Como superar a morte do meu bebé | De Mãe para Mãe

Está aqui

Como superar a morte do meu bebé

Responda
163 mensagens
silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

Preciso de ajuda perdi o meu bebé com 1 mês e 20 dias e não aguento a dor que sinto dentro de mim a saudade é imensa o vazio da casa e o silêncio é de morte, só me apetecia desaparecer para sempre. A única coisa que ainda me mantem cá é a minha filha que faz este mês 9 anos. Não consigo entender porque o meu bebé morreu porque ele era perfeito e dum dia para o outro adormeceu de madrugada e já não acordou, não dei por nada e isso destrói-me por dentro. Porquê que não dei fé e se ele ficou aflito com alguma coisa e eu não me apercebi? Porquê que não acordei mais cedo e se calhar hoje tinha aqui o meu Martim comigo. Agora estou num vazio numa escuridão e solidão tão grande e não há como sair daqui deste buraco, eu nem queria sair por mim era melhor morrer e assim acabava o meu sofrimento. E estou completamente só nesta dor, preciso de ajuda para não acontecer o pior e a minha filha ficar sem a mãe também. Desculpem o desabafo mas esta dor é a maior dor que podemos passar na vida porque ter que enterrar um filho não é natural.

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

Patrícia C Silva -
Offline
Desde 15 Mar 2016

Boa noite, sinceramente nem sei que lhe diga, pois sei que nada do que possa dizer, amenizará a sua dor Triste
Fiquei muito triste ao ler o seu post, nem consigo imaginar tamanha dor!
Lamento muito o que lhe aconteceu!
Posso apenas deixar um enorme beijinho e desejar-lhe muita força e lembre-se que a sua pequenina precisa muito de si.
Se quiser falar e se sentir à vontade estou por aqui.

Beijinhos mamã guerreira!

Submetido por Patrícia C Silva em Dom, 16/10/2016 - 22:55
Di Pa -
Offline
Desde 28 Maio 2014

Muita força e procure ajuda especializada. Centre-se na sua Lara, que precisa muito da mamã.
Um beijinho de apoio e lembre-se: não está só!

Beijinho

Submetido por Di Pa em Dom, 16/10/2016 - 23:04
Sobre Di Pa

Di Pa

bolas_e_bolinhas -
Offline
Desde 31 Mar 2012

Nem consigo imaginar tamanha dor!
Sinto muito mamã Triste
Procure ajuda especializade e lembre se que a sua filha precisa muito de si!

Submetido por bolas_e_bolinhas em Dom, 16/10/2016 - 23:10
Desde 10 Jan 2016

Olá mama. Não existe nenhuma palavra para a consolar neste momento, a não ser, o meu pensamento positivo e dar uma força especial neste momento pelo qual nenhum pai deveria passar. Um conselho, e por mais que não lhe apeteça: saia de casa com a sua Lara e distraia-se, passeie com ela, ela vai precisar muito de si e a SilviaIsabel dela, vão se ajudar mutuamente. Beijinhos e muita força Grande abraço

Submetido por Fátima Pinto Alves em Dom, 16/10/2016 - 23:18
SaraS. -
Offline
Desde 13 Out 2015

Mamã acredite não está só, o seu bebé há de estar sempre consigo, nunca se culpe porque há coisas neste mundo tão mas tão injustas, que infelizmente por vezes não podemos mudar. Lembre se da sua menina que precisa tanto de si e procura uma ajuda para pelo menos tentar lidar com as coisas. Eu imagino que custe muito, que apeteça desistir, tudo e mais alguma coisa...mas não é solução. Chora deite tudo para fora, vai fazer lhe bem mas nunca se esqueça da sua menina e apoie se na sua família, pai do seu filho que tbm deve estar mal, nos seus amigos e todos que a rodeiam. E estamos sempre aqui disponíveis caso precise de alguma coisa, nem que seja só para desabafar...um abraço bem apertado! Muita força Triste

Submetido por SaraS. em Dom, 16/10/2016 - 23:27
Jessica Piedade -
Offline
Desde 28 Dez 2015

Não consigo imaginar tal sofrimento :'(
Muita força
Beijinhos

Submetido por Jessica Piedade em Dom, 16/10/2016 - 23:57
Carolina Marques16 -
Offline
Desde 23 Mar 2014

Lamento muito muito... Esse sentimento nenhuma mãe deveria sentir!! Sempre tive muito medo da morte súbita ( não sei se foi o caso) mas o mais importante, e por mais difícil que seja, é saber que não é culpada por esta tragédia, e tentar lidar com a dor pela sua filha que precisa muito de si...

Submetido por Carolina Marques16 em Seg, 17/10/2016 - 00:19
Diana Isabel Silva -
Offline
Desde 28 Set 2014

Estou sem palavras. É sem dúvida nenhuma a dor maior, o pior dos receios de qualquer mãe/pai. Infelizmente aconteceu-lhe a si, mas podia ter acontecido a qualquer um de nós. A procura dos porquês e a culpabilização são processos normais, mas que com o passar do tempo tendem a diminuir.
Devem ter-lhe dito que o seu bebé teve morte súbita, e explicado que ninguém tem culpa de um desfecho destes. Claro que estas explicações de nada servem, pois não acalmam a sua dor.
O que lhe posso dizer é que tudo ainda é muito recente, e que precisa fazer o luto do seu bebé leve o tempo que demorar. Nunca esquecerá o que aconteceu, mas saberá viver com essa perda e sobretudo aprenderá a aceita-la. Procure ajuda num psicólogo, numa associação de pais que passaram pelo mesmo.... Foque-se na sua filha, que também deve estar a sofrer por ter perdido o irmão e por ver a mãe em tamanho sofrimento. Já que infelizmente teve que passar por tudo isto, tente agora aproveitar o tempo com a sua filha da melhor forma possível, invista nela, pois é ela agora que está aí consigo e que precisa de si.
Acredite que um dia vai conseguir sair desse buraco negro e ser muito feliz com a sua menina.

