha casa tendo trabalho condições e tudo mais! Óbvio que a hipótese de haver outros desacates estará sempre em cima da mesa, ficasse eu no norte ou no sul, fosse a atitude do pai dela qual fosse.
Mas claramente agradeço os conselhos que todas me deram e acreditem que eu percebo perfeitamente isso. Só quero também que a polícia entenda os motivos de eu querer voltar e que não pensem outras coisas que são o normal de se ouvir

Sansa -
Offline
Desde 18 Jan 2018

Sharum, tens de pensar na tua filha! É a prioridade número 1na tua vida. Uma mãe que queira proteger a sua filha de um pai com um temperamento agressivo, não se importa de recomeçar de novo, se isso significa a segurança da menina e a sua própria segurança. Queres arriscar a deixar a menina sem mãe? És nova e podes começar uma nova vida, arranjar um emprego novo, amigos novos.
Tenho me lembrado de ti, e fico aliviada por saber que estão bem e que estão a ser acompanhadas. Não deites tudo a perder! Pensa na tua filha. Lembra-te que ele te deu chapadas com a menina ao colo. Pensa nessa imagem.

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Olá sansa! Obrigada como sempre pelos conselhos !!
Eu sei disso tanto que se eu visse que seria perigoso voltar ou se me quiserem tirar a menina por voltar óbvio que não volto... a minha filha está sempre em primeiro lugar...

SK. -
Offline
Desde 14 Ago 2012

Não creio que retirem a criança por voltar para casa, só se fosse viver com ele.
Na minha opinião, que vale o que vale, o problema não reside em voltar para ele, o problema é estarem perto de um agressor instável. Estas pessoas não mudam, ponto. Até podem estar a passar por situações difíceis e acalmarem mas no fundo permanecem iguais e mais tarde ou mais cedo retornam ao que sempre foram: agressores. E se a sharum um dia, daqui a meses ou anos, voltar a ter um relacionamento e numa crise de ciúmes o seu ex faz alguma atrocidade? Se for viver para perto dele é impossível esconder estas coisas. É tão, mas tão frequente ouvirem-se notícias de homens dos quais "ninguém esperava" e que de repente matam a mulher e os filhos, quanto mais um que já tem antecedentes de agressão. E é por estes casos serem frequentes que as entidades envolvidas têm esse discurso. É comum dizer-se que é fácil falar quando estamos de fora da situação mas neste assunto eu não tenho a menor dúvida: se fosse comigo recomeçava uma vida nova noutro lugar. E nem era na casa da amiga... se o meu filho estivesse em risco ia para uma cidade onde não conhecesse ninguém e recomeçava do zero. A família vai-se visitando, com os amigos mantém-se contacto e arranjam-se novos. O pai poderia ver o filho mas seria eu a levá-lo, sem nunca referir onde estava ou pormenores da minha vida pessoal. Nem que tivesse de mudar de país. Por muito difícil que fosse, a segurança do meu filho está acima de tudo. Mas pronto, se calhar até sou eu que sou extremista e tenho um pouco a mania da perseguição.

Ansha -
Offline
Desde 13 Abr 2016

Eu acho é que uma pessoa para tomar a atitude que tomou, é pq era uma situação grave e séria..... e agora, parece q de repente tudo mudou! Como se fosse possível!? Não, não é! Isso não funciona assim.
Não estou a dizer que queira voltar pq até acredito que não queira, mas acho é q ele não vos vai largar

Ana Maria Costa1 -
Offline
Desde 01 Fev 2019

Isto são as entidades competentes a fazer o trabalho delas e ainda bem que assim é , se não o fizessem estaríamos aqui a criticá-los por isso. Claro que não deixa de ser injusto que seja a vítima a ter de fugir, deixar a sua casa e a sua vida mas é o que temos ( enquanto a legislação não mudar e se pensar nestas situações de outra perspectiva). Agora faça assim que puder a regulação dos direitos parentais e pense na vossa segurança.

Marina4 -
Offline
Desde 15 Maio 2016

Viver no porto, em Lisboa, Sintra, Faro, o que importa desde que estejam seguras!??
Você parece daquelas pessoas que não sabe viver sem dramas. Siga os conselhos de profissionais, procure emprego, uma ama, uma casa, enfim tudo como qualquer pessoa que recomeça a vida tem de fazer. Não é fácil, mas é necessário.

