Bebe super atrasado? | De Mãe para Mãe

Bebe super atrasado?

Responda
35 mensagens
Anarvieira -
Offline
Desde 03 Ago 2018

Ola a todas, tenho um menino de 20 mesitos, e ele não fala, não aponta, nem associa ninguem (perguntamos onde esta a mãe por exemplo, e ele nada), não diz adeus nada de nada, tenho feito o impossivel para o entender, mas chegou ao limite, a medica de familia diz que esta saudavel e ja viu miudos a falarem aos 3 anos, esta medica para ela é tudo normal. Eu queria iniciar o desfralde em junho, e ja tenho na cabeça que é impossivel, faço actividades com ele, esforço ao maximo para o ensinar as coisas, e pareço uma parva literalmente, não vejo avanços, nada... pediatras é muito caro, sou mãe solteira, ja pensei na terapia da fala mas nem sei, o que acham?

Sof_e -
Offline
Desde 26 Fev 2015

A minha tem 21 e também so diz mamã. Eu digo onde ta o papa? É ela ignora-me.
Tb não diz nada além de gaga, Gugu, bla bla e pronto.
Brinca e vê-se que entende, porque se pergunto se quer agua por ex, ela ri, mas n diz da, nem aponta nem.nada.
Para ja penso que cada um tem o seu ritmo, andar tb so andou aos 17 meses e agora n para.

Sobre Sof_e

Jan 2015 - G. Natural - Não evolutiva
1ª FIV Abril 2016 - Positivo - AR às 7 S
2ª FIV Julho 2016 - Neg
3ª FIV Nov 2016 - Cancelado. Ovulei msm c/ orgalutran.
4ª FIV Jan 2017 - Neg
Maio 2017 - doação. Out positivo

CatiaS_S -
Offline
Desde 30 Set 2016

Antes de terapia da fala terá de ser otorrino, para ver da audição. Se for pediatra, terá de ser de desenvolvimento (ou lá como se chama).
Quando diz que não fala, não emite som nenhum ou não diz nada perceptível? O meu só aos 18 começou a dizer as primeiras palavras mas já dizia sons desde um ano. Agora já diz muita coisa mas é tudo muito "espanholado" ainda. Disso, o não apontar e não fazer adeus é que me parece mais preocupante. Ele responde ao nome dele? Quando quer alguma coisa, como é que ele pede?
Ah e quanto ao desfralde, não faça grandes planos. Não se esqueça que normalmente os meninos demoram mais tempo a estar prontos para isso e são eles que dão os sinais 🤷

Sobre CatiaS_S

Agosto 2016: Vamos tentar ter um filhote!
Set-Out 2016: Consultas, exames, análises; Folicil e Yodafar
Novembro 2016: Começam os treinos
10 Maio 2017: Positivo ao 5º ciclo Espertalhão
DPP: 11 Janeiro.....e se não quiser nascer, indução marcada para dia 17...
http://outroblogsobrematernidade.blogspot.pt/

mo-duarte -
Offline
Desde 23 Jan 2013

Não falar com 20 meses pode até não ser nada preocupante. Há bebés que não falam com essa idade. O meu com 2 anos dizia apenas palavras soltas, agora com 5 anos anda na terapia da fala pois sinda tem dificuldades em certas letras. Mas nada preocupante.
Acha que ele entende o que lhe dizem? Como é que ele pede o que quer? Não aponta?
Se está preocupadae acha que alguma coisa nao está bem o melhor é procurar ajuda.
Se tem dificuldades economicas e não pode ir ao privado penso que a unica solução é mesmo o medico de familia reencaminhar para consulta de desenvolvimento.

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

Não associar ninguém, nem apontar.... é o mais preocupante.
Não tenta, por exemplo, chamar a mãe ou outra pessoa?
Acho que devia pedir uma consulta de desenvolvimento para ver estas questões e não se preocupe com o desfralde, nem faça grandes planos, vá com calma.

