Baixo aumento de peso LM exclusivo | De Mãe para Mãe

Goste de nós no Facebook

Destaques nas lojas

Loja Marlas

Roupinha dos meus Gêmeos!...

Loja SARIITA

Brevemente novidades......

Loja Pipoquinha 07

Roupinha e calçado de menina em excelente estado dos 0 aos 1...

Loja Loving Mom

Novidades para Inverno ;) H&M, Zara, Mayoral, Tiffosi, C...

Loja socirero

Novidades!!! 20% desconto em tudo...

Loja bisca

Novidades Dê preferência às mensagens, em vez de comentar ...

Loja ryssie

Roupa de qualidade, artigos praticamente novos. ...

Loja Estela2010

Copos de aprendizagem, biberoes, roupinhas, Testes de gravid...

Loja anitas.paula

Visitem a minha loja... Obrigada...

Loja susana08

PROMOÇÃO: 20% DE DESCONTO EM TODOS OS ARTIGOS SOY LUNA E BLA...

produtos à venda

€25.00
€35.00
€35.00
€4.00
€15.00
€2.00
€1.50
€1.50
€1.50
€1.50
€2.50
€1.50

artigos recentes

A importância do lanche no equilíbrio nutricional da dieta do bebé

A alimentação dos filhos, principalmente no caso dos bebés, é uma...

Babywearing – o que é e quais as vantagens?

O Babywearing tem ganho cada vez mais fãs nos últimos...

7 frases que nunca deve dizer a quem não consegue engravidar

O momento em que o casal decide ter um filho é sempre um momento...

Está grávida? Saiba como se manter hidratada durante o Verão!

A hidratação é uma questão à qual todos devemos estar atentos –...

Lembrem-se sempre disto: ser saudável é o mais importante!

Carolina Deslandes publicou uma fotografia três semanas após o...

Nasceu um bebé

Noa
30.09.2017
12.09.2017
04.09.2017
05.08.2017

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?
33 mensagens
Última entrada
Retrato de anabu
Offline
Desde:
02.11.2016

Baixo aumento de peso LM exclusivo

Olá mamas. Minha bebé tem 7 semanas e apesar de ter perdido muito pouco peso à nascença, agora o ganho semanal é muito pouco. Desde que nasceu ganhou cerca de 600g,a MF já disse para introduzir LA. Estou amamentar em exclusivo em LD e não quero nada introduzir LA. A bebé mama bem,tenho bastante leite,suja bem as fraldas,está a crescer bastante, parece-me bastante saudável mas não entendo p porquê desta ganho de peso tão baixa. Se alguma mama passou pelo mesmo e me possa ajudar/aconselhar agradeço ☺

*Início treinos em Novembro 2016
*AF+ Iodo desde Setembro 2016
*TG positivo 25/11/2016
*DPP 02/08/2017

Retrato de guialmi
Offline
Desde:
13.07.2013

600 gramas é mesmo muito pouco. Concordo que consulte um pediatra antes de introduzir LA, mas não feche desde já a porta a essa possibilidade. Com que peso nasceu o bebé e quanto pesa agora?

Retrato de Susana Urbano
Offline
Desde:
12.02.2016

Pelas contas estará a ganhar 12gr por dia. A minha filhota também nunca ganhou muito peso e nunca houve grande drama a não ser nas primeiras semanas pois perdeu 10% do peso no inicio e como ela não pegava bem cheguei a dar algumas vezes leite artificial ( umas 10x no máximo, normalmente à noite mais para eu poder descansar).
A partir dos 2 meses a pediatra viu que é da genética dela pois é alta e com o desenvolvimento motor, sensorial e social muito bom. Ou seja, saí ao pai (e à mãe antes dos 30) e é uma bebé magra mas com muit genica.
Introduzi a sopa agora aos 4 meses e meio pois vai para a creche e queria que já fosse com alguma alternativa ao leite (adora a sopa dela e come uma pratada).
Também faz grandes xixis e cocós. Em suma, tem o metabolismo mais rapido e é muito mexida.
Ainda assim devia de ir a um pediatra para obter uma opinião mais especializada.

Testes gravidez e ovulação 0.30€ (podem enviar mensagem privada)
Boa sorte para todas as meninas.

Retrato de maria_mãe
Offline
Desde:
27.06.2017

Anabu,

Fala com o pediatra. A opinião da Médica de Família pode não ser a mais adequada neste caso.

Retrato de Cat-st
Offline
Desde:
31.07.2012

é uma perfeita estupidez dizerem que é pouco...nós todos também engordamos da mesma maneira?? Porque é que os bebés também não podem ser diferentes? O meu sempre aumentou pouco e aqui onde vivo nunca se preocuparam...baixou do percentil 15 para o 3 e também nao s epreocuparam. Mamã continue a dar mama mas dê em menos tempo, vai produzir mais leite e vai encher mais. Eu passei a dar de duas em duas hrs e ele la aumentou bem. Aqui nao ha pesos semanais nem quanto aumentou por dia...não vejo a utilidade disto sem ser para obrigar os bebés a beberem LA desnecessariamente. Aumente a quantidade de vezes que vá a mama mamã!

