Aprefilhar um filho por afeição | De Mãe para Mãe

Aprefilhar um filho por afeição

Responda
39 mensagens
RaquelSampaio -
Offline
Desde 30 Mar 2019

Olá mães... Alguém me sabe dizer se um pai que não é pai aprefilhar um bebe por afeição visto que o pai biológico abandonou a mulher logo aos tres meses de gestação e ela mais tarde começaria a namorar com outra pessoa aos 7 meses de gestação e essa pessoa como se apegou quis aprefilhar inclusive escolheu o segundo nome do bebe "exigindo" que fosse Rafael como ele... E esteve com a mae e o bebe 3 meses de vida e depois abandonou e nunca mais quis saber e acontece que agora passado 5 anos ele quer retirar o nome sabem me dizer como ocorre essas coisas quem souber! Obrigada pela atenção

Desde 13 Set 2012

Bem, novela da boa!

SMSantos

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Difícil entender sem pontuação, mas se bem percebi o seu ex-namorado declarou -se como pai biológico da criança e a registou-a como tal (aperfilhar é outra coisa), mas agora mudou de ideias. Não sei se pode voltar atrás provando que não é o pai biológico da criança, mas informe-se junto de um advogado ou do tribunal de família.

DianaES -
Online
Desde 08 Out 2013

Se ele tomou a decisão de adotar sabendo não ser paio biológico julgo que não pode deixar de ser o pai. Não estou a ver nenhum juíz fazer isso à criança (de quem deve ser sempre o maior interesse) a não ser que seja para outra pessoa assumir a paternidade no lugar dele. Mas deve consultar um advogado.

loopdidoo -
Offline
Desde 30 Jul 2012

mas aprefilhou como? foram ao registo e simplesmente disseram que ele era o pai da criança e seguiu por ai, ou foram por via legal ao tribunal etc etc? e que ha diferença... a primeira basta ele pedir um teste de paternidade e provar em tribunal que nao e pai da criança. a 2ª nao ha volta a dar pois e como se fosse uma adopção e adopção e definitiva

Videl86 -
Online
Desde 18 Jul 2014

loopdidoo escreveu:
mas aprefilhou como? foram ao registo e simplesmente disseram que ele era o pai da criança e seguiu por ai, ou foram por via legal ao tribunal etc etc? e que ha diferença... a primeira basta ele pedir um teste de paternidade e provar em tribunal que nao e pai da criança. a 2ª nao ha volta a dar pois e como se fosse uma adopção e adopção e definitiva

É isto sim. Mas digo uma coisa, cada vez que vejo estes casos ó me apetece dizer "mas que gente de m*rda que há neste mundo que BRINCAM COM A VIDA DE CRIANÇAS COMO SE FOSSEM BRINQUEDOS". Ganhem vergonha na cara!!

Sobre Videl86

08 de dezembro de 2014 <3 49,5 cm e 2,920 de amor e doçura <3
13 de dezembro de 2017 <3 47 cm e 2,815 de fofurice e amor <3

MissDiana -
Offline
Desde 11 Maio 2017

oh o homem que arranje uma vida e que deixe de importunar as pessoas!! então agora a pessoa não poderia ter escolhido na mesma esse nome? enfim... a pessoa que não se chateie com isso, que bloqueie o individuo, se ainda assim continuar a importunar, é falar com as autoridades!

Sobre MissDiana

*Treinante de 2017
*23/06/2017 ovusitol e progeffik 100 (ovários microquisticos)
*13/03/2018 Histerossalpingografia OK
*16/05/2018 Colposcopia e biopsia colo do utero
*Março 2019 arranque nas tentativas Inocare, progeffik e dufine
*29/03/2019 gravidez natural, o dia + feliz

DianaES -
Online
Desde 08 Out 2013

MissDiana escreveu:
oh o homem que arranje uma vida e que deixe de importunar as pessoas!! então agora a pessoa não poderia ter escolhido na mesma esse nome? enfim... a pessoa que não se chateie com isso, que bloqueie o individuo, se ainda assim continuar a importunar, é falar com as autoridades!

