Acontecimentos | De Mãe para Mãe

Acontecimentos

Responda
6 mensagens
Carla_Ferreira -
Offline
Desde 11 Set 2023

A minha irmã era para ser madrinha da minha filha mas depois que nasceu eu mudei de ideias...porque senti que ela não era a tal porque pensei bem e nós pouco falávamos e não somos assim tão chegadas e se chegasse a desabafar algo com ela nossa mãe saberia porque a minha irmã conta tudo.....
Tenho outra pessoa que sabe muita coisa sobre mim do que a minha irmã e falamos imensas vezes apesar da distância e considero-a como uma irmã e respeita-me...ao contrário da minha irmã que sempre senti que tinha inveja de mim...
Mas pronto derivado a isto de mudar de madrinha ela não me fala mais e nem sequer quis conhecer a menina e recusou ir ao batizado...

Leticia _29 -
Offline
Desde 12 Set 2019

Convidou e depois desconvidou...parece me normal que fique chateada...estranho seria se não ficasse.
Eu honestamente acho muito feio, deselegante, convidar e depois desconvidar...
Devia ter pensado bem nisso antes de convidar a pessoa porque isso são problemas do passado..não apareceram agora .
Também não tem que ter para a sua filha uma madrinha que não quer, agora também deve rever e pensar bem qual o sentido de uma madrinha e convidar de acordo com isso e não só porque são muito amigas agora porque o futuro ninguém sabe...

MisaL -
Online
Desde 17 Abr 2019

Como diz a Letícia convidou e depois desconvidou, foi isso? Se havia mesmo convite, também acho normal que fique sentida e de uma falta de maturidade tremenda da vossa parte.
A ideia que dá é que não se dão assim tão bem, "respeita-me...ao contrário da minha irmã que sempre senti que tinha inveja de mim..." um sentimento péssimo para se ter de um irmão, quando existe esta a colocar numa posição de superioridade sobre ela, faz-lhe assim tanta diferença que não vá ao batizado e não lhe fale? Ou está só melindrada, porque ela se afastou e de repente se inverteram as situações?
Se é algo que está arrependida, peça desculpa, explique que pensou diferente e que ela já será sempre a tia e optou por colocar na vida da menina outra pessoa.
Se acha que está na posição certa, deixe a vida correr e que a sua irmã faça o que achar que deve fazer.

PatríciaSFMartins -
Offline
Desde 18 Fev 2014

Desculpe a sinceridade, mas porque é que escolhem os padrinhos antes do bebé nascer??
Eu só escolho os padrinhos dos meus filhos depois deles nascerem, isto para ver quem realmente mostra interesse e preocupação pelo bebé.
Para mim padrinhos têm que ter gosto senão mais vale nem ter.

MisaL -
Online
Desde 17 Abr 2019

E porque não esperar mais um pouco e deixar que sejam eles a escolher os seus próprios padrinhos ou ir mais longe e esperar que decidam se querem ser batizados!
Nisto há sempre quem tenha um princípio ou outro, uma opinião ou outra a questão é como gerir o que se pensa e quando se muda de opinião. Não é bem uma questão do como se faz ou se depois se muda de opinião é como se gere isso.

PatríciaSFMartins escreveu:
Desculpe a sinceridade, mas porque é que escolhem os padrinhos antes do bebé nascer??
Eu só escolho os padrinhos dos meus filhos depois deles nascerem, isto para ver quem realmente mostra interesse e preocupação pelo bebé.
Para mim padrinhos têm que ter gosto senão mais vale nem ter.

PatríciaSFMartins -
Offline
Desde 18 Fev 2014

MisaL escreveu:
E porque não esperar mais um pouco e deixar que sejam eles a escolher os seus próprios padrinhos ou ir mais longe e esperar que decidam se querem ser batizados!
Nisto há sempre quem tenha um princípio ou outro, uma opinião ou outra a questão é como gerir o que se pensa e quando se muda de opinião. Não é bem uma questão do como se faz ou se depois se muda de opinião é como se gere isso.

PatríciaSFMartins escreveu:Desculpe a sinceridade, mas porque é que escolhem os padrinhos antes do bebé nascer??
Eu só escolho os padrinhos dos meus filhos depois deles nascerem, isto para ver quem realmente mostra interesse e preocupação pelo bebé.
Para mim padrinhos têm que ter gosto senão mais vale nem ter.


Se fosse hoje não batizava mesmo.
Como batizei o primeiro, achamos por bem fazer o mesmo para não "haver diferenças". Mas hoje, teria feito uma escolha diferente sem duvida.

Votação

Quanto tempo, em média, dura uma consulta com o seu filho no pediatra?