Muita força e coragem!
Beijinho

Submetido por Diana Isabel Silva em Seg, 28/11/2016 - 21:33
AAKV -
Offline
Desde 30 Abr 2014

Não existem palavras para acabar com a sua dor Triste não consigo imaginar o q está a passar.. só quero dizer que estou aqui pra lhe dar força e se quiser desabafar estamos todas cá para lhe "ouvir" querida. Muita muita força e agarrece há sua menina que precisa muito de si.
Um beijinho muito grande.

Submetido por AAKV em Seg, 17/10/2016 - 01:58
Sobre AAKV

Não existe amor maior na vida...
Amo-te tanto filha ❤

NMFC -
Offline
Desde 27 Jan 2014

Minha querida, não posso imaginar tal sofrimento. Procure ajuda especializada, fale com a sua família se puder, com alguma amiga de confiança. Tem direito a fazer o seu luto! Chore e sofra o que tem que chorar e sofrer mas lembre-se que tem que honrar os seus filhos! E honrar os filhos é continuar em frente!
A sua filha vai ter em si um exemplo de coragem e determinação. Um dia, quando ela crescer, vai olhar para si com admiração porque a mãe é uma grande mulher que soube superar o que de pior pode acontecer na vida.
Tente contrariar a vontade de se fechar e saia para caminhar um bocadinho... vá a uma praia, um jardim, um sitio calmo para espairecer e respirar ar puro! Se acredita em Deus peça-lhe ajuda!
O que aconteceu com o seu bebé não está ligado a alguma coisa que fez ou deixou de fazer, mamã. Não se culpe de nada, porque não há culpas a atribuir nesta situação. Tem uma anjinha que precisa de si e tem um anjinho no céu a torcer por vocês!!
Muitos beijinhos mamã!

Submetido por NMFC em Seg, 17/10/2016 - 06:52
mamã_xuana -
Offline
Desde 28 Out 2015

Não sei o que dizer ... que Deus vos ajude a ultrapassar e lhe dê muita força.agarre se à sua menina. Mil beijinhos e um Xi apertado..

Submetido por mamã_xuana em Seg, 17/10/2016 - 07:24

Visitem a minha loja estou sempre a colocar novidades! Vendo tudo novo ou como novo super barato para desocupar!!
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/mam%C3%A3_xuana

Ines S.P -
Offline
Desde 04 Mar 2015

muita força mama! passei por parecido. perdi um bebe com 24 semanas.. é duro! procure um psicologo. muiita força e um grande abraço

Submetido por Ines S.P em Seg, 17/10/2016 - 08:00
Sobre Ines S.P

Inicio dos treinos em Outubro de 2013
Positivo a 18/02/2015 <3
03/03/2015 Dois sacos <3
30/03/2015 Só estava um saco Triste Filho te amo muito <3
26/06/2015 IMG- o meu menino partiu para o céu ás 24 semanas Triste
Kévin e bebé A meus grandes amor <3 Duas estrelinhas que nunca vão parar de brilhar Triste

Cuquiti -
Offline
Desde 09 Fev 2015

Querida mamã,

Nesta altura o meu coração está junto ao seu... gelei por completo ao ler as suas palavras e as lágrimas escorrem.
Tudo o que possa dizer vai soar sempre a pouco. Não existem palavras para a consolar.
Resta-me dizer que estarei sempre aqui para a acarinhar assim como as outras mamãs.
Mamã o seu Martim está no céu a olhar por si e pela maninha tenho a certeza que não quer ver a mãe assim... tem de procurar ajuda pois a princesa Lara está a precisar muito de si ela também deve estar a sofrer e muito pois tenho uma menina quase da mesma idade e sei como é, ela precisa muito de si e a mamã dela.
Só me apetece abraçá-la... Triste muita força mamã, procure um psicólogo, agarra-se à sua menina e não se isole, tente passear, conversar.
Como muitas mamãs disseram e bem aos poucos a dor e magoa vão diminuindo agora ainda é tudo muito recente.
Lembre-se que não está sozinha, tem aqui muitos ombros para desabafar. E mais importante não se culpabilize infelizmente é algo que a a mamã não pode controlar.

Um grande beijinho e um xi-❤️️ muito apertadinho.

Submetido por Cuquiti em Seg, 17/10/2016 - 08:59
vsilva0211 -
Offline
Desde 30 Mar 2014

Nao imagino tamanha dor mamã... um grande beijinho e muita força!

Submetido por vsilva0211 em Seg, 17/10/2016 - 09:49

*POSITIVO a 12/08... Pequenina/o a caminho =)
**Eco 1º T: 15/10... vem aí um principezinho!
***Eco 2º T 15/12... "Tudo aparentemente normal" 497gr de gente =)
****Eco 3º T 16/02... Guga no percentil 70! 1925gr de gente =)
*****Nasceu o amor da minha vida a 15.04.2016!!!