Acho que não se refere ao nome próprio mas ao sobrenome já que o perfilhou.

MisaL -
Online
Desde 17 Abr 2019

Se isto é em Portugal, não pode e ainda cometeu um crime. A única hipótese de dar o nome à nascença foi ter mentido, ter dito que era o pai biológico.
Se isto é verdade, deviam os dois ter juízo. A mãe aos 3 meses de gestação foi abandonada e aos 7 já deixa que outro homem dê o nome ao filho e que se passe por pai biológico?

RaquelSampaio -
Offline
Desde 30 Mar 2019

É assim peço desculpa pela não pontuação resolvo já isso... Eles começaram a namorar tinha ela 7meses de gestação, ou seja ele viveu o fim da gravidez o bebe nasceu ele foi ver e logo ficou ainda mais apegado, logo no primeiro dia de ela vir para o quarto com o bebé ele disse depois de estar lá pegar no colo etc que queria pôr o nome, e eu como sou prima eu sou testemunha que minha prima disse é melhor não! Vou chamar o pai dele para vir aqui registar na maternidade ou perguntar se pode sair sem nome de pai e seguir em tribunal o pedido! Mas o rapaz insistiu visto que o pai do bebe e ele sabia era má pessoa e chegou a dar uma pontapé na minha prima no início da gestação ainda estavam juntos , e ela deu entrada no hospital com hemorragia na altura. A medica suspeitou logo que não era acidente então o que fez foi escrever no boletim de grávida que ela tinha sido vítima de agressão por parte do pai, e para ela pensar bem e ir a polícia mas ela não o fez... Então até os 7 meses sofreu de ameaças de todo o tipo quando arranjou o tal moço ele parou, mas ele sabia a data que o filho ia nascer... Mas nunca procurou... So queria o meu primo morto... O bebé.... Este moço apareceu aos 7 meses mal o bebe nasceu esteve com a minha prima e primo até aos 3 meses de vida dele... Ele quis dar o nome de livre vontade dentro da maternidade, quis que o segundo nome do meu priminho fosse tambem Rafael como ele queria que ele fosse Rafael e levasse o sobrenome... Mas para quê fez esse filme todo chorou na maternidade para que deixassem aprefilhar que tinha o bebe como dele que se a pegou... Para quê isso tudo se depois abandona os meus primos? E agora passado 5 anos, que o meu primo já tem 5anos, ele quer tirar o nome e provar que não é o pai, para o miúdo não circular mais com o sobrenome dele...

RaquelSampaio -
Offline
Desde 30 Mar 2019

MisaL escreveu:
Se isto é em Portugal, não pode e ainda cometeu um crime. A única hipótese de dar o nome à nascença foi ter mentido, ter dito que era o pai biológico.
Se isto é verdade, deviam os dois ter juízo. A mãe aos 3 meses de gestação foi abandonada e aos 7 já deixa que outro homem dê o nome ao filho e que se passe por pai biológico?

Sim isto é em Portugal

MisaL -
Online
Desde 17 Abr 2019

Deixe-o ir a tribunal para tentar retirar o nome, pode ser que o condenem por falsas declarações.

RaquelSampaio escreveu:

MisaL escreveu:Se isto é em Portugal, não pode e ainda cometeu um crime. A única hipótese de dar o nome à nascença foi ter mentido, ter dito que era o pai biológico.
Se isto é verdade, deviam os dois ter juízo. A mãe aos 3 meses de gestação foi abandonada e aos 7 já deixa que outro homem dê o nome ao filho e que se passe por pai biológico?

Sim isto é em Portugal

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Ele não aperfilhou, ele declarou que era o pai biológico, é diferente! Se provar, através de teste de ADN, que não é o pai, pode tirar a paternidade, julgo eu (os casos que costumam aparecer são de pais que descobrem que a mulher os traiu). Nesse caso, penso que o ministério público se vai meter ao barulho e averiguar quem é realmente o pai da criança. E este (o pai biológico real), sabem onde está? Alguma vez quis saber do filho?