- Última pílula em Março 2014, SOP, Clomid + IIU
- Positivo a 6/4/2015 - AR 18/5/2015
- De volta aos treinos Julho 2015
- 1o FIV (+)
- Nasceu o meu piolho em 2016

Retrato de Cat-st
Offline
Desde:
31.07.2012

ah e não se esqueçam que nem o MF (que nao é especialista infantil) nem o pediatra são especialistas em nutrição.

- Última pílula em Março 2014, SOP, Clomid + IIU
- Positivo a 6/4/2015 - AR 18/5/2015
- De volta aos treinos Julho 2015
- 1o FIV (+)
- Nasceu o meu piolho em 2016

Retrato de guialmi
Offline
Desde:
13.07.2013

Cat, eu acho muito bem que se promova o aleitamento materno exclusivo, mas há problemas nos bebés cujo primeiro e às vezes único sintoma é o baixo aumento de peso, como por exemplo as infecções urinárias. Nem 8 nem 80...

Retrato de Lili79
Offline
Desde:
12.12.2016

Olá, aqui também só dei LM em LD e a minha menina que nasceu no percentil 85 e foi baixando de percentil e hoje com 2 anos está entre o percentil 15 e 50. Nos primeiros meses também nunca aumentou muito, ia aumentando ao ritmo dela mas sujou sempre as fraldas e mamava bem, ainda tentei dar LA depois da mamada mas ela vomitou tudo em jacto e assim pude ver que ela tinha bastante LM no estômago e não era por falta de leite. Ela começou a sopa e a papa com 5 meses a pedido da médica de família e apesar de comer muito bem a sopa e a papa, ela foi baixando de percentil na mesma até chegar ao percentil em que está hoje que é o percentil dela. Ou seja, é o metabolismo dela, o corpo dela que mesmo comendo bem, não engorda muito! Tive sorte, não tive uma médica que me pressionou para dar LA e correu tudo bem. Em termos de desenvolvimento foi sempre muito activa e esperta, com 7 meses já dizia mamã e papá e outras palavritas, andou com 13 meses e hoje com 2 anos já fala tudo e corre e salta etc... Confie em si e se estiver tudo bem com a menina, não se preocupe com o peso!

Retrato de Lili79
Offline
Desde:
12.12.2016

guialmi escreveu:
Cat, eu acho muito bem que se promova o aleitamento materno exclusivo, mas há problemas nos bebés cujo primeiro e às vezes único sintoma é o baixo aumento de peso, como por exemplo as infecções urinárias. Nem 8 nem 80...

Sim mas aí é preciso avaliar a situação e não é por passar a LA que a infecção urinária vai desaparecer... não havendo nenhum problema de saúde, o baixo aumento de peso não é um problema.

Retrato de Sónia Maria Santos
Offline
Desde:
13.09.2012

Olá!

que raio de mania dos mf se meterem onde não devem e em coisas para as quais não têm formação nenhuma!

O LM não gera aumentos de peso enormes, mas sim aumentos de peso pequenos irregulares mas sempre presentes. Você quer uma filha gorda para agradar ao mf, ou uma filha saudável a alimentar-se como vc pretende e está a conseguir?

Olhe, esqueça lá isso do mf. Preocupe-se apenas se a bebé começar a perder peso, a parecer-lhe adoentada ou algo do tipo. Se a menina lhe parece bem, se está a crescer e se tudo está ok, então esqueça lá essa ideia peregrina de introduzir la. Não tenho nada contra, mas se não é necessário e se a mamã se sente bem a amamentar, então continue assim. Acredite, os médicos de família não têm formação nenhuma em obstetrícia e pediatria. Claro que nem toda a gente pode recorrer a um pediatra privado, mas que os médicos de família no geral se limitam a seguir um manual de procedimentos, lá isso é.

Tenho 2 filhos; amamentei a primeira e não amamentei o segundo. Sei que a amamentação não funciona para toda a gente. A minha filha adorava mamar. Sempre ganhou pouco peso; Houve semanas de 100 g de aumento,outra até de menos. Depois havia umas em que ganhava 200 G. A verdade é que nunca foi gorda, nunca perdeu peso e sempre foi saudável.

O meu menino não queria comer, nem mama nem biberom. Fazer o quê? Foi uma luta. As mamas estavam saturadas de leite, quase em mastite. Ele não queria mamar e eu não podia ficar com as mamas naquele estado. Tive que extrair. No biberom ele também não queria. Ora, devagarinho lá foi começando a sugar no biberom mas na mama nem pegava. Paciência. Eu andar a extrair para lhe dar também era algo que não era bom para mim. Portanto, olhe, parei o lm em definitivo e adotei o la. Ele entretanto lá começou a comer melhor e todos ficámos felizes. com la o aumento de peso é maior mas isso não significa que seja melhor ou pior para o bebé.

Tudo de bom!

SMSantos

Retrato de guialmi
Offline
Desde:
13.07.2013

Com LA o aumento de peso nem sempre é maior. Porque é que se perpetua este mito?