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

E aquelas gracinhas como bater palmas, a galinha põe o ovo, dançar com uma música... faz? Se lhe mostrar um livro ele aponta, imita os sons dos animais?
Agora está tudo em suspenso, mas se está preocupada a médica de família pode e deve pedir uma consulta de desenvolvimento.

Videl86 -
Offline
Desde 18 Jul 2014

O bebé imita alguma coisa que faz? Se lhe mostrar, por exemplo, que está a pôr um cubo em cima do outro, e depois lhe der os cubos, ele tenta fazer igual?
Ele não aponta para nada, nunca? Se precisar de alguma coisa, como lhe pede essa coisa?
O meu filho teve um desenvolvimento muito semelhante...agora com 5 anos tem um desenvolvimento dentro do normal, em termos cognitivos está tudo ok, mas em termos sociais tem alguma dificuldade em entender certas interações (por exemplo tem muita dificuldade em entender que por vezes os colegas quebram as regras e isso não é motivo para ele se chatear, tem dificuldade em entender conceitos abstratos, é muito literal e lógico, por vezes tem dificuldade em regular o espaço pessoal do espaço do próximo, é capaz de falar com uma pessoa muito em cima dela...nada de extraordinário, mas causa-lhe alguns dissabores). Com a idade do seu ele era assim também. Mas com essa idade não dá para saber para onde vão evoluir. no entanto concordo que não apontar, não dizer txau, não se comunicar de alguma forma (porque nem toda a comunicação é verbal) são os aspetos que me chamam mais à atenção. Era bom levar o menino a um neuropediatra, se tiver possibilidade, para uma consulta de avaliação. Se não tiver mesmo forma peça ajuda na creche onde ele anda (já que a médica de família não vê motivos) para acionar uma ELI (equipa local de intervenção).

Sobre Videl86

08 de dezembro de 2014 <3 49,5 cm e 2,920 de amor e doçura <3
13 de dezembro de 2017 <3 47 cm e 2,815 de fofurice e amor <3

Anarvieira -
Offline
Desde 03 Ago 2018

CatiaS_S não diz nada nem gugu nem dada nada, grita que se farta unicamente, bom ele responder, responde, quando lhe apetece sinceramente, ele não pede nada, grita, chora, manda-se para o chão e eu la tenho de virar em 30 para entender o que raio é que ele quer, nunca disse adeus nem nunca apontou, se puxo por ele para falar desata a tapar os ouvidos e a esfregar os olhos, e põem-se aos gritos e pontapés... muito obrigada pelo conselho do desfralde e pela atenção

Anarvieira -
Offline
Desde 03 Ago 2018

mo-duarte ele grita e chora desalmadamente e é quando não começa a jogar para o chão para pedir as coisas, ou seja irrita-se comigo por eu não o entender ... ele só entende se eu fizer se lhe disser ele não da ouvidos

Anarvieira -
Offline
Desde 03 Ago 2018

MisaL não tenta chamar por ninguem...

Anarvieira -
Offline
Desde 03 Ago 2018

guialmi não nada disso, alias ele até fecha o livro, e tapa os ouvidos literalmente, e irrita-se... o bater palmas vem do nada, as vezes esta a brincar e resolve bater palmas e fica semanas sem o fazer

Anarvieira -
Offline
Desde 03 Ago 2018

Videl86 ele sabe montar os cubos, mas se tento brincar com ele, ou por um cubo, irrita-se comigo e perde o interesse total e lá vem a birra, joga-se para o chão, nem sei como é que os vizinhos aguentam honestamente, isto é todos os dias assim... ele não vai a creche, tinha ele numa ama, mas nem a pobre coitada aguentou ele ...

