dar em maluca | De Mãe para Mãe

Goste de nós no Facebook

últimos tópicos no forum

Fórum Mães & Bebés

virus mãos, pés e boca

Fórum Geral & Apresentação

Alguém já fez ICIS na clínica IVI

Fórum Treinantes

Teste de gravidez - dúvidas

Fórum Treinantes

Alguém na mesma situação?

Fórum Treinantes

TER O SEGUNDO FILHO OU NÃO?

Fórum Grávidas

Menino ou menina

Fórum Treinantes

Beta

Fórum Grávidas

Gravidez de risco

Fórum Mães & Bebés

Sangramento pós parto

Fórum Geral & Apresentação

Tentante com indux

Fórum Treinantes

Barriga Inchada

Fórum Treinantes

Treinantes de 2017

Fórum Treinantes

Dra Joana Lima Santos

Fórum Infertilidade

Emigrante fazer FIV em Portugal

Fórum Parto e Preparação

Parto normal sem dor existe?

Destaques nas lojas

Loja Steffi

Produtos para Bebe, novos ou feitos à mao e mt em conta!!!!...

Loja Loving Mom

40% de desconto em tudo ;) H&M, Girândola, Zara, Mayoral...

Loja veraamorim

3 peças 1€ (para peças de valor INFERIOR a 1€), 3 peças 2€ (...

Loja Maria M. M.

Leve 2, pague 1!!!Oferta do artigo de menor valor. Por favo...

Loja castanhinha123

EM TUDO desconto de 30% Artigos variados :-) Vendas ...

Loja brisa-clara

OFERTA de PORTES em cOmPrAs >10 euros...

Loja cantinho_da_avó

PROMOÇÃO !!...

Loja nublada

Leve 2 Pague 1 - oferta do produto mais barato!...

Loja patilago

0-5 anos,.Roupinhas.Babygrows, Pijamas, camisas, sapatinhos...

produtos à venda

€2.00
€1.40
€1.90
€1.30
€20.00
€20.00
€20.00
€4.00
€3.50
€10.00
€2.50
€5.00

artigos recentes

8 Dicas para a primeira semana de férias com o seu bebé

As férias de Verão estão aí à porta e a vontade de sair de casa e...

Mudança da fralda: existe uma fórmula perfeita?

Da mesma forma que não há bebés iguais, a verdade é que também...

Cães e bebés? Saiba como gerir esta relação!

É muito comum existirem receios e dúvidas sobre o convívio entre...

Cuidados a ter com a nutrição dos pequeninos

Não é nenhuma novidade que a nutrição dos mais pequeninos é...

Dia da Criança: ideias para celebrar este dia com o seu bebé

O dia da criança é um dia muito especial – tanto para os miúdos...

Nasceu um bebé

09.06.2017
04.06.2017
02.06.2017
20.05.2017

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?

Está aqui

14 mensagens
Última entrada
Retrato de SaraePedroMartins
Offline
Desde:
13.01.2016

dar em maluca

Bom dia
Não quero arranjar confusão com ninguém, nem pretender que este tópico gere confusão porque cada processo é um processo
Estou a dar em maluca, porque já li e reli inúmeros tópicos sobre a adopção e desisto, estou á 4 anos em lista de espera, mas já nos deram o ok de mobilar o quarto para uma criança com idade superior a 3 anos.
Nunca houve explicações para os abortos espontâneos que tive, uma vez que todos os exames que eu e o meu marido fizemos estão bem, a dor não passa e na sexta feira senti-me a pior pessoa do mundo por perder um filho, sinto-me culpada.
A pessoa que está com o nosso processo é conhecida e pensávamos que seria mais rápido todo o processo de adoção, mas não, já li aqui alguns processos, uns rápidos e outros demorados. Nós estamos á 4 e disseram-nos que podíamos ser pais ao fim de um ano, fora isso estamos á 3 anos e qualquer coisa em todo o processo dito normal, até porque é compreensível uma criança ter um passado e não vir assim logo para casa das pessoas que vão ser pais dela, porque tudo é um processo, para nós era já hoje.
Não me interpretem mal, mas ao reler alguns dos tópicos aqui escritos, surgiram-nos umas duvidas, o que é normal para quem está em processo de adoção. Nós trabalhamos os 2, temos um salário dito normal para o dia a dia, sou dentista e o meu marido é bancário, mas isso não nos faz mais nem menos que ninguém, somos pessoas que temos pão do dia a dia, penso assim porque cresci numa família com poucas possibilidades, moramos num apartamento por curiosidade T2, temos um quarto dito normal para uma criança ou duas se forem do mesmo sexo, já sabemos que é uma criança, por nos darem o ok para mobilar o quarto para UMA criança, pagamos uma renda de casa ao banco e nunca nos foi colocado o entrave da casa. Aqui surgira-nos algumas questões que não me sai da cabeça

