Recuperação pós-parto com laceração grau III | De Mãe para Mãe

Está aqui

Recuperação pós-parto com laceração grau III

Responda
29 mensagens
SusanaSP -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Boa tarde mamãs.

Preciso de ajuda de mamãs que tenham tido lacerações de grau III no parto. Vou tentar resumir a minha situação.
O parto do meu bebé foi induzido já depois das 41 semanas uma vez que não tinha qualquer sintoma que ele quisesse nascer. À segunda indução as contracções começaram a evoluir muito depressa. Quando cheguei ao bloco já estava mt avançado e não pude levar epidural. Para ajudar o bebé veio com o braço esticado..resultado... tive laceração de grau III, com o músculo rasgado e um sem numero de pontos. Estive mais tempo a ser cosida que em TP, inclusive tiveram de descoser e voltar a coser..
Durante os primeiros dias não me mexia, andar bem foi só ao final de uns 15 dias e dores.. ainda as tenho passado quase 2 meses além de um ponto que abriu e ainda não voltou a fechar totalmente..
E por isso gostava de saber de relatos de alguém que tenha passado por situação idêntica.
Tenho ido constantemente ao hospital para ser avaliada e o médico que me acompanha acha que está a cicatrizar bem...já a médica de familia na avaliação pós-parto achou que tinha um ponto repuxado e por isso ainda tinha dores e que teria de ser refeito... ainda tenho uma inflamação e voltaram a dar-me um monte de medicação... já não sei o que pensar, só quero que isto passe Triste

Juju3321 -
Offline
Desde 08 Maio 2016

Olá mamã,

Eu passei pelo mesmo, levei demasiados pontos ao ponto de nem conseguir andar.. fui para casa sempre a passar muito mal a depender de ajuda para tudo, com muitas dores até que a minha filha tinha 9 dias e a minha irmã que estava de visita na minha casa foi dar comigo desmaiada na sanita ao tentar evacuar, fui para o hospital e tive um dia inteiro internada a medicação pois estava muito mal, mas antes tiraram-me a sangue frio dois pontos que estavam muito apertados junto ao ânus, só de pensar arrepio-me, ainda hoje tenho dois altos na pele devido a isso e se eu tocar ainda me dói. Sei que demorei mais ou menos 1 mês a recuperar mas apartir desse dia receitaram-me a pomada cicatricure para meter nos pontos e ajudou imenso. Espero não voltar a passar pelo mesmo..

Submetido por Juju3321 em Ter, 05/07/2016 - 22:59
Juju3321 -
Offline
Desde 08 Maio 2016

Passado uns meses fui a uma ginecologista privada e ela disse que eu tinha sido mal cozida e que se eu quisesse ela fazia uma nova episiotimia, eu decidi não arriscar.

Submetido por Juju3321 em Ter, 05/07/2016 - 23:00
SusanaSP -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Pois... eu tb dispensava voltar a levar pontos mas tb n quero ficar eternamente com dores.. Triste Depois do parto tive 3 semanas medicada e agr ja voltaram a dar medicação... Quase 2 meses depois ainda ando nisto Triste
Espero que desta vez não tenha de passar pelo mesmo

Tudo a correr bem Sorriso

Submetido por SusanaSP em Sáb, 09/07/2016 - 16:57
SandyAndy -
Offline
Desde 27 Ago 2014

Sei que já passou algum tempo desde este post, mas eu tive laceração de quarto grau há cerca de 18 meses. Se ainda tiver alguma questão, pode enviar mensagem privada que eu respondo. Espero que tenha corrido tudo bem Piscar o olho

Submetido por SandyAndy em Ter, 01/11/2016 - 16:17
SusanaSP -
Offline
Desde 13 Nov 2015

SandyAndy escreveu:
Sei que já passou algum tempo desde este post, mas eu tive laceração de quarto grau há cerca de 18 meses. Se ainda tiver alguma questão, pode enviar mensagem privada que eu respondo. Espero que tenha corrido tudo bem

Obrigada pela disponibilidade. Felizmente as dores já passaram, só mt raramente tenho algumas dores. Quanto ao ponto anda não fechou totalmente Confuso Medicação parei pouco tempo depois... Por enquanto vou esperar que o ponto feche senão vou ter de ver como resolver a situação. Questões agora não tenho, criei o post mais para partilhar experiência com quem tivesse passado pelo mesmo e tentar ter esperança que tudo se irá resolver totalmente Sorriso Espero que tenha sido o seu caso Sorriso

Submetido por SusanaSP em Ter, 01/11/2016 - 19:50
SandyAndy -
Offline
Desde 27 Ago 2014

Então mamã, a situação ficou resolvida?