Ansha -
Online
Desde 13 Abr 2016

Ana, deixe passar esta fase do corona, em q infelizmente não se pode tratar de nada e depois vá com ele a uma consulta de desenvolvimento.
Beijinhos, paciência e tudo a correr bem convosco 😘

Anarvieira -
Offline
Desde 03 Ago 2018

Ansha ia procurar ajuda quando isto terminasse, muito obrigada 😊

Lili79 -
Offline
Desde 12 Dez 2016

Também acho que deve ir a uma consulta de desenvolvimento. Cada criança tem o seu ritmo mas pelo que descreve não é só atraso, irritar se por tudo, não entrar em nenhuma brincadeira, não comunicar etc... Pode haver qualquer coisa, audição como alguém referiu ou outra coisa mas convém ser visto por um especialista.

mo-duarte -
Offline
Desde 23 Jan 2013

Também concordo que devia ser visto. Uma coisa é ele não falar, outra coisa é não comunicar.

Joana Pereira5 -
Offline
Desde 21 Out 2019

Não quero alarmar mas vejo aí pequenas coisas que podem ser incluídas no espectro autista. 😕 Espero que não, mas... Procure ajuda mal possa.
Não sei de que zona é mas se for de Aveiro, Santa Maria da Feira, a Dra. Virginia e a equipa dela são incríveis e muito atentos, além de pacientes.
É pediatra de desenvolvimento.

S, meu mundo azul. 2012

Anarvieira -
Offline
Desde 03 Ago 2018

Joana Pereira5 também já passou pela cabeça, e falei com a medica que disse que, o autismo era a doença da moda para todas as mães, fiquei parva, somos do pinhal novo, ele tinha consulta para dia 6 de abril no hospital do barreiro, mas foi cancelada, é esperar, e mantem a calma acima de tudo...

Isabelamartinho -
Offline
Desde 17 Jan 2018

Ola, o meu filho é tal e qual ao seu, tive de aprender a lidar com ele, ja que ninguem fazia nada, fiz eu, aprendi a lidar e a entender ele. Não fala, não pede, não aponta, tenho os horários definidos, rotina feita, tentar entender ele foi um desafio, aprendi que não lhe devo interromper nas brincadeiras, nem desalinhar nada nem tirar o cubo, isto desencadeia qualquer coisa no cerebro dele, não é birra. Aprendi também que quando ele afasta o copo de agua é porque não quer, mas, se permite é porque quer, aprendi que ele gosta do banho, a água o acalma, mas não gosta do chuveiro, para o tirar do banho tenho de dançar com ele, para trocar ou por uma fralda é um desafio... tente fazer isto se o seu é assim, também tive atenção no que disse, eles querem fazer tudo sozinhos, e se vamos lá interromper estamos tramadas, o meu fica horas no mundo dele, é uma bolha dele, deixo que venha até a mim, e sobre os livros não adianta eles querem descobrir sozinhos deixe-o estar, o meu esta sempre com as mãos nos ouvidos, e a gesticular a mão esquerda quando esta contente, no parque por exemplo nota-se mais, se vir que o seu encaixa em alguma coisa que disse tente e boa sorte e calma

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Isabelamartinho escreveu:
Ola, o meu filho é tal e qual ao seu, tive de aprender a lidar com ele, ja que ninguem fazia nada, fiz eu, aprendi a lidar e a entender ele. Não fala, não pede, não aponta, tenho os horários definidos, rotina feita, tentar entender ele foi um desafio, aprendi que não lhe devo interromper nas brincadeiras, nem desalinhar nada nem tirar o cubo, isto desencadeia qualquer coisa no cerebro dele, não é birra. Aprendi também que quando ele afasta o copo de agua é porque não quer, mas, se permite é porque quer, aprendi que ele gosta do banho, a água o acalma, mas não gosta do chuveiro, para o tirar do banho tenho de dançar com ele, para trocar ou por uma fralda é um desafio... tente fazer isto se o seu é assim, também tive atenção no que disse, eles querem fazer tudo sozinhos, e se vamos lá interromper estamos tramadas, o meu fica horas no mundo dele, é uma bolha dele, deixo que venha até a mim, e sobre os livros não adianta eles querem descobrir sozinhos deixe-o estar, o meu esta sempre com as mãos nos ouvidos, e a gesticular a mão esquerda quando esta contente, no parque por exemplo nota-se mais, se vir que o seu encaixa em alguma coisa que disse tente e boa sorte e calma