Será que temos possibilidades para aquele que vai ser nosso filho/a? Será por isso que o nosso processo de pais está a demorar tanto tempo? Será que ao deixa-lo/a num ensino público vai ser menos criança que os outros?
Serei uma boa mãe? Mesmo nas alturas que tiver dizer um não por não poder ou não querer comprar algo que queira? Será que um filho precisa assim de tanta coisa? Será que preciso de ser rica para criar um filho? Preciso de lhe dar tudo?
Desculpem, ando com o coração apertado
Um beijinho e uma boa quinta feira chuvosa

Á espera que o Telefone toque e o coração transborde um/a filho/a

Retrato de Ana Patricia Rodrigues Ferreira
Offline
Desde:
20.08.2013

fico muito triste por ainda em portugal o processo de adopção ser assim tao dificil...com tantos entraves! não desanime força e coragem...tenho a certeza que será uma excelente mãe.
gostava de ver o povo portugues festejar nas ruas o processo de adopçao rápido...

Ana Venade

Retrato de CelticMoon
Offline
Desde:
17.10.2012

Realmente e muito demorado. Nao te atormentes, certamente nao sera por duvidarem das condicoes que voces tem, ate porque com essas profissoes suponho que ganhem bem acima da media. Claro que vas ser boa mae, pelo menos pareces me muito empenhada em se lo.

Uma estrelinha no céu desde 2010. Finalmente, uma nova estrelinha nasceu em 2012.

Retrato de Sónia Maria Santos
Offline
Desde:
13.09.2012

Olá Sara!

Olhe, o que ressalta do seu relato é mais emoção do que razão. Sabe com certeza que o problema não é o seu salário nem a sua casa, pois se assim fosse não lhe teriam dado o ok para mobilar um quarto para uma criança acima dos 3 anos. Creio que possivelmente estará para breve.

Sei que é demorado, sei que é terrivelmente demorado e sem explicação para tanta demora,mas vai acontecer e voc~es vão ser os melhores pais do mundo para uma criança que com toda a certeza terá uma passado e não será dos passados mais bonitos. Cabe-lhe a si mostrar a essa criança que a vida tem um lado muito diferente. ,

Vai conseguir, estou certa! E bem haja por existir!

P.S. ai que eu precisava de fazer uma visitinha ao dentista! LOL

Vá lá, anime-se!

Beijinhos e tudo de bom

SMSantos

Retrato de guialmi
Offline
Desde:
13.07.2013

O seu testemunho é muito confuso, provavelmente fruto do estado interior, mas tem de fazer um esforço para racionalizar um bocadinho a situação.
Ter uma pessoa conhecida na SS não serve de nada (e ainda bem!), o seu processo fica em lista de espera na lista nacional e a demora depende muito das condições que fez: idade, etnia, irmãos ou não, saúde,...Se o casal foi avaliado e foi aceite, naturalmente que a questão das condições económicas e outras já nºão se póe.
No entanto, do seu testemunho também ressalta a dor dos abortos...não será ainda uma ferida demasiado aberta? Pondere se não precisa de apoio psicológico, para conseguir gerir com tantas emoções e tanta dor...