No meu caso, a situação ficou totalmente resolvida, mas só após duas cirurgias e uns meses muito difíceis. E nada me garante que no futuro não venha a ter alguns problemas, mas por enquanto está tudo bem.

Espero que esteja tudo bem consigo e esteja a gozar a maternidade em pleno Piscar o olho

Submetido por SandyAndy em Sáb, 04/02/2017 - 14:36
Catarina C. -
Offline
Desde 04 Maio 2014

Tenho tanto medo que isto me aconteça =( os vossos bebés eram muito grandes? O meu esta no percentil 83. Ou acham que não tem nada a ver.

Submetido por Catarina C. em Sáb, 04/02/2017 - 21:30

O meu Miguel, nasceu a 13 de Dezembro de 2014 e tornou-se um anjinho dia 03 de Janeiro de 2015. Nunca te esquecerei, o meu coração e alma ficaram mais vazios sem ti....

SusanaSP -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Olá! Bem na realidade ia ter uma consulta no mês passado mas a minha médica entrou de licença de maternidade! Ou seja, ainda não fui ver como está..:-( a cicatriz ficou horrível,parece sempre que o ponto nunca fechou.. de vez em quando ainda tenho umas dores mas nada que se compare com o que era.. tenho de tentar ir a outra médica..

Obrigada pela atenção;-)

Submetido por SusanaSP em Seg, 06/02/2017 - 08:29
SusanaSP -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Olá! Bom no meu caso não foi o tamanho..Ele era gordinho mas pequeno..Nasceu com percentil 15.. penso que o que originou este desfecho foi o facto de ele vir de braço esticado e tb de não ter levado epidural,tava mm com mts dores e o trabalho de parto acabou por não correr da melhor forma..Mas sabe que mais? Eu sempre fui uma grávida despreocupada com o parto! Nunca pensei MT sobre o assunto, dizia sempre que era como tivesse que ser e depois para mim não correu da melhor forma.felizmente ele nasceu super saudável, ainda hj raramente está doente.. por isso não pense muito nisso, vai correr td bem Sorriso

Submetido por SusanaSP em Seg, 06/02/2017 - 08:36
FilipaPBC -
Offline
Desde 17 Abr 2016

Olá Susana,

Só por curiosidade, fizeram-lhe episiotomia no parto ou rasgou naturalmente?
O parto foi induzido com prostaglandinas, misoprostol ou oxitocina?
Realmente um braço à super-homem é sempre um imprevisto, mas a forma como o parto é conduzido pode ter influência na posição de saída do bebé. É também por isto que o tempo do trabalho de parto deve ser respeitado, quanto mais instrumentalizamos, menos damos espaço à natureza para fazer o seu trabalho (quando é uma gravidez de baixo risco e que não apresenta problemas durante o trabalho de parto); e ainda que assim seja, há sempre o acaso...
Obrigada e as melhoras Sorriso

Submetido por FilipaPBC em Sex, 10/02/2017 - 16:38
SusanaSP -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Ola! Foi rasgado naturalmente. Quanto à indução não sei bem,só sei que introduziram um comprimido e que era a mais forte porque estava mt atrasado.só foi à segunda indução e fizeram as duas com a mesma quantidade.
Sim,não tenho dúvida... basicamente eu ñ estava a conseguir fazer força suficiente com as dores que tinha.. ele voltava para cima.. foi um parto longo.

Obrigada Sorriso

Submetido por SusanaSP em Qui, 23/02/2017 - 12:02
FilipaPBC -
Offline
Desde 17 Abr 2016

Obrigada pela resposta Susana!

Quando o corpo decide que é a altura da expulsão, há uma produção acentuada de adrenalina (que é facilmente identificável porque é a altura em que a mulher diz coisas como "não aguento mais, vou morrer, etc..."). Nesse momento, o parto está muito próximo do seu final e os puxos são involuntários, não é a mulher que faz força voluntariamente, é o próprio corpo que involuntariamente responde ao estímulo da adrenalina.
O que muitas vezes acontece é que fazem a manobra de valsalva, que mais não é que dizerem à mulher "faça força agora", quando a mulher ainda não sente vontade de empurrar.
Não sei se foi isso que aconteceu, ou não, mas de facto isso faz com que haja maior probabilidade de laceração do períneo. Se se identifica, fica a dica para num futuro parto pedir para respeitarem a sua vontade de fazer força Sorriso

Beijinho grande!