Mas já procurou ajuda? Já tem diagnóstico?
Agora está tudo em suspenso, mas se os respetivos médicos de família não ligam a estes sinais de alarme, exijam encaminhamento para consultas de desenvolvimento. Se puderem recorrer ao privado, ótimo, mas ainda assim têm direito a ter consultas no público e reclamem até serem ouvidas.

Isabelamartinho -
Offline
Desde 17 Jan 2018

guialmi como disse, ninguem quer saber, estou entregue a mim mesma, na consulta dos 18 meses que foi aos 19 meses ate, disse a medica, ela disse exactamente como disseram a Ana "autismo é a nova moda", como ela o chamou no gabinete pelo nome e ele olhou, ela disse que ele estava bem e tudo o que fazia era normal, fomos a uma consulta no hospital do barreiro também, e so fizeram testes de audição, disseram que a força que ele têm é normal, é que o nervosismo dele é a falta de uma figura paterna🤦🏻‍♀️🤦🏻‍♀️🤦🏻‍♀️ não tenho como ir a um privado, se reclamo mais ainda chamam a cpcj (foi o que o 3 pediatra disse) pois o menino é saudável e normal, apenas tem uma força de um miudo de 10 anos nada mais, grita e é assim pois tem muito mimo da mãe, foi o que disseram, no entanto com 12 kilos e 1 ano de idade ja empurrou um miudo de 4 anos no parque e abriu-lhe o labio, mas é normal, um miudo normal🤦🏻‍♀️ ja a minha mãe as vezes tenta lhe tirar alguma coisa e ele irrita-se tanto que é preciso 2 pessoas adultas para lhe tirar aquilo da mão, e depois põem-se a bater com a cabeça nas paredes e no chão, aos gritos. Ou seja não o irritar e não o interromper, e respeitar a maneira de ele ser é a solução e ja aprendemos isto, não é ceder atenção, é respeitar o espaço dele, desde que o tenho feito as vezes ate da-me um abraço é raro mas uma vez ou outra acontece, beijos nem insisto, o carinho dele comigo esta no sorriso dele apenas, sorri para mim e sei que esta tudo bem...

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Nem sei que diga, Isabelamartinho Triste isso é mesmo muito triste e revoltante... vindo de médicos e pediatras então é absolutamente incompreensível. Ameaçar com a CPCJ???
Estive a pesquisar e o Cadin tem bolsas sociais para apoiar famílias sem recursos económicos ou crianças de instituições. Pode encontrar informações aqui https://www.cadin.net/bolsa-social Agora o centro está fechado para consultas, mas se calhar pode fazer a candidatura na mesma para quando reabrir. Pode ser uma solução.
Outra via que me lembrei é telefonar ou escrever diretamente para um hospital que tenha consulta de desenvolvimento e expor o seu caso (isto quando a situação regressar à normalidade, claro). Ou encontrar um pediatra no privado que fizesse esse encaminhamento (uma consulta ronda os 60-70 euros).
Não desista e se puder ser útil estou ao dispor. Felizmente tive recursos económicos para tratar uma perturbação grave de uma das minhas filhas (do âmbito mental) e fico angustiada com a ideia de que ninguém vos ouve simplesmente porque um problema mental ou neurológico não se "vê".

