Atitudes desagradáveis | De Mãe para Mãe

Atitudes desagradáveis

Responda
21 mensagens
Sofiasbc -
Offline
Desde 19 Fev 2019

Olá mamãs,
A minha pequena já nasceu e tenho notado que alguns dos comentários e atitudes que já aconteciam na gravidez, se têm vindo a agravar..ainda hoje, a minha filha a chorar, nestes dias de calor fica mais rabugenta e para além de fazer sestas pequenas, chora mais, tira-ma do colo com o comentário " já a minha sobrinha neta só adormece e acalma no meu colo" para além de me dizer que a miúda estava a chorar com saudades do pai e não sabe como vai ser quando ele for trabalhar porque a menina vai estranhar imenso.. eu nem disse nada, mas estes comentários e atitudes dão cabo de mim. Como se eu não servisse para nada, nem para dar colo à Minha bebé.
E vocês como lidaram com estas atitudes de familiares?

Ana Maria Costa1 -
Online
Desde 01 Fev 2019

Irra que há gente muito ridícula, um bebé de um mês a sentir saudades?! Olhe não ligue a essas pessoas!

bolas_e_bolinhas -
Offline
Desde 31 Mar 2012

É muito mais comum do que pode parecer à partida. Não sei bem explicar a razão. Muita paciência é o que desejo. Com o tempo começa a acalmar.

Sandrine91 -
Offline
Desde 09 Fev 2017

Da minha parte lembro me de pedir que não me dissessem coisas do género e outras muito mais ofensivas. Foram meses muito duros... Hoje já não me faz diferença mas ainda existem as piadas de mau gosto. Simplesmente mas a pouco e pouco, o que para mim na altura foi sentido como seculos, fui me afastando emocionalmente, pois fisicamente ainda não consegui... Ser assertiva é até agressiva, que era o que mais merecia, nunca consegui... Hoje pago a fatura de ter que ver aquele ser insuportável todas as semanas... Isto só nos faz mal a nós, por isso, se calhar ser assertiva e indelicada em situações mais sensiveis pode ser uma boa dica. Apesar ao bom senso, comigo não resultou como já referi. É realmente uma situação delicada. Boa sorte.

Sandrine91 -
Offline
Desde 09 Fev 2017

Apelar e não apesar.

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

A minha filha teve de ser operada à nascença e esteve um mês internada, logo não havia comentários que me afetassem.
No segundo... já é segundo e relevamos certas coisas.
A minha sogra também diz que ela é que sabe com os adormecer, claro nos outros dias está sempre acordado.
Não ligo, nesses momentos ela fica feliz, ele dorme e aproveito para descansar ou às vezes até namorar. E depois à noite ele volta a ser todo meu 🤗
Eu quando me irrito, antes de disparar tento pensar "que todos os meus males sejam estes" e quase que fico feliz.

Ansha -
Offline
Desde 13 Abr 2016

MisaL escreveu:
A minha filha teve de ser operada à nascença e esteve um mês internada, logo não havia comentários que me afetassem.
No segundo... já é segundo e relevamos certas coisas.
A minha sogra também diz que ela é que sabe com os adormecer, claro nos outros dias está sempre acordado.
Não ligo, nesses momentos ela fica feliz, ele dorme e aproveito para descansar ou às vezes até namorar. E depois à noite ele volta a ser todo meu 🤗
Eu quando me irrito, antes de disparar tento pensar "que todos os meus males sejam estes" e quase que fico feliz.

Bons conselhos!
Sofia, acredita que isso q estás a passar é mtoooooo comum!
Acena e sorri 👋😬
A sério, não ligues e vive esta fase que é dura mas tb maravilhosa!
Felicidades

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Ana Maria Costa1 escreveu:
Irra que há gente muito ridícula, um bebé de um mês a sentir saudades?! Olhe não ligue a essas pessoas!

Bem, suponho então que também não sente saudades da mãe...

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Sofia, desvalorize, é o meu conselho. Concordo totalmente com a MisaL.
Olhe, a minha empregada da altura tinha um jeito especial para adormecer uma das minhas filhas, que era uma pedrinha para dormir...ainda bem, poupava me um stress desgracado...talvez porque ela era um poço de paciência, não porque gostava mais dela do que mim!

