Goste de nós no Facebook

últimos tópicos no forum

Fórum Mães & Bebés

Viajar de avião

Fórum Mães & Bebés

Coisinhas de bébé

Fórum Geral & Apresentação

o meu negócio

Fórum Mães & Bebés

skip

Fórum Geral & Apresentação

teste de gravidez

Fórum Infertilidade

JANTAR

Fórum Perda Gestacional (Aborto)

ajuda das meninas que tiveram aborto

Destaques nas lojas

Loja susana_cruz

Roupinha de verão como nova aproveitem......

Loja Pipoquinha 07

Mamãs, vou colocar novidades brevemente!! roupinhas estimad...

Loja verinha27

qualquer duvida enviem mensagem privada pois nem sempre vejo...

Loja carla isabel gomes

espreitem mamas coisinhas lindas a preços pequeninos ...disp...

Loja tanuxinha

Preciso de espaço mamas!...

Loja _ A Gabi

NOVIDADES de VERÃO ! ! !...

Loja Estela2010

NOVOS:Testes de gravidez(tirinhas com baixa de preço e clear...

Loja Karina Dias

✿ 50%%%%%%%%%%%%% em todos os artigos usados !(◕‿◕)!...

Loja susana sm

Mochilas violetta, dra....

Loja susana08

SALDOS!!!!!!...

produtos à venda

€1.90
€7.00
€1.30
€10.00
€7.50
€10.00
€15.00
€4.50
€0.70
€6.00
€1.50
€0.50

artigos recentes

Ginásio Multibrincadeira

Brinquedos top para bebés top!

Se há duas coisas em que a Fisher-Price é especialista, essas...

Sabia que o seu bebé não sabe respirar pela boca?

Tanto para as crianças como para os adultos, respirar pelo nariz...

Barriga de gávida

Como escolher um médico obstetra

Quando uma mulher está grávida, uma das primeiras preocupações...

Chavena de chá

Azia na gravidez, como diminuir o desconforto?

Muitas grávidas sofrem de azia, também chamada de refluxo, algo...

Danone iogurte

Um iogurte por dia nem sabe o bem que lhe fazia…

Sabia que mais de metade da população adulta tem excesso...

Nasceu um bebé

25.07.2014
25.07.2014
09.07.2014
Ema
05.07.2014

Votação

Tem familiares ou amigos próximos com filhos até os 36 meses?

Está aqui

44 mensagens
Última entrada
Retrato de JNunes
Offline
Desde:
04.01.2011

O meu filho deixa-me louca!!!

ando desesperada com o meu filho de 4 anos. Já falei dele aqui várias vezes: é muito inteligente (agora até já junta sons das letras!) e toda a gente o acha o máximo porque parece um adultozinho a falar e tal. Mas a verdade é que ele é uma criança muito difícil! Já pensei que era hiperativo mas não se enquadra no perfil. Ando a dar em doida com tantas asneiras a toda a hora! Não está 5 minutos ao pé do irmão de 14 meses sem o estar a apertar, empurrar, magoar, puxar pés... tudo e mais alguma coisa! Há uma semana pegou num marcador e riscou tudo o que viu à frente - brinquedos, paredes, tapetes, impressora, mala do computador... O meu marido passou-se e deu-lhe umas sapatadas e pôs de castigo a pensar. Hoje dei com ele a riscar a parede novamente!!! Fiquei doida!!! Berrei com ele porque cheguei a um ponto em que já não sei o que lhe faça! E não é que ele ainda me responde torto! Parece um adolescente! Copia tudo o que ouve dos desenhos animados e manda-me calar e põe-me a língua de fora! Eu fico pior ainda e berro-lhe de novo e ponho-o de castigo novamente. E ele ainda é capaz de fugir do castigo a gozar comigo outra vez! (Castigo é ficar sem TV, ir para o quarto sem brincar ou estar sentado encostado à parede sem brincar). Toda a gente me diz: se fosse meu filho eu dava conta do recado, mas na verdade quando me veem tentar tudo e mais alguma coisa lá me dão razão que o rapaz é mesmo 1 bico de obra. Tenho a casa toda estragada, não posso deixar os meus filhos juntos, não posso ir a lado nenhum sem que ele se porte mal, não obedece a nada, não aprende com os castigos. JÁ TENTEI A BEM e não funcionou! Andei 2 semanas a engolir os berros e a falar a bem e também não melhorou! Ainda por cima ele é do género de acordar às 6h30 da manhã e põe-se a acordar toda a gente aos berros. Eu acordo logo doida! Já não sei que lhe faça! Será que já estou a exagerar? Eu não vejo ninguém com miúdos assim, ou será que são? Desculpem o testamento!

espreitem a minha lojinha:
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/84443

Retrato de Elsalves
Offline
Desde:
24.01.2011

pois é complicado mas houve alguma alteraçao tipo mudança de escolinha será ciumes do irmao que lhe esteja a despertar este comportamento ?

Bjokas

Retrato de JFONSECA_
Offline
Desde:
21.10.2011

O meu este fds também andava insuportável! Mas tirei-lhe tudo o que gosta, mandei-lhe 2 berros e hoje já se portou melhor, mas tb estava a dar em doida.,,
O meu problema é que ameaçava e nao fazia, agora tiro-lhe mesmo o que ele gosta ( tv, iPod, brinquedos, bicicleta, etc... E qt aos riscos na parede, escondi tudo o que era canetas e só tem acesso a uns marcadores laváveis que comprei... Experimenta ele nao puder mexer em nada que origine asneira... Com o meu resulta...

Retrato de SaxContra
Offline
I Love DMPM
Desde:
07.06.2011

Realmente é complicado.

O irmão está na altura das gracinhas e uma brincadeira de uma criança de 14 meses todos acham piada. Não será que ele se está a sentir "despromovido" do título de "todos me acham piada"... E isso é uma (má) forma de chamar a atenção.

Ou o irmão não terá feito uma brincadeira que todos acharam piada que ele possa estar a copiar?????

Mãe babada da Mariana 27 de Abril de 2011 40,5cm 1570g 35 semanas de gestação
https://www.facebook.com/ReceitasParaMamas

Retrato de lenadt
Offline
Desde:
25.04.2010

Olá mamã. O teu filho não é o único, o meu é exatamente igual, (tem 3 anos) até parecia que tinha sido eu a escrever( com a exceção que não tenho mais nenhum filho).
Também não sei mais o que fazer com ele, só faz asneiras (também já me pintou as paredes, a impressora e até a televisão) , nenhum castigo ou palmada resulta, também me responde torto e ainda goza.
Nunca lhe dei motivos para ele agir assim, sempre tentei impôr regras e nunca fui de permitir abusos mas não sei como se tornou assim.
A pediatra diz que é uma fase e que ele acaba por acalmar mas não tenho muita esperança.
Ainda hoje ficou 20minutos no quarto de castigo porque tinha arrancado as folhas da planta e deitou-as no aquário da tartaruga e logo que o tirei foi só virar costas e já tava a despejar o champô na banheira.
Ás vezes é desesperante estar um dia inteiro com ele, Deus me perdoe mas é mesmo assim, tem dias que só quero que chegue a hora dele dormir para ter um bocadinho de sossego.
Temos de pensar que as coisas vão mudar, se calhar é mesmo uma fase, pelo menos gostava de acreditar nisso.