Retrato de Tyta.B
Offline
Desde:
31.07.2015

Este relato foi escrito em sofrimento. É notória a sua dor Triste Não sei se percebi bem, na sexta feira passada sofreu mais um aborto? É perfeitamente natural que esteja a sentir-se assim, mas anime-se tudo há de melhorar. A Sara tem apoio psicológico? Se calhar fazia-lhe bem procurar ajuda para ajuda-la a ultrapassar a dor que está a viver...
Não sei mesmo o que dizer, fica só mesmo um beijinho
Grande abraço

Retrato de MariaGuerreiro
Offline
Desde:
02.12.2015

Sara, enviei-te mensagem, mas decidi comentar, é normal estares assim. Sei perfeitamente o que estás a passar e dou te valor. Isso está muito quente na tua cabeça e pff não te sintas culpada. Procura ajuda psicológica, acredita, eu tive e ajudou-me muito.
Tal como tu dizeste cada processo é um processo e lembra-te que Deus cuidou de mim e hoje tenho 5 traquinas em casa, nem todos podemos ser pais de 2,3. Mas ao teres 1 é teres uma vida preciosa e podes dar mais a essa criança, mais do teu tempo, mais de ti, mais, mais e mais, acredita que ter 5 é uma "loucura" e tem momentos em que digo, Maria respira conta até 3 e não te dês em louca, sem falar no trabalho de casa, nas despesas. Deus está a cuidar de ti e de cada uma pessoa neste mundo e acredita que se já te disseram para montares o quarto para uma criança com mais de três anos, sabes o que isso significa? Que já têm um/a filho/a para vocês, mas essa criança está a passar por um processo também psicológico, porque tu ao entrares na vida dessa criança ela já tem de saber minimamente sobre os pais, onde vai morar, que vai mudar de escola, que tudo isso é implicativo na vida dela, pode ser uma criança com "trauma" e agora dizer, mudar de casa? Ter uma familia? É normal, o vosso filho/a está a ser preparado, ao dizerem mais de 3 anos é para voês terem em conta a cama. Não vou criar espectativas, porque cada pessoa é uma pessoa, cada técnico reage de uma forma e cada criança tem o seu passado. Mas quando me pediram para montar o quarto da tropa, foi no dia que me ligaram a marcar a reunião para conhecer-los. Não tarda e acredito por já ter passado por um processo terás o teu filho a teu lado. Agora é uma questão de pouquissimo tempo.
Desejo-te toda a sorte do mundo

Acreditar e não desistir, lutar sem baixar os braços
30 de Julho de 2013 - Positivo - 6 de Agosto de 2015 nasceram os nossos tesouros

Retrato de SaraePedroMartins
Offline
Desde:
13.01.2016

Agradeço imenso as palavras, não é fácil, estou a ser seguida por uma psicologa no H. Luz
Várias pessoas dizem que está para breve por terem me pedido o quarto para uma criança, tem lógica MariaGuerreiro ser por causa das camas. Quanto tempo demorou o vosso processo? Da chamada, ao conhecerem o processo, até conhecerem os vossos filhos pessoalmente, até irem para casa?

Á espera que o Telefone toque e o coração transborde um/a filho/a

Retrato de MariaGuerreiro
Offline
Desde:
02.12.2015

Calma, respira fundo
Não podes ir pela conversa das pessoas. Cada caso é um caso, claro que agora não vai demorar 3/4 anos. 4 anos de processo que vocês têm é muito, mas também depende do critério de adoção que vocês colocaram e ao pedirem-vos o quarto é porque têm efectivamente uma criança para vocês. Agora não te posso dizer se vai demorar dias, semanas, meses ou anos. Eu tive 5 de espera e na altura eu dizia que esperar era uma virtude porque coisas boas vinham, batia com a cabeça nas paredes porque queria logo um filho, era desesperante e eu sei que sim e neste momento já não posso dizer isso, com filhos vais perceber que esperar é desesperante (principalmente quando estás atrasada e os teus filhos dizem mamã espera ainda me falta calçar)
Quando me ligaram para "conhecer" a tropa, demorou cerca de duas semanas porque apanhamos a altura das férias, fomos conhece-los pessoalmente, como os mais velhos estavam na primária e o historial deles não era positivio e sabemos que marcam as crianças e o processo deles era complicado, começamos a ir meios dias, uns dias de fins de setembro a novembro, em dezembro começaram os fins de semana, foram 2 e a meio do mês de dezembro recebemos a tropa em casa. Todo o processo demorou cerca de dois meses e meio.
Mas há casos sim, que ao conhecerem presensialmente os filhos estão 3/4 dias com eles, se os técnicos acharem coerente vai um fim de semana, lá está tudo tem um depende.... um mas... e depois começam a ir para casa, lá está depende do processo da criança, da maneira da criança de todo o funcionamento e se está na escola ou não.
Se precisares de alguma coisa diz