Samandy -
Offline
Desde 09 Abr 2009

Minha querida, nem sei o que te dizer.. é a pior dor que alguém pode sentir :,( desejo-te muita força! Pensa principalmente na tua filha, ela não pode ficar sem mãe. Imagina a dor que lhe ias causar? Ela ia sentir o mesmo que estás a sentir neste momento. Agarra-te a ela com todas as forças! Um grande beijinho nem sei o que te dizer Confuso

Submetido por Samandy em Seg, 17/10/2016 - 10:54
Baby2010 -
Offline
Desde 23 Abr 2009

Muita força e muita coragem!
Não há palavras perante tamanha perda Triste

Apezar de não nos conhecermos estarei aqui para o que precisar mais que não seja para a ouvir!

Um abraço do tamanho do mundo!

Submetido por Baby2010 em Seg, 17/10/2016 - 12:57
Sobre Baby2010

20 De Julho 2011 conheci o meu bem mais precioso NASCEU o meu Rodrigo*
01 De Fevereiro 2014 conheci a princesa dos meus sonhos NASCEU a minha Diana*

Desde 13 Set 2012

Olá mamã Sílvia...

Palavras, sejam elas quais forem, são apenas palavras. Não vão reduzir a sua dor nem fazê-la reerguer-se dessas cinzas... mas não, não stá sozinha. A sua lara conta consigo...

Não se martirize com uma cupa que não lhe pertence... provavelmente foi o SMSI que de vez em quando ataca e leva o bebé de alguém... Surge traiçoeiro, em silêncio e age tão suberrepticiamente a ponto de deixar tudo como estava antes, sem qualquer sinal de que algo não está normal. É assim mesmo e a sua culpa é nula... sei que nada disto lhe trará o martin de volta, mas se esquecer a culpa que a corroi por dentro, talvez consiga deixar que a ajudem... não poderei ser eu nem a maioria das mamãs daqui, pois nesta fase creio que uma juda especializada já se torna urgente... procure grupos de interajuda, partilhe a sua experiência com outras mães e pais que passaram por drama semelhante. Às vezes falar e falar e falar, mesmo que não mude a história, muda a forma como a encaramos...

A sua Lara tem 9 anos, precisamente a idade que tinha a minha filha quando lhe dei um mano. Nesta fase a sua Lara já tem consciência das coisas... das boas e das más, embora não seja ainda completamente capaz de racionalizar a perda do mano. Há muitos porquês que ela não verbaliza e também se pode sentir culpada, embora isto não faça muito sentido racionalmente. Ajude-se a si própria para que possa ajudar a sua filha...

Não se esqueça: o inverno não dura para sempre; vai haver um momento em que o Sol conseguirá romper a camada espessa de núvens, ainda que muito provavelmente nunca mais fique totalmente azul; pelo menos para si, haverá sempre algo no céu... algo especial que ninguém mais conseguirá ver mas você sim...

Um beijo enorme...

saiba ainda completamente é uma idade em que ela já tem consci

Submetido por Sónia Maria Santos em Seg, 17/10/2016 - 13:47

SMSantos

silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

Obrigada de coração a todas pelas palavras de força e apoio. Vou tentar arranjar um psicólogo para mim e outro para ela porque estamos a precisar de deitar tudo para fora. É tão difícil pensar nas coisas que poderia estar a fazer e a viver com o meu menino e nunca as vou viver ...

Submetido por silviaisabel em Seg, 17/10/2016 - 14:15

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

Carol90 -
Offline
Desde 03 Out 2016

Silviaisabel, de certo que já lhe disseram que é uma coisa natural, por muito ridículo que possa parecer.
O que é certo é que a medicina ainda não tem resposta para tudo, muito menos para a morte súbita em bebés. O seu bebé cumpriu aquilo para que estava destinado: aumentar e fortalecer o sentimento de amor que possa existir dentro de si.
O Martim deixou em si a missão de o representar neste mundo e de honrar a sua memória. Faça isso!
Mas respeite, sobretudo, o seu luto. É saudável e um passo para que a recuperação possível aconteça. Parece impossível e vai ser uma ferida que não vai fechar. Vai sim, tornar-se parte de si e vai aprender a conviver com isso. Vai fazer de si uma mulher ainda mais guerreira porque precisa disso para acompanhar de uma forma justa a Lara.
Procure acompanhamento psicológico. Por sim, pela sua família, pela Lara, pelo Martim.
Muita força e coragem. Beijinho enorme!

Submetido por Carol90 em Seg, 17/10/2016 - 15:54
Maggy_MC -
Offline
Desde 13 Nov 2013

Um beijinho muito grande no coração.
Não se imagina dor maior.
Sim procure um psicológico para ajudar. E se acreditar faça reiki que ajuda muito na parte emocional.
Existente também uma associação de pais que perderam seus filhos, penso que será uma boa ajuda psicológica ouvir pessoas que passaram a mesma dor.
Infelizmente a vida prega-nos umas rasteiras duras. Temos de reagir. Pense na sua filhota também ela tão pequena a precisar de uma mãe.

Submetido por Maggy_MC em Seg, 17/10/2016 - 16:20
Sobre Maggy_MC

POSITIVO 23/05/2015 Espertalhão
É uma linda menina 13/08/2015
Dia mais feliz da minha vida 16/01/16
Clarinha, obrigado por nos teres escolhido para sermos os teus papás <3

silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

Carol90 escreveu:
Silviaisabel, de certo que já lhe disseram que é uma coisa natural, por muito ridículo que possa parecer.
O que é certo é que a medicina ainda não tem resposta para tudo, muito menos para a morte súbita em bebés. O seu bebé cumpriu aquilo para que estava destinado: aumentar e fortalecer o sentimento de amor que possa existir dentro de si.
O Martim deixou em si a missão de o representar neste mundo e de honrar a sua memória. Faça isso!
Mas respeite, sobretudo, o seu luto. É saudável e um passo para que a recuperação possível aconteça. Parece impossível e vai ser uma ferida que não vai fechar. Vai sim, tornar-se parte de si e vai aprender a conviver com isso. Vai fazer de si uma mulher ainda mais guerreira porque precisa disso para acompanhar de uma forma justa a Lara.
Procure acompanhamento psicológico. Por sim, pela sua família, pela Lara, pelo Martim.
Muita força e coragem. Beijinho enorme!