Retrato de JNunes
Offline
Desde:
04.01.2011

Não houve alteração nenhuma! Ele sempre foi difícil de lidar - já é feitio, mas agora com o irmão é mais difícil ainda. Tanto que ele até aceitou bem o irmão, mas há aquela disputa constante como faz com os amigos do colégio, só que ele esquece que o irmão é bebé e magoa-o constantemente! Isto chegou ao ponto de eu e o meu marido passarmos a vida a discutir por causa disto! Como nada funciona, há dias em que um de nós perde as estribeiras e lá vem o outro pedir calma e depois enervamo-nos mais ainda...Acordar aos berros todos os dias também não deixa muita sanidade mental cá por casa! Eu costumo passar o domingo com os meus pais e eles já admitiram que a casa deles fica de doidos aos domingos! Nem sequer tenho coragem para lhes pedir que fiquem com os meus filhos por uma tarde que seja para eu poder descansar um pouco, porque sei que eles davam em loucos!

espreitem a minha lojinha:
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/84443

Retrato de SaxContra
Offline
I Love DMPM
Desde:
07.06.2011

Posso deixar-vos descansadas... A minha com 13 meses já goza comigo... Estou a dizer-lhe para não fazer, ela continua e põe-se a mandar beijinhos Zangado X( Zangado X( Que raivaaa!!! ~X( Que raivaaa!!! ~X( Que raivaaa!!! ~X( Que raivaaa!!! ~X( Que raivaaa!!! ~X( Que raivaaa!!! ~X( Que raivaaa!!! ~X( Que raivaaa!!!

Ontem foi para o móvel tirar livros da prateleira (é bebé todo o terreno porque passou por cima de um puff), comecei a filmar, ela viu olhou para mim a rir com um ar de malandra e continuou....

Mãe babada da Mariana 27 de Abril de 2011 40,5cm 1570g 35 semanas de gestação
https://www.facebook.com/ReceitasParaMamas

Retrato de JNunes
Offline
Desde:
04.01.2011

lenadt
pois, eu também sinto o mesmo quando passo um dia inteiro com os 2 sem o marido (trabalha ao fim de semana) - quando vão dormir eu até rezo para que durmam só + um bocadinho. Todos os dias penso como era impossível eu ser mãe a tempo inteiro sem já estar internada no Mgalhães Lemos! LOL!
SaxContra
É claro que o irmão faz gracinhas e a família acha piada, mas eu acho que o João nunca teve falta de atenção, desde que o irmão nasceu...

espreitem a minha lojinha:
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/84443

Retrato de SaxContra
Offline
I Love DMPM
Desde:
07.06.2011

Tu própria dizes que todos acham piada a ele ser adultinho, mas se calhar acham mais piada às gracinhas de bebé e ele está a tentar fazê-las. Deixar de ser o homenzinho e passar a ser o bebé querido!

Mãe babada da Mariana 27 de Abril de 2011 40,5cm 1570g 35 semanas de gestação
https://www.facebook.com/ReceitasParaMamas

Retrato de JNunes
Offline
Desde:
04.01.2011

acho que não é bem isso, porque ele não faz gracinhas de bebé nem nada semelhante - o irmão não faz nada do género. Ele sabe o que são asneiras. Porta-se mal deliberadamente e são comportamentos em nada parecidos com graças de bebé. Aliás, se a lógica fosse essa ele demonstraria apenas o comportamento adulto porque é o que as pessoas acham graça. Por este andamento chega aos 13 e manda cá em casa. Olhem... não sei que faça!

espreitem a minha lojinha:
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/84443

Retrato de Bolhinha
Offline
Desde:
03.03.2012

Boa noite

A minha filha parece exatamente o teu filho. Também batia no irmão sempre que eu estava distraída, chegou mesmo arrebentar o lábio ao Salvador com um brinquedo. Batia em alguns meninos do colégio, não ligava nenhuma as educadoras e auxiliares. Já me riscou paredes, almofadas, cortou as roupas do pai com uma tesoura, mesmo que eu esconda ela encontra tudo. Curiosamente as educadoras vieram falar comigo exatamente sobre o tema hiperatividade e falaram até em mudar a menina de sala mas o pediatra não valorizou muito.

A minha traquina, mais parece um furação, tem uma personalidade um pouco vincada já e tem bem a quem sair lool

Por norma consigo controlar bem as situações, quando se porta mal falo com ela e tento explicar, volta a fazer vai para o tapete e só sai quando eu achar que entendeu bem o que eu referi. Ao início ela saía do castigo mas fui mais teimosa que ela e aprendeu que não pode sair. O sistema das bolinhas também ajudou bastante a controlar o comportamento.

Nestas alturas é que vejo o que a minha mãe "sofreu" comigo hehe

Retrato de SaxContra
Offline
I Love DMPM
Desde:
07.06.2011

Pelo que vocês contam prevejo um futuro muito negro para a minha sanidade mental nos próximos anos.....

Ai que medo!!!!!!!

Mãe babada da Mariana 27 de Abril de 2011 40,5cm 1570g 35 semanas de gestação
https://www.facebook.com/ReceitasParaMamas

Retrato de amigavirtual
Offline
Desde:
07.10.2009

o meu querida ainda consegue ser pior...amanha vou a uma consulta na intervençao de menores p ver se ajudam-me senao meu destino vai ser um hospicio...

Retrato de Bolhinha
Offline
Desde:
03.03.2012

Ah, a minha sempre falou muito bem, tem agora 3 anos, sempre que se porta mal faz questão de justificar os seus comportamentos, justifica tão bem que muitas vezes nem tenho resposta.
Também me dá gozo mas é na brincadeira, em situações sérias não o faz.

Houve uma altura que pensei que tivesse ciúmes do irmão mas não porque têm diferença de 1 ano e eu tive de dar obrigatoriamente a mesma atenção aos dois

As vezes lá começa ela:

- mãeeeeee mãeeeeeeee ó mãeeeeee.... mamããããããã mamãããã
Pergunto o que quer cala-se
- ó mãeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee mãeeeeeeeee... Anaaaaaaaaaaaaaa ó Anaaaaaaaaaaaaa... Claraaaaaaaaa Claraaaaaaaa... Ana Claraaaaaaa

Se for preciso passa uma tarde a chamar por mim para nada. Agora aprendeu o "Ó Ana Clara anda cá porra" Choque!

Outras vezes pede me coisas, quando dou ou diz que não quer ou diz que não pediu nada lool

Eu sempre fui maluca mas agora com a Maria acho que a maluqueira ficou pior.