Retrato de guialmi
Offline
Desde:
13.07.2013

Lili79 escreveu:

guialmi escreveu:Cat, eu acho muito bem que se promova o aleitamento materno exclusivo, mas há problemas nos bebés cujo primeiro e às vezes único sintoma é o baixo aumento de peso, como por exemplo as infecções urinárias. Nem 8 nem 80...

Sim mas aí é preciso avaliar a situação e não é por passar a LA que a infecção urinária vai desaparecer... não havendo nenhum problema de saúde, o baixo aumento de peso não é um problema.


Por isso é que aconselhei ir a um pediatra, para avaliar toda a situação.

Retrato de Cat-st
Offline
Desde:
31.07.2012

guialmi escreveu:
Cat, eu acho muito bem que se promova o aleitamento materno exclusivo, mas há problemas nos bebés cujo primeiro e às vezes único sintoma é o baixo aumento de peso, como por exemplo as infecções urinárias. Nem 8 nem 80...

Certo mas isso é quando existe perda de peso e não baixo aumento de peso. Existe uma diferença.

- Última pílula em Março 2014, SOP, Clomid + IIU
- Positivo a 6/4/2015 - AR 18/5/2015
- De volta aos treinos Julho 2015
- 1o FIV (+)
- Nasceu o meu piolho em 2016

Retrato de Cat-st
Offline
Desde:
31.07.2012

guialmi escreveu:
Com LA o aumento de peso nem sempre é maior. Porque é que se perpetua este mito?

ou o que o LA faz os bebes dormirem mais tempo....

- Última pílula em Março 2014, SOP, Clomid + IIU
- Positivo a 6/4/2015 - AR 18/5/2015
- De volta aos treinos Julho 2015
- 1o FIV (+)
- Nasceu o meu piolho em 2016

Retrato de anabu
Offline
Desde:
02.11.2016

Obrigada a todas pelos comentários. A pediatra também acha que devo iniciar o LA. A menina nasceu com 3240kg. Neste momento tem 3700kg. Tem crescido muito em termos de comprimento, numa semana 1,5cm,o que faz com que peso se "note" menos. Eu acho que ela está bem em termos de desenvolvimento tirando esta questão do peso. Eu e meu marido somos ambos magros. Quero muito continuar amamentar em exclusividade e sou defensora que cada bebe e um bebe e que os percentis valem o que valem mas tenho algum receio que lhe aconteça algo por estar mesmo no limite mínimo do peso esperado. Estes dias têm sido um sufoco pra mim. Sou defensora assertiva da amamentação mas também quero que a minha bebé esteja bem 😑

*Início treinos em Novembro 2016
*AF+ Iodo desde Setembro 2016
*TG positivo 25/11/2016
*DPP 02/08/2017

Retrato de anabu
Offline
Desde:
02.11.2016

Obrigada a todas pelos comentários. A pediatra também acha que devo iniciar o LA. A menina nasceu com 3240kg. Neste momento tem 3700kg. Tem crescido muito em termos de comprimento, numa semana 1,5cm,o que faz com que peso se "note" menos. Eu acho que ela está bem em termos de desenvolvimento tirando esta questão do peso. Eu e meu marido somos ambos magros. Quero muito continuar amamentar em exclusividade e sou defensora que cada bebe e um bebe e que os percentis valem o que valem mas tenho algum receio que lhe aconteça algo por estar mesmo no limite mínimo do peso esperado. Estes dias têm sido um sufoco pra mim. Sou defensora assertiva da amamentação mas também quero que a minha bebé esteja bem 😑

*Início treinos em Novembro 2016
*AF+ Iodo desde Setembro 2016
*TG positivo 25/11/2016
*DPP 02/08/2017

Retrato de guialmi
Offline
Desde:
13.07.2013

As coisas não têm de ser tudo ou nada. Pode experimentar dar LA uma semana e ver o que acontece. A qualquer momento pode voltar ao LM exclusivo se assim entender.

