Gravidez múltipla ou gemelar | De Mãe para Mãe

Goste de nós no Facebook

últimos tópicos no forum

Fórum Creches e jardins de infância

Florinhasdo vouga - Aveiro

Fórum Mães & Bebés

Tracy Hogg, Gina Ford e afins

Fórum Grávidas

Amniosintese

Fórum Amamentação e Aleitamento

Introdução de outros alimentos >4-6meses

Fórum Mães & Bebés

Periodo depois parto

Fórum Geral & Apresentação

Maridos

Fórum Grávidas

Saco amniótico irregular

Fórum Treinantes

mais uma desilusão

Fórum Festas e Batizados

bolas de sabão

Fórum Mães & Bebés

Infantário em Vila Nova de Gaia

Fórum Mães & Bebés

Maternidade Hospital de Cascais

Destaques nas lojas

Loja veraamorim

3 peças 1€ (para peças de valor INFERIOR a 1€), 3 peças 2€ (...

Loja patilago

0-5 anos,.Roupinhas.Babygrows, Pijamas, camisas, sapatinhos...

Loja _ A Gabi

S A L D O S 50% em toda a loja ...

Loja Loving Mom

40% de desconto em tudo ;) H&M, Zara, Mayoral, Tiffosi, ...

Loja susana seixas

TUDO A 1.00 1.00 EURO 1.00 EURO PROMOÇÃO PARA ACABAR POR F...

Loja Ana 13Dezembro

De momento está tudo vendido !...

Loja Dada_123

coisinhas baratas*.*...

Loja Estela2010

Copos de aprendizagem, biberoes, Testes de gravidez e ovulaç...

produtos à venda

€1.00
€0.50
€8.00
€7.00
€11.00
€15.00
€15.00
€12.00
€20.00
€15.00
€10.00
€6.50

artigos relacionados

batido

Porque é que uma grávida necessita de um pequeno-almoço saudável

Se para todas as pessoas o pequeno-almoço é a refeição mais...

Mulher a fazer jogging na praia

Aumentar a sua fertilidade também depende de si

Quem anseia por um bebé passará certamente pela fase da...

Mulher grávida

Os problemas mais embaraçosos que ocorrem durante a gravidez

Com a gravidez vêm coisas maravilhosas, desde uma pele com um...

6 coisas que provavelmente desconhece sobre a adoção em Portugal

Se está a contemplar adotar uma criança em Portugal, saiba que...

Lembrem-se sempre disto: ser saudável é o mais importante!

Carolina Deslandes publicou uma fotografia três semanas após o...

Nasceu um bebé

19.07.2017
17.07.2017
28.06.2017
09.06.2017

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?

Está aqui

Gravidez múltipla ou gemelar

Cada vez mais ocorrem gravidezes múltiplas. Ainda que o país com mais gravidez gemelar seja a Nigéria, e o Japão com menos, a Europa e Portugal no geral tem vindo a aumentar a sua taxa, em que 1 em cada 8 gestações é múltipla. Um dos grandes motivos que leva ao aumento da gravidez gemelar sãos os tratamentos de fertilidade e a gravidez depois dos 35 anos. No entanto, embora possa ser um desafio, ter gémeos é sempre uma felicidade a dobrar.

Uma gravidez gemelar ou múltipla é considerada uma gravidez de risco já que para a grávida existe um risco maior de complicações como a diabetes gestacional, pré-eclampsia e anemia. Para os bebés existe um risco da restrição do crescimento e de parto prematuro. Por isso, em caso de gravidez gemelar o acompanhamento da gravidez deverá ser maior e mais regular.

A gravidez múltipla

A gravidez múltipla é frequente, surgindo normalmente uma em cada 80. A grande maioria dos casos é uma gravidez dupla, já que a gestação de mais do que dois fetos é menos frequente. A gravidez tripla, na qual são gerados três fetos e o consequente nascimento de trigémeos, ocorre numa em cada 8.000 mulheres grávidas. A gravidez quádrupla, ou quadrigémeos, ocorre numa em cada 750.000 mulheres grávidas, enquanto a gravidez quíntupla, ou de cinco gémeos, apenas ocorre numa em cada 65.000.000, sendo a gravidez sêxtupla ou séptupla bastante raras.