MissDiana -
Offline
Desde 11 Maio 2017

DianaES escreveu:

MissDiana escreveu:oh o homem que arranje uma vida e que deixe de importunar as pessoas!! então agora a pessoa não poderia ter escolhido na mesma esse nome? enfim... a pessoa que não se chateie com isso, que bloqueie o individuo, se ainda assim continuar a importunar, é falar com as autoridades!

Acho que não se refere ao nome próprio mas ao sobrenome já que o perfilhou.

como perfilhar e adoptar são coisas diferentes (julgava que perfilhar não fosse permitido usar apelido que não os dos pais biológicos), pensei que Rafael fosse nome próprio e não apelido! fiz confusão Sorriso entretanto a autora já explicou mais um pouco a situação e sinceramente, as pessoas brincam umas com as outras!

Sobre MissDiana

*Treinante de 2017
*23/06/2017 ovusitol e progeffik 100 (ovários microquisticos)
*13/03/2018 Histerossalpingografia OK
*16/05/2018 Colposcopia e biopsia colo do utero
*Março 2019 arranque nas tentativas Inocare, progeffik e dufine
*29/03/2019 gravidez natural, o dia + feliz

MisaL -
Online
Desde 17 Abr 2019

guialmi escreveu:
Ele não aperfilhou, ele declarou que era o pai biológico, é diferente! Se provar, através de teste de ADN, que não é o pai, pode tirar a paternidade, julgo eu (os casos que costumam aparecer são de pais que descobrem que a mulher os traiu). Nesse caso, penso que o ministério público se vai meter ao barulho e averiguar quem é realmente o pai da criança. E este (o pai biológico real), sabem onde está? Alguma vez quis saber do filho?

Este não foi traído, quis mentir deliberadamente, este sabia bem que não era o pai. Cometeu um crime.

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

MisaL escreveu:

guialmi escreveu:Ele não aperfilhou, ele declarou que era o pai biológico, é diferente! Se provar, através de teste de ADN, que não é o pai, pode tirar a paternidade, julgo eu (os casos que costumam aparecer são de pais que descobrem que a mulher os traiu). Nesse caso, penso que o ministério público se vai meter ao barulho e averiguar quem é realmente o pai da criança. E este (o pai biológico real), sabem onde está? Alguma vez quis saber do filho?

Este não foi traído, quis mentir deliberadamente, este sabia bem que não era o pai. Cometeu um crime.


Claro, e acredito que ao assumir que prestou falsas declarações vá ter alguma consequência, mas o que a sua mente mesquinha deve estar a pensar é que mais vale pagar uma multa agora do que ser legalmente responsável por um menor mais 13 anos... Que fique a lição se alguém alguma vez estiver na mesma situação...

RaquelSampaio -
Offline
Desde 30 Mar 2019

guialmi escreveu:
Ele não aperfilhou, ele declarou que era o pai biológico, é diferente! Se provar, através de teste de ADN, que não é o pai, pode tirar a paternidade, julgo eu (os casos que costumam aparecer são de pais que descobrem que a mulher os traiu). Nesse caso, penso que o ministério público se vai meter ao barulho e averiguar quem é realmente o pai da criança. E este (o pai biológico real), sabem onde está? Alguma vez quis saber do filho?