Ainda não sei o que lhe aconteceu, estou á espera do resultado da autopsia.

Submetido por silviaisabel em Seg, 17/10/2016 - 18:04

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

Danb -
Offline
Desde 11 Nov 2015

chorei a ler este post Triste
nem imagino a sua dor nem pelo que a sua família está a passar..
só vim aqui para lhe dizer que não se pode culpar, isso nunca! nenhuma mãe merece passar pelo que está a passar, e compreendo que pense, neste momento, que poderia ter feito algo, mas se foi a morte súbita não há nada que possa ter feito Triste

Tem de se apoiar nas pessoas mais próximas e nunca esquecer a sua menina que vai precisar de si agora mais do que nunca.. Não desista da vida porque ainda tem muito que a "prende" aqui, principalmente a sua filha que, como já lhe disse, precisa de si e vai sempre precisar..

Aqui pode sempre desabafar e procurar um ombro amigo mas procure sim mais ajudas e apoios..

Muita força e coragem mamã! estamos aqui para a apoiar sempre que precisar!
Um beijinho muito grande!

Submetido por Danb em Seg, 17/10/2016 - 19:46
EM_NS -
Offline
Desde 17 Jul 2014

Não tenho palavras, nem consigo imaginar uma dor maior que a sua. Um beijinho e muita força. Espero que encontre a seu tempo a paz de espírito que lhe permita continuar em frente.

Submetido por EM_NS em Seg, 17/10/2016 - 22:57
underthewater -
Offline
Desde 14 Mar 2014

Todos nascemos com uma certeza na vida...a de que vamos morrer! Não sabemos nem como nem onde e muitas vezes nem porquê! Mas sabemos que os que ficam sofrem pois a ausência física da pessoa amada dói! Dói muito! E é de lágrimas nos olhos que lhe digo que sinto muito que tenha perdido o seu menino. Sinto que, enquanto família estejam a passar por tamanha dor.
Falem com um psicólogo sim, a sua cabeça deve estar a mil e a dos seus também. Ficam sempres muitos porquês, muitos ses por responder, mas, e sei que agora não vê soluções muito positivas para os caminhos a escolher, mas com o tempo vão ver que a vida tira, mas também dá! Que afinal andamos todos cá por um tempo limitado.
Amem-se muito, demonstrem o amor que sentem uns pelos outros e pelo Martim, que faz parte de cada um de vós.
Não levamos nada desta vida a nao ser o que vivemos, as memórias e os sentimentos! Encontrem a vossa paz! E, sejam felizes sempre com o Martim no coração, pois é la que ele vai estar para sempre!

Submetido por underthewater em Ter, 18/10/2016 - 10:21
Taniapedro0405 -
Offline
Desde 12 Jan 2013

Não consigo imaginar tamanhaa dor...Mas uma coisa tenho a certeza, que deu tudo pelo sei filho, e fez tudo o que podia por ele. Infelizemente estas istuações acontecem, não deviam, é contra natura mas infelizmente acontecem... Cerá concerteza um anjinho que estará no céu a olhar por vcs. Tenho uma situação familiar parecida, o meu marido perdeu a irmã num acidente com 11 anos e já se passou mais de uma decada, não se esquece, a dor vai-se tranformando...Eles passam a viver no nosso coração. Muita força para si e para os seus. Aqui fica a minha solidariedade e o meu carinho.
Força.

Submetido por Taniapedro0405 em Ter, 18/10/2016 - 12:52

***Mãe de 1ª Viagem***Inicio dos treinos em Janeiro de 2014***Positivo a 24 de Março de 2014*** DPP 27 de Novembro 2014*** O meu Piratinha nasceu a 05 de Dezembro de 2014 Espertalhão
Tania Campos

silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

Danb escreveu:
chorei a ler este post Triste
nem imagino a sua dor nem pelo que a sua família está a passar..
só vim aqui para lhe dizer que não se pode culpar, isso nunca! nenhuma mãe merece passar pelo que está a passar, e compreendo que pense, neste momento, que poderia ter feito algo, mas se foi a morte súbita não há nada que possa ter feito
Tem de se apoiar nas pessoas mais próximas e nunca esquecer a sua menina que vai precisar de si agora mais do que nunca.. Não desista da vida porque ainda tem muito que a "prende" aqui, principalmente a sua filha que, como já lhe disse, precisa de si e vai sempre precisar..
Aqui pode sempre desabafar e procurar um ombro amigo mas procure sim mais ajudas e apoios..
Muita força e coragem mamã! estamos aqui para a apoiar sempre que precisar!
Um beijinho muito grande!

Coração despedaçado

Submetido por silviaisabel em Ter, 18/10/2016 - 12:59

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

Taniapedro0405 escreveu:
Não consigo imaginar tamanhaa dor...Mas uma coisa tenho a certeza, que deu tudo pelo sei filho, e fez tudo o que podia por ele. Infelizemente estas istuações acontecem, não deviam, é contra natura mas infelizmente acontecem... Cerá concerteza um anjinho que estará no céu a olhar por vcs. Tenho uma situação familiar parecida, o meu marido perdeu a irmã num acidente com 11 anos e já se passou mais de uma decada, não se esquece, a dor vai-se tranformando...Eles passam a viver no nosso coração. Muita força para si e para os seus. Aqui fica a minha solidariedade e o meu carinho.
Força.