Retrato de JNunes
Offline
Desde:
04.01.2011

consulta na intervenção de menores??? Em que consiste?

espreitem a minha lojinha:
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/84443

Retrato de JNunes
Offline
Desde:
04.01.2011

E dicas? Alguém tem sugestões? Mesmo que não tenham funcionado com os vossos, partilhem pois podem funcionar com outros. Eu estou disposta a tentar tudo, até o politicamente menos correto Tempos desesperados exigem medidas desesperadas.

espreitem a minha lojinha:
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/84443

Retrato de angelyka51
Offline
Desde:
22.06.2011

amigavirtual escreveu:
o meu querida ainda consegue ser pior...amanha vou a uma consulta na intervençao de menores p ver se ajudam-me senao meu destino vai ser um hospicio...

junto me a voce mama :P
meus filhos tambem sao terriveis , mais muito amaveis quando querem ser :P
axho que ainda pararei num hospicio Que raivaaa!!!

1° ESTRELINHA ÍSIS, AGORA ESPERANDO A 2° ARTHUR
Positivo: 3/12/2010 DPP:11/08/2011
nasceu Arthur com 3,600 e 49cm
Arthur tem madrinha mais babada do site hehe babyluney feliz por aceitar !

Retrato de Bolhinha
Offline
Desde:
03.03.2012

JNunes escreveu:
E dicas? Alguém tem sugestões? Mesmo que não tenham funcionado com os vossos, partilhem pois podem funcionar com outros. Eu estou disposta a tentar tudo, até o politicamente menos correto Tempos desesperados exigem medidas desesperadas.

Sistema de bolinhas de comportamento?

Retrato de SaxContra
Offline
I Love DMPM
Desde:
07.06.2011

Escreveu nas paredes?? Então só sai dali quando as limpar Anjinho O:) Anjinho O:) Anjinho O:) Anjinho O:) Anjinho

Escreveu nas almofadas?? Lava-as à mão

Puxou os pés ao irmão?? Faz-lhe o mesmo Anjinho O:) Anjinho O:) Anjinho O:) Anjinho

Tenta estipular horários (se ainda não os tens).

X horas para ver a tv e se se portar bem ganha 30 mins no fim de semana.

Por exemplo. 2 horas ao fim de semana... Pode ganhar 10 minutos por dia. E se se portar mal não vê nesse dia e é descontado tempo ao fim de semana.

Mãe babada da Mariana 27 de Abril de 2011 40,5cm 1570g 35 semanas de gestação
https://www.facebook.com/ReceitasParaMamas

Retrato de Bolhinha
Offline
Desde:
03.03.2012

SaxContra escreveu:
Escreveu nas paredes?? Então só sai dali quando as limpar Anjinho O:) Anjinho O:) Anjinho O:) Anjinho O:) Anjinho

Escreveu nas almofadas?? Lava-as à mão

Puxou os pés ao irmão?? Faz-lhe o mesmo Anjinho O:) Anjinho O:) Anjinho O:) Anjinho

Tenta estipular horários (se ainda não os tens).

X horas para ver a tv e se se portar bem ganha 30 mins no fim de semana.

Por exemplo. 2 horas ao fim de semana... Pode ganhar 10 minutos por dia. E se se portar mal não vê nesse dia e é descontado tempo ao fim de semana.

A solução que encontrei para a Maria parar de bater no irmão foi exatamente o que referiste, quando batia no irmão levava logo uma palmada na fralda. Bastou-lhe duas palmadas

Retrato de JNunes
Offline
Desde:
04.01.2011

O sistema de bolinhas até é capaz de dar algum resultado... O problema de pô-lo a lavar paredes e almofadas era que aquilo passava de castigo a festa - ele ia adorar fazê-lo e era bem capaz de deixar tudo ainda em pior estado. Além disso, a tinta das minhas paredes não é lavável e as assinaturas a caneta não saem com nada que eu já tenha experimentado! O sistema de horários acho que funciona melhor com crianças + velhas - seria complicado ele entender castigs medidos em minutos de TV, porque são conceitos ainda muito abstratos. Eu às vezes é na hora - puxo o fio da tomada e tudo! Acaba a Tv e os DVDs. O pior castigo que lhe posso dar é tirar-lhe a história antes de dormir. Mas mesmo assim não funciona para que se porte bem, porque a consequência não é imediata. A minha pedi diz que nestas idades o castigo tem que ser imediato porque eles não entendem a noção de tempo como os adultos.

espreitem a minha lojinha:
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/84443

Retrato de Bolhinha
Offline
Desde:
03.03.2012

JNunes escreveu:
O sistema de bolinhas até é capaz de dar algum resultado... O problema de pô-lo a lavar paredes e almofadas era que aquilo passava de castigo a festa - ele ia adorar fazê-lo e era bem capaz de deixar tudo ainda em pior estado. Além disso, a tinta das minhas paredes não é lavável e as assinaturas a caneta não saem com nada que eu já tenha experimentado! O sistema de horários acho que funciona melhor com crianças + velhas - seria complicado ele entender castigs medidos em minutos de TV, porque são conceitos ainda muito abstratos. Eu às vezes é na hora - puxo o fio da tomada e tudo! Acaba a Tv e os DVDs. O pior castigo que lhe posso dar é tirar-lhe a história antes de dormir. Mas mesmo assim não funciona para que se porte bem, porque a consequência não é imediata. A minha pedi diz que nestas idades o castigo tem que ser imediato porque eles não entendem a noção de tempo como os adultos.

E meteres o pequeno sentado numa zona que não tenha nada que o faça distrair? O mais certo é levantar-se mas terás de o sentar sempre que se levantar nem que seja 50 vezes. Vai acabar por se cansar.
Com algumas crianças funciona contra até 3

Retrato de JNunes
Offline
Desde:
04.01.2011

Contar até 3 funciona quando não vem ao ser chamado, ou seja, chamo para vir ao pe´de mim, se não vem lá começo a contar e ele vem antes do 3. Mas não vou mentir, ele só vem porque já levou umas boas solhas quando não vinha. Agora deixei de lhe bater. Houve uma altura que era todos os dias, e eu percebi que assim não era solução e desgastava-me... comecei a achar que estava mal passar a vida nisso! Ás vezes ainda leva uma palmada a quente mas é raro. Quanto ao ficar sentado num sítio sem nada é o castigo mais comum e imediato cá de casa. Só sai depois de acalmar e pedir desculpa. Só que o espertalhão já percebeu que se pedir desculpa + depressa sai de lá mais depressa e então é logo "desculpa, desculpa", mas senta na mesma, e fica a espernear... Volta logo à carga minutos depois! Hoje, desesperada com mais paredes riscadas, fiz uma mesmo politicamente incorreta... Podem achar-me a pior mãe do mundo mas eu tinha que tentar: passei hoje o dia todo a dizer-lhe que a partir de amanhã vai viver com outra família, porque não pode continuar a magoar o irmão e a estragar tudo cá em casa. Fui inventando pormenores sobre tudo e + alguma coisa sobre a sua nova família e antes de deitar disse-lhe que a partir de amanhã já não tinha + histórias ao deitar e que também não ia poder levar os brinquedos porque a nova família não deixava. Disse-lhe que tinha muita pena e que o adorava mas que não aguentava + tantas asneiras - ele começou a ficar preocupado e prometeu-me que não se ia portar mal muitos dias! Eu sempre com cara séria, disse-lhe que ia ver o que decidia. Dizia-me ele para ligar ao Joaquim e à Alberta (nomes dos novos pais LOL)e dizer que ele agora se ia portar bem. Será que ele se vai assustar e se porta melhor? Custou-me vê-lo aflito com a ideia da nova casa e eu sei que não se deve fazer isto, mas foi mesmo uma medida desesperada...