Não ele o pai biológico nunca quis saber apesar de tudo ele sabia da existência da criança e sabia o dia previsto do parto mas como sempre disse que queria que o bebe morresse que fez o que fez à minha prima como ja referi no comentário a cima... Ele mesmo sabendo que o menino depois do que ele fez estava bem ela nao tinha perdido o bebe, porque ele queria que ela tira se... Mas ela seguiu gravidez porque teve apoio da família toda e insistimos para que não continua se uma relação violenta que depois resolvia se no nascimento... Mas ele ameaçava sempre... Até que no dia que soube que a minha prima namorava deixou de ameaçar que vinha dar murros na barriga etc.. E o rapaz que namorava com a minha prima viveu 6 meses 3 do fim da gravidez e 3 do nascimento e eles fizeram esse erro mas a minha prima sei que disse a nossa a frente que se calhar era melhor chamar o pai à maternidade o irmão dela meu primo ligou com ele via Facebook e a resposta dele é que ninguem o obrigava e o filho nao era dele o meu primo transmitiu isso cá baixo na sala de espera a todos da família e amigos o rapaz ao ouvir isso ficou em lágrimas e fez um choradinho disse coisas muito bonitas e seguiu para o quarto da minha prima ao qual conseguiu convencer, eu não sensuro pois duas pessoas que se amavam e o sofrimento que ela passou com o verdadeiro pai acho que foi um momento de desespero... O que nada previa é que ele viesse a abandonar depois... E agora passado 5 anos quer exigir a retirada do nome em tribunal...

RaquelSampaio -
Offline
Desde 30 Mar 2019

MissDiana escreveu:

DianaES escreveu:
MissDiana escreveu:oh o homem que arranje uma vida e que deixe de importunar as pessoas!! então agora a pessoa não poderia ter escolhido na mesma esse nome? enfim... a pessoa que não se chateie com isso, que bloqueie o individuo, se ainda assim continuar a importunar, é falar com as autoridades!

Acho que não se refere ao nome próprio mas ao sobrenome já que o perfilhou.

como perfilhar e adoptar são coisas diferentes (julgava que perfilhar não fosse permitido usar apelido que não os dos pais biológicos), pensei que Rafael fosse nome próprio e não apelido! fiz confusão entretanto a autora já explicou mais um pouco a situação e sinceramente, as pessoas brincam umas com as outras!

Desculpe vou corrigir ele pai nao biologico pediu à minha prima que além de o aprefilhar com o apelido Marques que lhe coloca se como segundo nome Rafael que é como ele (pai nao biologico) se chama Rafael... Espero que tenham entendido 🙄

MisaL -
Online
Desde 17 Abr 2019

Espero que a multa seja não deixarem retirar o nome ou indemnizar bem a criança que não tem culpa nenhuma.

guialmi escreveu:

MisaL escreveu:
guialmi escreveu:Ele não aperfilhou, ele declarou que era o pai biológico, é diferente! Se provar, através de teste de ADN, que não é o pai, pode tirar a paternidade, julgo eu (os casos que costumam aparecer são de pais que descobrem que a mulher os traiu). Nesse caso, penso que o ministério público se vai meter ao barulho e averiguar quem é realmente o pai da criança. E este (o pai biológico real), sabem onde está? Alguma vez quis saber do filho?

Este não foi traído, quis mentir deliberadamente, este sabia bem que não era o pai. Cometeu um crime.

Claro, e acredito que ao assumir que prestou falsas declarações vá ter alguma consequência, mas o que a sua mente mesquinha deve estar a pensar é que mais vale pagar uma multa agora do que ser legalmente responsável por um menor mais 13 anos... Que fique a lição se alguém alguma vez estiver na mesma situação...

RaquelSampaio -
Offline
Desde 30 Mar 2019

guialmi escreveu:

MisaL escreveu:
guialmi escreveu:Ele não aperfilhou, ele declarou que era o pai biológico, é diferente! Se provar, através de teste de ADN, que não é o pai, pode tirar a paternidade, julgo eu (os casos que costumam aparecer são de pais que descobrem que a mulher os traiu). Nesse caso, penso que o ministério público se vai meter ao barulho e averiguar quem é realmente o pai da criança. E este (o pai biológico real), sabem onde está? Alguma vez quis saber do filho?

Este não foi traído, quis mentir deliberadamente, este sabia bem que não era o pai. Cometeu um crime.

Claro, e acredito que ao assumir que prestou falsas declarações vá ter alguma consequência, mas o que a sua mente mesquinha deve estar a pensar é que mais vale pagar uma multa agora do que ser legalmente responsável por um menor mais 13 anos... Que fique a lição se alguém alguma vez estiver na mesma situação...