Choramingas

Submetido por silviaisabel em Ter, 18/10/2016 - 13:00

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

underthewater escreveu:
Todos nascemos com uma certeza na vida...a de que vamos morrer! Não sabemos nem como nem onde e muitas vezes nem porquê! Mas sabemos que os que ficam sofrem pois a ausência física da pessoa amada dói! Dói muito! E é de lágrimas nos olhos que lhe digo que sinto muito que tenha perdido o seu menino. Sinto que, enquanto família estejam a passar por tamanha dor.
Falem com um psicólogo sim, a sua cabeça deve estar a mil e a dos seus também. Ficam sempres muitos porquês, muitos ses por responder, mas, e sei que agora não vê soluções muito positivas para os caminhos a escolher, mas com o tempo vão ver que a vida tira, mas também dá! Que afinal andamos todos cá por um tempo limitado.
Amem-se muito, demonstrem o amor que sentem uns pelos outros e pelo Martim, que faz parte de cada um de vós.
Não levamos nada desta vida a nao ser o que vivemos, as memórias e os sentimentos! Encontrem a vossa paz! E, sejam felizes sempre com o Martim no coração, pois é la que ele vai estar para sempre!

Obrigada,bjs

Submetido por silviaisabel em Ter, 18/10/2016 - 13:01

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

MariAndre -
Offline
Desde 24 Jun 2014

Silvia sinto muito a tua perda (desculpa o tu mas é mais fácil escrever assim).
No post acima vejo k disseram palavras sábias e k pouco posso dizer.
Posso te partilhar a minha história. Perdi dois meninos gémeos ás 23 semanas de gravidez e passei por um parto natural. Já passaram 2 anos e a dor é muita, mas o desejo de ser mãe e pai era muito grande para nós e agora temos o nosso Dinis com 8 meses k é a nossa grande alegria.
Tu tens a tua menina que tb está a sofrer com a perda do mano, decerto ela tb o desejou mt (tive o meu mano qd tinha 8 anos e era algo k eu desejava imenso). É um momento de luto em familia, falem os 3 e ouçam a dor de cada um. Os 3 têm de se apoiar, são uma familia, uma familia que sofre, mas que de cerrteza voltarão a ter alegrias, assim o desejo do fundo do coração.

A nós foi mt importante o apoio psicológico, ainda hoje tivemos consulta e é smpre um momento de reflexão e de ouvir um ao outro (vamos à consulta como casal smp).

vem smp falar o que precisares e quiseres, estamos aqui umas pras outras seja nos momentos bons ou menos bons Beijinho

Submetido por MariAndre em Ter, 18/10/2016 - 14:19
Sobre MariAndre

dps d perder os nossos meninos gémeos verdadeiros(17-09-2014 c 23s) fruto d gravidez espontânea mt deseja e planeada.Diag d IIC congénita em 01-2015 Temos 2 estrelinhas no céu a cuidar d nós e dos manos q logo virão
26-07-2015 positivo
07-02-2016 nasceu (37+4,vencemos a IIC)

silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

MariAndre escreveu:
Silvia sinto muito a tua perda (desculpa o tu mas é mais fácil escrever assim).
No post acima vejo k disseram palavras sábias e k pouco posso dizer.
Posso te partilhar a minha história. Perdi dois meninos gémeos ás 23 semanas de gravidez e passei por um parto natural. Já passaram 2 anos e a dor é muita, mas o desejo de ser mãe e pai era muito grande para nós e agora temos o nosso Dinis com 8 meses k é a nossa grande alegria.
Tu tens a tua menina que tb está a sofrer com a perda do mano, decerto ela tb o desejou mt (tive o meu mano qd tinha 8 anos e era algo k eu desejava imenso). É um momento de luto em familia, falem os 3 e ouçam a dor de cada um. Os 3 têm de se apoiar, são uma familia, uma familia que sofre, mas que de cerrteza voltarão a ter alegrias, assim o desejo do fundo do coração.
A nós foi mt importante o apoio psicológico, ainda hoje tivemos consulta e é smpre um momento de reflexão e de ouvir um ao outro (vamos à consulta como casal smp).
vem smp falar o que precisares e quiseres, estamos aqui umas pras outras seja nos momentos bons ou menos bons

Obrigada mas esta dor é só partilhada por mim e pela minha filha em casa , o pai deles não vive connosco e não fala dele não demonstra os sentimentos é uma pessoa muito fechada nesse aspeto e como já não temos nenhuma relação sem ser a de ele ser o pai dos meus filhos, (acabamos pq engravidei e ele não queria o bebé) não convivemos mais do que o obrigatório quando ele vem visitar a menina e quase nem falamos é só boa noite e Adeus e chega.

Submetido por silviaisabel em Qua, 19/10/2016 - 00:26

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

Taniapedro0405 -
Offline
Desde 12 Jan 2013

silviaisabel escreveu:

Taniapedro0405 escreveu:Não consigo imaginar tamanhaa dor...Mas uma coisa tenho a certeza, que deu tudo pelo sei filho, e fez tudo o que podia por ele. Infelizemente estas istuações acontecem, não deviam, é contra natura mas infelizmente acontecem... Cerá concerteza um anjinho que estará no céu a olhar por vcs. Tenho uma situação familiar parecida, o meu marido perdeu a irmã num acidente com 11 anos e já se passou mais de uma decada, não se esquece, a dor vai-se tranformando...Eles passam a viver no nosso coração. Muita força para si e para os seus. Aqui fica a minha solidariedade e o meu carinho.
Força.