espreitem a minha lojinha:
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/84443

Retrato de ÂngelaNeves
Offline
Desde:
18.05.2012

OLa..
Imagino o teu desespero!
Nao sou mae mas "criei" , eduquei uma criança desde os 6 meses de iadade, nao era tao revelde como o teu é mas a minha soluçao era , "ameaçar" , pois nao era minha filha para dar umas palmadas apesar que tinha auturizaçao e ERA minha sobrinha!
Pois bem, primeiro eu mal vice uma asneira era castigo nao brincas mais , pedia desculpa, nao adianta pedir desculpa pois antes de fazer a asneira pensa-ses no que fizes-te( sem que sao crianças mas se a gente nao poem mao agora em pequenos que sao vao por aos 16 e 17 ?) muito bem desde o momento que começei a castigar nao brincar mesmo pedindo desculpa nao acabava o castigo e levantava-se eu sentava pois bem que ate indireitou bastava chamar 1 x a atençao que já nao o fazia , ja se sabe que as crianças tem que fazer asneiras , a umas que a gente ri tem piada mas sempre deve chamar a atençao e a outras que nao tem piada nenhuma e se chama na mesma a atençao!
Batia nos outros , levava igual e assim via que aleijou os outros ja nao batia mais, levava dos outros sempre lhe ensinei os outros dou-te tu das igual, agora tu nunca deves bater nos outros meninos porque eles batem-te a ti e tu choras por isso nao faças a eles se nao queres que eles te batam a ti! e assim ela foi aprendendo ate que era rara a vez que batia ou que precisava de castigo!
Sim eu sei a mim costava e nao era filha custa a gente ve-los chorar e pedir desculpa mas um dia mais tarde a gente diz fogo valeu a pena, nao preciso bater é so falar que ja nao sabe onde se meter!
Bjnhs

Retrato de carla bb
Offline
Desde:
11.08.2010

Muitas vezes, os pediatras desvalorizam realmente determinadas situações, que a agravarem-se podem acabar por se traduzir em desvios graves do desenvolvimento. No entanto, existem especialistas para isso mesmo. Ou os pediatras acumulam várias formações, o que não me parece que seja frequente. No teu caso, procuraria opinião de um especialista em psiquiatria infantil. Pede ao teu médico de família o encaminhamento, ou procura um em consultório privado. Mas fá-lo, antes que sejas tu a precisar de um especialista nesta área. e estou a falar a sério....

Retrato de 4evermae
Offline
Desde:
21.02.2011

Ola mama:

Olhe infelismente revejo-me tal e qual no seu problema, aliás parece que foi escrito por mim. O meu Mais velho tem 3,5 e está precisamente assim. A sorte é que o mano de 19 meses não tem medo dele.
Entretanto até já me chamaram ao infantário, para falar sobre ele, pois mudou muito. A casa já nem comento, brinquedos, só duram umas horas:(
O Salvador vai agora ao psicologo,foi a pediatra que o encaminhou, até porque tal como a mamã eu estou a ficar sem paciência, todos os dias é uma pilha de nervos, desde manhã à noite.
Bjinhos e boa sorte:)

Retrato de maryjane
Offline
Desde:
18.04.2009

Olá,

O meu ainda tem 2 anos e meio e já mostra bem o que me espera... É asneira atrás de asneira e também me grita: "Cala-te" quando lhe ralho... De entre tudo o que já experimentei, o que melhor resulta com ele, é dizer-lhe que estou mesmo triste com ele, que não quero abraços nem beijinhos e que não falo mais com ele porque estou zangada! A partir daí, começo a ignorá-lo. Ele quando vê que eu estou a falar a sério, fica aflito, vem logo andar de roda de mim, a perguntar se eu não gosto dele, e eu digo sempre que sim mas que estou zangada porque ele se porta muito mal e eu fico triste. Aí ele diz logo que já não está a fazer disparates e acaba por sossegar um bocadinho pelo menos. Claro está, que para isto funcionar, as primeiras vezes tive que recusar beijinhos, abraços e conversa durante tempo suficiente para ele sentir e sempre que ele falava para mim, eu dizia que não queria falar com ele porque ele se tinha portado mal, e ele atrás de mim a chorar, a pedir beijinhos e a dizer: "Mamã, mas eu gosto de ti, tu não gostas de mim?" E eu só lhe dizia: "Gosto, mas tou zangada". Custa muito não ceder, mas é mesmo a única coisa que vai funcionando...

O meu filho é a coisa mais doce e mais pestinha do Mundo Sorriso Amo-o mais que tudo Sorriso

Retrato de Muki
Offline
Desde:
08.02.2009

Agora aprendeu o "Ó Ana Clara anda cá porra" Choque!

desculpa rir-me, mas adorei Sorriso tou aqui farta de me rir no trabalho Careta Espertalhão

Não é verdade que anjos e palhaços se ajustam divinamente bem?

