Consultório | De Mãe para Mãe

Está aqui

Consultório

Os especialistas esclarecem! Consulte dúvidas comuns que os médicos especialistas já responderam, ou coloque a sua própria questão!

Marcela Forjaz
Ginecologia e obstetricia

Nasceu em 1965 em Lisboa, passando no entanto sua infância em Lourenço Marques, Moçambique. Licenciou-se em Medicina em 1989 ( Faculdade de Ciências Médicas de Lisboa) e especializou-se em Ginecologia/Obstetrícia no H.S.Francisco Xavier; foi Assistente Convidada de Clínica Obstétrica e Ginecológica (6º Ano) do Curso de Medicina da mesma Faculdade. Dedica-se desde 2006 à actividade clínica privada, tendo ainda publicado dois livros, um em 2008 - "Entre Barrigas"", onde em tom ligeiro procura dar resposta a muitas das questões que preocupam uma mulher grávida e recentemente o "O Grande Livro da Grávida", baseado na experiência clínica de anos da autora e nos últimos dados e estudos científicos sobre a matéria, encontrará todas as respostas às suas dúvidas.
Mãe de três filhos, Filipa, Francisco e Pedro, acreditando que cada filho multiplica a capacidade de amar, dedica-se ainda à escrita (com novos projectos em curso). Nos seus tempos livres tenta manter a forma nadando sendo o seu "momento zen" a aula de piano semanal.

CETI - Dra. Florbela Gomes
Infertilidade

A Dra. Florbela Gomes licenciou-se em Medicina na Faculdade de Medicina do Porto, em 1996, concluindo a Especialidade de Ginecologia e Obstetrícia no Hospital de São João em 2004 e, posteriormente, sub-especialidade em Medicina da Reprodução. Foi Assistente Hospitalar no Hospital de São João e no Hospital Pedro Hispano. Colaborou ainda no Centro de Simulação Médica do Porto (CESIMED). É membro da Sociedade Portuguesa de Ginecologia e da Sociedade Portuguesa de Medicina da Reprodução. Publicou vários artigos científicos e foi orientadora de várias teses de mestrado integrado em Ginecologia e Obstetrícia.

CETI - Prof. Dr. Silva Carvalho
Infertilidade

O Prof. Dr. Silva Carvalho e a Dra. Florbela Gomes integram o corpo clínico da CETI - Centro de Estudo e Tratamento da Infertilidade, uma clínica vocacionada para o estudo exaustivo das situações de infertilidade e habilitada para a realização de todos os tratamentos, sejam eles médicos, cirúrgicos ou de Reprodução Medicamente Assistida.

O Prof. Dr. Silva Carvalho licenciou-se em Medicina em 1976 e, um ano mais tarde, foi monitor da disciplina de Ginecologia na FMUP. Participou no concurso para assistente de Ginecologia da FMUP, em 1984 e prestou provas de Aptidão Pedagogica e Capacidade Cientifica, em 1990 e tirou o seu doutoramento na area de Ginecologia / Obstetricia, em 1996. Foi professor auxiliar da disciplina de Ginecologia/Obstetrícia e professor associado da disciplica de Ginecologia / Obstetricia da FMUP. Prestou serviços como Secretario-Geral da Sociedade Portuguesa de Ginecologia durante 12 anos, foi Presidente da Sociedade Portuguesa da Medicina da Reprodução durante 6 anos e durante 4 anos foi membro do General Board da Sociedade Europeia de Endoscopia Ginecologica (ESGE) e do Advisory Board da Sociedade Europeia da Medicina da Reprodução (ESHRE). Presidiu ao Congresso Europeu de Endoscopia Ginecologica em 2002 e é Presidente do Colégio de Ginecologia/Obstetricia da Ordem dos Médicos, desde 2009 e director do Departamento de Ginecologia / Obstetricia do Hospital Cuf Porto, desde 2010.