Querida, acho que posso falar por todas as Mamãs... Estamos todas aqui para si Grande abraço Grande abraço Grande abraço Grande abraço Grande abraço Grande abraço Grande abraço Grande abraço Grande abraço Grande abraço Grande abraço Beijinho

Submetido por Taniapedro0405 em Qua, 19/10/2016 - 08:47

***Mãe de 1ª Viagem***Inicio dos treinos em Janeiro de 2014***Positivo a 24 de Março de 2014*** DPP 27 de Novembro 2014*** O meu Piratinha nasceu a 05 de Dezembro de 2014 Espertalhão
Tania Campos

silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

Triste

Submetido por silviaisabel em Qua, 19/10/2016 - 12:59

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

zeferina -
Offline
Desde 29 Jan 2008

Que dor... que loucura...
Muita força para ambas... não sei mesmo que mais escrever...

Submetido por zeferina em Qua, 19/10/2016 - 13:51
Sobre zeferina

Francisco - 26 de Fevereiro de 2011
1♥♥♥5♥♥♥♥10♥♥♥♥15♥♥♥♥20♥♥♥♥25♥♥♥♥30♥♥♥♥35♥♥(♥)♥40
Guilherme - 10 de Abril de 2013
1♥♥♥5♥♥♥♥10♥♥♥♥15♥♥♥♥20♥♥♥♥25♥♥♥♥30♥♥♥♥35♥♥♥(♥)40
Amo-vos muito meus filhotes!

MariAndre -
Offline
Desde 24 Jun 2014

silviaisabel escreveu:

MariAndre escreveu:Silvia sinto muito a tua perda (desculpa o tu mas é mais fácil escrever assim).
No post acima vejo k disseram palavras sábias e k pouco posso dizer.
Posso te partilhar a minha história. Perdi dois meninos gémeos ás 23 semanas de gravidez e passei por um parto natural. Já passaram 2 anos e a dor é muita, mas o desejo de ser mãe e pai era muito grande para nós e agora temos o nosso Dinis com 8 meses k é a nossa grande alegria.
Tu tens a tua menina que tb está a sofrer com a perda do mano, decerto ela tb o desejou mt (tive o meu mano qd tinha 8 anos e era algo k eu desejava imenso). É um momento de luto em familia, falem os 3 e ouçam a dor de cada um. Os 3 têm de se apoiar, são uma familia, uma familia que sofre, mas que de cerrteza voltarão a ter alegrias, assim o desejo do fundo do coração.
A nós foi mt importante o apoio psicológico, ainda hoje tivemos consulta e é smpre um momento de reflexão e de ouvir um ao outro (vamos à consulta como casal smp).
vem smp falar o que precisares e quiseres, estamos aqui umas pras outras seja nos momentos bons ou menos bons

Obrigada mas esta dor é só partilhada por mim e pela minha filha em casa , o pai deles não vive connosco e não fala dele não demonstra os sentimentos é uma pessoa muito fechada nesse aspeto e como já não temos nenhuma relação sem ser a de ele ser o pai dos meus filhos, (acabamos pq engravidei e ele não queria o bebé) não convivemos mais do que o obrigatório quando ele vem visitar a menina e quase nem falamos é só boa noite e Adeus e chega.

Se são só as duas mais uma razão para ganhares forças e cuidares da tua menina. Tens a tua estrelinha a cuidar de vocês as duas. A tua menina precisa muito de ti... Sei k a dor é enorme mas pensa na tua menina.
Beijo

Submetido por MariAndre em Qua, 19/10/2016 - 14:34
Sobre MariAndre

dps d perder os nossos meninos gémeos verdadeiros(17-09-2014 c 23s) fruto d gravidez espontânea mt deseja e planeada.Diag d IIC congénita em 01-2015 Temos 2 estrelinhas no céu a cuidar d nós e dos manos q logo virão
26-07-2015 positivo
07-02-2016 nasceu (37+4,vencemos a IIC)

NMFC -
Offline
Desde 27 Jan 2014

Estamos sempre aqui mamã! Venha cá sempre que precisar falar com alguém. Beijinhos e muita força

Submetido por NMFC em Qua, 19/10/2016 - 15:05
Cuquiti -
Offline
Desde 09 Fev 2015

silviaisabel escreveu:

MariAndre escreveu:Silvia sinto muito a tua perda (desculpa o tu mas é mais fácil escrever assim).
No post acima vejo k disseram palavras sábias e k pouco posso dizer.
Posso te partilhar a minha história. Perdi dois meninos gémeos ás 23 semanas de gravidez e passei por um parto natural. Já passaram 2 anos e a dor é muita, mas o desejo de ser mãe e pai era muito grande para nós e agora temos o nosso Dinis com 8 meses k é a nossa grande alegria.
Tu tens a tua menina que tb está a sofrer com a perda do mano, decerto ela tb o desejou mt (tive o meu mano qd tinha 8 anos e era algo k eu desejava imenso). É um momento de luto em familia, falem os 3 e ouçam a dor de cada um. Os 3 têm de se apoiar, são uma familia, uma familia que sofre, mas que de cerrteza voltarão a ter alegrias, assim o desejo do fundo do coração.
A nós foi mt importante o apoio psicológico, ainda hoje tivemos consulta e é smpre um momento de reflexão e de ouvir um ao outro (vamos à consulta como casal smp).
vem smp falar o que precisares e quiseres, estamos aqui umas pras outras seja nos momentos bons ou menos bons

Obrigada mas esta dor é só partilhada por mim e pela minha filha em casa , o pai deles não vive connosco e não fala dele não demonstra os sentimentos é uma pessoa muito fechada nesse aspeto e como já não temos nenhuma relação sem ser a de ele ser o pai dos meus filhos, (acabamos pq engravidei e ele não queria o bebé) não convivemos mais do que o obrigatório quando ele vem visitar a menina e quase nem falamos é só boa noite e Adeus e chega.