Retrato de Inês D.R.
Offline
Desde:
02.11.2011

Mamã... o meu menino não nasceu quanto mais dar me esse tipo de problemas, mas a verdade é que tenho uma irmã que tambem era assim mas só com a minha mãe. a mim sempre teve um respeitinho que se lhe dizem "olha que vou chamar a Inês" ela já tentou dizer k se ta a lixar porque eu não sou mãe dela mas se eu lhe apareço a frente o caso muda de figura, lool, na minha cara ela não me consegue dizer isso. hoje em dia a minha mãe continua a tentar por mão nela (ela tem 10 anos vai fazer 11 em Agosto) e sai de casa sem avisar, desaparece e aparece passado horas, responde lhe torto, chama lhe nomes, meu deus eu dava em doida, mas sabes o que noto? ela tornou se assim (não estou a dizer que seja o teu caso, atenção) porque a minha mãe tanto gritou e bateu muitas vezes sem pedir explicação pelas asneiras que ela fazia, que a menina meteu na cabeça que fizesse bem ou mal seria igual, então vamos fazer o que dá mais gozo, e outra coisa que notei é que o pai desautoriza a mãe, a mãe desautoriza o pai, quando se apoiavam chegavam a um ponto em que perdiam a paciencia e lá se punham aos berros um com o outro... podem desatinar um com o outro mas longe dos ouvidos do vosso menino. quanto a ele fazer mal ao irmão faz lhe igual, ele vai aprender. Olha vi um dia uma amiga minha que estava com a filhota dela e a menina mordeu no primo, a minha amiga agarrou na mão da menina e disse vá agora morde na tua mão, ela dizia que não, e a minha amiga meteu a mão na boca da menina e disse "morde Iara com a mesma força que mordeste ao primo", a menina depois de muita insistencia lá mordeu e ficou com as lagrimas nos olhos, a minha amiga perguntou, gostaste? ela disse que não e sentou se na cadeira muito triste, e ficou lá a olhar para o primo, depois foi pedir desculpa ao primo e voltou a rir se como se nada tivesse acontecido mas o ensinamento ficou la, a minha amiga teve que se ir esconder na casa de banho a chorar porque lhe custou muito, mas foi necessário...
Mas olha a cima de tudo não desatines com o pai dos teus filhos á frente deles e mesmo que desatinem e fiquem chateados um com o outro á frente do vosso filho nada se passa e perante ele vocês devem se apoiar mutuamente mesmo que discordem. =) depois conversam quando os meninos estiverem a dormir.
bem eu com a minha irmã, o que fiz para ela não ser assim comigo como é com a minha mãe... bem... castigos na hora, não há televisão, não há mimos, não há histórias, não há brinquedos, não há idas ao parque ao fim da tarde, etc etc... ela lá foi vendo que se fosse mal comportada comigo perdia o que mais gostava. bater lhe, dei lhe uma bofetada no rabo uma vez, porque ela agarrou no portatil de brincar e bateu na minha outra irmã, eu levantei me e pimba uma estalada na hora naquele rabo que ela ficou a olhar para mim, nem chorou, ficou em choque, nunca lhe tinha batido, ficou com as lagrimas nos olhos mas não chorou. eu como lhe bati não gritei, é uma coisa que não gosto de fazer, gritar... altero o tom de voz mas não grito, mas quando lhe dei essa palmada nem disse nada, ela sabia bem o mal que estava a fazer. virei costas e não lhe falei enquanto ela não pediu desculpa a minha irmã. foi remédio santo. nunca mais bateu em ninguem. quando lhe dei essa palmada fartei me de chorar, porque como é obvio não gosto de bater na minha menina mas teve que ser. e hoje vejo que foi o melhor que fiz.
Atenção nunca fui desautorizada nem desautorizei ninguem. isso eu acho crucial. perante as crianças acho que não devemos mostrar pontos fracos, nem que isto ou aquilo nos enerva. contar até 10 e ter uma atitude fria e rigida na hora H... nada de nervos e gritos... posso estar muito errada, mas olha a minha irmã é mesmo hiperactiva e foi assim que lhe dei a volta... ela comigo parece uma coisa e longe de mim é outra.

Retrato de leonilde
Offline
Desde:
11.09.2009

ola mamas pensei que era a unica mas ainda bem que nao sou, identifico-me com todas as situaçoes aqui relatadas, a minha filha tem 2 anos e meio e o irmao 3m e aqui em casa as coisas vao de mal a pior, ja experimentei o esquema das bolinhas mas ela nem quis saber,se a puser de castigo so berra ate se ouve na rua ja chegou ao cumulo de a minha mae ir a passar na rua e vir tocar a campainha a perguntar o que se passa porque ouvia berros na rua toda, tentei o sistema das recompensas e nada:( falei com a pediatra disse para nao castigar nem bater levar as coisas com calma mas torna-se impossivel, a comer e uma desgraça so faz porcaria come com as maos etc!
falei em hiperactividade mas a medica desvalorizou a situaçao.
tambem nao sei que faça.

princesa Leticia 01-10-2009 e agora o príncipe Santiago 15-03-2012

Retrato de Sain
Offline
Desde:
19.08.2008

Para quem está de fora é muito fácil julgar, mas....

Isso a mim parece-me mimo a mais, juntamente com uma personalidade forte e falta de atenção.

Disseste que ele não sentiu a chegada do irmão.. se calhar sentiu, se calhar sente, provavelmente sente-se posto de parte mesmo que não o diga, sente-se preterido em relação ao irmão e tenta a todo o custo chamar a atenção e tentar fazer-vos ver como ele se sente.

Não sou apologista de bater e castigos normalmente são impostos já em segundas núpcias!

Lá por casa as coisas resolvem-se normalmente na base da conversa, à pessoas que nos julgam tolinhas por estarmos a explicar a uma caganita de 1 ano que não deve de mexer numa tomada, mas a verdade é que ela não mexe e nunca tentou nem faz drama!

Quando começam a esticar a corda uma pessoa fala, argumenta e pede ajuda para resolver a situação, pergunta porque o fez, e o que se passa, coloca-mo-nos ao nível deles para eles perceberem que também temos sentimentos e que ficamos tristes com as actitudes deles.

Nunca dizemos que estamos chateados ou que já não gostamos deles, dizemos sempre que gostamos muito deles mas que estamos tristes, com as actitudes e demonstramos.

Porque não pegas nele e falas com ele (independentemente de ele ter 4 anos)? Mas sem irmão, pai, quem quer que seja por perto?
És mãe, apela ao coração, consegues chegar lá dentro, não sejas superior, sê igual a ele, coloca-te ao nível dele, sê cúmplice dele, mostra-lhe que estás ali para o ajudar.

Espertalhão

https://www.facebook.com/pages/Gente-Crescida/182021205178031 Todas as novidades das minhas coisinhas lindas!!!!
;)
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/19568 A lojinha deste cantinho Espertalhão

Retrato de bluegirl
Offline
Desde:
17.01.2011

JNunes escreveu:
acho que não é bem isso, porque ele não faz gracinhas de bebé nem nada semelhante - o irmão não faz nada do género. Ele sabe o que são asneiras. Porta-se mal deliberadamente e são comportamentos em nada parecidos com graças de bebé. Aliás, se a lógica fosse essa ele demonstraria apenas o comportamento adulto porque é o que as pessoas acham graça. Por este andamento chega aos 13 e manda cá em casa. Olhem... não sei que faça!

Não serão ciúmes em relação ao irmão bebé e tentativas de vos chamar a atenção para ele, já que agora tem que a partilhar com o irmão? Já tentaste brincar com ele, dar-lhe mais atenção?

Deixa para lá os castigos e baboseiras do género, tenta compreender o que sente o teu filho e o porquê do comportamento dele. Só quando compreenderes isso é que vais conseguir dar-lhe a volta e mudar as coisas. E ninguém aqui no forum conhece o teu filho melhor que tu.

A minha estrelinha Matilde nasceu no dia 22 de Setembro de 2011 com 3240kg e 47,5cm. Amo-te mais que tudo na vida!