Anarvieira -
Offline
Desde 03 Ago 2018

Isabelamartinho tenho o coração em lagrimas minha querida, o meu é exactamente assim, se lhe tiram algo transformasse, em algo que não é de todo o meu filho, não me da beijos nem abraços as vezes vou lhe dar um abraço e grita comigo e esperneia, o primo ja lhe tirou um brinquedo, e ele foi atrás dele até ao escorrega (ele sobe escadas sozinho), e simplesmente agarrou-se ao brinquedo, com uma força, que o miudo com 5 anos, desiquilibrou-se e caiu escorrega a baixo,partiu o braço, nunca esperavamos isto, estavamos perto, mas nunca passou pela cabeça, o seu também começou a voltar atrás? O meu nunca ligou aos pés apanhei-o ha uns meses a brincar com eles, como se fosse um bebe de 6 meses... vou seguir os seus conselhos sem duvida, pelo bem da minha sanidade mental, obrigada pela dica do banho, realmente faz sentido agora, vou aguardar a consulta, mas enquanto isso sigo os seus conselhos...

Isabelamartinho -
Offline
Desde 17 Jan 2018

guialmi acredito que se tivesse uma profissão bem renumerada, não ameaçavam, sou mãe solteira, luto e batalho todos os dias, tenho de o levar para o trabalho comigo (limpezas), ninguem fica com ele, para o meu bem estar psicologico e fisico tive de arranjar soluções, eu sei que ele tem alguma coisa não visível, os avos também, os amigos proximos também, mas os medicos não, se fizessem testes mais detalhados, eu ja estou preparada para ouvir qualquer coisa, desde que saiba o que é para saber como processar as coisas. Ele apesar de não falar é inteligente, faz coisas incriveis com 1 ano apenas, outras esta atrasado, mas outras esta avançado, só precisava de um diagnóstico para ter ferramentas para o ajudar...muito obrigada, irei ver da bolsa, e agradeço de coração a ajuda🤗

Isabelamartinho -
Offline
Desde 17 Jan 2018

Anarvieira sim o meu nunca ligou as brincadeiras de bebe, com 15 meses descobriu os pés e achou piada ficou meses a brincar, acho que não os comparar aos outros miudos e ver o que os nossos fazem é o melhor. O filho da vizinha fala e anda, mas ainda usa biberão, por exemplo, o meu anda, e não usa mais o biberão, coisas pequenas mas temos de abrir os horizontes... o meu não usa biberão, mas sobe e desce escadas lindamente, sabe saltar, e dançar, sabe se sentar numa cadeira normal, fica sossegado a comer, come com as mãos mas é independente, adora legumes mas cenouras fazem confusão, pequenos detalhes que fazem a diferença, aprenda com o seu filho e ele vai aprender consigo, as vezes a comunicação vai para alem de palavras um olhar ou um sorriso dizem muito, estabeleça uma rotina, e cumpra vai notar as diferenças

Joana Pereira5 -
Offline
Desde 21 Out 2019

Mamãs, sendo eu mãe de um miúdo com TEA (Transtorno de Espetro Autista) que teve a primeira consulta antes dos 18 meses, abençoado pediatra, digo-vos com todo o carinho, passem por cima desses médicos e procurem ajuda!
Opá no SNS não ajudam? Procurem pediatras no privado mas procurem logo um cuja especialidade seja pediatria de desenvolvimento ou neuropediatria, não se prendam à ideia de "olha vamos dar tempo ao tempo, vamos habituando ao que ele faz e deixando estar." porque não, não é boa ideia... Uma consulta no privado pode originar um encaminhamento para o serviço público onde as equipas de acompanhamento e diagnóstico são cada vez melhores.
Seja ou não transtorno do espetro autista ou um défice qualquer ou um atraso cognitivo, não!
Nenhuma das mamãs que falou dos seus filhos os tem num desenvolvimento chamado normal, há um padrão e há uma margem sempre para a frente e para trás porque não se desenvolvem todos ao mesmo tempo e um avanço numa coisa não colmata um atraso noutra!
O meu filho com 15 meses não usava fralda de dia e falava super bem, mas não suportava colo e abraços.
Com 3 anos sabia fazer puzzles de 50 peças começando pela moldura até ao centro, sabia inglês e espanhol, fazer contas de somar cujo resultado fosse até 200, mas chorava quando estava feliz e ria quando tinha dores.
Mesmo sem referência médica ou escolar já pode procurar a ELI (Equipa Local de Intervenção) através de uma assistente social...
Procurem ajuda nem que seja por descargo de consciência, e espero que tudo vos corra bem, seja o que for!!

