Ajuda por favor :( sinto q me querem tirar o bebé a todo tempo | De Mãe para Mãe

Ajuda por favor :( sinto q me querem tirar o bebé a todo tempo

Responda
11 mensagens
NeXie -
Offline
Desde 16 Fev 2019

Olá a todas.
Escrevo para desabafar um pouco...sei q é uma reação natural nas mães. Não gostamos que nos tirem os bebés dos nossos colos, mas tenho medo de passar por tola...
Sempre q vou aos meus sogros, sinto uma tristeza profunda porque parece que não posso tar com o meu filho à vontade lá, porque querem tira.lo sempre do meu colo. Principalmente a minha sogra, não pode ve.lo no colo de mais ninguém, quer estar sempre a tira.lo e nem pede, tira e pronto...
Isto irrita me profundamente mas também me sinto mal se me recusar a deixa.la pegar porque é avó e é o momento dela. Sinto.me na obrigação de não pegar nele enquanto la estou...como se estivesse proibida, sabem? E custa.me horrores Triste
Tenho a mesma sensação com uma amiga minha que quer mt ser mãe, parece q qdo ela está eu n posso pegar no meu filho, arranja sempre motivo pra mo tirar como se me estivesse a ajudar, mas a verdade é q qdo saio c amigos tb gosto de estar com o meu bebé Triste
Nos meus sogros, So pego pa mudar fralda e amamentar e depois parece q não posso tocar mais nele.
Com os meus pais já não me sinto assim...é tudo mais natural.

Nao sei lidar com todos estes sentimentos contraditórios! Ajudem.me Triste

CátiaFDuarte -
Offline
Desde 29 Maio 2017

Olá mamã! Em primeiro lugar não tenha medo de passar por tola. É normal como mãe ter esse sentimento de possessividade e de querer ter sempre o bebé por perto, ou sob a sua proteção, principalmente quando é o primeiro filho e quando ainda é muito pequeno. No segundo filho ou seguintes tem vezes que até agradecemos que segurem neles (dependendo das pessoas) pra podermos "respirar" por momentos. Digo momentos porque mãe que é mãe não aguenta muito tempo sem "SER MÃE".
O Filho é seu e percebo que as pessoas queiram demonstrar carinho pelo menino e ajudá-la a si, mas tem de "marcar" território e mostrar que quer o menino de volta, sem se sentir constrangida por estar a fazê-lo.
Quando for assim, deixe os avós pegarem no menino e quando sentir "saudades" de tê-lo nos seus braços diga. Ninguém tem de ficar ofendido.
Por outro lado, sinta-se grata pelo afeto que eles sentem pelo menino, porque no final dia ele voltara a ser só "seu". Como diz o ditado; 'Quem meus filhos beija, minha boca adoça'.
Pra terminar, não sinta receio de marcar a sua posição de mãe quando achar que é preciso. Se o bebé precisar mamar, dormir, estar quietinho em vez de andar de colo em colo, Diga.
As pessoas vão entender e se não entenderem ignore que passa.

Boxexitas -
Offline
Desde 18 Fev 2012

A minha sogra hoje deu em malabarista, estava a tentar dar a frutinha com a miúda ao colo dela, ou seja, era fruta por todo o lado.. disse-lhe 2x dê-me a miúda que eu a sento no meu colo enquanto você lhe dá a fruta, 2x a resposta foi “não não”.. à terceira (já me estava a irritar ao ver aquela situação) não disse nada, muito educadamente agarrei na minha filha, sentei-a ao meu colo e disse-lhe, “está a ver que assim é mais fácil”... ela não teve outro remédio se não aceder..
Por aqui tb é a base diária, ao início passava-me, agora?! Deixo-a à vontade com a criança...
Não vale a pena chatear-nos.. qdo passa dos limites, agarro na miúda e venho-me embora!
Já engoli demasiado sapos e quando “arrebentei” ainda quem ficou mal fui eu.. “ninguém me pode dizer nada que levo tudo a mal”!
Agora? É para o lado que durmo melhor.. é avó e eu sou mãe, a liberdade dela acaba onde começa a minha privacidade.
Tenha calma e eu digo sempre isto, se tiver oportunidade quando tem lá a criança vá dar uma volta, desanuvie.. que não vale mesmo a pena se chatear!!
Beijinho e muita paciência.

MisaL -
Online
Desde 17 Abr 2019

A reação é natural, mas depois temos de pensar de forma racional. Quando me dá essas coisas penso "está na hora de parar e pensar".
As pessoas também querem estar com os bebés, ninguém quer tirar o bebé a ninguém.
Aproveite e descanse, almoce tranquilamente, vá dar um passeio, namore... A minha sogra faz questão de adormecer o neto, dizer que ela é que sabe como ele gosta de dormir. Por mim tudo bem, é da maneira que eu descanso um pouco e ela fica feliz.