Madrinha e Afilhada da Bibiskinha

http://socoisasgratis.blogspot.pt/

Retrato de Johen
Offline
Desde:
30.04.2012

Ola linda!
por acaso o meu filhote (5 anos) e calmo, mesmo na escolinha nao ha motivos de queixa excepto quando esta com o meu enteado (12 anos).. ai até fico com plasticina colada nas paredes, paredes riscadas, e afins.. e nos dias a seguir o rapaz quase que nem come e fica meio histérico (ou seja, tira mesmo a paciencia a qualquer pessoa pq faz birra por tudo e por nada, e nao obdece a nada, parece que teve um reset na memoria).
Contudo, optei pelo desprezo. Este fim de semana teve ca o meu enteado e ontem já foi um problema para lhe dar banho porque ja estava amarrar o burro e eu disse "vai a cheirar mal para a escola, o problema e teu! depois ninguem brinca ctg" fechei a agua e fui dar um jeito a cozinha e ele foi ter comigo e pediu para ir tomar banho, depois nao se quis vestir, ignorei a birra, virei as costas e disse: quando ficares doente e tiveres que ser internado e te puserem um tubo no nariz para respirares é um problema teu, porque eu nao posso ficar o dia todo no hospital. Ao fim de 1 minuto ja estava vestido. Basicamente, nao ligo as birras que ele faz e até lhe faço "a vontade" mas depois dou aquela "chapadinha" que o faz perceber que ele esta errado e muda de ideias.. em ultimo caso conto até 3 e ele sabe que 1 - fica sem pc, 2 - fica sem pc e wii, 3 - fica sem pc, wii e tv.. Por norma nao deixa chegar ao 3 Careta

Tenta fazer isto do desprezo.. custa um pouco e sofremos tanto emocionalmente como fisicamente mas, pode ser que resulte.

Dodotinho nascido a 9/Fev/2007 às 15h52!
Dodotinho nascido a 19/Out/2012 as 11h52!

"O amor de uma mãe pelo seu filho é diferente de qualquer outra coisa no mundo. Ele não obedece a leis nem a piedades, ele ousa todas as coisas e extermina sem remorso tudo o que ficar no seu caminho." (Agatha Christie)

Retrato de claudiaeartur
Offline
Desde:
01.08.2008

Olá mama,

Não li os comentários todos mas vou-lhe dar algumas sugestões não como mãe mas como educadora..

O sistema que já foi falado das bolinhas normalmente resulta muito bem.
Os horários são extremamente importantes, eles desde pequenos começam a entender a rotina e os horários.
Eu tive um caso muito complicado na sala e resolvi atribuindo-lhe responsabilidades. Parace estranho mas é verdade.
Coloquei na sala o quadro das responsabilidades e a ele atribuia-lhe responsabilidades como se eu tivesse que sair da sala ele "tomava conta" dos amigos. Já experimentou dar-lhe responsabilidades (não castigos) de a ajudar a por a mesa, ajudar a arrumar a cozinha, tomar conta do irmão (dizer-lhe do tipo hoje o teu mano esta mesmo mal comportado, preciso da tuda ajuda, eu tenho mesmo que ir ao quarto e precisava que tomasses conta dele, se ele fizer disparates depois diz-me), ajudar a regar o jardim e outras coisas.

Qualquer coisa que possa ajudar Sorriso

Bjs

Claudia&Artur
13 Junho 2009 um dos dias mais felizes da minha vida que já deu frutos... O nascimento do meu príncipe encantado a 31 de Janeiro 2011... o Tomás AMO-TE FILHO
http://demaeparamae.pt/forum/quartinho-tomas-0

Retrato de NinaPQ
Online
I Love DMPM
Desde:
22.02.2010

claudiaeartur escreveu:
Olá mama,

Não li os comentários todos mas vou-lhe dar algumas sugestões não como mãe mas como educadora..

O sistema que já foi falado das bolinhas normalmente resulta muito bem.
Os horários são extremamente importantes, eles desde pequenos começam a entender a rotina e os horários.
Eu tive um caso muito complicado na sala e resolvi atribuindo-lhe responsabilidades. Parace estranho mas é verdade.
Coloquei na sala o quadro das responsabilidades e a ele atribuia-lhe responsabilidades como se eu tivesse que sair da sala ele "tomava conta" dos amigos. Já experimentou dar-lhe responsabilidades (não castigos) de a ajudar a por a mesa, ajudar a arrumar a cozinha, tomar conta do irmão (dizer-lhe do tipo hoje o teu mano esta mesmo mal comportado, preciso da tuda ajuda, eu tenho mesmo que ir ao quarto e precisava que tomasses conta dele, se ele fizer disparates depois diz-me), ajudar a regar o jardim e outras coisas.

Qualquer coisa que possa ajudar Sorriso

Bjs


O meu filho graças a Deus, porta-se muito bem... Eu peço-lhe sempre ajuda para tudo, ele chega-me os tomates, as cenouras para fazer o jantar, ajuda-me a pôr a mesa, arrumamos os brinquedos juntos!
Quando quero que ele faça alguma coisa e ele não quer, digo-lhe assim:
-"Tu não consegues arrumar aqueles legos todos."
Ele diz:
-"Consigo, sim, sim..."
E eu digo-lhe:
-"Eu acho que não, vai lá arrumar para a mãe ver!"
E ele vai todo contente...

Tens que perceber o porquê das birras do teu filho, eu apontaria sim para os ciúmes do irmão!

Mãe de um bébe fantástico, pingu a mãe ama-te muito... 22 de Dezembro de 2009 às 0h50, o melhor dia da minha vida! Pingu nasceu com 3,360kg e 48,5cm! Sorriso

Em busca de uma nova aventura... "Mano do pingu", esperamos ansiosos que dês sinal... Sorriso

Retrato de Maria do Porto
Offline
Desde:
29.09.2010

... de tia, que criou/educou 3 sobrinhos.(E de ex-directora de um Colégio com Creche e Jardim de Infância): aqui vão algumas sugestões.

(Eu estou grávida pela primeira vez, mas os sobrinhos estão agora com 19, 22 e 24 anos).

A maior parte das crianças de hoje em dia andam hiper-estimuladas do ponto de vista mental e pouco "descarredas" do ponto de vista físico.

Não é natural, do ponto de vista do desenvolvimento humano, ser sujeito a tantos estímulos visuais e auditivos (imagens de televisão, jogos de computador; brinquedos com som e luz, etc...). O Cérebro ainda não tem rapidez para processar e integrar tantos sinais! Mas as crianças estão bombardeados com milhares!!!

Por outro lado, as crianças precisam de espaço livre e actividade física, para espairecer, descarregar toda a energia, desenvolver as relações de domínio/controlo do seu proprio corpo e do ambiente.

Os miúdos de agora passam o tempo enfiados numa sala da creche/infantário - ou fechados num quarto do apartamento!