A mente dele ou de quem é mulher dele agora... Esta a exigir que ele o faça... Visto os dois terem dois filhos e ela ter sabido desta história... Mas ja tem dois filhos 1 com 2 outro com 1 porque não fez à mais tempo? Esperou para agora... Ela ligou para mim toda armada em peixeira e eu só aconselhei a minha prima a meter advogada e resolverem isto... Mas a mulher está por de trás disto e ele nao se manifesta so ela ao telemóvel... Ele segunda feira vai ao tribunal fazer isso e pedir um teste de DNA.

DianaES -
Online
Desde 08 Out 2013

RaquelSampaio escreveu:

guialmi escreveu:
MisaL escreveu:
guialmi escreveu:Ele não aperfilhou, ele declarou que era o pai biológico, é diferente! Se provar, através de teste de ADN, que não é o pai, pode tirar a paternidade, julgo eu (os casos que costumam aparecer são de pais que descobrem que a mulher os traiu). Nesse caso, penso que o ministério público se vai meter ao barulho e averiguar quem é realmente o pai da criança. E este (o pai biológico real), sabem onde está? Alguma vez quis saber do filho?

Este não foi traído, quis mentir deliberadamente, este sabia bem que não era o pai. Cometeu um crime.

Claro, e acredito que ao assumir que prestou falsas declarações vá ter alguma consequência, mas o que a sua mente mesquinha deve estar a pensar é que mais vale pagar uma multa agora do que ser legalmente responsável por um menor mais 13 anos... Que fique a lição se alguém alguma vez estiver na mesma situação...

A mente dele ou de quem é mulher dele agora... Esta a exigir que ele o faça... Visto os dois terem dois filhos e ela ter sabido desta história... Mas ja tem dois filhos 1 com 2 outro com 1 porque não fez à mais tempo? Esperou para agora... Ela ligou para mim toda armada em peixeira e eu só aconselhei a minha prima a meter advogada e resolverem isto... Mas a mulher está por de trás disto e ele nao se manifesta so ela ao telemóvel... Ele segunda feira vai ao tribunal fazer isso e pedir um teste de DNA.


Ele não deve saber que se for a tribunal ainda vai responder por falsas declarações. Deixem-no ir… A mulher dele já leva também um bom presente para a vida, um merdas de homem.

Videl86 -
Online
Desde 18 Jul 2014

É bom reforçar que, independentemente das circunstâncias, ambos cometeram um crime, não foi só ele. Se queriam que ele registasse a criança entravam com um pedido de adoção do filho do cônjuge ou do unido de facto...que tem um prazo de espera (será de cerca de 4 anos) precisamente par evitar este tipo de situação ridícula.

Sobre Videl86

08 de dezembro de 2014 <3 49,5 cm e 2,920 de amor e doçura <3
13 de dezembro de 2017 <3 47 cm e 2,815 de fofurice e amor <3

RaquelSampaio -
Offline
Desde 30 Mar 2019

DianaES escreveu:

RaquelSampaio escreveu:
guialmi escreveu:
MisaL escreveu:
guialmi escreveu:Ele não aperfilhou, ele declarou que era o pai biológico, é diferente! Se provar, através de teste de ADN, que não é o pai, pode tirar a paternidade, julgo eu (os casos que costumam aparecer são de pais que descobrem que a mulher os traiu). Nesse caso, penso que o ministério público se vai meter ao barulho e averiguar quem é realmente o pai da criança. E este (o pai biológico real), sabem onde está? Alguma vez quis saber do filho?

Este não foi traído, quis mentir deliberadamente, este sabia bem que não era o pai. Cometeu um crime.

Claro, e acredito que ao assumir que prestou falsas declarações vá ter alguma consequência, mas o que a sua mente mesquinha deve estar a pensar é que mais vale pagar uma multa agora do que ser legalmente responsável por um menor mais 13 anos... Que fique a lição se alguém alguma vez estiver na mesma situação...