Retrato de claudiarl
Offline
Desde:
21.09.2017

Anabu, posso deixar a minha história e os conselhos e preciosa ajuda que recebi de uma enfermeira pediátrica maravilhosa do CMIN (assim como da pediatra e de uma CAM). Acima de tudo é mesmo preciso confiarmos que somos capazes de alimentar os nossos bebés. Parece fácil e lógico mas primeiro que se interiorize...
A minha pequena nasceu com 2805g e 49cm. Magrinha. Sempre a dormir, um terror para a pôr à mama. Ou não acordava ou adormecia logo. Ficava horas nisto. Tive alta com um bebé com 2595g que raramente faxia xixi. Um grande sinal de alerta!! No dia seguinte, ela chorava, horas na mama, cheia de fissuras horríveis e leite nada! Não fazia xixi há mais de 24h. Fui para as urgências lavada em lágrimas porque percebi que ela tinha fome e eu não tinha leite. Diagnóstico: fome. Estava com 2575g. Deram-lhe um biberão de LA que mamou em segundos, caiu para o lado a dormir. Receitaram LA e fui para casa. Começou aos 4 dias de vida LA em exclusivo. Tinga dores horríveis nas mamas e não cobsehuia amamentar e ao tentar tirar com a bomba só saía sangue. Ao fim de quase 1 semana dela nascer, era eu a dar-lhe o biberão de LA e o leite a escorrer-me das mamas. Chorei tanto, tanto! Ok, receitaram o LA mas ninguém me disse o que fazer com o meu leite. Porque sim, ele lá apareceu! Lembrei-me da enfermeira das aulas de preparação de parto e fui lá. Com um bebé com 8 dias que só bebia LA. A enfermeira Cecília do CMIN é uma santa. Ajudou-me muito. A pequena não sabia mamar, pegava mal como tudo e era preguiçosa. Demorámos um mês a conseguir tirar o LA e a entrar na amamentação em exclusivo a LM. Foi muito difícil e o fantasma do beber a passar fome acompanhou-me durante muitos meses. Sempre aumentou muito pouco de peso. Sempre no percentil 3 de peso. Quando dizes que a tua bebé só aumentou 600g eu até me ri para mim própria. Quem me dera a mim esses 600g naqueles primeiros 6 meses. Sempre foi uma bebé cheia de genica, muito atenta, muito desenvolvida para a idade. Mas magrinha. E notava-se muito porque na altura era percentil 50.
Eu fiz de tudo mas ela era assim. Aumentava pouquinho de peso. Crescia muito em altura e pouco no peso. Eu fazia compressões enquanto ela mamava para sair mais leite, durante meses tirava leite com a bomba e suplementava com o meu leite em quase todas as mamadas e nem assim. Ela também dormia desde o mês e meio 10/11h seguidas de noite e não queria mamar nem biberão de noite. Simplesmente não acordava e se a tentasse acordar recusava-se a comer. Resignei-me à ideia do bebé magrinho mas saudável.
Hoje tem 1 ano. Mamou em exclusivo até aos 6 meses, altura em que iniciou a sopa. Come muito bem, de tudo. Mama ainda em livre demanda, de dia e de noite (pois é, aos 6 meses literalmente acordou para a vida e resolveu não querer dormir sozinha e mamar muito de noite).
Conselhos que te posso dar: tenta manter a calma e acredita em ti e na tua bebé. Oferece-lhe a mama muitas vezes. Eu, dos 4 aos 5 meses resolvi esquecer tudo, relaxar e olha, andava sempre de mama de fora sem me chatear com isso ou sentir que não fazia outra coisa. Ela chegava a mamar de hora a hora. Mas nessa altura fui deixando de suplementar com o meu leite e congelava para quando começasse as papas. Ela continuava no seu ritmo a engordar.
Como ela era preguiçosa e acabava por não mamar o leite do fim da mamada que é mais rico em gorduras eu faxia compressões na mama ao mesmo tempo que ela mama para o leite sair mais rápido e estimulá-la a mamar mais. E quando suplementava com o meu leite eu fazia assim: dava mama o tempo que ela quisesse, depois o biberão com LM e voltava a dar-lhe mama. O biberão até a fazia querer mamar mais. Não suplementava com muito, entre 40/50 ml, às vezes 60ml. No início, com 2 meses dava 30ml.
Mas o que resulta mesmo é oferecer muitas vezes mama, mesmo que o bebé não peça. E também ver se o bebé engole leite e não está apenas a chuchar.
Aos poucos tudo se foi compondo e eu aprendi a relativizar. De a pesar todas as semanas, passou para 15/15 dias, depois mês a mês até só nas consultas de rotina.
Hoje com 1 ano tem quase 10kg e 76cm. Continua cheia de genica, super esperta, começou a andar sozinha aos 10 meses e meio, fala imenso, ninguém acredita que só tem 1 ano.
Passou do percenti 3 para o 50-85 nos últimos 5/6 meses e na altura está no 85. Tem 9 dentes e é uma autêntica trituradora (tanto de comida como de mobília!😂).
E garanto-te, mesmo mavringa como foi nunca passou fome. Eu é que demorei muito tempo a deixar de ter medo e a confiar que o leitinho não acaba. Enquanto mamar bem, o leite não acaba. E é mesmo o melhor. 😉

Retrato de claudiarl
Offline
Desde:
21.09.2017

Só mais uma coisa. Como me ensinou a enfermeira Cecília: até aos 15 dias de vida é para o bebé recuperar o peso de nascimento. Entre os 15 dias e os 3 meses o ideal é aumentar 150/200g por semana e crescer 1cm pir semana. (a minha pipoca acho que nunca atingiu os 150g porvsemana, ou raramente, até aos 6 meses). Dos 3 aos 6 meses são 125g por semana e 0,5 cm. Claro que isto são médias. Há bebés grandes e pequenos e outros que são magrinhos ou gordinhos.

Retrato de claudiarl
Offline
Desde:
21.09.2017

Só mais uma coisa. Como me ensinou a enfermeira Cecília: até aos 15 dias de vida é para o bebé recuperar o peso de nascimento. Entre os 15 dias e os 3 meses o ideal é aumentar 150/200g por semana e crescer 1cm pir semana. (a minha pipoca acho que nunca atingiu os 150g porvsemana, ou raramente, até aos 6 meses). Dos 3 aos 6 meses são 125g por semana e 0,5 cm. Claro que isto são médias. Há bebés grandes e pequenos e outros que são magrinhos ou gordinhos.

