Consultório | De Mãe para Mãe

Goste de nós no Facebook

últimos tópicos no forum

Fórum Infertilidade

Análises hormonais

Fórum Geral & Apresentação

Ajuda sff

Fórum Amamentação e Aleitamento

Nutribén Natal HA

Fórum Grávidas

Daniel de Matos

Fórum Treinantes

16 dias com fluxo

Fórum Geral & Apresentação

boa noite

Fórum Geral & Apresentação

16 dias com fluxo

Fórum Festas e Batizados

Bouquet de noiva para um casamento

Fórum Grávidas

Carrinho loola

Fórum Grávidas

como dormir

Destaques nas lojas

Loja cantinho_da_avó

PROMOÇÃO DE ANO NOVO!!...

Loja veraamorim

3 peças 1€ (para peças de valor INFERIOR a 1€), 3 peças 2€ (...

Loja Loving Mom

A colocar NOVIDADES ;) Roupas quentinhas para Inverno :) H&a...

Loja crismartins85

Roupinhas e tralhinhas!!...

Loja patilago

0-3 anos,Roupinhas.Babygrows, Pijamas, camisas, sapatinhos....

Loja Sónia MS

5 artigos menos 40%%%%%%!! Encomendas por ordem de chegada ...

Loja socirero

Na compra de 2 peças oferta da 3ª!!!...

Loja ryssie

Roupa de qualidade, artigos praticamente novos. ...

Loja Um Bebé

* Testes de Gravidez e/ou Ovulação de tiras a 0.50€ * Tb tes...

Loja Pipoquinha 07

(*-*) - 30%!! Roupa de menina dos 0 aos 8 Anos!!...

produtos à venda

€1.80
€5.00
€4.00
€4.00
€4.00
€6.00
€5.00
€5.00
€4.50
€24.50
€3.50
€3.50

artigos recentes

5 características que uma boa fralda deve ter

A altura de escolher as melhores fraldas para o bebé é sempre um...

10 hábitos de uma mãe com filhos pequenos

A vida de uma mulher muda no momento em que ela se torna mãe. A...

Como escolher o calçado adequado para as crianças?

Escolher bem os sapatos para crianças é fundamental para o...

Os piores conselhos que uma mãe pode receber

As mães estão expostas a uma infinidade de conselhos e dicas...

As principais regras de educação que todos os filhos devem saber

Algumas regras de educação são tão básicas que é impossível não...

Nasceu um bebé

24.09.2016
30.08.2016
18.08.2016
18.08.2016

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?

Consultório

Os especialistas esclarecem! Consulte dúvidas comuns que os médicos especialistas já responderam, ou coloque a sua própria questão!

Hugo Rodrigues

Licenciou-se em Medicina no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto em 2004 e regressou a Viana do Castelo, cidade de onde é natural e onde sempre viveu, para completar a sua formação profissional enquanto pediatra.

Desde então exerce a sua atividade na Unidade Local de Saúde do Alto Minho, onde possui ainda uma consulta especializada em Medicina da Adolescência.

O gosto pelo ensino foi sempre uma constante, exercendo atualmente funções de docência na Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho (Curso – Medicina) e Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Instituto Politécnico do Porto (Curso – Fisioterapia).

Para além disso, é também formador do Grupo de Reanimação Pediátrica e European Ressuscitation Council na área da emergência pediátrica e membro da Direção da Sociedade Portuguesa de Medicina do Adolescente.

Em 2011 criou o blogue “Pediatria para todos”, que evoluiu em 2014 para o livro “Pediatra para todos”, onde pretende responder às dúvidas dos pais de forma descomplicada, simples e objetiva, sempre com o rigor científico de um Pediatra, mas numa linguagem acessível a toda a gente.

Colabora ainda, como residente, no programa “Queridas Manhãs” da SIC. É na Pediatria Geral que se sente realizado, sempre numa perspetiva comunitária e próxima da população.