Acreditar e não desistir, lutar sem baixar os braços
30 de Julho de 2013 - Positivo - 6 de Agosto de 2015 nasceram os nossos tesouros

Retrato de elizamor
Offline
Desde:
09.08.2010

Eu sou a favor da adoção e tenho pena que os processos em Portugal sejam tão demorados! Há tanta criança que precisa de um lar e tantas mulheres, que não conseguem ser mães e desejam tanto dar amor a uma criança! No seu caso, parece-me que tenha todas as condições para criar uma criança, aliás muitas mães que outras pessoas! E ter uma criança no ensino público, é o melhor que pode fazer, pois eles aprendem a gerir as diversas realidades das outras crianças. Ja ouvi relatos de pessoas que andaram no ensino privado até certa altura e depois foram para o público e foi um choque muito grande! Eu tenho ambos os meus filhos no público, e não tenho que dizer. Aliás, eles andaram numa IPSS antes de ir para o público e também aconteceram situações que não me agradaram. Por isso, não é por ser público ou privado, que as coisas são melhores ou piores. O que tiver que acontecer, acontece. As crianças conseguem ser muito persuasivas quando querem muito uma coisa. O meu filho tem andado a massacrar-me a cabeça porque quer muito uma caderneta com cromos que custa 8€, e porque os amigos têm e ele tambem gostava de ter. Comprei? Não, acho um absurdo o preço! Ficou contente? Claro que não. Amuou? Sim, mas disse-lhe logo "Amuas? Só perdes com essa atitude". Eles têm que aprender desde cedo a ouvir NÃO. Se os habituarmos a ter tudo, numa difculdade que possamos ter e não possamos dar, ele vai sentir! E não precisa de ser rica para criar um filho, tem é que ter sobretudo amor, paciência e disponibilidade para estar com ele, nem que sejam 5 m antes de ele dormir. Têm é ser 5 m verdadeiros, porque eles sabem isso! Tenha mais alguma paciência, vai ver que logo logo terá a sua criança consigo! Tudo de bom!

Retrato de quero ser mamã
Offline
Desde:
15.10.2014

Ola Sara,ja pensas te em ir a uma clinica de fertilizaçao?Eu fui e hj com 44 tenho um bebé belo,saudavel e bem disposto,o meu 1 filho e do meu marido(40) tb,pois para ambos é o nosso 2 casamento,pagamos mttt mas o processo demorou desde k fui a 1consulta ate ficar gravida 3 meses e resultou à 1 vez,tb consegui 1vez engravidar aos 40 mas abortei,foi doloroso embora com 7 semanas,andei numa genecologista 1ano a perder tempo apos exames e algum dinheiro em pós e comprimidos em k dizia k iria engravidar ha uns 2 anos e eu acreditei ,ate k me fartei e fui con exames ja feitos a um Dr k me disseram ser mt bom na area d fertilizaçao,pois trabalha numa clinica desta area e disse logo sem rodeios na 1vez k so por milagre eu engravidaria de novo pk ja tinha poucos e fracos ovulos com a idade..na semana seguinte fui logo a uma clinica ja tava farta de tanta espera e aconteceu ,sou mamã e vi crescer desde o 1 dia de vida e saiu dentro de mim,pois sei k adoptar demora mttt tempo,fiz um dos melhores tratamentos e tb mais caro mas digo te valeu a pena,amo tanto o meu filho Apaixonado Bebé