Retrato de Cat-st
Offline
Desde:
31.07.2012

Então confia em ti mamã. Pode simplesmente a tua bebé ser assim.

- Última pílula em Março 2014, SOP, Clomid + IIU
- Positivo a 6/4/2015 - AR 18/5/2015
- De volta aos treinos Julho 2015
- 1o FIV (+)
- Nasceu o meu piolho em 2016

Retrato de Cat-st
Offline
Desde:
31.07.2012

guialmi escreveu:
As coisas não têm de ser tudo ou nada. Pode experimentar dar LA uma semana e ver o que acontece. A qualquer momento pode voltar ao LM exclusivo se assim entender.

Pode dar sim mas só LA? Então o LM desaparece e aí para se voltar terá de passar pelo processo de re-lactação (o que não é fácil mas não é impossível). E para dar LA eu aconselho sempre dar por um copinho ou colher porque há bebés muito preguiçosos onde é mais facil "chupar" em algo que simplesmente sai sem esforço nenhum do que na mama.

- Última pílula em Março 2014, SOP, Clomid + IIU
- Positivo a 6/4/2015 - AR 18/5/2015
- De volta aos treinos Julho 2015
- 1o FIV (+)
- Nasceu o meu piolho em 2016

Retrato de guialmi
Offline
Desde:
13.07.2013

Cat-st escreveu:

guialmi escreveu:As coisas não têm de ser tudo ou nada. Pode experimentar dar LA uma semana e ver o que acontece. A qualquer momento pode voltar ao LM exclusivo se assim entender.

Pode dar sim mas só LA? Então o LM desaparece e aí para se voltar terá de passar pelo processo de re-lactação (o que não é fácil mas não é impossível). E para dar LA eu aconselho sempre dar por um copinho ou colher porque há bebés muito preguiçosos onde é mais facil "chupar" em algo que simplesmente sai sem esforço nenhum do que na mama.

Quando eu digo que "as coisas não têm de ser tudo ou nada", penso que fica claro que a minha sugestão (que é só isso, uma sugestão) é que pondere a possibilidade de complementar o LM com LA. Tenho a certeza que foi isso que a pediatra indicou, complementar e não substituir. E se mais tarde quiser voltar ao LM exclusivo pode sempre fazê-lo.
Outra coisa que me lembrei era fazer análise do LM. Há leites com muito baixo teor de gordura, o que pode explicar o baixo aumento de peso. Fazendo a análise já tirava a dúvida.

Retrato de Cat-st
Offline
Desde:
31.07.2012

Para o leite ter baixo teor de gordura existe um problema especifico com a mãe...concordo que se deva dizer tudo Guialmi mas acho que também devias dar o outro lado e também as infos todas.

- Última pílula em Março 2014, SOP, Clomid + IIU
- Positivo a 6/4/2015 - AR 18/5/2015
- De volta aos treinos Julho 2015
- 1o FIV (+)
- Nasceu o meu piolho em 2016

Retrato de guialmi
Offline
Desde:
13.07.2013

Cat-st escreveu:
Para o leite ter baixo teor de gordura existe um problema especifico com a mãe...concordo que se deva dizer tudo Guialmi mas acho que também devias dar o outro lado e também as infos todas.

Não entendi. Quais infos todas e qual outro lado? Eu não sou nutricionista nem especialista em amamentação, mas sei, até por experiência própria, que nem todas as mulheres conseguem produzir leite materno em quantidade e qualidade suficiente. Foi o meu caso. Limitei me a sugerir que experimentasse complementar o LM com LA!

Retrato de anabu
Offline
Desde:
02.11.2016

Cat-st escreveu:
Então confia em ti mamã. Pode simplesmente a tua bebé ser assim.

Obrigada! Piscar o olho

*Início treinos em Novembro 2016
*AF+ Iodo desde Setembro 2016
*TG positivo 25/11/2016
*DPP 02/08/2017

Retrato de Cat-st
Offline
Desde:
31.07.2012

guialmi escreveu:

Cat-st escreveu:Para o leite ter baixo teor de gordura existe um problema especifico com a mãe...concordo que se deva dizer tudo Guialmi mas acho que também devias dar o outro lado e também as infos todas.

Não entendi. Quais infos todas e qual outro lado? Eu não sou nutricionista nem especialista em amamentação, mas sei, até por experiência própria, que nem todas as mulheres conseguem produzir leite materno em quantidade e qualidade suficiente. Foi o meu caso. Limitei me a sugerir que experimentasse complementar o LM com LA!

Entendo que estejas a explicar a tua experiência mas acho que no teu caso naquela altura foste mal aconselhada pois a percentagem de mulheres que têm de facto um problema em relação à produção de LM é extremamente pequena (abaixo de 1% penso). O que acontece é que com o stress é que nao sai nada pois este inibe a ocitocina. Ou consegues mesmo dizer que fizeste testes em que não produzias nada de prolactina?