Submetido por FilipaPBC em Qui, 23/02/2017 - 14:35
Marlene Pires A... -
Offline
Desde 23 Set 2016

Depois de ter lido alguns testemunhos já não me vou queixar do meu pós parto, que tem sido doloroso. Primeiro queixava-me das dores por causa dos pontos, depois as idas à casa de banho dolorosas ao ponto de fazer hemorróidas. É neste ponto que estou agora... A ver se isto passa, só me apetece chorar por não estar ainda a 100%.

Submetido por Marlene Pires A... em Qui, 23/02/2017 - 19:47

Ariel Ab

SusanaSP -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Eu tinha vontade de fazer força e disse muitas vezes que ñ aguentava mais e o que responderam é que se ñ aguentava tinha de ser a ventosas.. o que acontecia é que quando parava de ter vontade ele voltava para cima.. então quando ele fo expulso acho que já tava s fazer força mm depois de ter vontade tal era o desejo que ele saísse de vez.. obrigada pela explicação Sorriso se houver próxima que ñ seja me disto.. beijinhos

Submetido por SusanaSP em Qui, 02/03/2017 - 15:52
SusanaSP -
Offline
Desde 13 Nov 2015

Não tarda passa e já ñ se lembra de como foi doloroso.. s realidade é que no meu caso já passaram quase dez meses e já ñ me lembro de quase nd..e casos com a gravidade do meu felizmente são raros
As melhoras Sorriso

Submetido por SusanaSP em Qui, 02/03/2017 - 15:55
SandyAndy -
Offline
Desde 27 Ago 2014

No meu caso o bebé tinha um tamanho perfeitamente normal, 50cm e 3,2kg. Teve de ser com ventosa e dizem que vinha com um braço à frente, mas na minha opinião houve algo que não correu bem para além disso. Senti que apressaram muito o parto, estavam sempre a dizer para eu fazer força e eu nem tinha vontade de fazer. Fizeram episiotomia, mas rasguei na mesma e rasguei muito. Laceração de grau IV até ao anus, esfíncter anal, etc. tive de ser operada de urgência e passado dois meses. Não foi brincadeira nenhuma, felizmente ficou tudo bem, mas no futuro poderei sofrer de alguma consequência. Resta-me esperar que tudo corra pelo melhor. Se tiver coragem de ter outro filho, será cesariana obrigatoriamente, uma vez que não posso voltar a rasgar no mesmo lugar.

Submetido por SandyAndy em Sáb, 04/03/2017 - 19:26
FilipaPBC -
Offline
Desde 17 Abr 2016

Sandy, acho que está na hora de consultar um médico como deve ser querida Triste sou doula, se quiser podemos falar um bocadinho em privado para integrar a experiência. Isto vale para qualquer pessoa que queira fazer algum fecho do seu parto, caso tenham experiências a integrar. Obviamente que o faço voluntariamente.

Beijinhos a todas

Submetido por FilipaPBC em Dom, 05/03/2017 - 18:16
So.f -
Offline
Desde 23 Set 2013

Boa noite
No meu caso, parto normal com ventosas, fizeram episiotomia e levei apenas 3 pontos no entanto já passaram 3 meses e continuo com desconforto e o corte ainda não fechou totalmente Triste

Submetido por So.f em Qua, 08/03/2017 - 00:01
Sobre So.f

Em treinos desde Março de 2015...
Positivo a 2 de Abril de 2016 Sorriso

Desde 07 Mar 2017

Boa noite Sorriso

O meu parto foi normal com ventosa , e tive laceração 3°grau .. O primeiro mês foi para esquecer , chorava de dores , nao fazia cocó , chichi ardia-me Triste
Agora já está melhorzinho , mas para ter relações já é complicado Triste doi-me imenso , será normal ?

Submetido por Susana Marina Sousa em Qua, 31/05/2017 - 00:21
Heyde lu -
Offline
Desde 06 Set 2017

FilipaPBC também tive laceração grau III, mas o médico não informou, percebi quando parou o sangramento que estava com incontinência fecal e solicitei um relatório médico que constou o grau da laceração, agora estou para fazer a cirurgia, mas com medo de não resolver. Se puder me aconselhar agradeço.