MisaL -
Online
Desde 17 Abr 2019

A minha sogra "é paranóica" das doenças, eu sou relaxada. Há 40 anos levou o filho ao médico todos os meses, durante anos, até aos 6 ou perto.
Anda sempre à procura de defeitos, eu digo que sim, que vou levar ao médico um dia. Há dias que já não posso mais ouvir "tem de ver o que tem a menina/o". Hoje era com os dedos do pé do bebé, nem sei bem o que vê. Ainda lhe disso "agradeça ter netos lindos e saudáveis" e esqueça isso.
É termos paciência, a vida é curta para chatices!

MisaL escreveu:
A reação é natural, mas depois temos de pensar de forma racional. Quando me dá essas coisas penso "está na hora de parar e pensar".
As pessoas também querem estar com os bebés, ninguém quer tirar o bebé a ninguém.
Aproveite e descanse, almoce tranquilamente, vá dar um passeio, namore... A minha sogra faz questão de adormecer o neto, dizer que ela é que sabe como ele gosta de dormir. Por mim tudo bem, é da maneira que eu descanso um pouco e ela fica feliz.

NeXie -
Offline
Desde 16 Fev 2019

CátiaFDuarte escreveu:
Olá mamã! Em primeiro lugar não tenha medo de passar por tola. É normal como mãe ter esse sentimento de possessividade e de querer ter sempre o bebé por perto, ou sob a sua proteção, principalmente quando é o primeiro filho e quando ainda é muito pequeno. No segundo filho ou seguintes tem vezes que até agradecemos que segurem neles (dependendo das pessoas) pra podermos "respirar" por momentos. Digo momentos porque mãe que é mãe não aguenta muito tempo sem "SER MÃE".
O Filho é seu e percebo que as pessoas queiram demonstrar carinho pelo menino e ajudá-la a si, mas tem de "marcar" território e mostrar que quer o menino de volta, sem se sentir constrangida por estar a fazê-lo.
Quando for assim, deixe os avós pegarem no menino e quando sentir "saudades" de tê-lo nos seus braços diga. Ninguém tem de ficar ofendido.
Por outro lado, sinta-se grata pelo afeto que eles sentem pelo menino, porque no final dia ele voltara a ser só "seu". Como diz o ditado; 'Quem meus filhos beija, minha boca adoça'.
Pra terminar, não sinta receio de marcar a sua posição de mãe quando achar que é preciso. Se o bebé precisar mamar, dormir, estar quietinho em vez de andar de colo em colo, Diga.
As pessoas vão entender e se não entenderem ignore que passa.

Obrigada...eram as palavras q eu precisava de ouvir. Por muito q converse c o meu marido sobre como me sinto, n me deixo de sentir "culpada" de certa maneira pois parece q sou apenas uma mae ciumenta. Mas acreditem é um sentimento q transcende o ciúme...quase q me faz sentir doente por dentro qdo contrario ou abafo o que sinto. Se é de instinto maternal, e isto é a natureza humana em pleno funcionamento por que haveremos de a abafar?
Será q o facto de amamentar piorar este sentimento?

Anete Silva -
Offline
Desde 06 Fev 2019

Olá! É muito normal esse sentimento, nos primeiros meses passei muito por isso e foi tudo uma questão de equilíbrio, por um lado algumas vezes explicava que naquele momento queria a minha filha no colo por outro também dizia a mim própria para descomplicar e que era perfeitamente normal quererem pegar na minha filha...
O que te digo é que tudo melhora conforme o tempo vai passando, as nossas hormonas acalmam e vamos lidando melhor com os outros a pegar, o que também melhora é que assim que passa um pouco a novidade começam a querer pegar menos porque depois eles começam a não querer ir para qualquer colo...
Tens que tentar gerir um pouco esses teus sentimentos, foi o que eu fiz, é normal quererem estar com o bebé no colo, é sinal que gostam e isso é muito bom, queremos que gostem dos nossos filhos por outro aproveita para descansar nesses momentos, era o que eu fazia, tão bom ter alguém para fazer as coisas naqueles momentos eu eu relaxava um pouco...
Como mães temos que aprender a relaxar, não temos que ser tudo sempre, temos que gerir esse sentimento de posse e que só somos boas mães se formos tudo e que só nós é que sabemos fazer as coisas porque a verdade é que não faz sentido nenhum... é preciso uma aldeia para criar uma criança, delega, deixa pegarem, relaxa e aproveita, tudo faz parte.

carlabrito -
Offline
Desde 30 Maio 2017

NINGUEM tem o direito de arrancar um bebe do colo seja de quem for.
é uma falta de respeito para com o bebe (e a mae ou o outro adulto).
Posso garantir-lhe que isso a mim nunca aconteceria.
Ai de quem se atrevesse a arrancar-me o meu filho do meu colo assim "à bruta".
Imponha o seu lugar e o lugar das outras pessoas.
A sua sogra e a sua amiga que se ponha no lugar dela.

janew -
Offline
Desde 18 Jun 2016

Ui...
A minha sogra ficou amuada porque não a deixei adormecer o neto. Ficou mesmo de trombas. Azar o dela! Espertalhão
Viemos logo embora. Confesso que a minha vontade de a ver foi nula durante muito tempo.
Quando vou lá a casa mal tocava nos MEUS filhos, mas eles eram (e são) bem tratados.
Era eu contra os sogros e cunhados, com a agravante que são os únicos netos/sobrinhos. O marido estava caladinho, mesmo se eu tivesse razão.
Fazer o quê? Batalhar quando sei que nunca irei ganhar a guerra?
As hormonas voltaram ao normal e eu comecei a tirar partido da situação. Eles gostam dos avós e tios. Já basta em casa que é só mãe.
Escolha as batalhas que valem a pena!
Felicidades!!