Minha querida mamã,

Já tinha comentado à uns dias atras mas hoje o meu coração gelou ainda mais...
Por este motivo acho que tem de reunir ainda mais forças para ajudar a sua menina.
Agarra-te à tua filhinha e busca forças nela.
O vosso anjinho está lá em cima a cuidar de vocês e quer ver-vos felizes e unidas.

Venha cá sempre desabafar! Estaremos sempre aqui para ajudar e acarinhar.

Um grande beijinho

Submetido por Cuquiti em Qua, 19/10/2016 - 15:51
silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

já se passaram 3 semanas de muita dor muito choro e um vazio tão grande no peito e na casa , é um silêncio terrivel estar em casa e não o ouvir chorar não o ter para pegar ao colo durante horas para o acalmar... Enfim tudo que nos queixamos quando temos bebés pequenos agora sinto tanta falta. A falta do resultado da autópsia que nunca mais chega, quero saber o que aconteceu com ele. A culpa que sinto por não o ter conseguido ajudar , não me ter apercebido de nada durante as horas desde que o deitei ás 2:30/3h não sei bem ao certo que horas eram e as 7:35h quando acordei e dei com ele já sem vida. Essa imagem não me sai da cabeça ... passo horas a pensar nesses minutos daquele dia 28. Só queria ter o poder de voltar com o tempo atrás e poderia hoje ter aqui o meu filho.

Submetido por silviaisabel em Qua, 19/10/2016 - 17:54

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

Cuquiti -
Offline
Desde 09 Fev 2015

silviaisabel escreveu:
já se passaram 3 semanas de muita dor muito choro e um vazio tão grande no peito e na casa , é um silêncio terrivel estar em casa e não o ouvir chorar não o ter para pegar ao colo durante horas para o acalmar... Enfim tudo que nos queixamos quando temos bebés pequenos agora sinto tanta falta. A falta do resultado da autópsia que nunca mais chega, quero saber o que aconteceu com ele. A culpa que sinto por não o ter conseguido ajudar , não me ter apercebido de nada durante as horas desde que o deitei ás 2:30/3h não sei bem ao certo que horas eram e as 7:35h quando acordei e dei com ele já sem vida. Essa imagem não me sai da cabeça ... passo horas a pensar nesses minutos daquele dia 28. Só queria ter o poder de voltar com o tempo atrás e poderia hoje ter aqui o meu filho.

Mamã por favor não se culpe.
Infelizmente não tem culpa de nada... foi um infortúnio que podia ter calhado a qualquer mamã... Triste mas que não devia acontecer a nenhuma mamã.
Está a passar por algo muito duro, pela maior tristeza da vida, que nenhuma mãe deveria passar... não consigo imaginar a sua dor e desde o primeiro dia que li este post não existe nenhuma noite/dia que não me lembre de si e peça a Deus por si e pela sua menina.
Não tenho muitas palavras pois tudo o que possa dizer vai ser sempre pouco...
Estamos aqui mamã para a ouvir.

Submetido por Cuquiti em Qua, 19/10/2016 - 18:39
Ansha -
Offline
Desde 13 Abr 2016

Muita força Silvia! Apoie-se na sua menina e procure ajuda médica e talvez de alguma amiga mais próxima ...
não teve culpa nenhuma
Fez tudo o que podia e o que fazia
Infelizmente acontecem estas desgraças
Muitos beijinhos

Submetido por Ansha em Qua, 19/10/2016 - 19:53
silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

Cuquiti escreveu:

silviaisabel escreveu:já se passaram 3 semanas de muita dor muito choro e um vazio tão grande no peito e na casa , é um silêncio terrivel estar em casa e não o ouvir chorar não o ter para pegar ao colo durante horas para o acalmar... Enfim tudo que nos queixamos quando temos bebés pequenos agora sinto tanta falta. A falta do resultado da autópsia que nunca mais chega, quero saber o que aconteceu com ele. A culpa que sinto por não o ter conseguido ajudar , não me ter apercebido de nada durante as horas desde que o deitei ás 2:30/3h não sei bem ao certo que horas eram e as 7:35h quando acordei e dei com ele já sem vida. Essa imagem não me sai da cabeça ... passo horas a pensar nesses minutos daquele dia 28. Só queria ter o poder de voltar com o tempo atrás e poderia hoje ter aqui o meu filho.

Mamã por favor não se culpe.
Infelizmente não tem culpa de nada... foi um infortúnio que podia ter calhado a qualquer mamã... mas que não devia acontecer a nenhuma mamã.
Está a passar por algo muito duro, pela maior tristeza da vida, que nenhuma mãe deveria passar... não consigo imaginar a sua dor e desde o primeiro dia que li este post não existe nenhuma noite/dia que não me lembre de si e peça a Deus por si e pela sua menina.
Não tenho muitas palavras pois tudo o que possa dizer vai ser sempre pouco...
Estamos aqui mamã para a ouvir.


