Adopção internacional | De Mãe para Mãe

Está aqui

Adopção internacional

Responda
8 mensagens
Areiazinha -
Offline
Desde 29 Out 2014

Boa Noite.
Muito antes de saber que iria ter dificuldades em ter um filho biológico, sempre tive o sonho de adoptar. Dizia sempre que gostava de ter 2 filhos um biológico e que gostava de ter um filho Asiático. Já tive oportunidade de ir à Ásia várias vezes e sempre me cortou o coração ver aquelas crianças na rua a passar fome. Bem sei que há disso em todo o lado mas é um povo que me ficou no coração. Há um ano atrás comecei a tentar engravidar, sem sucesso. Pelo meio houve a descoberta da maldita endometriose, uma cirurgia, e a possibilidade de nunca puder ser mãe. Não sei se conseguirei aguentar tratamentos, que poderão nunca dar em nada. E veio ao de cima novamente esse desejo antigo de adoptar uma criança de outro país. Será possível? Onde poderei tratar disso? O tempo de espera é como aqui, anos e anos? Conhecem algum caso, de adopção internacional?

Areiazinha
1/09/2014 - Diagnóstico de endometrioma no ovário esquerdo
24/10/2014 - Quistectomia do ovário esquerdo pelo Dr António Setubal + Diagnóstico de Adenomiose difusa
14/12/2015 - TEC com DO ( 1 embrião) na IVI
24/12/2015 - Beta - 400 +++++

turtleeyes -
Offline
Desde 17 Abr 2011
I Love DMPM

tens de ir à segurança social - serviço de adoção, ou s fores de lisboa, santa casa da misericordia, p assistires à sessão A, informativa apenas, mas obrigatoria!!! podes só ligar p saber quando é a sessão A para adoção, e n precisas de mais nada!
o processo inicia se formalmente apenas no dia em q entregas os papeis (cuidado c papeis c prazos de validade)! o processo de estudo/avaliação por parte da equipa dura 6 meses, isto p te habilitares á adoção nacional, só dp desta ser aceite é q podes pedir (ou a meio, mas c cuidado) p ser internacional...
o tempo varia, conforme a criança q procuras e conforme o país... e há países q n aceitam a adoção por parte d portugal, tens de te informar! pesquisa na bem me queres! acho q há mais mediadores, mas na "minha" altura era essa! respondi à pressa, espero n ter sido mt confusa... Sorriso

Submetido por turtleeyes em Qui, 11/12/2014 - 00:32

Os 3 melhores PTC's! Já ganhei acima dos 100euros, e tu?
http://www.publipt.com/pages/index.php?refid=turtleeyes
http://www.clixsense.com/?2773399
http://www.neobux.com/?r=Turtleeyess
Qualquer dúvida, sabem onde me encontrar :p

Desde 13 Set 2012

Olá querida!

Vou começar por lhe dizer que a endometriose é uma danada que deixa qualquer mulher com os nervos em franja.

Felizmente não é o meu caso, mas é o da minha irmã. A sorte dela é que começou a tentar engravidar bastante cedo e, por isso, foi- possível detetar precossemente o problema, o que lhe permitiu partir para técnicas de reprodução assistida ainda com muito tempo para as colocar em prática.

Esteve no privado, depois no público e novamente no privado. Naquela que, para ela, seria a última tentativa, eis que o Vasco foi concebido com sucesso e hoje tem uns 4 anos muito piratas!

Mas sim, tem razão quando questiona a sua capacidade para suportar tratamentos que, mesmo conduzindo ao sucesso, são muito dolorosos e financeiramente dispendiosos. Não são dolorosos fisicamente, mas, ao nível da estrutura emocional, é preciso ser-se muito resistente mesmo. Os picos de ansiedade, a espera, a expetativa e a frustração com os fracaços sucessivos conduzem a um torbilhão de sentimentos com os quais é preciso mesmo saber lidar.

Quanto à adopção internacional, ´sim, é possível e o tempo de espera dependerá do país de origem da criança.

Conhehço um casal que adotou um menino angolano com horas de vida. Ela não pode mesmo engravidar e ele foi para angola trabalhar num projeto de engenharia. Quando lá chegaram iam logo com intenção clara de adotar, mas, quando se informaram, ficaram a saber que, em angola, não é muito fácil a adopção porque as famílias angolanas preservam muito os seus membros. Dificilmente uma criança é abandonada. Se não tiver pais, a restante família assume. O que lhes aconteceu foi mesmo uma grande sorte ou trama do destino. O bebé nasceu fruto de um relacionamento meio que desconhecido. A mãe morreu no parto e do pai nada se sabia. Ela não tinha família. Assim sendo, o bebé foi considerado adotável. As entidades competentes ligaram logo para os meus amigos e eles, no meio da madrugada, lá foram buscar o bebé no meio de Angola profunda. Hoje o Benjamim tem 5 ou 6 anos e é muito fofo! No início vieram a Portugal porque ele tinha um sopro cardíaco e precisou de cirurgia, mas tudo se resolveu e ele é um menino saudável! Eles estão felissíssimos e a pensar numa 2ª tentativa!