Crianças com comportamentos como que vocês descrevem precisam de:

1. Uma "dieta mental" - reduzam os estímulos nervosos. Menos ruído. Menos brinquedos que produzam sons (especialmente os que apitam, têm sirenes, essas coisas...). Menos luzes (sobretudo as que "piscam"). Reduzam a TV. Evitem música alto (sobretudo, a que tem "batida"). Que a vossa casa seja um oásis de paz e tranquilidade: falem baixo. Não discutam. Não chamem por eles aos berros: vão até á beira deles para chamar, dizer o que querem...

2. Exercício físico. O mais possível. Ao ar livre. Façam-nos correr, saltar à coRDA, pular obstáculos, jogar á bola. Vinte minutos antes do jantar. Na zona de estacionamento do vosso prédio. Na garagem. Num jardim público! SEja onde for: façam-nos BRINCAR até suar. Até CANSAR!

3. Disciplina: eles têm de saber quem MANDA. Os pais não são os "melhores amigos" - são EDUCADORES. Todas as ordens devem ser explicadas. Baixem-se (ponham-se de cócoras ou de joelhos) e à altura deles, olhos nos olhos, em voz baixa e calma - digam o que querem. De maneira clara e em linguagem simples. SE a criança percebeu o que é dito, em princío faz de acordo. SE não faz, uma palmada (sem violência) é aceitável, até aos 3 ou 4 anos: ainda não têm nível de entendimento desenvolvido para compreender a noção do "castigo" e a relação entre a desobediência e a privação de alguma coisa boa. SE a crinça faz o quie lhe é dito, o reforço positivo deve ser imediato (uma festa na cabeça, um beijinho, um sorriso grande, basta! é como a "palmada" - efeito logo momento!). Se são mais velhinhas e já percebem o efeito "castigo", também percebem a noção "recompensa" - pode então fazer-se o reforço positivo mais tarde...

Todas estas medidas são para ser CONTÌNUAS - semana, atrás de semana, seguir estas regras. Se o vosso comportamento for "hoje sim, amanhã não e depois talvez..." as crianças fazem de vocês o que querem! FIRMEZA e DETERMINAÇÂO, por favor... E o pai e a mãe e os avós, e todos os adultos, devem comportar-se de acordo.

ATENÇÃO: há crianças com tendências desviantes "a sério". Manifestam indícios de sociopatia: são mentirosas; manipuladoras; egoístas, não se importam de provocar dor nas outras e/ou nos animais, tiram prazer de destruir e de causar aflição. E têm estas tendências de forma continuada. "GOzam" com os adultos -e não há nada que as controle.

Alguns médicos e psicólogos não valorizam - porque acham que é só má educação... Mas pode ser um problema (aconselho a que vejam um filme chamado "Temos de falar sobre Kevin").

Se, vocês que são Mães e conhecem os vossos filhos melhor que ninguém, tiverem a sensação de que "é mesmo demais!", provavelmente têm razão: e sim, é demais! TRatem de marcar uma consulta com um Pedopsiquitra, para uma avaliação.

BOA SORTE a todas as Mães de pestinhas!

Madrinha orgulhosa das bebés Lalá e Nonô, da Andreia Marques 17!

Retrato de JNunes
Offline
Desde:
04.01.2011

lamento, mas de facto não deves ter lido os meus comentários todos com atenção e nada do que disseste não é nada que não tenha experimentado. Também te contradizes um pouco porque dizes que te parece mimo a mais e falta de atenção!? Então se tem mimo a mais como pode ter falta de atenção? Eu dou mimo sim, porque o mimo faz bem e mostra amor, mas dou mimo do bom e saudável. Para mim mimo não é estragar de mimo, tipo dar tudo o que quer. O João sempre teve atenção mesmo depois do irmão nascer. Não musei nada nas nossas rotinas para que não sentisse que o irmão lhe tinha roubado o lugar. Continuei a contar a história à noite, a conversar sobre o dia na creche... Quanto ao conversar a bem, também já o fiz e faço todos os dias. Também não ando para aqui sempre ao estalo. Há muitos pediatras que não concordam com essa teoria de nos pormos ao mesmo nível deles - os pais têm que conversar sim e explicar as coisas, mas tem sempre que haver a imagem de autoridade. A minha pedi diz que por vezes não temos que dar 1001 explicações sobre o porquê de ser assim - é assim porque a mãe manda, e mais nada. Isto tem que ser assim porque, ao contrário do que dizes, chega a uma idade em que tantas explicações vão entrar a 100 e sair a 1000.

espreitem a minha lojinha:
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/84443

Retrato de mamagemelar
Offline
Desde:
29.08.2011

ola j nunes... n li os coments tds mas ja tentaste por ele a ajudar te a tratar do mano mais novo?? tenta... olha aprendi uma forma de vestir os meus filhos mais calmamente assim... ele ajuda a vestir a irma e ela o irmao.. e teem 18 meses... nem imaginas o filme q era... ela xorava enquanto o vestia ou vice versa, acabavamos tds enervados, entretanto qd passei a fazer isto... ui xegamos ao ceu na hora de vestir.. tenta q ele faca as coisas ctg qd tratas do bebe, s for ciume vais perceber! beijocas e calma!

Fez se luz no meu coracao a 22\11\2010... Rafaela as 00h10m e Fábio as 00h13m... Minhas vidas!!! Amo vos mto mto mto
Afilhada e Madrinha babada da mnh kerida TWINMUMMY!!! madrinha da Womenbody mais uma madrinha e afilhada 5* SUSANA CORVOS mais uma afilhada linda... Sara78_98 mais um orgulho... madrinha e afilhada da APIPAS querida!!!

Retrato de Sain
Offline
Desde:
19.08.2008

JNunes escreveu:
lamento, mas de facto não deves ter lido os meus comentários todos com atenção e nada do que disseste não é nada que não tenha experimentado. Também te contradizes um pouco porque dizes que te parece mimo a mais e falta de atenção!? Então se tem mimo a mais como pode ter falta de atenção? Eu dou mimo sim, porque o mimo faz bem e mostra amor, mas dou mimo do bom e saudável. Para mim mimo não é estragar de mimo, tipo dar tudo o que quer. O João sempre teve atenção mesmo depois do irmão nascer. Não musei nada nas nossas rotinas para que não sentisse que o irmão lhe tinha roubado o lugar. Continuei a contar a história à noite, a conversar sobre o dia na creche... Quanto ao conversar a bem, também já o fiz e faço todos os dias. Também não ando para aqui sempre ao estalo. Há muitos pediatras que não concordam com essa teoria de nos pormos ao mesmo nível deles - os pais têm que conversar sim e explicar as coisas, mas tem sempre que haver a imagem de autoridade. A minha pedi diz que por vezes não temos que dar 1001 explicações sobre o porquê de ser assim - é assim porque a mãe manda, e mais nada. Isto tem que ser assim porque, ao contrário do que dizes, chega a uma idade em que tantas explicações vão entrar a 100 e sair a 1000.

