10 brincadeiras para ajudar o seu bebé com as primeiras palavras | De Mãe para Mãe

Está aqui

10 brincadeiras para ajudar o seu bebé com as primeiras palavras

A altura em que um bebé começa a falar é bastante esperada pelos pais, sendo sempre relembrada a primeira palavra da criança, de tão emotivo que é! Inicialmente os bebés começam a balbuciar, fazendo sons com vogais e consoantes, ou apontam só para aq uilo que querem. Perto dos nove meses, os sons que eles fazem começam a fazer mais sentido, como “mamã” ou “papá”. Os pais têm aqui uma boa oportunidade para ajudar a sua criança a tornar-se uma verdadeira faladora!

1. Fazer perguntas

Quando começam a falar é normal que as crianças ainda não saibam formular as perguntas bem, daí ser importante que os pais as vão corrigindo. Não deve repreender a criança através do seu tom, mas sim dar-lhe a entender que há formas melhores de perguntar. Sendo assim, deve fazer várias perguntas à criança ao longo do dia para que ela vá assimilando aos poucos as preposições, conjugações verbais, etc.

2. Contar histórias

As histórias acabam por ser uma boa maneira de os pais estimularem a linguagem. Através da leitura de um livro infantil pode ir perguntando à criança o que aconteceu anteriormente ou pedir para tentar descrever as imagens presentes durante a história. Inicialmente, poderá ser difícil conseguir a atenção da criança, mas os pais devem ir tornando o momento o mais agradável possível, e uma rotina, para este se torne um momento importante do dia.

3. Cantar

As frases com rimas e sonoridade atrativa tornam-se mais fáceis de memorizar, já que a fala normal é transformada numa brincadeira sonora, daí que cantar ajude no desenvolvimento da linguagem e memorização da criança. Os pais podem cantar segurando os objetos (como brinquedos) de que estão a falar, utilizar contagens, mas sempre com uma linguagem clara e simples.

4. Explicar o que está a fazer

Durante tarefas como o banho ou a alimentação os pais podem optar por falar com as crianças, indicando o que estão a fazer, o que vão fazer a seguir, tocando no objeto, alimento ou parte do corpo a que se referem, por exemplo a babete.

5. Perguntar o nome

Para além de estimular a fala, esta brincadeira ajuda a criança a memorizar o seu nome. Os pais podem perguntar, ocasionalmente, à criança qual é o seu nome, por que letra começa, ou sempre que a criança fala, responder utilizando o nome.

6. Perguntar o que está a fazer

Sempre que a criança estiver a fazer alguma coisa, poderão perguntar-lhe o que ela esta a fazer, pedindo que descreva, de forma simples, as suas ações. De seguida, o pai ou a mãe poderão pedir que descreva o que outros membros da família estão a fazer.

7. Utilizar o como

Ao apresentar diferentes objetos à criança perguntar-lhe como é utilizado. Por exemplo, pegar numa bola e pedir-lhe para dizer como se usa, ou para quê. O mesmo método pode ser utilizado com ações, ao perguntar como se pode chegar a determinado sítio, ou como funciona uma porta.

8. Realizar ações com várias etapas

Para as crianças, muitas vezes, é difícil expressar sequências de ação. O que um dos pais pode fazer é realizar a ação, descrevendo passo a passo aquilo que está a fazer. De seguida, pedir à criança que execute as mesmas ações, pedindo-lhe que enuncie o que está a fazer.

9. Dar ordens

Familiarizar a criança com determinadas ordens ou ideias facilita na aquisição de conhecimentos a nível da linguagem, melhorando também a sua memória. Pode ser pedido que vá buscar um livro, ou fechar a caixa dos brinquedos, e sempre que a criança o fizer bem, reforçar de forma positiva esse comportamento. Gradualmente, pode-se aumentar a dificuldade adicionando mais ordens/pedidos. Antes da realização, pedir à criança que repita a ordem.

10. Onde está o teu nariz?

Para ajudar a criança a desenvolver o seu vocabulário os pais podem pedir-lhe que mostre onde está o nariz dela, e pedir-lhe para dizer o quê. Pode ser feito com os dedos, mãos, orelhas, olhos e por aí em diante. O objetivo é que a criança vá retendo este tipo de informações.