Como gerir a Internet na educação dos filhos | De Mãe para Mãe

Goste de nós no Facebook

Destaques nas lojas

Loja susana08

VISITEM A MINHA LOJA: https://guigagu.wixsite.com/guigagu P...

Loja Loving Mom

20% de desconto em tudo ;) H&M, Girândola, Zara, Mayoral...

Loja nublada

Muitas peças de roupa em bom estado, sobretudo menino....

Loja dtandsmps

Em atualizações...A não perder!!!...

Loja M_Marques

60% 60% 60% desconto em TUDO - LIQUIDAÇÃO TOTAL ...

Loja patilago

0-5 anos,.Roupinhas.Babygrows, Pijamas, camisas, sapatinhos...

Loja susana seixas

50% 50% em tudo POR FAVOR ENVIAR MENSAGEM PARA QUALQUE...

Loja Liliya

Novidades já chegaram! Por favor, enviem MP!...

Loja raquel_oliveira

NOVIDADE!!! Roupinhas de menino e menina, usadas mas em bom...

Loja Sefa

Novidades!! Testes de gravidez e de ovulação!...

produtos à venda

€7.00
€6.00
€4.00
€4.00
€5.00
€5.00
€2.00
€2.00
€2.00
€4.00
€2.00
€3.00

artigos relacionados

As principais regras de educação que todos os filhos devem saber

Algumas regras de educação são tão básicas que é impossível não...

As principais revistas sobre gravidez e crianças

Quem está à espera de um bebé precisa de um curso intensivo sobre...

5 boas razões para inserir fruta no lanche das crianças pequenas

Há uma altura em que as crianças são pequenas e os pais têm total...

Como escolher o calçado adequado para as crianças?

Escolher bem os sapatos para crianças é fundamental para o...

Nasceu um bebé

14.02.2017
13.02.2017
21.01.2017
Rui
03.01.2017

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?

Está aqui

Como gerir a Internet na educação dos filhos

Atualmente, a Internet desempenha um papel muito importante na educação das crianças porque as pode auxiliar em várias áreas do saber. No entanto, existem muitos perigos que se escondem à espreita. Saiba como gerir a Internet na educação dos seus filhos e acompanhe sempre o seu desenvolvimento.

Porque é que as crianças acedem à Internet

Para as crianças, tal como para os adultos, a Internet é vista como uma janela para o mundo, uma vez que é uma fonte de informação inesgotável e também possibilita uma escolha de diferentes formas de interação com os outros.

Atualmente, as crianças com mais de três anos vão à Internet jogar jogos, ao passo que as mais velhas, navegam na web por diversão, utilizam o e-mail, mensagens instantâneas, salas de chat e fóruns. A Internet pode ser uma ajuda para preparar os trabalhos da escola, para realizar as mais variadas pesquisas de estudo e até a fazer downloads de músicas.

Navegar na Internet é um processo exploratório ativo e excitante com possibilidades ilimitadas, mas, pode apresentar um lado menos positivo. A Internet também tem muito material inapropriado, até mesmo perigoso, disponível às crianças, por isso, é tão importante que os pais acompanhem atentamente o uso que os seus filhos fazem da Internet.

Os perigos da Internet para as crianças

A Internet é uma das maiores descobertas tecnológicas dos últimos anos, no entanto, pode apresentar perigos para as crianças se estas não forem devidamente vigiadas. Dos inconvenientes principais, destacam-se os seguintes:

O acesso a websites que promovem o ódio, violência e pornografia

Na Internet existem muitos websites que não devem ser frequentados pelas crianças, como os de cariz sexual e os que fomentam o ódio, o preconceito e a violência. Alguns têm publicidade sobre grupos religiosos e étnicos, informações sobre a disponibilidade de armas e outras questões que os pais devem discutir individualmente com os seus filhos.

A publicidade não solicitada

A publicidade não solicitada pode atrair as crianças com a promessa de ofertas gratuitas de produtos em troca de informações pessoais ou familiares. Na maioria das vezes, os produtos oferecidos têm determinadas regras de aceitação específicas e as crianças nunca as leem.

A adesão a um grupo ou clube

As crianças podem ser convidadas a aderirem a um determinado grupo ou clube para encontrar um amigo, mas também podem estabelecer contacto com uma pessoa que está à procura de desenvolver um relacionamento impróprio.

As salas de chat e as redes sociais

Passar horas e horas na Internet, nas salas de chat ou nas redes sociais pode ser muito prejudicial para as crianças. Elas não sabem quem está do outro lado do computador e podem ser facilmente enganadas por pessoas com más intenções. Por outro lado, todo o tempo que passam online impede o desenvolvimento das suas capacidades sociais num contexto real e impossibilita a prática de exercício físico.

O que os pais podem fazer

À semelhança dos livros, das revistas e de outros recursos impressos, no geral a Internet não tem editores ou revisores que detetam informações falsas, inadequadas ou imprecisas. Como tal, cabe aos pais orientar e supervisionar as atividades online dos seus filhos para assegurar uma vida familiar tranquila. Ao fazerem-no, certificam-se de que eles estão a utilizar corretamente a Internet.

Dicas para os pais que têm crianças mais novas

Os pais devem estar mais atentos e vigilantes quando as crianças são mais novas porque elas, na maioria das vezes, não sabem distinguir o certo do errado. Para ajudar nesta tarefa, siga as dicas seguintes:

  • Sente-se com o seu filho quando ele está online.
  • Grave nos favoritos os melhores sites de navegação.
  • Use os motores de busca com controlos parentais.
  • Não autorize a utilização de e-mail, mensagens instantâneas, salas de chat ou fóruns de mensagens às crianças que têm menos de 10 anos de idade.
  • Ensine ao seu filho o conceito de privacidade. Reitere que as crianças nunca devem fornecer informações sobre si mesmos ou membros da família.

Dicas gerais

  • Mantenha o computador num local central da casa e não no quarto de uma criança.
  • Estabeleça regras familiares em relação ao tempo que a Internet pode ser utilizada e qual a informação que pode ser pesquisada.
  • Reveja o que os seus filhos viram e pesquisaram na internet.
  • Converse com os seus filhos sobre as suas atividades online da mesma forma como o faz em relação às outras atividades ou passatempos.
  • Crie um blog/site de família com a ajuda dos seus filhos para manter os amigos e familiares atualizados sobre as atividades da família.
  • Sente-se com os seus filhos e reveja as suas listas de contactos de mensagens instantâneas. Ensine-lhes boas maneiras e mostre-lhes que eles nunca se devem encontrar com alguém que conheceram online.
  • Crie uma conta secundária de e-mail para os seus filhos navegarem na Internet. Assim, protegerá o verdadeiro endereço de e-mail do correio eletrónico não solicitado.
  • Lembre às crianças que qualquer coisa que é publicada na Internet é acessível a qualquer pessoa e pode ficar disponível online durante vários anos, ou para sempre.
  • Fale com os seus filhos sobre o sexo online para que este não seja um tema tabu e direcione-os para bons sites de saúde e de sexualidade.
  • Insista em aceder às contas de e-mail, perfis nas redes sociais e de mensagens instantâneas das crianças para saber com quem elas estão a falar.
  • Ensine as crianças a ter um comportamento responsável. Existem ficheiros, textos e imagens na Internet que têm direitos de autor e estes devem ser sempre respeitados. Por outro lado, lembre-lhes que nem tudo o que veem na Internet é verdade, pois há muita informação errada e incompleta.

Existem inúmeras coisas produtivas para fazer na Internet e os pais devem orientar os seus filhos da melhor maneira possível para que eles recolham todos os benefícios do mundo online.