Tix989 -
Offline
Desde 01 Abr 2019

Felizmente não tenho esse problema, nem com os meus pais nem com a minha sogra.
A sogra adora andar com o menino ao colo claro, mas nao pega sem pedir autorização, e é comedida. Eu por acaso até nem me importo nada, sempre que vamos lá a casa sei que fico "descansada" que ela toma conta do rebento. Mas sempre de acordo com as nossas instruções e com autorização.

Tive um episódio em que uma pessoa que eu nem conheço, num jantar, assim que eu tirei o bebé do ovo e me sentei com ele no sofá agarrou e tirou mo do colo. Passei me da cabeça, peguei novamente no menino e só lhe disse: conhece-me de algum lado? Conhece o menino? Então se faz favor não lhe toca.
Entretanto durante a noita lá conversamos e deixei-a pegar um bocadinho no bebé, ele começou a olhar para a TV e pedi que virasse porque não gosto que ele olhe para ecrãs tão novinho. Ficou toda ofendida porque "eles gostam tanto". Pois bem, não voltou a pegar, nem tocar no menino.
Não tenho problema nenhum em deixar que lhe peguem e brinquem, mas seguir as minhas regras sempre. Se chora, gosto de ser eu a confortar e não podemos ter medo de nos impor.
Na minha família e grupo de amigos já sabem, se chora volta para o colo da mãe. A única pessoa que até agora o consola (além do pai) é a minha irmã, e as pessoas têm que perceber isso e dar-nos o nosso tempo e espaço.

Enquanto mãe tem que marcar a sua posição, e não se preocupe se parece mal, você é que sabe como se sente e o que é melhor para o seu filho.
Agora, também acho importante conseguir algum desapego, se vir que não está a tolerar entregar o bebé a outra possoa (por vontade própria, não é por obrigação) aconselho a procurar ajuda. Quando a mãe não suporta que outra pessoa pegue, alimente ou dê banho por exemplo, quando fica ansiosa com a situação, pode ser um sinal de depressão pós parto e deve procurar aconselhamento médico.

Se o problema é só não lhe pedirem autorização, ou pegarem quando não quer, então marque a sua posição de mãe, imponha-se sem medos.

Espero que a situação melhore Sorriso

MBrandao -
Offline
Desde 18 Mar 2019

Eu também sinto a mesma coisa, tanto o meu sogro como a minha sogra levam a minha filha para longe mim para evitar que ela venha para o meu colo ou para ao pé de mim, e quando eu falo entra a 100 e sai a 200. Ao inicio tento ser educado mas chega a um ponto que já nem consigo responder corretamente, sei que posso perder a razão, mas é mais forte que eu.

Outros tópicos relacionados

Será? HELP!!!
olá a Todas, preciso de falar com alguém mesmo que seja alguem desconhecido. Vou contar a historia desde o inicio. Por motivos de saude, tomo a pilula seguida desde à uns 4 anos com apenas duas pausas anuais. Em Maio deixei de tomar a pilula, e o...
limas cartao
olá a todas, eu ando á procura de limas de cartão próprias para bebés mas não encontro em lado nenhum!!! será que alguma de vocês sabe onde encontrar? obrigada
Escova e Pente
Mamãs onde compraram a escova e pente para as vossas meninas? Ainda não encontrei nada que achasse fofinho para a minha Margarida. Ah, e as limas para as unhas são como as que usamos para nós ou compram-se em sitios especificos?
Opinião se faz favor ( de mamãs que já tiveram o bebé)
Boa noite. Acabei agora de terminar a mala de maternidade do bebé. Na lista do hospital está: 5 mudas de roupa interior 5 fatinhos 5 fraldas de pano 1 cobertor ou xaile fraldas descartáveis 2 toalhas de banho Vou acrescentar toalhitas e o kit com...
Duvida
Olá a tds necessitava de saber o q precisava de comprar, para a higiene do bebé. Sei que necessito de comprar: - Alcool mas n me lembro de qts graus - Comprensas esterelizadas - Lima, tesoura ou corta unhas Mas n me lembro de mais nada poderao me...
Kit e Medela
Olá mamas Alguém sabe onde posso comprar o kit com a tesoura, corta-unhas e lima de cartão? É que me ofereceram o pente e a escova em separado e eu só vejo as 5 coisas juntas. E os discos para o peito da Medela? Na maternidade mandaram levar...

Votação

Qual destas bebidas consome no dia-a-dia?