-------------------------

Bem.... quanta violência!!!

Uma pessoa a tentar ajudar e pimbas! Pausa

O que quis dizer foi simples: Muito mimo enquanto filho único, falta de atenção desde que veio o mais novo! Piscar o olho

Nunca disse que dar mimo é mau! é mau é quando é demais e depois de um momento para o outro acaba! Sorriso

Os pediatras têm os filhos deles não os nossos, cada um educa e cria à sua maneira e como acha melhor, quando pede conselhos e/ou ajuda tem que estar aberto a ouvir de tudo!

O que disse foi com a melhor das intenções, mas se ficas-te ofendida, quem sou eu!!! Cromo

Tu é que te estás a queixar do comportamento do teu filho, não sou eu!
Eu apenas te estou a dar uma forma de abordar o problema, um método que sempre utilizei com os meus e que até hoje nunca tive problemas sendo que um deles já é pré-adolescente e até nesta fase critica não se compara em nada com outros que vejo!

Mas lá está, cada um é como cada qual!
E jamais ofender ou criticar!
Como disse apenas dei a minha opinião!

Espertalhão

https://www.facebook.com/pages/Gente-Crescida/182021205178031 Todas as novidades das minhas coisinhas lindas!!!!
;)
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/19568 A lojinha deste cantinho Espertalhão

Retrato de JNunes
Offline
Desde:
04.01.2011

onde é que leste violência no meu comentário??! Eu critiquei, não te ofendi! É claro que pedi conselhos e li todos com muita atenção, mas não concordei com todos. Desculpa, mas deves ter lido as coisas com a entoação errada porque a minha discordância não teve nada de violenta nem de ofensiva. Apenas achei que a tua abordagem foi muito baseada no senso comum - aquele que erradamente acha que o comportamento dos filhos é unicamente fruto da educação e dos berros dos pais que mimam demais - grande parte claro que é, mas há outra que é da personalidade deles e venha aqui o melhor dos pedopsiquiatras que vai ver-se à nora como nós. O facto de teres filhos sem problemas comportamentais não quer só dizer que és boa mãe, também quer dizer que tiveste sorte com a personalidade deles. Se leres os outros comentários, vais perceber que há muitas mães a lutar contra este tipo de comportamento e provavelmente muitas delas já tentaram os teus conselhos e simplesmente não resultam. Eu sou professora e lido com todo o tipo de crianças e suas famílias - por incrível que pareça temos imensos miúdos problemáticos em famílias atenciosas e preocupadas que estão sempre na escola e temos miúdos que são mais educados que os pais. Eu costumo dizer que quem acha que a personalidade das crianças é 100% da educação que tiveram é porque nunca teve um filho problemático. Volto a repetir, não te ofendi nem fui agressiva - apenas discordei de ti porque já experimentei tudo o que disseste e cá em casa não resulta. Hoje comecei o sistema de carinhas verdes e vermelhas em cada tarefa e ele parece estar a esforçar-se para conseguir as verdes. Hoje ficou empatado - vamos ver como continua!

espreitem a minha lojinha:
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/84443

Retrato de Bolhinha
Offline
Desde:
03.03.2012

JNunes espero que o sistema das bolinhas funcione, cá em casa tem funciona bem, até à hora das refeições e para motivar um pouco o bom comportamento se tiverem muitas bolinhas verdes recebem uma prendinha pequenina Sorriso

A tabela está bonita Espertalhão

Retrato de claudiaeartur
Offline
Desde:
01.08.2008

Hoje li a revista telenovelas e o tema é sobre crianças agressivas dá muitas dicas que acho que se podem adequar ao teu caso.
Uma das coisas que fala é colocar a criança em algum desporto.

Vou transcrever algumas coisas (atenção que não estou a dizer que é o caso do teu filhote, mas talvez possas adaptar)

Dicas para quando uma criança esta mais agressiva:
- Na crise de raiva, contenha criança. Se for preciso segura-la faça-o mas sem recorrer à violência.
- Converse. Isso leva o seu filho a desabafar sobre o motivo da raiva
- Mostre a criança que entende o que ela sente e dê-lhe carinho
- Se o comprtamento agresssivo permanecer, ponha-a de castigo.

Como lidar com a agressividade dos 4 aos 7 anos:
- A criança começa a entender a lei da acção e reacção. Ponha-a de castigo ou tire-lhe algo que lhe dá prazer por determinado tempo. É fundamental que seja um castigo temporário e que ele seja cumprido.

Bjs

Claudia&Artur
13 Junho 2009 um dos dias mais felizes da minha vida que já deu frutos... O nascimento do meu príncipe encantado a 31 de Janeiro 2011... o Tomás AMO-TE FILHO
http://demaeparamae.pt/forum/quartinho-tomas-0

Retrato de JNunes
Offline
Desde:
04.01.2011

a tabela ainda está a lápis porque eu já sabia que ia ter que fazer alterações conforme o decorrer do dia. Ainda não dá para fazer um balanço porque foi só hoje, mas estou a gostar do entusiasmo dele, até porque o deixo desenhar as carinhas verdes quando se porta bem numa das tarefas. Hoje não teve história ao deitar porque teve tantos vermelhos como verdes mas foi a vez em que aceitou melhor o facto de não ter história - talvez porque foi fácil constatar pela tabela que não a merecia! Vamos ver como corre daqui em diante! Bolhinha, tu usas o amarelo também? Eu pergunto isto porque há sempre aquelas alturas em que nem se portou mal, nem exemplarmente bem e fiquei indecisa na cor...

espreitem a minha lojinha:
http://demaeparamae.pt/vendo/loja/84443

Retrato de Bolhinha
Offline
Desde:
03.03.2012

JNunes escreveu:
a tabela ainda está a lápis porque eu já sabia que ia ter que fazer alterações conforme o decorrer do dia. Ainda não dá para fazer um balanço porque foi só hoje, mas estou a gostar do entusiasmo dele, até porque o deixo desenhar as carinhas verdes quando se porta bem numa das tarefas. Hoje não teve história ao deitar porque teve tantos vermelhos como verdes mas foi a vez em que aceitou melhor o facto de não ter história - talvez porque foi fácil constatar pela tabela que não a merecia! Vamos ver como corre daqui em diante! Bolhinha, tu usas o amarelo também? Eu pergunto isto porque há sempre aquelas alturas em que nem se portou mal, nem exemplarmente bem e fiquei indecisa na cor...

Pode ser que continue a funcionar. Eu faço sempre numa cartolina e os pequenos ajudam a decorar, ficam entusiasmados Sorriso Quando meto os meus de castigo também aceitam melhor por causa das bolinhas.
Sim sim eu uso as três cores porque torna-se mas fácil quando têm um dia mais ou menos e também porque no colégio as educadoras usam as três cores.