Desabafo | De Mãe para Mãe

Está aqui

Desabafo

Responda
4 mensagens
Janet Jacob -
Offline
Desde 07 Dez 2017

Boa noite meninas eu preciso desabafar senão vou ficar maluca... Eu e o pai da minha filha tivemos juntos 5 anos e terminamos ha 2 anos atrás desde então ele n tem se conformado com a minha rejeição e basicamente faz me a vida num.inferno. a nossa filha tem 3 aninhos. Ele vem buscar a menina mas como ele é muito imaturo e infantil usa a menina para me provocar. Digo para ele trazer a menina as 18 ele trás as 22 por exemplo às vezes vai mais longe e dorme com ela. Este tempo todo estes dois anos ele vem busca lá sempre com faltas de respeito acha q ele manda na menina e q faz o q quer ... Muitos meses n me dava a pensão da menina e eu fui fazer queixa no tribunal. Isto no ano de 2016. Este ano fui de novo ao tribunal pq ele insulta me do nada e n tem esse direito pq nunca lhe faltei ao respeito, peco que ele leve a menina e me traga cedo ele n traz ele aparece cá em casa muitas vezes sem avisar para ir passear com.ela. a nossa guarda é livre ou seja ele pode vê lá quando quiser com aviso prévio. Ele n é mau para a filha gracas a Deus ate é bom pai no sentido que quer estar sempre com a menina mas nas responsabilidade ele muda muito pq é imaturo e depois usa para me por mal . hoje fui ao tribunal falar justamente disso. Q ele passa a vida a mudar de casa n me diz onde mora e que obtem eu n abri a porta pq sinto medo q ele diga q vai passear e leve a menina para dormir e eu n posso chamar a policia pq n sei onde ele mora para meu espanto a mulher do tribunal diz me: menina n teja sempre a vir cá fazer queixa pq um dia tiram lhe a menina para uma instituição.. Sai de lá acabada. A chorar. Morri com aquilo. Desde manha q estou chocada deprimida atribulada. N sei o q fazer . pq me tirariam minha filha q eu amo incondicionalmente por ir falar verdade ao tribunal. Pq ele q n Sabe me respeitar a culpa é dele. N tem que me tirar a minha filha por justamente querer a proteger. PF ajudem me. Um advogado por ai que me possa dar umas luzes pf

Tyta.B -
Offline
Desde 31 Jul 2015

Eu sei que custa, mas visto que o que ele pretende é mesmo abala-la e incomoda-la, não deixe que ele perceba que consegue. Se ele acreditar que este tipo de atitudes não a afectam, acaba por parar com elas.

Digo isto com conhecimento de causa, porque o pai do meu filho tentou fazer o mesmo. Os primeiros tempos de separação foram um inferno porque ele achava que podia fazer o que queria. Também vinha buscar e trazer o miúdo sem aviso, porque pensava que assim me prendia em casa. Afinal se ele me dissesse, hoje vou buscar o menino, eu ficava à espera dele, se ele em vez de aparecer às 14h aparecesse às 17, eu ficava "presa" em casa. A mesma coisa na "entrega" da criança. Ele queria voltara trazer o miúdo quando bem lhe apetecesse, e eu, tinha obrigação de ficar à espera em casa... Era suposto passar pelo menos um dia do fim de semana com o pai, e ele muitas vezes não vinha busca-lo, porque, mais uma vez, achava que assim eu não podia fazer nada da minha vida. Quando o menino lhe disse que por vezes dormia na avó ao sábado para eu sair com as minhas amigas, vinha-me pedir satisfações. Repare bem, na noite que estava estipulado que o filho dormisse em casa do pai e que ele não respeitava, ficava amuado porque eu encontrava uma solução de forma a não mudar os meus planos. Ele queria, literalmente, que eu vivesse em função dele...
A única coisa que fiz foi ignorar, com todas as minhas forças, por vezes a ferver por dentro, mas por fora sorria, lembra-lhe que o filho (com 4/5 anitos na altura) era quem sofria com estas atitudes, e que a minha vida estava bem e recomendava-se. Aos poucos ele convenceu-se a seguir em frente com a vida dele também.

É claro que não somos todos iguais, e com o seu ex pode não resolver, mas tentar não custa. As pessoas só têm a importância que nós lhes damos, se não dermos nenhuma, eles não conseguem ter poder sobre nós.

Submetido por Tyta.B em Qui, 07/12/2017 - 10:49
Desde 19 Set 2017

Eu julgo que ele não pode fazer o que lhe apetece. O ideal seria arranjar um bom advogado e regulamentar isso tudo direitinho ficar escrito em papel dias de visitas, horários, tudo, depois disso tudo caso nao cumpra chame a policia... Em relação à morada julgo que ele é obrigado a informar-lhe onde mora. Às vezes pode ser um pouco dispendioso recorrer a um advogado para tratar dessas questões mas é o melhor a fazer. Ja agora e isto é uma opinião pessoal quem lhe disse de nao fazer queixa porque corre o risco de lhe tirarem o menor não está bom da cabeça. De qualquer forma informe-se bem sobre isso porque as coisas não são assim, as pessoas nao podem fazer o que lhes dá na telha.

Submetido por Cláudia Rodrigues1 em Qui, 07/12/2017 - 14:01
Marlene Pires A... -
Offline
Desde 23 Set 2016

Na minha opinião não devias estar sozinha quando ele fosse ter contigo. Quanto ao resto, se puderes arranjar um advogado para te aconselhar era uma grande ajuda. Tudo a correr bem!

Submetido por Marlene Pires A... em Ter, 12/12/2017 - 16:57

Ariel Ab

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?