S, meu mundo azul. 2012

Videl86 -
Offline
Desde 18 Jul 2014

Os médicos podem ameaçar, mas a cpcj tem mais com que se preocupar do que com uma mãe atenta, não ligue. Se não tiverem meios podem acionar uma ELI sim. Procuram as bolsas do Cadin e o PIN também tem bolsas (Capiti), pesquisem e procurem ajuda.

Sobre Videl86

08 de dezembro de 2014 <3 49,5 cm e 2,920 de amor e doçura <3
13 de dezembro de 2017 <3 47 cm e 2,815 de fofurice e amor <3

Joana Pereira5 -
Offline
Desde 21 Out 2019

Do que aprendi nos últimos 7 anos:
Criação de rotinas e horários, mas não igual para todos os dias (dia sim, dia não almoça às 12h/ dia sim, dia não toma banho às 19h);
Criação de um diário com imagens de objetos e tarefas que a criança reconheça;
Limitar os brinquedos a que tem acesso (hoje tem o carrinho, a caixa de blocos e um livro; amanhã tem o boneco, o livro de pintura e a bola);
Limitar o espaço de brincadeira;
Efetuar as refeições sempre à mesma hora do que as restantes pessoas e à mesa;
Não facilitar a entrega de objetos, arranjar ferramentas (como o diário) de comunicação.
Nos momentos de crise ficar por perto mas não falar, não gritar, tentar abraçar uma vez e se a criança se mostrar mais frustrada ou agressiva deixar e ficar apenas ao lado (ajuda-os a lidar com as próprias emoções)

S, meu mundo azul. 2012

Sandrine91 -
Offline
Desde 09 Fev 2017

Não querendo criticar e longe é longe de mim fazê _lo, acredito que uma criança da idade do seu filho precisa muito de uma creche ou de alguém que cuide dele. Ir para o trabalho consigo não é mesmo a atitude mais acertada... O trabalho de limpezas com detergentes químicos podem fazer muito mal ao desenvolvimento cerebral de uma criança e assim como não é ambiente social para a criança. Repense as necessidades do seu filho e avalie se faz sentido dar essa experiência ao pequeno.

carlaper -
Offline
Desde 11 Out 2011

Anarvieira escreveu:
Joana Pereira5 também já passou pela cabeça, e falei com a medica que disse que, o autismo era a doença da moda para todas as mães, fiquei parva, somos do pinhal novo, ele tinha consulta para dia 6 de abril no hospital do barreiro, mas foi cancelada, é esperar, e mantem a calma acima de tudo...

O meu conselho é que espere que esta fase em que estamos abrande um pouco, e se o comportamento se mantiver, procure então ajuda mais especializada.
Eu já passei pelo mesmo e, na altura, até deixei de ir ao pediatra que seguia a minha filha porque o achei demasiado despreocupado e a conversa dele era a mesma, que ela estava saudável e que não havia problema nenhum e que o não falar só seria preocupante a partir dos 3 anos, que o Einstein também tinha começado a falar tarde e bla bla bla
Na altura procurei por minha conta fazer alguns despistes (nomeadamente o auditivo) e depois de confirmar que estava bem, decidi não me preocupar tanto, porque à medida que o tempo ia passando ela mostrava progressos. A minha filha tinha também alguns comportamentos que nós achávamos atípicos, mas que hoje acho que era mais fruto da nossa imaginação e resultado das inúmeras informações disponíveis na internet. O certo é que ela teve o seu ritmo de desenvolvimento, mas hoje é uma criança saudável, que está no 2ºano e é uma boa aluna e sabe ler bastante bem tendo em conta que começou a expressar-se muito mais tarde do que o previsto.
Nem todos os casos são iguais, e acho sim que deve procurar ajuda se isso a tranquilizar (eu também procurei), mas deixe passar esta fase mais atribulada em que vivemos.