Sintomas da gravidez múltipla

Durante o primeiro trimestre estar grávida de gémeos pode significar ter sintomas a dobrar, nomeadamente os enjoos, a azia e o cansaço. Posteriormente, problemas associados com a gravidez como as hemorroidas, dores nas costas e o cansaço serão mais evidentes porque o peso da barriga será naturalmente maior. A probabilidade de sofrer de tensão arterial elevada (hipertensão) é maior e, no final a gravidez, poderá ter de estar de repouso mais cedo, por volta das 26 semanas. Devido à probabilidade de anemia provavelmente terá de tomar suplementos de ferro, mas sobre isso deve de conversar com o seu médico assistente.

Determinar as placentas

É importante determinar quantas placentas existem e não apenas quantos bebés se estão a formar. Maioritariamente, a gravidez gemelar tem placentas separadas (gémeos dicoreónicos) ou gémeos fraternos. Cerca de 20% das vezes a placenta é partilhada dando origem a gémeos monocoriónicos ou gémeos idênticos. Este tipo de gravidez é normalmente mais complicado, necessitando, portanto, de mais vigilância.

Controlo da gravidez

Tal como numa gravidez comum, uma gravidez gemelar necessita de controlo através das ecografias, nomeadamente para despistar a síndroma de Down entre as 11 e as 14 semanas. Como a gravidez é considerada de risco, associado a este existe a possibilidade de malformações como doenças cardíacas congénitas e deficiências do tubo neural como a espinha bífida. Este tipo de problemas afeta cerca de 25% dos gémeos dicoriónicos e quase 50% dos gémeos monocoriónicos. Normalmente, a cada 4 semanas os gémeos devem ser examinados através de uma ecografia, para averiguar o seu crescimento e possíveis malformações.

Síndroma de transfusão feto-fetal nos gémeos verdadeiros

Um dos riscos mais graves para os gémeos monocoriónicos é a síndroma de transfusão feto-fetal. Cerca de 15% dos gémeos que partilham a mesma placenta desenvolvem este problema. Os chamados gémeos verdadeiros que partilham a mesma placenta correm um risco de um deles receber mais sangue do que o outro, devido a vasos sanguíneos anómalos que se formam e que estabelecem a ligação através da placenta. O tratamento desta anomalia consiste em distribuir estes vasos através de cirurgia laser, da remoção do excesso de líquido amniótico através da amniocentese, ou o parto prematuro se os pulmões já estiverem formados.

O diagnóstico é feito através da ecografia se existir algum destes sinais:

  • Diferença acentuada no tamanho dos diferentes fetos do mesmo sexo
  • Diferença no tamanho dos dois sacos amnióticos
  • Diferença no tamanho dos dois cordões umbilicais
  • Uma única placenta
  • Evidência de fluido acumulado na pele de um dos fetos
  • Insuficiência cardíaca no gémeo recetor
  • Polihidrâmnio – excesso de líquido amniótico no gémeo recetor
  • Oligohidrâmnio – diminuição do líquido amniótico no gémeo doador

Parto prematuro

O parto prematuro numa gravidez múltipla é muito comum, até porque a duração média de um a gravidez de gémeos é de 36 semanas e a de trigémeos é de 34 semanas. Devido a isso, se sentir contrações ou se notar algum tipo de sinal de que o parto está a iniciar deve dirigir-se rapidamente para o hospital, ou ligar ao seu médico assistente. Se a sua cervix for mais curta, a probabilidade de dar à luz mais cedo será maior. Os gémeos nascem com um peso inferior ao dos recém-nascidos de gestações simples, sendo seu peso em média de 2,5 kg.

Durante a gravidez

A gravidez, seja ela múltipla ou não, é um período para ser desfrutado e ao sentir alguns anseios partilhe-os não apenas com o seu médico mas também com outras grávidas e mães de gémeos que poderão ajudar a acalmar, dando conselhos e boas dicas.

Uma gravidez múltipla pode ser mais complicada, mas é importante que se mantenha positiva, que descanse bastante e que mantenha um regime alimentar equilibrado e saudável. Opte por fazer pequenas refeições, mais vezes ao dia, incluindo o pequeno-almoço e para manter os seus níveis de energia mais altos opte por alimentos que sejam propícios a isso, como cereais integrais, evitando açúcares refinados e outro tipo de alimentos que apenas dão energia durante curtos espaços de tempo.