A mente dele ou de quem é mulher dele agora... Esta a exigir que ele o faça... Visto os dois terem dois filhos e ela ter sabido desta história... Mas ja tem dois filhos 1 com 2 outro com 1 porque não fez à mais tempo? Esperou para agora... Ela ligou para mim toda armada em peixeira e eu só aconselhei a minha prima a meter advogada e resolverem isto... Mas a mulher está por de trás disto e ele nao se manifesta so ela ao telemóvel... Ele segunda feira vai ao tribunal fazer isso e pedir um teste de DNA.

Ele não deve saber que se for a tribunal ainda vai responder por falsas declarações. Deixem-no ir… A mulher dele já leva também um bom presente para a vida, um merdas de homem.

Ele ja tem advogada mas a mulher dele não dá o número da advogada dele à advogada da minha prima nem dá o número da advogada da minha prima à dele ou seja não sei o que a fulana pensa mas ao dar o número de uma advogada à outra não tem mal nenhum... E só cria mais desentendimentos...

RaquelSampaio -
Offline
Desde 30 Mar 2019

Videl86 escreveu:
É bom reforçar que, independentemente das circunstâncias, ambos cometeram um crime, não foi só ele. Se queriam que ele registasse a criança entravam com um pedido de adoção do filho do cônjuge ou do unido de facto...que tem um prazo de espera (será de cerca de 4 anos) precisamente par evitar este tipo de situação ridícula.

Erraram os dois certo ninguém disse que só se dança o tango sozinho mas sim a dois... Mas atire a primeira pedra quem nunca errou...

Videl86 -
Online
Desde 18 Jul 2014

Há uma diferença entre errar e cometer uma ilegalidade! Errar todos erramos no dia-a-dia, cometer ilegalidades nem todos o fazemos e quando fazemos devemos ter em consideração que ilegalidades têm consequências legais ao serem descobertas.

Sobre Videl86

08 de dezembro de 2014 <3 49,5 cm e 2,920 de amor e doçura <3
13 de dezembro de 2017 <3 47 cm e 2,815 de fofurice e amor <3

RaquelSampaio -
Offline
Desde 30 Mar 2019

Videl86 escreveu:
Há uma diferença entre errar e cometer uma ilegalidade! Errar todos erramos no dia-a-dia, cometer ilegalidades nem todos o fazemos e quando fazemos devemos ter em consideração que ilegalidades têm consequências legais ao serem descobertas.

E aqui todos sabemos mas este caso não será o primeiro nem o último... E só as pessoas que o fizeram sabem, ele diz que fez por amor! Mas custa acreditar porque ele se amava o meu primo neste caso, nao fazia o que fez, abandonar!!!! Abandonar porque ele traiu a minha prima com esta atual mulher e mesmo assim vinha as escondidas fazer o papel de pai dar fraldas etc sem ninguém pedir nada ele vinha porque dizia ter saudades do miúdo, ao que esta atual mulher dele descobriu passado 3 semanas de ele deixar a minha prima por causa dela e proibiu ele de o fazer, mas só agora passado 5 anos exige dele isto visto que nota se que ele está a ser pressionado... Ele no fundo é algo que mexe com ele, notou se depois de cometer a traição à minha prima com esta atual mulher e agora neste momento nota se que esta a ser pressionado de certa forma se nao logo no 1 ano de vida ou meses depois tinha tirado o nome coisa que nunca aconteceu... Contei mais um bocado da história visto a história nem ser minha e nem devia estar a expor tanto mas quero ajudar a minha prima.

DianaES -
Online
Desde 08 Out 2013

Realmente há gente para tudo… A sua prima o que tem a fazer é esperar alguma notificação judicial… Na altura pega no que receber e leva a um advogado e pronto. Não me parece que haja muito mais a fazer, isso e distância desse povacho.