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Eu fiz este post como disse para caso houvesse alguém que tivesse algum conhecimento que me pudesse ajudar na situação.
Agradeço de coração todos os conselhos aqui dados como me deram noutros posts muitas meninas que aqui comentaram, mas também há coisas desnecessárias de serem ditas por generalizarem a situação.
A quem falou de coração o meu sincero obrigada mais uma vez !!

Cat Chloé -
Offline
Desde 30 Mar 2011

Fale com as entidades que a estão a acompanhar e diga isso, que quer voltar a viver onde antes estava devido à necessidade de apoio familiar. Apenas lhe digo uma coisa: até pode ter que ir à polícia todos os dias, dia sim dia não, mas nunca retire a queixa contra ele. É a pior coisa que se pode fazer numa situação destas, independentemente de achar que ele já mudou. Pode ter mudado ou não, apenas pode estar a dissimular! Nunca faça isso. É um erro que pode vir a ter consequências bem graves!

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Obrigada cat! Já não é possível retirar a queixa desde que a violência doméstica se tornou um crime público, e não iria retirar a queixa por umas meras palavras ou gestos, até isto chegar a tribunal vai demorar muito tempo imfelizmente por isso se ele quiser mesmo se tornar homem tem tempo disso se for a fingir o problema é dele que vai sofrer mais, se não for permitido não volto claro, ou se notasse perigo também não regressava, mas obrigada! ❤️

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Obrigada cat! Já não é possível retirar a queixa desde que a violência doméstica se tornou um crime público, e não iria retirar a queixa por umas meras palavras ou gestos, até isto chegar a tribunal vai demorar muito tempo imfelizmente por isso se ele quiser mesmo se tornar homem tem tempo disso se for a fingir o problema é dele que vai sofrer mais, se não for permitido não volto claro, ou se notasse perigo também não regressava, mas obrigada! ❤️

sharum -
Offline
Desde 21 Maio 2018

Obrigada cat! Já não é possível retirar a queixa desde que a violência doméstica se tornou um crime público, e não iria retirar a queixa por umas meras palavras ou gestos, até isto chegar a tribunal vai demorar muito tempo imfelizmente por isso se ele quiser mesmo se tornar homem tem tempo disso se for a fingir o problema é dele que vai sofrer mais, se não for permitido não volto claro, ou se notasse perigo também não regressava, mas obrigada! ❤️

Outros tópicos relacionados

Ritmo cardíaco do bebé
Hello meninas. Ontem fui fazer registo e fiquei preocupada (mãe sofre), o ritmo cardíaco do meu bebé não estava "normal". e a médica mandou-me repetir à tarde no fim do almoço fiquei logo alarmada e com receio, á tarde repeti e o médico disse-me que...
PERCENTIL DO BEBÉ ÁS 31 SEMANAS
Meninas estou com uma dúvida, ontem fiz a eco das 31 semanas e a médica disse-me que o meu bebé é pequenino, têm percentil 5 e têm cerca de um quilo e meio, dentro de 15 dias irei farei nova eco, para vêr a evolução do bebé. Fiquei preocupada, como...
Saida do tampão mucoso as 33 semanas
Boa tarde meninas O que me traz hoje por cá é uma duvida. No dia 4 saiu-me um bocadinho de tampão mucoso de cor caramelo, no dia 5 (domingo de Pascoa) saiu-me mais um bocado desta vez enorme de tampão mucoso de cor caramelo tendo que me limpar 2...
Tampão mucoso às 34 semanas
Olá mamãs! Estou com 34 semanas e um dia. Ontem pareceu-me que estava a começar a perder o tampão mucoso. Mas foi só um bocadinho. Hoje de manhã voltou a sair mais um pouco. Será caso para ir ao hospital? Há quem diga que a bebé vai nascer prematura...
Tampão mucoso??
Bom dia a todas as mamãs. Hoje início as 35 semanas mas desde ontem que tenho andado com algumas dores no fundo das costas e uma ligeira pressão na virilha direita também já à alguns dias. Até aqui tudo ok, já faltam poucas semanas pensei eu. Esta...
Tampão mucoso
Olá meninas boa noite! Gostaria de tirar uma duvida,estou grávida de 37 semanas e queria saber se sempre q perdemos o tampão mucoso ou de muco sai um pouco de sangue junto. Pode nao sair sangue? Bjinhus

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?