Quando o pai fica com depressão pós-parto | De Mãe para Mãe

Goste de nós no Facebook

últimos tópicos no forum

Fórum Geral & Apresentação

Ajuda sff

Fórum Amamentação e Aleitamento

Nutribén Natal HA

Fórum Grávidas

Daniel de Matos

Fórum Treinantes

16 dias com fluxo

Fórum Geral & Apresentação

boa noite

Fórum Geral & Apresentação

16 dias com fluxo

Fórum Festas e Batizados

Bouquet de noiva para um casamento

Fórum Grávidas

Carrinho loola

Fórum Grávidas

como dormir

Fórum Treinantes

1• mes com o conceive plus

Destaques nas lojas

Loja cantinho_da_avó

PROMOÇÃO DE ANO NOVO!!...

Loja veraamorim

3 peças 1€ (para peças de valor INFERIOR a 1€), 3 peças 2€ (...

Loja Loving Mom

A colocar NOVIDADES ;) Roupas quentinhas para Inverno :) H&a...

Loja crismartins85

Roupinhas e tralhinhas!!...

Loja patilago

0-3 anos,Roupinhas.Babygrows, Pijamas, camisas, sapatinhos....

Loja Sónia MS

5 artigos menos 40%%%%%%!! Encomendas por ordem de chegada ...

Loja socirero

Na compra de 2 peças oferta da 3ª!!!...

Loja ryssie

Roupa de qualidade, artigos praticamente novos. ...

Loja Um Bebé

* Testes de Gravidez e/ou Ovulação de tiras a 0.50€ * Tb tes...

Loja Pipoquinha 07

(*-*) - 30%!! Roupa de menina dos 0 aos 8 Anos!!...

produtos à venda

€1.80
€5.00
€4.00
€4.00
€4.00
€6.00
€5.00
€5.00
€4.50
€24.50
€3.50
€3.50

artigos relacionados

Mulher triste e pensativa

O que pode acontecer e o que fazer na depressão pós-parto

Para uma mulher, o nascimento de um bebé é suposto ser uma das...

Mãe e bebe a dormirem juntos

Como ultrapassar a depressão pós-parto?

O parto é o momento mais aguardado por todas as gestantes. E se...

Mulher deprimida

Depressão pós-parto

14% das mulheres sofrem de depressão pós-parto, que pode começar...

Celebridades

Celebridades que sofreram uma depressão pós-parto

Pelo menos 12% das mulheres que dão à luz passam por uma...

Nasceu um bebé

24.09.2016
30.08.2016
18.08.2016
18.08.2016

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?

Está aqui

Quando o pai fica com depressão pós-parto

Associar a depressão pós-parto a uma recém-mãe é comum, no entanto, a depressão pós-parto não é uma situação exclusivamente feminina, o pai também pode sofrer desta condição. Um estudo feito em 200 casos revelou que 3% dos pais demonstravam sinais de depressão pós-parto depois do nascimento do bebé. O mesmo estudo revelou também que aproximadamente 10% das mães também experienciam sintomas de depressão pós-parto.

Um bebé traz novas responsabilidades e a vida não fica de todo mais fácil. Depois da excitação inicial do parto e da intensa sensação de ser pai vêm as noites sem dormir, as mudanças no estilo de vida, a incapacidade de amamentar, o sentir que ser pai é para sempre; tudo isto pode ser aterrador e um risco para desenvolver uma depressão pós-parto.

Como afecta o bebé

Estudos feitos recentemente revelam que especialmente os bebés do sexo masculino são os mais afectados por um pai com depressão pós-parto: evidenciando mais problemas comportamentais e emocionais nos primeiros anos de vida do que bebés do sexo feminino ou do que bebés que não tenham um pai com pós-depressão. O envolvimento de um pai com depressão pós-parto pode ser diferente do envolvimento de um pai que não sofra desta condição.