RaquelSampaio -
Offline
Desde 30 Mar 2019

DianaES escreveu:
Realmente há gente para tudo… A sua prima o que tem a fazer é esperar alguma notificação judicial… Na altura pega no que receber e leva a um advogado e pronto. Não me parece que haja muito mais a fazer, isso e distância desse povacho.

Ela ja tem tudo esta com a advogada dela tudo o que precisa... E a advogada so disse para a minha prima ter calma que vai ficar tudo bem porque só ela sabe o que vai dentro dela nem sensuro sequer pois ninguém está livre de nada neste mundo... Mas sim o que o mundo precisa é de mais paz e pessoas com bom coração... Porque infelizmente às vezes comete se estes erros por mil razões e foi o caso dela que embora reticente por medo de viver de novo ameaças e ou algum tipo de agressao ao filho viu ali uma saida... Não condeno nem nunca vou condenar... Porque esse pai biológico ta escrito no boletim de gravida quis matar o filho com 3 meses dentro da barriga da minha prima... Por milagre o meu primo hoje tem 5 anos esta bem criado ela nunca foi bater à porta de ninguém já tem outro filho é casada com o pai desse meu outro primo e esta com a vida resolvida... Mas isso do passado com o pai nao biologico, foi um momento de enorme medo e viu ali pureza nas palavras de quem nao so a ela falou e chorou como a nós familia e amigos só quem estava na maternidade e viveu a relação e esta história sabe... Errar erraram mas eu consigo entender o lado da minha prima em ter aceite que ele assumi se como filho... E existe muita gente que aprefilha e sabe que nao é o pai por histórias como esta de pais biológicos com má indule...

fmmartins -
Offline
Desde 14 Dez 2016

Provavelmente ele vai instaurar em Tribunal uma ação de averiguação oficiosa da paternidade. Serão feitos testes de ADN que vão provar que a criança não é filho/a dele. Provavelmente terá constituído outra família e deve ter medo que esta criança venha a herdar património.

fmmartins -
Offline
Desde 14 Dez 2016

Peço desculpa, é impugnação de paternidade.

Ana Maria Costa1 -
Offline
Desde 01 Fev 2019

E como fica a criança no meio disto tudo? Vão lhe dizer que o pai agora já não o é? Ou nunca o conheceu como tal? É que papéis é o mais fácil...

Outros tópicos relacionados

Dra. Fernanda Caiano Pina - Porto
Olá mamãs! Gostava de perguntar se alguma mamã foi seguida pela Dra. Fernanda Caiano Pina, no Porto. E já agora, se alguma de vocês já lá fez a amniocentese. Beijinhos DPP 13 maio 2010
Mamãs do Porto
Olá mamãs do Porto! Alguém me pode dizer se já teve bébé ou conhece alguém que tenha tido no Hospital Pedro Hispano, no Porto? E o que ouviram dizer? Beijiokas DPP 13 maio 2010
Alguma mamã teve o bébé na ordem da lapa no Porto?
Olá a todas O meu Tomás irá nascer na lapa e gostava de saber: - o teste do pezinho é feito lá? - A primeira vacina é dada lá? - Como se processa o registo de nascimento do bebé? - Depois do bébé nascer temos que entregar os documentos na Seg...
Alguma mãmã vai ter o bébé na ordem da lapa no porto?
Olá a todas O meu Tomás irá nascer na lapa e gostava de saber: - o teste do pezinho é feito lá? - A primeira vacina é dada lá? - Como se processa o registo de nascimento do bebé? - Depois do bébé nascer temos que entregar os documentos na Seg...
Feliz Natal
Quero desejar um Feliz Natal a todas as mamãs e que passem uma noite e um dia mágico! Beijinhos DPP 13 maio 2010
Corrente Positiva Amigas
Olá amiguinhas Realmente começo a ler os tópicos e fico triste. O que se andará a passar no ar? Será deste tempo louco, da camada de ozono? Só encontro problemas familiares (inclusivé eu) e profissionais. Vamos todas fazer uma FORTE CORRENTE...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?