Ansha -
Online
Desde 13 Abr 2016

carlaper escreveu:

Anarvieira escreveu:Joana Pereira5 também já passou pela cabeça, e falei com a medica que disse que, o autismo era a doença da moda para todas as mães, fiquei parva, somos do pinhal novo, ele tinha consulta para dia 6 de abril no hospital do barreiro, mas foi cancelada, é esperar, e mantem a calma acima de tudo...

O meu conselho é que espere que esta fase em que estamos abrande um pouco, e se o comportamento se mantiver, procure então ajuda mais especializada.
Eu já passei pelo mesmo e, na altura, até deixei de ir ao pediatra que seguia a minha filha porque o achei demasiado despreocupado e a conversa dele era a mesma, que ela estava saudável e que não havia problema nenhum e que o não falar só seria preocupante a partir dos 3 anos, que o Einstein também tinha começado a falar tarde e bla bla bla
Na altura procurei por minha conta fazer alguns despistes (nomeadamente o auditivo) e depois de confirmar que estava bem, decidi não me preocupar tanto, porque à medida que o tempo ia passando ela mostrava progressos. A minha filha tinha também alguns comportamentos que nós achávamos atípicos, mas que hoje acho que era mais fruto da nossa imaginação e resultado das inúmeras informações disponíveis na internet. O certo é que ela teve o seu ritmo de desenvolvimento, mas hoje é uma criança saudável, que está no 2ºano e é uma boa aluna e sabe ler bastante bem tendo em conta que começou a expressar-se muito mais tarde do que o previsto.
Nem todos os casos são iguais, e acho sim que deve procurar ajuda se isso a tranquilizar (eu também procurei), mas deixe passar esta fase mais atribulada em que vivemos.


👍🏻

Outros tópicos relacionados

Estrofem_Estado depressivo
Boa tarde, embora seja o 4ºtt é a 1ªvez que tomo o estrofem. De há cerca de 2 semanas para cá que me sinto bastante depressiva e a piorar de dia para dia. Apercebi-me que coincide com o tempo de toma do estrofem. Li a bula que indica como efeito...
Resultados positivos no privado em Coimbra?
Boa tarde, procuro informação sobre as clinicas privadas de fertilidade em Coimbra, pondero fazer ICSI numa das clinicas. Na verdade já vi aqui no forum testemunhos de positivos na Alberto Barros no Porto ou na Ivi em Lisboa, mas não me parece ter...
Partilhem pfv a v/ experiência de uma cesariana
Pois é...se o parto do Vasco foi normal, dei entrada nas urgências às 21h e ele nasceu à 1,5 da manhã com epidural, sem 1 dor!O parto da Camila está confirmado vai ser de cesariana, tenho placenta prévia obstrutiva. Podem-me relatar a vossa...
Aos 6 meses recusa beber leite
Bom dia, o Vasco recusa-se a beber o biberão. Recusa-se: cerra os lábios, desvia cabeça e ao insistir começa a berrar desalmadamente. Aos 3,5 meses começaram os problemas com a amamentação, exactamente da mesma forma. Fiquei bastante preocupada na...
Tratamento na Alberto Barros
Bom dia, alguém que tenha feito tt na Alberto Barros poderá elucidar-me se todas as análises e exames têm de ser na clinica? Alguém conseguiu que algumas delas fossem prescritas com comparticipação?Obrigado.ana
Estou Grávida!
Boa tarde, Partilho convosco . . . estou Grávida! Se tudo correr bem terei o nosso 2º filho nos meus braços no principio de Julho! O Vasquinho está agora com 18 meses e é o resultado da minha 2ªFiv, agora à 4ªFiv tivemos mais esta noticia...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?