É um apaixonado pela família e os seus dois filhos são “um enorme orgulho e a melhor coisa que alguma vez fez na vida”, como costuma dizer…

Marcela Forjaz

Nasceu em 1965 em Lisboa, passando no entanto sua infância em Lourenço Marques, Moçambique. Licenciou-se em Medicina em 1989 ( Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa) e especializou-se em Ginecologia/Obstetrícia no H.S.Francisco Xavier; foi Assistente Convidada de Clínica Obstétrica e Ginecológica (6º Ano) do Curso de Medicina da mesma Faculdade. Dedica-se desde 2006 à actividade clínica privada, tendo ainda publicado dois livros, um em 2008 - "Entre Barrigas"", onde em tom ligeiro procura dar resposta a muitas das questões que preocupam uma mulher grávida e recentemente o "O Grande Livro da Grávida", baseado na experiência clínica de anos da autora e nos últimos dados e estudos científicos sobre a matéria, encontrará todas as respostas às suas dúvidas.

Mãe de três filhos, Filipa, Francisco e Pedro, acreditando que cada filho multiplica a capacidade de amar, dedica-se ainda à escrita (com novos projectos em curso). Nos seus tempos livres tenta manter a forma nadando sendo o seu "momento zen" a aula de piano semanal.

Joana Prudêncio

Joana Prudêncio licenciou-se em Psicologia Clínica pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada em Lisboa, em 2006, com posterior formação avançada em Psicologia da Gravidez e da Maternidade pela mesma Instituição. Fez estágio profissional em Pádua, Itália, em Mediação e Terapia Familiar pelo Centro Padovano di Terapia della Famiglia, tendo ainda frequentado Pós-Graduação em Neuropsicologia Pediátrica. Actualmente trabalha no Centro Hospitalar do Algarve – unidade de Faro, dedicando-se ainda à prática privada no Grupo Hospital Particular do Algarve. Apostando sempre na prevenção e intervenção precoce, com vista à estabilidade emocional e ao desenvolvimento psicossocial e familiar adaptativo, é uma apaixonada pelas questões da gravidez e parentalidade, considerando este um momento de excelência na intervenção junto dos bebés e suas famílias.

CETI - Prof. Dr. Silva Carvalho e Dra. Florbela Gomes

O Prof. Dr. Silva Carvalho e a Dra. Florbela Gomes integram o corpo clínico da CETI - Centro de Estudo e Tratamento da Infertilidade, uma clínica vocacionada para o estudo exaustivo das situações de infertilidade e habilitada para a realização de todos os tratamentos, sejam eles médicos, cirúrgicos ou de Reprodução Medicamente Assistida.

O Prof. Dr. Silva Carvalho licenciou-se em Medicina em 1976 e, um ano mais tarde, foi monitor da disciplina de Ginecologia na FMUP. Participou no concurso para assistente de Ginecologia da FMUP, em 1984 e prestou provas de Aptidão Pedagogica e Capacidade Cientifica, em 1990 e tirou o seu doutoramento na area de Ginecologia / Obstetricia, em 1996. Foi professor auxiliar da disciplina de Ginecologia/Obstetrícia e professor associado da disciplica de Ginecologia / Obstetricia da FMUP. Prestou serviços como Secretario-Geral da Sociedade Portuguesa de Ginecologia durante 12 anos, foi Presidente da Sociedade Portuguesa da Medicina da Reprodução durante 6 anos e durante 4 anos foi membro do General Board da Sociedade Europeia de Endoscopia Ginecologica (ESGE) e do Advisory Board da Sociedade Europeia da Medicina da Reprodução (ESHRE). Presidiu ao Congresso Europeu de Endoscopia Ginecologica em 2002 e é Presidente do Colégio de Ginecologia/Obstetricia da Ordem dos Médicos, desde 2009 e director do Departamento de Ginecologia / Obstetricia do Hospital Cuf Porto, desde 2010.


A Dra. Florbela Gomes licenciou-se em Medicina na Faculdade de Medicina do Porto, em 1996, concluindo a Especialidade de Ginecologia e Obstetrícia no Hospital de São João em 2004 e, posteriormente, sub-especialidade em Medicina da Reprodução. Foi Assistente Hospitalar no Hospital de São João e no Hospital Pedro Hispano. Colaborou ainda no Centro de Simulação Médica do Porto (CESIMED). É membro da Sociedade Portuguesa de Ginecologia e da Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução. Publicou vários artigos científicos e foi orientadora de várias teses de mestrado integrado em Ginecologia e Obstetrícia.

