Goste de nós no Facebook

últimos tópicos no forum

Fórum Mães & Bebés

Fruta crua ou cozida?

Fórum Mães & Bebés

Picada de mosquito

Fórum Festas e Batizados

Festa Princesa Sofia

Fórum Grávidas

baixa

Fórum Mães & Bebés

xixi e coco nas cuequinhas

Fórum Amamentação e Aleitamento

Após 5 meses e meio apareceu a menstruação! :(

Fórum Grávidas

Será?!

Fórum Mães & Bebés

ajuda urgente

Fórum Mães & Bebés

Só faz uma bolinha... =(

Fórum Geral & Apresentação

Sexo do meu bebé

Fórum Grávidas

Poderá ser?????

Destaques nas lojas

Loja leny

2 cortinados winnie pooh a 15.00 candeeiro teto winnie 12 ...

Loja AminhaRitinha

Preciso de vender. Façam os vossos preços. ...

Loja Sandra Maria Gonçalves

Roupinhas de menino (algumas unisexo) CONDIÇÕES: ENVIOS...

Loja soniacss

40% nos usados e 20% nos novos ou sem uso!! Até dia 15!!!...

Loja tanuxinha

Preciso de espaço mamas!...

Loja Anica202

NOVIDADES!!! TUDO ATÉ 2€! MUITAS OFERTAS!...

Loja betaf

Bebe menino ate 9 meses.roupa de marca muito estimada e usad...

Loja tysh

@MOBILE !ARCO !ESPREGUICADEIRA !E MUITA ROUPA LINDAAAAA!!!@(...

Loja JNunes

Oferta de portes até 500gr em compras iguais ou superiores a...

Loja Sandrinha72

ROUPINHAS DE MENINA E MENINO A PREÇOS PEQUENINOS!...

produtos à venda

€1.00
€1.25
€1.00
€1.00
€1.25
€1.00
€1.00
€1.00
€1.00
€1.25
€1.25
€1.25

artigos recentes

Ginásio Multibrincadeira

Brinquedos top para bebés top!

Se há duas coisas em que a Fisher-Price é especialista, essas...

Sabia que o seu bebé não sabe respirar pela boca?

Tanto para as crianças como para os adultos, respirar pelo nariz...

Barriga de gávida

Como escolher um médico obstetra

Quando uma mulher está grávida, uma das primeiras preocupações...

Mamãs: reclamem o vosso cabelo de volta!

Se ainda não sabe, fica a saber: a gravidez desencadeia uma série...

Chavena de chá

Azia na gravidez, como diminuir o desconforto?

Muitas grávidas sofrem de azia, também chamada de refluxo, algo...

Nasceu um bebé

21.08.2014
19.08.2014
18.08.2014
07.08.2014

Votação

Tem familiares ou amigos próximos com filhos até os 36 meses?

Está aqui

Quando engravidar depois de uma perda

Perder um bebé pode ser devastador, quer seja um aborto, durante o parto, ou mesmo depois do parto… tudo necessita de sarar: o corpo e o espírito.

Depois do rol de emoções que sentirá quando surge uma perda, começará a questionar o seu caminho para a maternidade. Quando começar tudo de novo?

O tempo recomendado  

Na realidade, o tempo que uma mulher espera para voltar a engravidar depende sempre do tipo de perda que experienciou, mas geralmente são necessários cerca de 3 meses para recuperar a condição física, este é o tempo mínimo necessário depois de uma perda, que o útero e o corpo necessitam para sarar. Deve esperar-se até à menstruação normalizar e, claro, até ao médico dizer que já pode voltar a tentar de novo.

Depois de um aborto espontâneo, usualmente as perdas sanguíneas param passado uma semana (caso isto não aconteça, deverá dirigir-se ao seu médico assistente). A exaustão também poderá apoderar-se de si durante alguns dias. Tudo depende da sua perda, caso tenha acontecido um aborto espontâneo sem perdas de sangue prolongadas, é provável que vá ovular dentro de 2 a 4 semanas depois do aborto. Para saber se está a ovular, verifique a temperatura corporal, ou observe o muco cervical, desta forma saberá se a ovulação está a ocorrer. Mesmo no caso de um aborto, em que tenha sido necessária uma curetagem para o completar, o seu período menstrual pode surgir cerca de 28 dias depois, e a ovulação pode ocorrer passadas 2 semanas, levando assim cerca de 1 mês a 6 semanas para o seu corpo voltar ao normal. Porém, o ciclo pode levar meses a regular-se.

Pesquisas sugerem que o risco de sofrer um aborto, na próxima gravidez, aumenta em 50% caso não espere por voltar a ter um ciclo regular antes de voltar a tentar.

Caso tenha tido uma gravidez ectópica – onde o ovo fertilizado se implanta numa das trompas de Falópio ou fora do útero – é muito importante que seja acompanhada pelo seu médico para se certificar que não está a passar por outra gravidez ectópica, e que esta gravidez de facto acontece no útero.

Quando voltar a ter relações sexuais

Depois de uma perda relacionada com o aborto, é importante que não tenha sexo logo de seguida, pelo menos enquanto as perdas sanguíneas não tiverem parado. Enquanto estiver a recuperar, as relações sexuais podem provocar infecções. Mesmo antes de aparecer o período menstrual, deve usar contraceptivos. Logo que o corpo perceba que não está grávida ele trata de fazê-la fértil de novo, mesmo antes do primeiro período menstrual, por isso, dê tempo ao seu corpo para recuperar.

Usar o tempo em seu favor para um novo começo

Nem sempre o tempo é o maior determinante da altura para voltar a conceber, muito também depende do seu estado emocional. O tempo necessário à sua cura emocional só dependerá de si. Umas mulheres estão prontas a engravidar de novo logo depois de uma perda, outras demoram mais tempo; tudo varia de mulher para mulher e, no seu caso, tudo dependerá de si. A perda que sofreu poderá significar um período de tempo maior ou menor sem pensar em tentar engravidar. Não se preocupe, quando chegar de novo à altura, você saberá.

Terapia: concepção

Por vezes o tentar conceber de novo pode ser muito terapêutico, mas claro, isto também varia de mulher para mulher. Enquanto umas mulheres conseguem ultrapassar uma perda com uma nova tentativa de conseguir uma gravidez bem-sucedida, outras não vêem solução nesta decisão. Analise bem os seus sentimentos, seja sincera consigo, e tente perceber se esta solução é a indicada para si.

Pergunte-se

Está pronta para voltar a conceber, uma vez mais? Quer demore meses ou anos para começar a tentar engravidar de novo, saiba que o seu coração irá guiá-la neste processo de decisão. O coração também tem de sarar, e só você saberá se ele está curado.

Depois de uma perda, muitas mulheres sentem-se isoladas ou com vontade de o fazerem, enquanto outras gostam de conversar acerca da sua perda. Tente compreender que nem todas as pessoas vão compreender as suas emoções, para uma pessoa que não esteja a acompanhar a situação, uma perda geracional é apenas mais uma.  Porém, saiba que conversar acerca das suas emoções é essencial, especialmente com o seu parceiro e família. Não guarde tudo para si, mantenha não só o corpo saudável, mas também a sua mente.