Submetido por Heyde lu em Qua, 06/09/2017 - 23:15
FilipaPBC -
Offline
Desde 17 Abr 2016

Olá Heyde,

Em relação ao que já passou, o que posso aconselhar é integrar a experiência, relatá-la, tirar as dúvidas que tenham ficado acerca dos procedimentos e do que se passou, para que esta não afecte experiências de gravidezes futuras. Pode enviar-me mensagem privada, se quiser, e vamos falando.
Vamos esperar que a cirurgia resolva a sua situação. Poderá sempre recorrer no pós-operatório a consultas de fisioterapia do períneo que ajudam a restabelecer a musculatura nessa zona, o que poderá ajudar os dois tipos de incontinência.
Beijinho

Submetido por FilipaPBC em Ter, 12/09/2017 - 09:38
Heyde lu -
Offline
Desde 06 Set 2017

Obrigada, criou uma fístula retovaginal e só cirurgia para reparar, como meu parto foi pelo SUS, e não foi feito a episiotomia houve essa laceração. Hoje tenho medo de um próximo parto normal ?

Submetido por Heyde lu em Qui, 14/09/2017 - 21:44
FilipaPBC -
Offline
Desde 17 Abr 2016

Há coisas muitos melhores que episiotomia para evitar laceração do períneo. Aliás, há até quem preconize que não se deve fazer episiotomia em caso algum, a não ser que seja necessária alguma intervenção urgente (forceps, ventosas, etc).
Massagem do períneo antes do parto, uma posição de expulsão vertical, escolhida pela mulher, não pedir à mulher para fazer força se ela não tem vontade ainda e, especialmente, não fazer a manobra de kristeller que é aplicar força na barriga para empurrar o bebé para fora, totalmente desaconselhada em qualquer situação pela Organização Mundial de Saúde. Não há que ter medo, informação é poder!

Submetido por FilipaPBC em Sex, 15/09/2017 - 16:32
lizzyzonster -
Offline
Desde 19 Out 2009

Ola Mamãs

Este topico interessa-me muito e preciso da vossa sabia experiencia.
Possuo problemas intestinais e a minha medica de gastro recomenda-me cesariana para prevenir incontinencia, tendo em conta que o meu recto já é doentinho.
O problema é que a obstetra do publico é uma besta quadrada, nao quer cesariana, diz que o parto normal nao acarreta nenhum esforco ao perineo nem ao esfincter e diz que fazem episiotomia. Estou cheia de medo e nao sei se va para o privado fazer cesariana ou se confie na obstetra do publico... o que Acham?
Se for parto normal ha maneira de conseguir nao ter complicacoes? A filipa explicou que nao se deve fazer forca nem pressao na barriga mas se elas o fazem assim, como dizer-lhes que nao numa altura em que estamos frageis?

Submetido por lizzyzonster em Sáb, 23/09/2017 - 09:38
FilipaPBC -
Offline
Desde 17 Abr 2016

Olá,

Se não te importares de partilhar connosco, que problemas intestinais tens?
Não sendo médica, não posso opinar contra a recomendação da tua gastroenterologista, mas podes sempre pedir uma segunda opinião. Podes também fazer uma consulta de fisioterapia para avaliarem o teu pavimento pélvico e poderes trabalhá-lo se necessário.
De qualquer forma, claro que o parto acarreta um esforço extra no pavimento pélvico, daí a importância de prepará-lo, e a episiotomia não ajuda nada nesse caso!
Relativamente ao parto, coloca isso no teu plano de parto e procura um sítio em que aceitem o teu plano de parto (envia com antecedência à direcção da maternidade para poderem ler e responder-te). A manobra de fazer força na barriga é totalmente desaconselhada pela OMS (não tem vantagens em situação alguma, só riscos), não é difícil que acedam a esta pedido.

