Ansiedade extrema na gravidez | De Mãe para Mãe

Ansiedade extrema na gravidez

Responda
4 mensagens
Isabellitas -
Offline
Desde 03 Abr 2017

Olá futuras mães! Estou a escrever porque estou de 17 semanas de gestação e a ansiedade é horrível. No passado tomava antidepressivos até que fiz o desmame para engravidar...tenho muitos ataques de pânico e a ansiedade é extrema...nem com o valdispert me acalmo. Só quero que o tempo passe muito rápido para me tirarrem o bébé de dentro de mim pois tenho muito medo de estar-lhe a fazer mal...alguém está a passar por esta situação ou já passou pelo mesmo? Contem-me as vossas experiências e como superaram todo este problema. Beijinhos.

XanaCD -
Offline
Desde 13 Jan 2013

Olá.
Foi o seu médico que a aconselhou a fazer o desmame? Fê-lo com acompanhamento?
É que parece que mais vale tomar alguns químicos do que andar nessa ansiedade horrível. Há mulheres que os tomam durante a gravidez, chama-se um "mal menor". Acho que há alguns medicamentos que se podem tomar. Claro que deve haver riscos mas realmente no seu caso acho melhor ir a um psiquiatra que a aconselhe.
Força! Tudo de bom!

Submetido por XanaCD em Seg, 19/06/2017 - 14:42
Bisgalha -
Offline
Desde 17 Nov 2014

Eu buscaria algo terapeutico: Yoga, massagens, umas idas á praia, qualquer coisa..por que ansiedade é um veneno para o bebe

Submetido por Bisgalha em Seg, 19/06/2017 - 16:27
Ana Svensson -
Offline
Desde 23 Abr 2017

Olá Isabellitas. Gostava muito de a conseguir ajudar porque também eu sei bem o que é vermos a nossa vida controlada por ataques de pânico e ansiedade constante sem explicação aparente. Sempre tive ataques de pânico isolados, mas com a entrada na faculdade tudo piorou. Cheguei ao ponto de não conseguir dormir à noite e de não ser capaz de sair do quarto/cama durante o dia. Sempre evitei medicação porque não queria criar dependência, mas nessa altura tive de recorrer a ela (isto pouco mais de um ano antes de engravidar). Quando descobri que estava grávida (gravidez não planeada) parei abruptamente com a medicação. Curiosamente, no meu caso, melhorei imenso ao longo da gravidez e nunca mais voltei ao estado em que estava antes. Desde aí nunca mais tomei medicação. Claro que ainda tenho ataques de pânico de vez em quando (acho que vou ter sempre) e há fases em que estou pior do que outras. Mas tenho-me conseguido aguentar e ter uma vida normal sem medicação e já lá vão mais de 5 anos.
No seu caso, pelo que descreve, os sintomas de ansiedade estão a piorar na gravidez, pelo que provavelmente é preferível que tome alguma coisa que a permita viver uma gravidez mais descansada. Fale com o seu médico. Na minha opinião, sempre que possível, deve-se evitar medicação para o que quer que seja durante a gravidez. Mas, por vezes, é necessário (eu, por exemplo, tive de tomar antibiótico nesta gravidez e provavelmente terei de tomar novamente a partir de hoje). Fale com o seu médico e peça-lhe opinião. Há medicamentos cujo risco para o bebé é mínimo.
Vá dando notícias e se precisar de alguma coisa, esteja à vontade.
Beijinhos e que corra tudo bem
(Valdispert em mim também nuca fez efeito nenhum)

Submetido por Ana Svensson em Seg, 19/06/2017 - 16:28