Perguntas da comunidade

Psicologia

Olá meu nome é Jessica tenho um príncipe q fará 3 anos no próximo mês e tem... transtorno de espectro autista. Descobri esta semana que estava grávida novamente estou desesperada por 3 motivos o meu marido não deseja a gravidez.. tenho medo que o meu segundo filho venha a nascer com o.mesmo problema... e estou com problemas no colo do.utero hpv 16. Fiz uma cónizacao a 1 ano.nao sei o k fazer estou grávida de 3a 4 semanas... já pensei em interromper a gravidez.. por tudo isto....

Psicologia

Olá !
Hoje venho com um assunto um pouco diferente, mas a necessitar de alguma ajuda e conselhos...

Já tenho um filho, lindo com 4 anos e estou naquela fase ter outro ou não! O meu maior problema é que trabalho no hospital e faço turnos. A minha mãe ajuda me com o filhote mas diz k outro não ajuda. Como trabalho por turnos eu e o meu marido e não tenho sogros só tenho mesmo a ajuda dela. Muitas vezes tem k ficar 2 dias com o meu filho pois trabalhamos muitas horas seguidas.
Já pensei em contratar alguém para depois ficar com eles, mas a minha mãe quer continuar a ficar com o neto. Eu não queria separar os meus filhos, nem acho bem um ficar com a avó e outro com a empregada. A minha mãe diz me que se serviu até agora para cuidar o bebe, vai continuar a servir, e que não lhe posso tirar o menino. Ela ainda é nova, o meu pai falaceu a uns anos e ela quer retomar a vida dela e eu entendo, mas sinto que não estou a conseguir tomar uma decisão por causa dela...

Às vezes acho que o melhor é esquecer a ideia.
Ajudem por favor
Obrigada e beijinhos

Psicologia

Bom dia

Eu e o meu marido não nos entendemos na educação dos miúdos. Especialmente no que toca a tecnologias.
Costumo dizer que as crianças estão sempre alertas. Aprendem rapidamente os comportamentos dos pais e imitam-nos.
Sou muito rígida no que toda a Regras (palavra proibida em minha casa pelo meu marido). Mas tenho sempre uma organização de tudo o que tenho de fazer e apesar de tudo estar escrito e afixado (ementas semanais, data dos testes, etc.) eu defino prioridades mentalmente, entre jantares, banhos e tpc´s. Rotinas atípicas porque todos os dias há coisas diferentes e prioridades diferentes. Mas é inútil ainda assim pois sou a única que me esforço para que o final do dia seja calmo, quer para nós quer para eles. Mas está a ser absolutamente impossível. Sozinha tentei criar uma formula de controlo para que tudo funcionasse melhor, já que sou eu que defino as prioridades e sou eu que as tenho de ajustar diariamente. Retirei todas as tv dos quartos e cozinha, escondi os tablet e comandos das consolas assim como as próprias consolas. Isto porque eu também cedo quando traquejo. Mas as coisas pioraram pois é o próprio pai que passou a usar o tlm ou o tablet na frente das crianças e a hora da refeição, e quando estamos todos juntos na sala, ele é o único que não convive pois está de phones ligados a um dos seus equipamentos. Já tentei falar mas acabamos sempre a discutir. Falei lhe em terapia familiar e gerei uma discussão que nunca tinha presenciado. Peço lhe que leia artigos sobre crianças e como educa-las, como nos devemos comportar enquanto pais, mas ele acha que eu que eu é que estou a criar um problema. Enquanto isso o nosso filho tem muitas negativas e problemas de comportamento. Ele da-lhe tareia pois diz que ele com palavras já não vai lá. O menino detesta a escola e esta prestes a chumbar pela 2 vez. Já foi seguido por psiquiatras e psicólogos. Tomou medicação. Mas acabamos por cessar a medicação já que a psicóloga diagnosticou uma irregularidade afectiva. Já não consigo falar com o menino, pois ele prefere o pai apesar de saber que depois leva tareia, consegue falar com ele e o pai deixa o usar os equipamentos dele ou deixa o estar na sala a ver o que quer enquanto o pai usa os phones. Optei por desistir e ... viro as costas. Não janto e deito me!

Como devo proceder? Perdi as esperanças!

Páginas