- Última pílula em Março 2014, SOP, Clomid + IIU
- Positivo a 6/4/2015 - AR 18/5/2015
- De volta aos treinos Julho 2015
- 1o FIV (+)
- Nasceu o meu piolho em 2016

Retrato de guialmi
Offline
Desde:
13.07.2013

Cat-st escreveu:

guialmi escreveu:
Cat-st escreveu:Para o leite ter baixo teor de gordura existe um problema especifico com a mãe...concordo que se deva dizer tudo Guialmi mas acho que também devias dar o outro lado e também as infos todas.

Não entendi. Quais infos todas e qual outro lado? Eu não sou nutricionista nem especialista em amamentação, mas sei, até por experiência própria, que nem todas as mulheres conseguem produzir leite materno em quantidade e qualidade suficiente. Foi o meu caso. Limitei me a sugerir que experimentasse complementar o LM com LA!

Entendo que estejas a explicar a tua experiência mas acho que no teu caso naquela altura foste mal aconselhada pois a percentagem de mulheres que têm de facto um problema em relação à produção de LM é extremamente pequena (abaixo de 1% penso). O que acontece é que com o stress é que nao sai nada pois este inibe a ocitocina. Ou consegues mesmo dizer que fizeste testes em que não produzias nada de prolactina?

Não, não estou a explicar a minha experiência. Eu não tinha leite e esta mãe tem. Sugeri seguir a opinião do pediatra (não minha) e complementar o LM com LA algum tempo, uma semana ou duas, para ver se o bebé aumentava de peso. Se não aumentasse (ou se ele rejeitasse de todo o LA), ficava provado que a questão do leite não tinha interferência nenhuma.
Como parece que a Anabu não quer mesmo seguir o conselho do pediatra e apenas quer dar LM, problema resolvido. Por mim, como calculam, é igual, o bebé não é meu!
Quanto à minha experiência, já agora digo qual foi. Fiz cesariana de gémeos numa sexta feira e sempre tive as mamas moles e sem qualquer líquido visível (nem uma gota), mas dei afincadamente mama a cada uma das gémeas alternadamente. Fiquei com os mamilos em ferida, tinha dores horríveis, mas não desisti, nem uma mamada deixei passar. As enfermeiras ajudaram com a pega, mas também repararam que não saía nada e por isso traziam-me o biberão de LA para complementar uma (a que tinha estado à mama) e para dar à outra (porque era fisicamente impossível dar às duas, se nem para uma havia). Também me deram um spray de oxitocina. Nada aconteceu durante 5 dias. Nunca vi uma gota de colostro nas bocas das minhas bebés, mas insisti sempre. Elas eram bebés de 2,450 e 2,670 à nascença, não podia propriamente dar-me ao luxo de entrarem em hipoglicemia. Ao 5º dia saímos do hospital e pareceu-em ter uma subida de leite pois senti as mamas a ficarem inchadas e quentes. Fui pôr água quente e toalhas quentes para ver se o leite fluía (continuava a fazer o spray). No dia seguinte tudo tinha desparecido, tinha as mamas moles e não se via uma gota de leite. Ainda insisti mais uma semana (sempre a dar mama às duas alternadamente, dia e noite), sem alterações. Pelo meio tentei estimular com uma bomba e o máximo que consegui foi 20ml de um líquido muito aguado, quase transparente. E depois desisti. Simplesmente não pus mais à mama e continuei como tinha estado até aí, mamas moles, sem perdas, sem inchaço, sem nada. Se faço parte desse tal 1%? não sei. Se podia ter insistido mais e mais? talvez. O que sei é que as minhas filhas, alimentadas exclusivamente a LA, foram bebés com uma curva de crescimento baixa mas estável, absolutamente saudáveis (nunca adoeceram até à entrada na creche aos 2 anos). Portanto, não, não fiz testes de prolatina porque a minha prioridade, como se pode calcular, era cuidar de dois bebés. E nunca me passou pela cabeça não dar o LA quando se via claramente e sem sombra de dúvida que eu não tinha leite para uma quanto mais para duas. Portanto, cada caso é um caso sim, e lamento muito que se passe a ideia que todas as mulheres são capazes de alimentar os seus filhos. Umas, a maioria, são, algumas não e está tudo bem na mesma.

Retrato de Cat-st
Offline
Desde:
31.07.2012

Claro que cada caso é um caso mas posso-te dizer também que conheço uma mãe que teve subida de leite somente ao 14o dia e amamentou o seu pequenote. E calculo que seja algo que nao te preocupes pois queres é o melhor para as tuas bebés e eu acredito que fizeste tudo o que achavas ser o melhor para elas. E foi o melhor para elas certamente. Agora não é somente com um spray de ocitocina que a coisa vai la...sim deveriam ter feito exames à prolactina, sim com o stress possivelmente nao saía nada (como deves calcular em todas as vezes o que se retira com a bomba não corresponde à realidade). Depois o leite não esguicha desde o momento do parto...sai colostro primeiro. É um liquido transparente...só depois é que ganha cor quando vira leite. Não sai muito porque os estomagos são muito pequeninos e sim é suficiente por exemplo sair só 5mL no segundo dia (por exemplo). Eu fiz cesariana e tive subida de leite no final do segundo dia. Essa minha amiga do 14o dia foi parto natural. Creio realmente que o stress de ter bebés tão pequeninos para tratar seja mesmo enorme pois é um choque. Da pega realmente não era a melhor das tuas bebés e as enfermeiras ajudaram-te mas creio que na altura não havia mesmo CAMs (agora começa a haver mais). Elas até podiam saber e ajudar mas se calhar não na totalidade como ajuda uma CAM hoje em dia. Caso não saibas até é possivel uma mãe (que nao foi a parturiente) passar por um processo de re-lactação e dar de mamar. E claro que devemos sempre avaliar cada caso e sim a amamentação é muito mais dificil do que o parto. É algo que não é simplesmente meter na boca do bebé e pronto está tudo bem. Eu amamento há 16m e ainda às vezes passo por fases dificeis e nunca tive uma greta, fissura nem mastite...