Obrigada mamã

Submetido por silviaisabel em Qua, 19/10/2016 - 23:24

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

NMFC -
Offline
Desde 27 Jan 2014

Absolutamente ninguém poderia ter evitado o que aconteceu mamã.. mesmo que estivesse acordada 24 h a olhar para ele, o que tem de acontecer, acontece. É normal ter esse tipo de sentimentos e pensamentos , mas a verdade é que é impossível prever uma coisa dessas e evitá-la Triste
Moro num país onde incentivam a que o bebé vá para o quarto dele quando chega da maternidade. Quando disse à parteira que veio aqui a casa que queria a minha filha ao meu lado porque tinha medo que ela se engasgasse por exemplo, ela disse-me..." mesmo que isso aconteça ao seu lado, você não daria por nada. O que tiver que acontecer ao seu bebé vai acontecer ao seu lado ou no quarto dele".
Isto para lhe dizer mais uma vez que de todo o sofrimento que tem dentro de si, nenhum pode vir do sentimento de culpa ! A mamã tem amigos próximos ou outros familiares com quem possa contar ?

Submetido por NMFC em Qui, 20/10/2016 - 06:24
silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

NMFC escreveu:
Absolutamente ninguém poderia ter evitado o que aconteceu mamã.. mesmo que estivesse acordada 24 h a olhar para ele, o que tem de acontecer, acontece. É normal ter esse tipo de sentimentos e pensamentos , mas a verdade é que é impossível prever uma coisa dessas e evitá-la Triste
Moro num país onde incentivam a que o bebé vá para o quarto dele quando chega da maternidade. Quando disse à parteira que veio aqui a casa que queria a minha filha ao meu lado porque tinha medo que ela se engasgasse por exemplo, ela disse-me..." mesmo que isso aconteça ao seu lado, você não daria por nada. O que tiver que acontecer ao seu bebé vai acontecer ao seu lado ou no quarto dele".
Isto para lhe dizer mais uma vez que de todo o sofrimento que tem dentro de si, nenhum pode vir do sentimento de culpa ! A mamã tem amigos próximos ou outros familiares com quem possa contar ?

É tão difícil suportar esta dor. Os amigos verdadeiros e que se interessam verdadeiramente são poucos e têm a vida deles , não podem andar sempre atrás de mim. Tb há os que fogem de mim pq têm filhos bebés e parece que tenho uma doença contagiosa. Concordo que não tragam os filhos pq tb eu não consigo estar com nenhum bebé , mas podiam vir pelo menos 5/10 minutos dar um abraço e o pai ficava com a criança . Mas enfim já sabemos que é sempre assim, quando precisamos tudo desaparece.

Submetido por silviaisabel em Qui, 20/10/2016 - 12:38

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

Andis -
Offline
Desde 03 Jan 2016

Um grande abraço Silviaisabel <3 É uma dor que não imagino mas força e apoia-te na tua menina!

Submetido por Andis em Qui, 20/10/2016 - 13:06
Ansha -
Offline
Desde 13 Abr 2016

Realmente... não se compreende... eu não hesitaria em ir ajudar uma amiga ou alguém que estivesse a passar por isso...
A Silvia trabalha?

Submetido por Ansha em Qui, 20/10/2016 - 13:56
silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

Ansha escreveu:
Realmente... não se compreende... eu não hesitaria em ir ajudar uma amiga ou alguém que estivesse a passar por isso...
A Silvia trabalha?

Estou de licença. Sozinha em casa todo o dia. Só saio para levar a Lara á escola e buscar e vou ao cemitério todos os dias.

Submetido por silviaisabel em Qui, 20/10/2016 - 14:17

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

Danb -
Offline
Desde 11 Nov 2015

Se fosses daqui de perto de mim eu ajudava te no que pudesse Triste

Submetido por Danb em Qui, 20/10/2016 - 18:58
PIRATA2015 -
Offline
Desde 09 Set 2015

MUITA FORÇA é só o que lhe consigo dizer..Não está sozinha neste Mundo..Acredito firmemente em Deus, moverei pessoas e pessoas para oração por si..O Senhor reconfortará o seu coração..Agarre.se a sua estrelinha

Submetido por PIRATA2015 em Qui, 20/10/2016 - 19:36

1 ano de experiencias unicas Sorriso Ansiosa pelo segundo baby :))))

NMFC -
Offline
Desde 27 Jan 2014

Tem ideia de quando terá uma resposta para o que aconteceu? As pessoas afastam-se muitas vezes por não saberem o que fazer ou dizer... é uma desilusão, mas não se fixe muito nisso. Pense é nas pessoas com quem pode contar! E a sua menina como está ?
Já encontrou um psicólogo ?

Submetido por NMFC em Qui, 20/10/2016 - 20:53
NMFC -
Offline
Desde 27 Jan 2014

Tem ideia de quando terá uma resposta para o que aconteceu? As pessoas afastam-se muitas vezes por não saberem o que fazer ou dizer... é uma desilusão, mas não se fixe muito nisso. Pense é nas pessoas com quem pode contar! E a sua menina como está ?
Já encontrou um psicólogo ?
Beijinhos mamã!

Submetido por NMFC em Qui, 20/10/2016 - 20:54
silviaisabel -
Offline
Desde 10 Fev 2015

NMFC escreveu:
Tem ideia de quando terá uma resposta para o que aconteceu? As pessoas afastam-se muitas vezes por não saberem o que fazer ou dizer... é uma desilusão, mas não se fixe muito nisso. Pense é nas pessoas com quem pode contar! E a sua menina como está ?
Já encontrou um psicólogo ?

Pelos vistos ambas as coisas demoram meses. O psicólogo para nós ainda não temos e os resultados da autópsia do Martim também devem demorar. É um tormento esta espera.

Submetido por silviaisabel em Qui, 20/10/2016 - 21:39

Meu anjinho Martim voltou ao céu dia 28/09/2016. Amo-te daqui até ao céu meu filho querido. Saudades...

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?