Hugo Rodrigues
Pediatria

Licenciou-se em Medicina no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto em 2004 e regressou a Viana do Castelo, cidade de onde é natural e onde sempre viveu, para completar a sua formação profissional enquanto pediatra.
Desde então exerce a sua atividade na Unidade Local de Saúde do Alto Minho, onde possui ainda uma consulta especializada em Medicina da Adolescência.
O gosto pelo ensino foi sempre uma constante, exercendo atualmente funções de docência na Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho (Curso – Medicina) e Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Instituto Politécnico do Porto (Curso – Fisioterapia).
Para além disso, é também formador do Grupo de Reanimação Pediátrica e European Ressuscitation Council na área da emergência pediátrica e membro da Direção da Sociedade Portuguesa de Medicina do Adolescente.
Em 2011 criou o blogue “Pediatria para todos”, que evoluiu em 2014 para o livro “Pediatra para todos”, onde pretende responder às dúvidas dos pais de forma descomplicada, simples e objetiva, sempre com o rigor científico de um Pediatra, mas numa linguagem acessível a toda a gente.
Colabora ainda, como residente, no programa “Queridas Manhãs” da SIC. É na Pediatria Geral que se sente realizado, sempre numa perspetiva comunitária e próxima da população.
É um apaixonado pela família e os seus dois filhos são “um enorme orgulho e a melhor coisa que alguma vez fez na vida”, como costuma dizer…

Joana Prudêncio
Psicologia

Joana Prudêncio licenciou-se em Psicologia Clínica pelo Instituto Superior de Psicologia Aplicada em Lisboa, em 2006, com posterior formação avançada em Psicologia da Gravidez e da Maternidade pela mesma Instituição. Fez estágio profissional em Pádua, Itália, em Mediação e Terapia Familiar pelo Centro Padovano di Terapia della Famiglia, tendo ainda frequentado Pós-Graduação em Neuropsicologia Pediátrica. Actualmente trabalha no Centro Hospitalar do Algarve – unidade de Faro, dedicando-se ainda à prática privada no Grupo Hospital Particular do Algarve. Apostando sempre na prevenção e intervenção precoce, com vista à estabilidade emocional e ao desenvolvimento psicossocial e familiar adaptativo, é uma apaixonada pelas questões da gravidez e parentalidade, considerando este um momento de excelência na intervenção junto dos bebés e suas famílias.

Perguntas da comunidade

Qui, 05/10/2017 - 21:51
Psicologia
florestal offline

Boa noite
O meu nome é Carla. Fui mãe vai fazer 4 anos e tive uma depressão pós parto, neste momento continuo a tomar medicação apesar de ter reduzido. Estou a tomar zorix 150 mg. Tenho 38 anos e gostava de voltar a ser mãe. A minha questão é seguinte: existe medicação que seja compatível com a gravidez? Li algumas situações de outras mães que tomaram medicação durante a gravidez. O meu psiquiatra da ultima vez que estive com ele em Março não se manifestou. Gostava de consultar outro especialista mas nem sei a quem recorrer.
Obrigado

Cumprimentos

elodie424 offline

Boa noite,

a minha filha tem 16 meses e frequentou a creche dos 5 aos 7 meses, depois mudamos de zona de residencia e só começou a frequentar de novo a creche mo inicio deste mês. Ela teve alguma dificuldade em adaptar-se e chorava muito, até que houve uma melhoria significativa e ela deu sinal de se estar a adaptar. Mas agora ela chora logo que entre para o carro de manhã, recusa comer na creche, desinteressa-se pelas outras crianças, passa o dia sentada num sofá longe das outras crianças. Estou preocupada, sinto que a menina está bem tratada na creche, mas a sensação que tenho é que ela se aborece, que não é estimulada o suficiente. Já em casa não demostra grande interesse pelos brinquedos dela, e quanto a pessoas, só se interessa por adultos ou crianças mais crescidas. Será normal?

Qui, 03/08/2017 - 16:10
Pediatria
offline

Boa Tarde
Quais são os marcos de desenvolvimento mais importantes para uma criança de 2 anos? É normal a criança ainda não falar nada? É normal ter variações de humor muito repentinas? Sou mãe de "primeira viagem" e dou por mim muitas vezes com dúvidas sobre o que é ou não normal numa criança desta idade.
Desde já obrigada

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?