- Última pílula em Março 2014, SOP, Clomid + IIU
- Positivo a 6/4/2015 - AR 18/5/2015
- De volta aos treinos Julho 2015
- 1o FIV (+)
- Nasceu o meu piolho em 2016

Retrato de anabu
Offline
Desde:
02.11.2016

Agradeço feedback das mamas,sejam eles quais forem. Sou totalmente defensora da amamentação mas não sou fundamentalista,se tiver que dar LA darei. Mas com um fundamento devidamente justificado, não apenas para a "engorda" que me parece ser o meu caso. Eu tenho muito leite, ela mama o que quer porque amamento em LD e fome não passa,se fosse o caso chorava como é óbvio. Se tenho leite materno que é melhor alimento para o bebé e se a minha filha é saudável porque lhe hei-de dar um leite só porque não aumenta o que é "suposto"?! Faço o que é melhor para a minha filha e a alternativa que me foi dada,a única aliás, tanto pela pediatra como pela MF não é a melhor para ela,é talvez a mais fácil e rápida. Já estou a ser acompanhada por uma CAM e vou seguir o meu instinto que me diz que estou a fazer a coisa certa. Não quero um bebé + ou menos rechonchudo,apenas que seja saudável
😁

*Início treinos em Novembro 2016
*AF+ Iodo desde Setembro 2016
*TG positivo 25/11/2016
*DPP 02/08/2017

Retrato de anabu
Offline
Desde:
02.11.2016

Agradeço feedback das mamas,sejam eles quais forem. Sou totalmente defensora da amamentação mas não sou fundamentalista,se tiver que dar LA darei. Mas com um fundamento devidamente justificado, não apenas para a "engorda" que me parece ser o meu caso. Eu tenho muito leite, ela mama o que quer porque amamento em LD e fome não passa,se fosse o caso chorava como é óbvio. Se tenho leite materno que é melhor alimento para o bebé e se a minha filha é saudável porque lhe hei-de dar um leite só porque não aumenta o que é "suposto"?! Faço o que é melhor para a minha filha e a alternativa que me foi dada,a única aliás, tanto pela pediatra como pela MF não é a melhor para ela,é talvez a mais fácil e rápida. Já estou a ser acompanhada por uma CAM e vou seguir o meu instinto que me diz que estou a fazer a coisa certa. Não quero um bebé + ou menos rechonchudo,apenas que seja saudável
😁

*Início treinos em Novembro 2016
*AF+ Iodo desde Setembro 2016
*TG positivo 25/11/2016
*DPP 02/08/2017

Retrato de anabu
Offline
Desde:
02.11.2016

Agradeço feedback das mamas,sejam eles quais forem. Sou totalmente defensora da amamentação mas não sou fundamentalista,se tiver que dar LA darei. Mas com um fundamento devidamente justificado, não apenas para a "engorda" que me parece ser o meu caso. Eu tenho muito leite, ela mama o que quer porque amamento em LD e fome não passa,se fosse o caso chorava como é óbvio. Se tenho leite materno que é melhor alimento para o bebé e se a minha filha é saudável porque lhe hei-de dar um leite só porque não aumenta o que é "suposto"?! Faço o que é melhor para a minha filha e a alternativa que me foi dada,a única aliás, tanto pela pediatra como pela MF não é a melhor para ela,é talvez a mais fácil e rápida. Já estou a ser acompanhada por uma CAM e vou seguir o meu instinto que me diz que estou a fazer a coisa certa. Não quero um bebé + ou menos rechonchudo,apenas que seja saudável
😁

*Início treinos em Novembro 2016
*AF+ Iodo desde Setembro 2016
*TG positivo 25/11/2016
*DPP 02/08/2017

