Aleitamento com extração exclusivamente | De Mãe para Mãe

Aleitamento com extração exclusivamente

Responda
10 mensagens
withritapereira -
Offline
Desde 31 Out 2023

Olá,
Tenho um bebé de duas semanas e por questões profissionais optei por dar leite materno ao meu filho mas no biberão. Por questões de logística e para o pai conseguir ficar com o bebé, optamos por esse formato de aleitamento.
Alguém que tenha passado pela mesma experiência? É expectável que a minha produção de leite diminua mais rapidamente do que se estivesse a amamentar diretamente?

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

Sim, é expectável.
Não é impossível, dá para manter, mas a estimulação com a bomba é muito inferior, não produz hormonas, e a logística torna-se um pesadelo.
Se for mesmo o objetivo a longo prazo, comece já a procurar ajudar e conselhos de profissionais. Se estiver com a disponibilidade mental para levar em quando der, faça o esforço que lhe for possível e quando não der mais, não se culpe.

speakout -
Offline
Desde 07 Dez 2009

Sim, parece-me que será expectável diminuir a produção porque a extração não costuma ser tão eficiente como o bebé. Não vai usufruir da licença de parentalidade? Se a ideia é preparar o regresso ao trabalho, parece-me muito precoce tirar desde sempre o contacto entre mãe e filho e alimentar sempre com biberon. Nem todas as pessoas estão abertas à amamentação, se for o seu caso não se sinta julgada, faça o que for possível para si. Se quiser dar uma oportunidade à experiência também não tenha receio por estar a planear o regresso ao trabalho, o bebé adapta- se ao peito e ao biberon.

Sónia S. Silva -
Offline
Desde 21 Set 2021

A minha bebé parou de querer mama pelos 7 meses e tal (dava mama e biberão desde o primeiro dia para o pai tb poder participar) e bombeei até aos 11. Dos 7 aos 11 meses estive refém da bomba os dias todos e foi horrível, não tinha tempo para ela porque estava sempre na bomba, não tinha tempo para mim, não saía quase nada, nem me quero lembrar. Tive muito leite e congelei bastante desde o inciio e deu-me até há poucos dias. Parei de bombear aos 11 meses e foi uma liberdade indiscritivel, para mim e para ela, somos muito mais felizes as duas. O meu conselho é faça um stock, se quer do seu pense em ter até aos 10, 11, e depois viva!!

Sónia Silva

MisaL -
Offline
Desde 17 Abr 2019

Não sei se é impossível, mas nunca ouvi nenhum caso de aleitamento materno exclusivo a bomba até aos 6meses...pensar em 10 ou 11 acho uma loucura. No misto ainda vá lá, mas em exclusivo com bomba acho insustentável.

Sónia S. Silva escreveu:
A minha bebé parou de querer mama pelos 7 meses e tal (dava mama e biberão desde o primeiro dia para o pai tb poder participar) e bombeei até aos 11. Dos 7 aos 11 meses estive refém da bomba os dias todos e foi horrível, não tinha tempo para ela porque estava sempre na bomba, não tinha tempo para mim, não saía quase nada, nem me quero lembrar. Tive muito leite e congelei bastante desde o inciio e deu-me até há poucos dias. Parei de bombear aos 11 meses e foi uma liberdade indiscritivel, para mim e para ela, somos muito mais felizes as duas. O meu conselho é faça um stock, se quer do seu pense em ter até aos 10, 11, e depois viva!!

jolo -
Offline
Desde 02 Out 2009

Olá,

Se é esse o objetivo vai precisar de rotina de extração e muita força de vontade. Pode seguir o perfil bebesemformula no instagram, tem muita infonos destaques e existe um curso pago mesmo para o seu caso.
Espero que corra tudo bem!

Sobre jolo

Joal

Sfno92 -
Offline
Desde 02 Out 2019

Quando a minha bebé nasceu passei por alguns problemas pessoais que não me deixaram investir a 100% na amamentação. Como tinha muito leite mas dificuldades em que a bebé pegasse na mama, achei que a solução ideal era tirar leite com a bomba e oferecer no biberão. Utilizei este método em exclusivo até quase aos 4 meses e após isso tive necessidade de introduzir suplemento por dimuição na minha produção de leite. Deixei de ter leite por volta dos 6 meses de forma natural.
É um processo muito desgastante, passei 4 meses dependente de bombas de extração de leite em que tinha de programar os meus dias de forma a não passar mais do que x horas fora de casa. As noites ao inicio foram um tormento porque depois de ela beber o leite, tinha que a adormecer e tirar leite para a próxima vez. Quando dava por mim tinham passado 2h e ela estava a acordar outra vez para comer. Sou muito sincera e só mantive este método porque tinha 0 apoio e nunca consegui que ela mamasse no peito. Como tinha muito leite, ela aumentava bem de peso e nunca teve cólicas aguentei o máximo que consegui muito por culpa daquela "mommy guilt".
Tem que ver o que é melhor para vocês e para a vossa rotina familiar, mas sim é expectável que diminuia a produção de leite. Especialmente se retomar a sua atividade profissional e não conseguir extrair leite frequentemente.

withritapereira -
Offline
Desde 31 Out 2023

Tenho um negócio próprio e a licença de parentalidade não se aplica no meu caso e por isso é que optei desde logo por extrair e dar no biberão para o meu marido puder ficar com o bebé umas horas enquanto eu tenho que orientar algum trabalho.

speakout escreveu:
Sim, parece-me que será expectável diminuir a produção porque a extração não costuma ser tão eficiente como o bebé. Não vai usufruir da licença de parentalidade? Se a ideia é preparar o regresso ao trabalho, parece-me muito precoce tirar desde sempre o contacto entre mãe e filho e alimentar sempre com biberon. Nem todas as pessoas estão abertas à amamentação, se for o seu caso não se sinta julgada, faça o que for possível para si. Se quiser dar uma oportunidade à experiência também não tenha receio por estar a planear o regresso ao trabalho, o bebé adapta- se ao peito e ao biberon.

Bellinha.M -
Offline
Desde 12 Abr 2022

Olá 👋
Acho que o fundamental é estar consciente do trabalho que dá.
Quando diz exclusivamente refere-se a nunca dar peito? Se for sua vontade, uma coisa não invalida a outra. Se não for, não se culpe. Faça enquanto conseguir mas não se torne uma " refém" da bomba, como já aqui referiram. Muito importante saber dizer chega. E eu falo ainda com o coração ligeiramente apertado porque há cerca de 15 dias decidi que não ia mais extrair leite para dar ao meu bebé. Sempre amamentei quando estou com ele mas fazia o sacrifício de fazer extração diária para ele souber leite materno. Desde que decidi parar... é uma liberdade muito grande.

zaq -
Offline
Desde 31 Maio 2023

Dá uma trabalheira, mas penso que se faz. O corpo vai produzir o que "pedir" e adapta-se.
Usei bastante a bomba e, excetuando ao início, conseguia tirar bastante leite. A certa altura já sabia os truques. A calma e confiança é um deles. Qdo fiz o stock de leite congelado passei a usar menos a bomba.
A parte chata era quando me distraia e deixava encaroçar. Aí quem me safava era o bebé a mamar. Mas ganhei algumas mastites por causa da bomba, pois produzia mais do que devia.
Mantive o biberão com LM e a mama em conjunto até aos 7 meses (+-). O meu filho mais novo nunca bebeu LA (nada contra, mas não foi necessário).
Não pense muito nisso. Um dia de cada vez. Vai correr como tiver de correr.
Felicidades!!