quero ser mamã

Retrato de Lucky7
Offline
Desde:
23.11.2015

Olá Sara. Antes demais quero lhe dar os meus parabéns a si e à Maria Guerreiro e a tantas outras por aqui, por optarem em adoptar. Para mim são umas guerreiras. Deixo lhe aqui um resumo do meu testemunho para que possa entender um bocadinho melhor a demora dos processos. Sou adoptada, infelizmente não tive uma infancia fácil, e acabei por ir parar a 2 instituicoes, lembranças que ficarão para sempre na minha memoria. Um dia um casal estava interessado em mim... e apenas em mim, o processo demorou 2 anos e tal (pois o meu pai adoptivo era meu tio biológico). Para uma criança abandonada ou maltratada ou abusada ser "escolhida" por uma casal é uma enorme alegria, aliás todas as crianças das instituições desejam secretamente serem escolhidas, por isso às vezes doi um pouqinho ler que só querem bébes ou até 2 anos. As outras crianças de 5,7,10 anos também precisam de amor. Enfim, após algumas burocracias que não me lembro bem pois tinha apenas 5 anos, comecei a passar alguns fins de semana com os meus pais adoptivos, passou a férias de Verão, até que um dia lá fui eu. Não me faltava nada, nem material, nem amor, tinha uma "avó"que era um anjo e um "irmão", no entanto porque andava a saltar de instituição em instituição e agora uma casa? E a minha mãe biológica onde andava? Eu tinha saudades dela... mesmo que os adultos dissessem que não, para mim, uma simples menina de 5 anos...eu só queria minha mãe.... o que estava a acontecer? como eu podia confiar nestes novos pais quando os meus biológicos me tinham "traído"? A minha mãe adoptiva, que é a melhor mãe do mundo, a minha heroína, passou as passinhas do Algarve comigo, fiz lhe tanto Sara, mas precisava de ter a prova que ela não me ia deixar, cheguei a fugir de casa aos 16 e a aparecer grávida e sabes o que aconteceu? Lá estavam eles de braços abertos para me receber em casa porque só queriam a filha de volta e ajudar a criar o neto. Hoje sou uma mulher integra, com caracter porque não desistiram de mim. Tenho os meus traumas, os meus picos de orgulho e até de frieza mas nunca desistiram de mim por isso Sara, não desistas também, demora mas serás compensada. Não é só um processo de adaptação para ti, é principalmente para a criança e se tiveres um/a filhote/a super terno/a optimo, mas se te calhar alguém que te responde mal, bate portas, grita te...são esses os que precisam de mais amor. Se estás preparada para adoptar é porque és digna de amar alguém de fora.. que se tornará teu. Um dia serás a heroína de alguém. Tem fé e muita sorte. Beijinhos

Retrato de Mcbel
Offline
Desde:
31.03.2016

Junto ao seu desabafo o meu!
De facto, nós assistimos a processos mais rápidos do que os nossos. É raro o mês que amigas não me deem a novidade de que alguém adotou um menino de dois anos, dois gémeos, um bebé.
Começo logo pelo registo desta página que contempla apenas mães nascidas em 1966. Ora que esperança tenho eu de ser mãe, se já sou anterior a 1966?
Comecei o processo com 46 anos de idade, fazendo uma formação noutro distrito. O processo finalizou e passei a constar na lista nacional no início de 2013 e há também cerca de 4 anos que aguardo uma notícia. Fui alterando os requisitos e, de 2 a 7 anos, sem preferência de raça, cor, irmãos fazem parte de um dossiê de duas funcionárias da SS. Ao princípio, perante a inexistência de notícias, ligava-lhes para saber algo, pois ainda aguardo uma segunda formação. Deixei de telefonar, porque sinto que não gostam. A resposta é sempre: «Não lhe ligámos, porque não temos nada que lhe dizer. "Isto" já não está nas nossas mãos e sabe que o processo é moroso.» Ora, a questão é que o tempo passa e a vontade desvanece-se.
Tenho emprego e rendimentos. Posso ou poderia (já não tenho esperança, inclusive penso desistir brevemente) dar uma vida tranquila em termos económicos e de amor a alguém.
Visito instituições e vejo crianças que entram bebés e ficam lá anos e quando já se familiarizaram com «essa família» é que são entregues à família de adoção. Claro, não se adaptam! Porquê?
Vejo famílias adotarem duas crianças em tempos diferentes, enquanto eu fico sem respostas. Porquê?
Não são muitas as perguntas e há respostas certamente.
Contudo, este processo em Portugal não decorre bem, sobretudo em certos distritos do país. Não se avalia?
Desejo a todas as mães e futuros filhos as maiores felicidades!

Mcbel

Retrato de S T
S T
Offline
Desde:
25.08.2011

Bom dia Sara Martins
Ja tens teu filho?