Retrato de anabu
Offline
Desde:
02.11.2016

claudiarl escreveu:
Anabu, posso deixar a minha história e os conselhos e preciosa ajuda que recebi de uma enfermeira pediátrica maravilhosa do CMIN (assim como da pediatra e de uma CAM). Acima de tudo é mesmo preciso confiarmos que somos capazes de alimentar os nossos bebés. Parece fácil e lógico mas primeiro que se interiorize...
A minha pequena nasceu com 2805g e 49cm. Magrinha. Sempre a dormir, um terror para a pôr à mama. Ou não acordava ou adormecia logo. Ficava horas nisto. Tive alta com um bebé com 2595g que raramente faxia xixi. Um grande sinal de alerta!! No dia seguinte, ela chorava, horas na mama, cheia de fissuras horríveis e leite nada! Não fazia xixi há mais de 24h. Fui para as urgências lavada em lágrimas porque percebi que ela tinha fome e eu não tinha leite. Diagnóstico: fome. Estava com 2575g. Deram-lhe um biberão de LA que mamou em segundos, caiu para o lado a dormir. Receitaram LA e fui para casa. Começou aos 4 dias de vida LA em exclusivo. Tinga dores horríveis nas mamas e não cobsehuia amamentar e ao tentar tirar com a bomba só saía sangue. Ao fim de quase 1 semana dela nascer, era eu a dar-lhe o biberão de LA e o leite a escorrer-me das mamas. Chorei tanto, tanto! Ok, receitaram o LA mas ninguém me disse o que fazer com o meu leite. Porque sim, ele lá apareceu! Lembrei-me da enfermeira das aulas de preparação de parto e fui lá. Com um bebé com 8 dias que só bebia LA. A enfermeira Cecília do CMIN é uma santa. Ajudou-me muito. A pequena não sabia mamar, pegava mal como tudo e era preguiçosa. Demorámos um mês a conseguir tirar o LA e a entrar na amamentação em exclusivo a LM. Foi muito difícil e o fantasma do beber a passar fome acompanhou-me durante muitos meses. Sempre aumentou muito pouco de peso. Sempre no percentil 3 de peso. Quando dizes que a tua bebé só aumentou 600g eu até me ri para mim própria. Quem me dera a mim esses 600g naqueles primeiros 6 meses. Sempre foi uma bebé cheia de genica, muito atenta, muito desenvolvida para a idade. Mas magrinha. E notava-se muito porque na altura era percentil 50.
Eu fiz de tudo mas ela era assim. Aumentava pouquinho de peso. Crescia muito em altura e pouco no peso. Eu fazia compressões enquanto ela mamava para sair mais leite, durante meses tirava leite com a bomba e suplementava com o meu leite em quase todas as mamadas e nem assim. Ela também dormia desde o mês e meio 10/11h seguidas de noite e não queria mamar nem biberão de noite. Simplesmente não acordava e se a tentasse acordar recusava-se a comer. Resignei-me à ideia do bebé magrinho mas saudável.
Hoje tem 1 ano. Mamou em exclusivo até aos 6 meses, altura em que iniciou a sopa. Come muito bem, de tudo. Mama ainda em livre demanda, de dia e de noite (pois é, aos 6 meses literalmente acordou para a vida e resolveu não querer dormir sozinha e mamar muito de noite).
Conselhos que te posso dar: tenta manter a calma e acredita em ti e na tua bebé. Oferece-lhe a mama muitas vezes. Eu, dos 4 aos 5 meses resolvi esquecer tudo, relaxar e olha, andava sempre de mama de fora sem me chatear com isso ou sentir que não fazia outra coisa. Ela chegava a mamar de hora a hora. Mas nessa altura fui deixando de suplementar com o meu leite e congelava para quando começasse as papas. Ela continuava no seu ritmo a engordar.
Como ela era preguiçosa e acabava por não mamar o leite do fim da mamada que é mais rico em gorduras eu faxia compressões na mama ao mesmo tempo que ela mama para o leite sair mais rápido e estimulá-la a mamar mais. E quando suplementava com o meu leite eu fazia assim: dava mama o tempo que ela quisesse, depois o biberão com LM e voltava a dar-lhe mama. O biberão até a fazia querer mamar mais. Não suplementava com muito, entre 40/50 ml, às vezes 60ml. No início, com 2 meses dava 30ml.
Mas o que resulta mesmo é oferecer muitas vezes mama, mesmo que o bebé não peça. E também ver se o bebé engole leite e não está apenas a chuchar.
Aos poucos tudo se foi compondo e eu aprendi a relativizar. De a pesar todas as semanas, passou para 15/15 dias, depois mês a mês até só nas consultas de rotina.
Hoje com 1 ano tem quase 10kg e 76cm. Continua cheia de genica, super esperta, começou a andar sozinha aos 10 meses e meio, fala imenso, ninguém acredita que só tem 1 ano.
Passou do percenti 3 para o 50-85 nos últimos 5/6 meses e na altura está no 85. Tem 9 dentes e é uma autêntica trituradora (tanto de comida como de mobília!😂).
E garanto-te, mesmo mavringa como foi nunca passou fome. Eu é que demorei muito tempo a deixar de ter medo e a confiar que o leitinho não acaba. Enquanto mamar bem, o leite não acaba. E é mesmo o melhor. 😉

Obrigada pelo seu testemunho. Com força e perserverança tudo se consegue. Nós sabemos sempre o que é melhor para os nossos bebecas. Parabéns por ter conseguido. Felicidades para sua cria 😁

*Início treinos em Novembro 2016
*AF+ Iodo desde Setembro 2016
*TG positivo 25/11/2016
*DPP 02/08/2017