Submetido por FilipaPBC em Dom, 24/09/2017 - 14:01
lizzyzonster -
Offline
Desde 19 Out 2009

Ola Filipa,
Se nao te importares vou enviar-te mensagem privada

Submetido por lizzyzonster em Dom, 24/09/2017 - 17:38
Catarina C. -
Offline
Desde 04 Maio 2014

lizzyzonster escreveu:
Ola Mamãs
Este topico interessa-me muito e preciso da vossa sabia experiencia.
Possuo problemas intestinais e a minha medica de gastro recomenda-me cesariana para prevenir incontinencia, tendo em conta que o meu recto já é doentinho.
O problema é que a obstetra do publico é uma besta quadrada, nao quer cesariana, diz que o parto normal nao acarreta nenhum esforco ao perineo nem ao esfincter e diz que fazem episiotomia. Estou cheia de medo e nao sei se va para o privado fazer cesariana ou se confie na obstetra do publico... o que Acham?
Se for parto normal ha maneira de conseguir nao ter complicacoes? A filipa explicou que nao se deve fazer forca nem pressao na barriga mas se elas o fazem assim, como dizer-lhes que nao numa altura em que estamos frageis?

Parto normal pode levar a incontinência sim, seja da bexiga ou fecal. Entao e a força que se faz?! E apesar de ser errado nao ha enfermeiras que dizem pra fazer força como se estivesse a fazer cocó? E é errado pq a força é "feita" pela vagina e nao pelo anus. Mas agora como o parto bai ser é uma incognita. Pode ate tudo correr bem. Como pode acontecer algo. Podes sempre pedir uma segunda opinião e tomar uma decisao informada.

Submetido por Catarina C. em Qui, 28/09/2017 - 21:39

O meu Miguel, nasceu a 13 de Dezembro de 2014 e tornou-se um anjinho dia 03 de Janeiro de 2015. Nunca te esquecerei, o meu coração e alma ficaram mais vazios sem ti....

Soph_713 -
Offline
Desde 25 Mar 2015

Catarina C. escreveu:

lizzyzonster escreveu:Ola Mamãs
Este topico interessa-me muito e preciso da vossa sabia experiencia.
Possuo problemas intestinais e a minha medica de gastro recomenda-me cesariana para prevenir incontinencia, tendo em conta que o meu recto já é doentinho.
O problema é que a obstetra do publico é uma besta quadrada, nao quer cesariana, diz que o parto normal nao acarreta nenhum esforco ao perineo nem ao esfincter e diz que fazem episiotomia. Estou cheia de medo e nao sei se va para o privado fazer cesariana ou se confie na obstetra do publico... o que Acham?
Se for parto normal ha maneira de conseguir nao ter complicacoes? A filipa explicou que nao se deve fazer forca nem pressao na barriga mas se elas o fazem assim, como dizer-lhes que nao numa altura em que estamos frageis?

Parto normal pode levar a incontinência sim, seja da bexiga ou fecal. Entao e a força que se faz?! E apesar de ser errado nao ha enfermeiras que dizem pra fazer força como se estivesse a fazer cocó? E é errado pq a força é "feita" pela vagina e nao pelo anus. Mas agora como o parto bai ser é uma incognita. Pode ate tudo correr bem. Como pode acontecer algo. Podes sempre pedir uma segunda opinião e tomar uma decisao informada.

Catarina C.,

Desculpe, mas o que diz não corresponde à verdade!

A incontinência urinária é potenciada pela própria gravidez (pressão constante sobre a bexiga e enfraquecimento dos músculos da uretra), daí a importância dos exercícios de Kegel...

Já a incontinência fecal é uma consequência das lacerações de III e IV grau que ocorrem em menos de 5% dos partos normais.

Já a sensação de parecer que vamos fazer cóco tem a ver com o facto o recto estar a ser pressionado e a única consequência de um esforço excessivo na fase da expulsão são hemorróidas e não incontinência fecal!

No entanto, muitas grávidas ficam com hemorróidas já durante a gravidez por causa da obstipação e da força que têm de fazer para defecar.

Cada mulher deve optar por aquilo que lhe der mais segurança/tranquilidade, mas com base em informação fidedigna e não em opiniões subjectivas.

Um conselho para as futuras mamãs que lerem o tópico: em vez de focarem a vossa preocupação nas estrias preparem o vosso corpo para o parto. Como me disse um médico: "O trabalho de parto começa assim que a mulher descobre que está grávida".
Façam exercícios do pavimento pelvico, exercícios de kegel, massagem do perínio com elastolabo/azeite/óleo de coco ou qualquer coisa da vossa preferência, mas PREPAREM-se para o parto!

Piscar o olho Vale a pena e vão ver que é possível um parto normal sem dor e sem recuperação dolorosa.

Submetido por Soph_713 em Qua, 18/10/2017 - 14:39

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?