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Pestinha e não pedrinha Sorriso

Beatriz121212 -
Offline
Desde 13 Maio 2019

Olha, desculpa a expressão mas.... Manda à mer** e não admitas que te a tirem do colo. Há gente que precisa mesmo de regras e pontos assentes. É a mãe e a mãe é que sabe!
Beijos querida.

Anete Silva -
Offline
Desde 06 Fev 2019

Olá! Sinceramente eu acho que quando nasce um bebé as emoções ficam ao rubro e parece que o bom senso abandona algumas pessoas...
Sabes o que eu acho? Existe muito pouca empatia neste mundo e muita má resolução e inveja... eu senti que as pessoas que tinham más atitudes dessas eram pessoas principalmente mal resolvidas e com inveja da minha situação de mãe... são pessoas que se sentem vazias, infelizes e que acham que se provarem que fazem as coisas melhores que os outros são mais importantes... ah eu consigo adormecer um bebé, ah eu é que sei, bla bla bla...
Mas não ligues a essas coisas... impõe a tua posição sempre que necessário, puxa para ti o bebé quando te apetecer mas também descomplica o resto, deixa que tomem conta, deixa que ponham a dormir e deixa que se achem importantes desde que isso implique que tu possas ter também uma folga...
Nos primeiros tempos eu também lidava mal com isso, tinha as hormonas ao rubro e tudo me chateava mas depois comecei é a usar essa gente em meu benefício e deixei de me chatear... fiquem com o bebé, andem ao colo, aturem... e eu vou descansar...
Como exemplo, a minha sogra era assim... ela é que sabia, ela era muito melhor, enfim... uma frustração que ela tinha e também sentia que me tratava como uma incompetente, um dia deixei a minha filha com ela e fui passear... 1h depois ligou em pânico que ela não parava de chorar... fui lá ter e ela chorava de aflição com a bebé ao colo, peguei calmamente na minha filha e ela parou de chorar, nem disse nada, mas moderou muito a atitude, percebeu que não era assim tão perfeita porque ninguém é e deixou-se de tretas...
Não ligues, usa todas as ajudas e não ligues a tontices, os outros é que estão tontos não és tu Sorriso

DianaES -
Offline
Desde 08 Out 2013

Eh pá… sogras! Já perdi noites de sono com isso…
Agora, cago! Ainda hoje é o dia que ela adormece a bebé ao colo. Está numa fase de grandes lutas contra o sono mas em casa ela adormece deitada, lá se ela quer ser burra de carga e adormece-la ao colo, burrice dela… Não dá para mais, temos pena.
Infelizmente sei que esses comentários soam mal, principalmente no início quando ainda estamos inseguras no nosso papel de mães. Levamos tudo muito a peito e só sofremos com isso. Eu bati o pé no que achei de extrema importância, para não criar mau ambiente muitos recados "mandei" pelo meu marido, o resto comecei a relevar.
No início quando mandavam bocas para sairmos e deixarmos lá a bebé isso irritava-me profundamente… Deixei sequer de responder. A sério, quando as pessoas dizem merdas eu ignoro, até perguntas, eu olho para a pessoa e não respondo, e sabes que mais, descobri que a pessoa fica mal e deixa de fazer isso…

De tudo o que vivo e sei do assunto, cheguei às minhas conclusões. As sogras são mães, já tiveram bebés e sabem que MÃE É MÃE, que pelo menos em certas fases da vida o bebé tem mais apego e preferência pela mãe… Sabem que aqui o pai (filho delas) fica um pouco "prejudicado" e mentalmente parece que não aceitam isso. É isso que concluo.
Ponha as coisas em perspetiva, está feliz com o bebé, a vida corre bem, têm saúde, não se chateie com estas pequenas coisas… Amanhã tudo muda e perdemos tempo com coisas que não valem a pena!

Sofiasbc -
Offline
Desde 19 Fev 2019

bolas_e_bolinhas escreveu:
É muito mais comum do que pode parecer à partida. Não sei bem explicar a razão. Muita paciência é o que desejo. Com o tempo começa a acalmar.