Sintomas da depressão

A mudança que o novo bebé traz ao dia-a-dia pode muitas vezes camuflar o que podem ser sintomas de depressão pós-parto. O pai sente a obrigação de fazer com que a recém-mãe se sinta bem e em recuperação, bem como ter a capacidade de lidar com as mudanças que um recém-nascido traz à sua vida.

O pai impõe a si próprio o padrão de ser um super-homem e um super marido. Ajustar-se à nova vida e assumir as responsabilidades de ter um filho(a) no mundo não é tarefa fácil para ninguém, quer seja homem ou mulher. No entanto, assumir medos e receios não é algo muito comum na cabeça dos homens, sendo fácil não notar os primeiros sinais da depressão pós-parto, pois a tendência natural de um homem é ignorar ou não dar importância a pensamentos ou sentimentos que podem revelar esta condição.

Um pai que luta para estabelecer um laço emocional com o seu recém-nascido sente-se também desligado da sua mulher e até da vida, seguindo-se a sensação de que não é “merecedor” de ser pai e procurando justificação para este tipo de sentimentos. Ao mesmo tempo, surge uma luta para suprimir todos os sentimentos negativos devido ao embaraço, medo e frustração que lhe provocam.

Qualquer pessoa que experiencie este tipo de sentimentos deve dirigir-se ao seu médico, pois em casos extremos podem surgir o suicídio ou mesmo a tentativa de homicídio. No entanto, é importante saber distinguir entre o cansaço devido à privação de sono e os sintomas de uma depressão pós-parto.

Os sintomas mais comuns são:

  • Pensamentos obsessivos
  • Dor no peito ou dificuldade em respirar
  • Sentimentos de impotência ou de inadequação
  • Incapacidade de se ligar emocionalmente ao bebé
  • Incapacidade de manter os padrões de sono
  • Pensamentos suicidas

Existem algumas circunstâncias que tornam um homem numa pessoa de maior risco de sofrer uma depressão pós-parto:

  • Historial de depressão
  • Um nível de stress diário muito elevado
  • Trauma ou dificuldade durante a gravidez
  • Problemas financeiros
  • Falta de sono
  • Mãe com depressão pós-parto
  • Pouco ou nenhum apoio social

Procurar e encontrar ajuda

Isto é uma doença que tem cura e conseguir ultrapassar a depressão pós-parto é possível para um pai. Mais vale prevenir… já o ditado o diz. Se sentir que o seu parceiro pode estar a passar por uma depressão, é importante que o primeiro passo seja ajudá-lo a superar esta doença, levando-o a procurar ajuda. Conversar com o seu parceiro sobre o assunto de uma forma compreensiva e aberta, apoiando-o e encorajando-o a conversar com um médico é um excelente passo. Por vezes a justificação de um médico de que esta condição não é uma loucura - mas sim algo de comum e tratável -, é um grande passo para a cura. O apoio emocional da família, apoio psicológico e uma medicação apropriada é usualmente o melhor tratamento para superar esta condição.

Para ambos os pais evitarem uma depressão pós-parto

Para ambos os pais é importante aliviarem o stress que surge logo que o recém-nascido entra nas suas vidas. Para tal é boa ideia:

  • Terem um plano financeiro e um orçamento preparado que comporte as despesas de um bebé.
  • Mantenham os canais de comunicação abertos: partilhem um com o outro sentimentos, medos e anseios relativos a esta nova fase da vida.
  • Criem formas de partilhar as obrigações; conversem e decidam por ex: o pai pode amamentar o bebé durante a noite com biberão, em vez de ser sempre a mãe a fazê-lo.
  • Contratem uma ama ou peçam a um amigo que tome conta do bebé pelos menos uma vez por semana, saiam e vão divertir-se sozinhos; e nada de conversar sobre o bebé, apenas conversa de adultos!
  • Façam exercício regularmente e tenham uma alimentação saudável.
  • Conversem com um psicólogo ou psiquiatra nem que seja sobre os anseios que podem estar a sentir nesta fase conturbada.