Pesadelos aos 5 anos - como lidar? | De Mãe para Mãe

Está aqui

Pesadelos aos 5 anos - como lidar?

Responda
3 mensagens
Viaphie -
Offline
Desde 04 Fev 2017

O meu filho tem 5 anos e nestes ultimos dias tem acordado a meio da noite a gritar. Eu vou ver o que se passa e tento confortá - lo com um abraço prolongado. A seguir, ele conta - me o pesadelo (disse que o pai morreu com um tiro) e eu digo - lhe para ter calma, que foi só um sonho mau, que o pai está certamente em casa dele a dormir sossegado(nós estamos separados desde que o meu filho tinha 4 anos). Ele continua apavorado mas eu consigo acalma - lo, deixo a luz de presença ligada e ele volta a dormir. O problema é que já há duas noites que ele acorda e com o mesmo sonho. Hoje,enquanto estava a fazer o jantar, sugeri que ele fizesse um desenho com o pesadelo e depois o deitasse fora. Ele lá fez, mas nao sei... As rotinas de dormir sao as mesmas de sempre, nada mudou.
Pensei entao que ele tivesse saudades do pai, ele disse que sim entao deixei - o falar um bocado ao telemovel e ficou combinado que passariamos lá amanha despois de eu o ir buscar á creche. Vamos lá ver se melhora... Espero que esta noite corra melhor. Acham normal, este tipo de pesadelos nesta idade?

guialmi -
Offline
Desde 13 Jul 2013

Perfeitamente normal, uma das minhas filhas começou com pesadelos bem mais cedo e também havia vários que se repetiam.
Acho que fez muito bem em dizer ao menino para telefonar ao pai e levá-lo a vê-lo. Será que algo se alterou na rotina com o pai, uma namorada nova, por ex.? Mas o provável é não haver causa nenhuma, são coisas normais no desenvolvimento das crianças.

Submetido por guialmi em Seg, 20/03/2017 - 19:43
G.F.L.M -
Offline
Desde 26 Out 2016

Olá.. Ler o teu tópico fez me lembrar algo da minha infância.. Vou partilhar contigo pode ser que ajude.. Eu era muito apegada à minha mae.. Os meus pesadelos começaram por volta dos 6anos.. Foi uma fase complicada.. Tanto que me lembro como se tivesse sido ha pouco tempo atrás.. O meu pesadelo era basicamente sempre o mesmo.. Todas as noites.. Eu sonhava que estava num café com a minha mae.. Entrava um assaltante e matava a minha mae com um tiro.. Um sonho curto, com poucos detalhes mas que me deixava em panico, acordava a chorar, sem folego.. Isto prolongou-se durante anos.. Com 10/11 anos eu não ia dormir a casa das minhas amiguinhas da escola porque não largava a minha mae.. Se elas quisessem podiam vir a minha casa dormir mas eu nao ia a lado nenhum sem a minha mae.. Nem casa de parentes.. Ninguém me tirava de perto dela.. Sentia que quando eu estivesse longe dela ia acontecer alguma coisa e ela ia morrer.. Isso dava cabo de mim.. Fui para uma psicologa.. Ela mandava-me desenhar o meu sonho e falar sobre ele.. Tal como tu fizeste ao teu filho.. Identifiquei me mesmo com o teu tópico.. O tiro, a morte de uma mae/pai, o acordar aos gritos, desenhar o sonho, a idade em comum.. A diferença maior é que eu não tinha os separados.. Nunca tive.. Nem outra situação semelhante..
Mas o que posso dizer-te da minha experiencia é que, nao foi a psicologa que me ajudou.. Acho que foi uma fase má da minha vida.. E acho que a ultrapassei sozinha.. Com o passar do tempo, com o crescimento.. E claro com o amor da minha mae.. Como um dia os pesadelos vieram, também houve um dia que eles se foram e não voltaram mais..
Claro que cada caso é um caso.. E se sentires necessidade deves procurar ajuda de um profissional.. A mim não foi o que me ajudou mas eu sou eu e o teu filho é o teu filho.. E os meus motivos para isto me ter acontecido (sejam eles quais forem) provavelmente são diferentes dos do teu filho.. Mas a semelhança das histórias obrigou-me a vir aqui partilhar..
Espero que tudo se resolva e que seja uma fase breve.. Vai ser se Deus quiser.. Dá-lhe muito carinho.. Fala com o pai dele e explica-lhe bem a situação.. Embora separados, os dois vão conseguir lidar com isto e ajudar o vosso filho a ultrapassar da melhor forma possível Sorriso

Submetido por G.F.L.M em Ter, 21/03/2017 - 01:12

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?