Eapero que acalme mesmo. A paciência vou ter que trabalhar, é coisa que não me assiste muito habitualmente 😂

Sofiasbc -
Offline
Desde 19 Fev 2019

Sandrine91 escreveu:
Da minha parte lembro me de pedir que não me dissessem coisas do género e outras muito mais ofensivas. Foram meses muito duros... Hoje já não me faz diferença mas ainda existem as piadas de mau gosto. Simplesmente mas a pouco e pouco, o que para mim na altura foi sentido como seculos, fui me afastando emocionalmente, pois fisicamente ainda não consegui... Ser assertiva é até agressiva, que era o que mais merecia, nunca consegui... Hoje pago a fatura de ter que ver aquele ser insuportável todas as semanas... Isto só nos faz mal a nós, por isso, se calhar ser assertiva e indelicada em situações mais sensiveis pode ser uma boa dica. Apesar ao bom senso, comigo não resultou como já referi. É realmente uma situação delicada. Boa sorte.

Obrigada pelas palavras!
Sim, não é uma situação fácil ..é a mãe do meu marido e não quero arranjar problemas. A ver vamos como a situação evolui, espero conseguir resolver alguma coisa sem me saltat a tampa

Sofiasbc -
Offline
Desde 19 Fev 2019

MisaL escreveu:
A minha filha teve de ser operada à nascença e esteve um mês internada, logo não havia comentários que me afetassem.
No segundo... já é segundo e relevamos certas coisas.
A minha sogra também diz que ela é que sabe com os adormecer, claro nos outros dias está sempre acordado.
Não ligo, nesses momentos ela fica feliz, ele dorme e aproveito para descansar ou às vezes até namorar. E depois à noite ele volta a ser todo meu 🤗
Eu quando me irrito, antes de disparar tento pensar "que todos os meus males sejam estes" e quase que fico feliz.

Tens razão, olha que é um bom pensamento! Isto possívelmente até são as hormonas aqui a exacerbar a coisa, espero acalmar a mente e o coração com o passsr do tempo, mas não tem sido fácil

Sofiasbc -
Offline
Desde 19 Fev 2019

Ansha escreveu:

MisaL escreveu:A minha filha teve de ser operada à nascença e esteve um mês internada, logo não havia comentários que me afetassem.
No segundo... já é segundo e relevamos certas coisas.
A minha sogra também diz que ela é que sabe com os adormecer, claro nos outros dias está sempre acordado.
Não ligo, nesses momentos ela fica feliz, ele dorme e aproveito para descansar ou às vezes até namorar. E depois à noite ele volta a ser todo meu 🤗
Eu quando me irrito, antes de disparar tento pensar "que todos os meus males sejam estes" e quase que fico feliz.

Bons conselhos!
Sofia, acredita que isso q estás a passar é mtoooooo comum!
Acena e sorri 👋😬
A sério, não ligues e vive esta fase que é dura mas tb maravilhosa!
Felicidades

Smiley Obrigada pelas palavras. Sim, estou a tentat aproveitar cada segundo que o tempo voa e ela nunca mais terá esta idade
Acredito que esta situação seja comum, com mães, sogras e por aí fora ..mas que chateia, lá isso chateia e muito

Sofiasbc -
Offline
Desde 19 Fev 2019

guialmi escreveu:
Sofia, desvalorize, é o meu conselho. Concordo totalmente com a MisaL.
Olhe, a minha empregada da altura tinha um jeito especial para adormecer uma das minhas filhas, que era uma pedrinha para dormir...ainda bem, poupava me um stress desgracado...talvez porque ela era um poço de paciência, não porque gostava mais dela do que mim!

Eu sei que pode parecer mesquinhice, mas as pessoas também não têm o mínimo de bom senso, numa fase em que estamos vulneráveis esticam a corda até mais não. Às vezes parece de propósito Confuso