Comece por obter informações no site da Segurança Social. Creio já lá ter visto algo relacionado com a adopção internacional. Depois os serviços diplomáticos do país de origem do qual gostaria de trazer uma criança também será uma boa opção.

Bem Haja por ter essa forma de estar na vida... uma criança adotada nunca tem dúvida de uma coisa: foi, efetivamente, desejada e houve alguém que lutou verdadeiramente por ela.

Eu não adoto porque, pelo menos em portugal, dificilmente me confiariam uma criança! Em fim, preconceito e ignorância são muito difíceis de combater. Podemos fazer um 25 de abril para passar de ditadura para a liberdade da democracia; no entanto, não há 25 de abril que nos valha para mudar mentalidades redutoras e tão pequeninas....

Beijinhos e tudo de bom

Submetido por Sónia Maria Santos em Qui, 11/12/2014 - 10:33

SMSantos

Areiazinha -
Offline
Desde 29 Out 2014

Olá Turtleeyes.
Obrigada, pela tua resposta. Já fomos à segurança social, estamos à espera da formação informativa para darmos inicio ao processo.

Submetido por Areiazinha em Seg, 22/12/2014 - 16:44

Areiazinha
1/09/2014 - Diagnóstico de endometrioma no ovário esquerdo
24/10/2014 - Quistectomia do ovário esquerdo pelo Dr António Setubal + Diagnóstico de Adenomiose difusa
14/12/2015 - TEC com DO ( 1 embrião) na IVI
24/12/2015 - Beta - 400 +++++

Areiazinha -
Offline
Desde 29 Out 2014

Olá Sónia. Obrigada pelas suas palavras. Como disse anteriormente, sempre quis adoptar, mesmo sabendo que iria ser muito difícil ter filhos. Mas não fecho as portas a um filho biológico. Sei que sera muito difícil uma gravidez espontânea, mas os milagres também acontecem. E se acontecer ficarei muito feliz mas não irei pôr de parte o processo que vamos iniciar brevemente. A adopção não é uma segunda opção. Se tiver dois filhos, ainda mais feliz ficarei Sorriso
Beijinhos.

Submetido por Areiazinha em Seg, 22/12/2014 - 16:49

Areiazinha
1/09/2014 - Diagnóstico de endometrioma no ovário esquerdo
24/10/2014 - Quistectomia do ovário esquerdo pelo Dr António Setubal + Diagnóstico de Adenomiose difusa
14/12/2015 - TEC com DO ( 1 embrião) na IVI
24/12/2015 - Beta - 400 +++++

HeleneDamaso -
Offline
Desde 10 Jan 2015

Boa noite.

Meu irmão tentou adotar em portugal bebé. Não demora, mas tem visita da segurança social á criança, certas limitações. Meu irmão soube da possibilidad de mãe da criança se arrepender e vir buscar bebé. Ele não quis ganhar amor criança e depois tirarem. Ele entregou bebé. Adotou uma menina com dia, mãe da criança gravida não queria filho e mal o parto era para dar para alguem que quisesse. Ele hoje é muito feliz com menina e ama tanto como se fosse dele. Uma adoçao fora de portugal é simples. Não sei detalhes de toda a adoçao, todos passos. Tenho 2 são biologico.

Helene Damaso

Submetido por HeleneDamaso em Sáb, 10/01/2015 - 23:51
Monalisanna -
Offline
Desde 23 Maio 2017

Olá meninas Sorriso

Gostaria de saber se alguma de vós sempre conseguiu adotar.

Vou inscrever-me na santa casa da misericórdia de Lisboa, penso que vai decorrer a sessão A no fim de junho.

Ainda é tudo novidade para mim no que concerne a este tema, mas a minha decisão de adotar está tomada.

Gostaria de saber se alguém recorreu à adopção internacional? Será que é mais rápido que a nacional? Quais os países onde o processo é mais célere? Quantas visitas ao país de origem da criança são necessárias?

Obrigada pela ajuda que me possam dar :

Submetido por Monalisanna em Ter, 23/05/2017 - 16:09
ana.filipa.angelo -
Offline
Desde 27 Ago 2013

Estou colada a este post!

Submetido por ana.filipa.angelo em Qui, 25/05/2017 - 11:06

Pílula parada em Março 2014.
A treinar desde Outubro/Novembro 2014

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?