Goste de nós no Facebook

últimos tópicos no forum

Fórum Mães & Bebés

Pediatra Porto e arredores

Fórum Mães & Bebés

obstipaçao bébé 1 mês e meio

Fórum Geral & Apresentação

Um berço

Fórum Mães & Bebés

Como fizeram ??

Fórum Mães & Bebés

Ja nao sei o que fazer :(

Fórum Mães & Bebés

opiniao

Fórum Geral & Apresentação

Contacto ginecologista/obstetra em Coimbra

Fórum Parto e Preparação

Lista de Maternidade de STª Maria

Fórum Festas e Batizados

Locais batizado Urgente

Fórum Mães & Bebés

Dou Zona Montijo/Alcochete

Fórum Família

O que fazer??

Fórum Mães & Bebés

desenvolvimento 2 anos

Destaques nas lojas

Loja Loving Mom

Novidades quentinhas acabadas de colocar ;) OFERTA DE PORTE...

Loja safirate

ROUPINHA DE BEBE CHICCO, MAYORAL, JACADI, ETC!...URSINHO SON...

Loja socirero

Matervita a 5€...

Loja _ A Gabi

Roupinhas, calçado ......

Loja susana08

VOLTOU O CALOR!!...

Loja patilago

babygrows/protector colchão de alcofa-berço/Botas/tenis disn...

Loja AnaLory

Vestidinhos lindos, e roupinha da disney Dos 0-6 :) Mamas d...

Loja Justiceira

Após muitos meses de ausência voltei...algum assunto que ten...

Loja Pokiti

CASACOS NOVOS COM ORELHINHAS E LUVAS. QUALQUER DUVIDA MANDE...

produtos à venda

€2.00
€2.50
€2.50
€5.00
€1.80
€0.50
€6.00
€2.00
€2.00
€2.00
€4.00
€16.50

artigos recentes

Como deixar de ser uma mãe galinha

A maternidade traz com ela muitas responsabilidades agregadas:...

O meu filho tem dois anos e não fala…O que fazer?

Ao longo do desenvolvimento os pais saboreiam cada etapa e...

Como escolher uma creche/jardim-de-infância

O momento de deixar um bebé ou filho pequeno na creche ou no...

Ginásio Multibrincadeira

Brinquedos top para bebés top!

Se há duas coisas em que a Fisher-Price é especialista, essas...

Nasceu um bebé

19.10.2014
10.10.2014
06.10.2014
03.10.2014

Votação

Tem familiares ou amigos próximos com filhos até os 36 meses?
Sim
87%
Não
13%
Votos totais: 5675

Está aqui

Gravidez, posições sexuais e sexo

Falar sobre sexo durante a gravidez é daqueles assuntos que nunca é demais falar, pois existem sempre muitas dúvidas sobre o assunto.

É normal começar a questionar-se: se o sexo será igual; o que irá mudar na sua vida; se o seu parceiro vai continuar com o mesmo interesse; se ainda o consegue seduzir; se vai continuar a ser uma mulher sexy, etc... Saiba que o prazer do sexo não desaparece só porque está grávida ou porque vai ter um bebé, pode até intensificar-se.

Desconforto no sexo durante a gravidez

Algumas mulheres enquanto grávidas podem realmente experimentar um desconforto durante o sexo acompanhado de alguma dor, por vezes bastante forte, e usualmente localizada. Se a sua cervix (colo do útero) começar a doer, o abdómen começar a doer, os mamilos começarem a doer, se tudo começar a doer, o ideal é esquecer a famosa posição de missionário pois neste caso é a menos aconselhada para quem sofre deste tipo de dor.

Durante meados do segundo trimestre, e durante o terceiro trimestre o peso do útero torna a posição de missionário desconfortável, e mesmo arriscada, devido à compressão provocada no acesso do sangue ao útero. Nada de desesperar, o seu corpo diz-lhe mais do que imagina, por isso siga-o e aprenda a conhecer-se.

Para certas mulheres há posições mais confortáveis do que para outras, e faz parte do seu trabalho saber quais são as mais confortáveis para si. Usualmente as posições confortáveis para dormir são as posições confortáveis para fazer amor quando se está grávida, como a posição de colher (deita-se na lateral como quando dorme e o seu parceiro penetra-a por detrás).
Se o sentido de aventura e de excitação são o seu género esta posição é ideal para si: enquanto a mulher está um pouco inclinada para a frente e apoiada na cabeceira da cama, ou na parede, o homem penetra-a por detrás.

A posição de cão também oferece muita liberdade quer à mulher grávida quer ao seu parceiro. A mulher está posicionada sobre as mãos e joelhos e o homem está de joelhos por detrás dela. Esta posição permite acariciar os seios, a barriga e o clítoris, tornando a relação bastante mais íntima.

Comunicar com o parceiro

Por vezes durante a gravidez pode ficar com o seu corpo super sensível, pode assim apetecer-lhe sexo, mas não lhe apetecer que o seu parceiro lhe toque. O ideal será falar com o seu parceiro e explicar-lhe a situação para que ele não assuma que o seu interesse por ele diminuiu. Nada como comunicar com o parceiro para que a relação sexual e emocional se tornem bastante mais satisfatórias. Saiba que o seu parceiro não sabe ler pensamentos, e que o pai dos seus filhos também é seu companheiro, por isso não faz sentido esconder os seus sentimentos dele. Encare o falar sobre sexo como uma conversa normal e sem tabus, aprenda a ser explícita naquilo que pensa e deseja fazer; apesar de estar grávida não está “morta”. Nada como perguntar ao seu parceiro como é que ele tem sentido a vida sexual durante a gravidez; explique-lhe também como se sente - é muito importante ouvir o que ele tem para lhe dizer, escute com cuidado e não fique sentida se não ouvir o que deseja ouvir. Diga ao seu parceiro especificamente o que ele deve saber sobre si; os homens são seres práticos e como tal gostam que lhes digam exactamente o que fazer e não o que as mulheres gostavam que eles lessem nas entrelinhas, por isso seja directa e saiba sempre ouvir.

Transformar a mudança

A gravidez é um momento único na vida mediante todos os outros momentos que se possam passar; é um período muito peculiar para a mulher e para o seu companheiro, por isso como momento diferente que é deve adoça-lo com experiências diferentes. O corpo muda, por isso experimente as coisas diferentes que isto lhe pode proporcionar; encare esta mudança como algo de novo e muito entusiasmante, em vez de algo estranho e inibidor da vida íntima. Palavra de ordem: “Divirta-se!”. Experimente novas posições e descubra maneiras novas de dar e de receber prazer mediante circunstâncias que podem ser facilitadoras de uma vida íntima mais profunda e mesmo de novas descobertas físicas.
Não se esqueça que deve sempre colocar as suas dúvidas ao seu ginecologista ou médico de família, ele irá certamente explicar-lhe tudo bem como a ajudará a orientar a sua vida íntima.