Sofiasbc -
Offline
Desde 19 Fev 2019

Anete Silva escreveu:
Olá! Sinceramente eu acho que quando nasce um bebé as emoções ficam ao rubro e parece que o bom senso abandona algumas pessoas...
Sabes o que eu acho? Existe muito pouca empatia neste mundo e muita má resolução e inveja... eu senti que as pessoas que tinham más atitudes dessas eram pessoas principalmente mal resolvidas e com inveja da minha situação de mãe... são pessoas que se sentem vazias, infelizes e que acham que se provarem que fazem as coisas melhores que os outros são mais importantes... ah eu consigo adormecer um bebé, ah eu é que sei, bla bla bla...
Mas não ligues a essas coisas... impõe a tua posição sempre que necessário, puxa para ti o bebé quando te apetecer mas também descomplica o resto, deixa que tomem conta, deixa que ponham a dormir e deixa que se achem importantes desde que isso implique que tu possas ter também uma folga...
Nos primeiros tempos eu também lidava mal com isso, tinha as hormonas ao rubro e tudo me chateava mas depois comecei é a usar essa gente em meu benefício e deixei de me chatear... fiquem com o bebé, andem ao colo, aturem... e eu vou descansar...
Como exemplo, a minha sogra era assim... ela é que sabia, ela era muito melhor, enfim... uma frustração que ela tinha e também sentia que me tratava como uma incompetente, um dia deixei a minha filha com ela e fui passear... 1h depois ligou em pânico que ela não parava de chorar... fui lá ter e ela chorava de aflição com a bebé ao colo, peguei calmamente na minha filha e ela parou de chorar, nem disse nada, mas moderou muito a atitude, percebeu que não era assim tão perfeita porque ninguém é e deixou-se de tretas...
Não ligues, usa todas as ajudas e não ligues a tontices, os outros é que estão tontos não és tu

Confesso que nesta altura ainda me é difícil deixar que sejam os outros, sem ser o pai, a fazer determinadas coisas. Mas espero chegar à fase de aproveitar que assim seja e ignorar os comentários com.um.sorriso na cara

Sofiasbc -
Offline
Desde 19 Fev 2019

DianaES escreveu:
Eh pá… sogras! Já perdi noites de sono com isso…
Agora, cago! Ainda hoje é o dia que ela adormece a bebé ao colo. Está numa fase de grandes lutas contra o sono mas em casa ela adormece deitada, lá se ela quer ser burra de carga e adormece-la ao colo, burrice dela… Não dá para mais, temos pena.
Infelizmente sei que esses comentários soam mal, principalmente no início quando ainda estamos inseguras no nosso papel de mães. Levamos tudo muito a peito e só sofremos com isso. Eu bati o pé no que achei de extrema importância, para não criar mau ambiente muitos recados "mandei" pelo meu marido, o resto comecei a relevar.
No início quando mandavam bocas para sairmos e deixarmos lá a bebé isso irritava-me profundamente… Deixei sequer de responder. A sério, quando as pessoas dizem merdas eu ignoro, até perguntas, eu olho para a pessoa e não respondo, e sabes que mais, descobri que a pessoa fica mal e deixa de fazer isso…
De tudo o que vivo e sei do assunto, cheguei às minhas conclusões. As sogras são mães, já tiveram bebés e sabem que MÃE É MÃE, que pelo menos em certas fases da vida o bebé tem mais apego e preferência pela mãe… Sabem que aqui o pai (filho delas) fica um pouco "prejudicado" e mentalmente parece que não aceitam isso. É isso que concluo.
Ponha as coisas em perspetiva, está feliz com o bebé, a vida corre bem, têm saúde, não se chateie com estas pequenas coisas… Amanhã tudo muda e perdemos tempo com coisas que não valem a pena!

Obrigada pelas palavras ! Realmente tenho mais é que aproveitar esta fase fantástica dela, este namoro maravilhoso e tentar relevar o resto

van89 -
Offline
Desde 18 Abr 2011

Olá, desde já muitos parabéns pela bebé.

Eu acredito que sim, temos de relativizar no entanto também acredito que temos de impor os nossos limites. Ser família não implica que exista algo que consideremos falta de respeito.

Em vez de deixar andar e ir acumulando mais vale falar que não gosta disto e daquilo.

À família do lado paterno também tinha uma série de atitudes que eu considerava que punham em causa o meu papel enquanto mãe, só à pouco tempo consegui começar a impor limites mas isso fez com que eu não confiasse neles e teve impacto na nossa relação, possivelmente se eu tivesse conseguido falar logo na altura as coisas não tinham chegado a este ponto.

Família é família mas tem de existir respeito

Sobre van89

Ajudo mulheres a alcançarem um vida com mais realização pessoal e profissional .

Se te fizer sentido segue-me- https://www.facebook.com/Vanessa.independenciaproposito/

Mãe do malandro Leandro. Nasceu no dia 26 de outubro com 3.864 kg e 49.5 cm com 41+1 semanas Sorriso

Outros tópicos relacionados

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?