Como escolher uma creche/jardim-de-infância | De Mãe para Mãe

Goste de nós no Facebook

Destaques nas lojas

Loja Estela2010

Conceive Plus 75mg, testes de gravidez e ovulação One Step, ...

Loja cantinho_da_avó

PROMOÇÃO !!...

Loja Maria M. M.

Tudo com desconto de 25%! Por favor, enviem mensagem privad...

Loja susana08

VISITEM A MINHA LOJA: https://guigagu.wixsite.com/guigagu P...

Loja patilago

0-5 anos,.Roupinhas.Babygrows, Pijamas, camisas, sapatinhos...

Loja Loving Mom

20% de desconto em tudo ;) H&M, Girândola, Zara, Mayoral...

Loja Ana 13Dezembro

De momento está tudo vendido !...

Loja nublada

Muitas peças de roupa em bom estado, sobretudo menino....

Loja raika

Descida estrondosa nos preços....

Loja

TUDO 50%%%% 50%%% em todas as roupas de valor superior a 1€...

produtos à venda

€6.00
€7.00
€4.20
€4.40
€4.00
€4.00
€3.90
€2.00
€2.00
€2.00
€2.00
€2.00

artigos relacionados

Perguntas que deve fazer antes de conhecer a criança que vai adotar

Ao contrário de um filho biológico, uma criança adotada já tem...

O meu filho tem dois anos e não fala…o que fazer?

Ao longo do desenvolvimento, os pais saboreiam cada etapa e...

Conhecer a criança que vai adotar pela primeira vez

Reuniu os documentos para a candidatura, ultrapassou as fases de...

Festa de aniversário do bebé

6 dicas para organizar uma festa de aniversário para o bebé dentro do orçamento

A festa de aniversário do bebé – principalmente a primeira! – é...

Nasceu um bebé

14.02.2017
13.02.2017
21.01.2017
Rui
03.01.2017

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?

Está aqui

Como escolher uma creche/jardim-de-infância

O momento de deixar um bebé ou filho pequeno na creche ou no jardim-de-infância representa um ponto de viragem na vida de qualquer família e tenha o rebento 3 meses ou 3 anos, esta é uma decisão que não deve ser tomada de ânimo leve. Na hora de escolher uma creche ou jardim-de-infância, são vários os fatores que devem ser tidos em conta.

As melhores referências

Uma das formas mais fáceis de reunir, em pouco tempo, uma pequena lista de boas creches/jardins-de-infância é pedir referências a outras mães, familiares e amigas em quem confia, uma vez que também elas já passaram pela mesma situação de seleção e escolha. Pergunte a uma variedade de pessoas, incluindo a sua cabeleireira e esteticista, os vizinhos do seu prédio ou a florista do bairro onde vive – nunca se sabe de onde pode vir uma boa recomendação. Outras alternativas incluem fazer uma pesquisa na Internet, procurando diretórios ou pesquisando por localidade; ou então, dando uma volta de carro na sua zona de residência para averiguar o que existe, pelo menos, na proximidade. Nesta fase inicial, a ideia é reunir várias opções para depois poder analisá-las de forma mais aprofundada.

Onde está localizada?

Regra geral, um casal que está à procura de uma creche/jardim-de-infância para o filho, quer que essa valência seja próxima da residência da família ou do emprego de pelo menos um deles. Porquê? Para facilitar a rotina diária no que toca a deixar e ir buscar a criança dentro dos horários necessários e, claro, para poder chegar rapidamente ao seu lado no caso de alguma emergência.

Quanto custa?

Ter um bebé ou uma criança numa creche/jardim-de-infância implica um custo mensal fixo, o que significa que é necessário delinear um orçamento. Saber qual a fatia do orçamento familiar mensal que pode ser canalizada para a creche/jardim-de-infância também ajudará o casal a perceber se estão em aberto as valências privadas, se apenas as creches/jardins-de-infância públicos ou ambas.

Fazer uma visita

Quando já tiverem uma lista de creches/jardins-de-infância que estão ansiosos por conhecer e um orçamento mensal definido, segue-se o passo mais importante: visitar cada valência! Na hora de telefonar e marcar uma visita à creche/jardim-de-infância, talvez não fosse má ideia começar por perguntar se existem vagas. Se não existirem e se houver uma lista de espera muito longa, podem optar por não fazer essa visita. O ideal é fazer a visita numa altura em que tenha tempo para conhecer bem todo o espaço e a equipa, de preferência durante o horário de funcionamento. Se, por algum motivo, alguma creche/jardim-de-infância não permitir uma visita guiada ou se a fizer de uma forma apressada, sem mostrar todo o espaço, esse pode ser um sinal negativo e uma valência a descartar.

O que perguntar na visita

Conhecer ao vivo a creche/jardim-de-infância é fundamental, mas como a sua visita provavelmente se resumirá a poucos minutos, não terá uma ideia completa de como é o seu quotidiano, por isso, elabore uma lista de perguntas ou então imprima a checklist que compilamos para o efeito.

A equipa

Para além das infraestruturas que compõem a creche/jardim-de-infância, os recursos humanos são fundamentais – afinal de contas, é com esta equipa que o seu filho vai passar a maior parte dos seus dias. Como foram recebidos na receção? Como foram recebidos pelo diretor da creche/jardim-de-infância? Qual foi a primeira impressão que tiveram da educadora? E das auxiliares da sala? Qual é o ambiente que se vive entre a equipa e as crianças? De que forma é que os adultos falam e interagem com os bebés e as crianças? A equipa parece bem composta ou escassa, tendo em conta o número de bebés/crianças em cada sala? A forma como trabalham resulta num ambiente tranquilo ou caótico? Observar o espaço é importante, observar as pessoas que lá trabalham é imprescindível.

Um espaço feliz

No final de contas, depois de analisadas as principais vantagens e desvantagens de cada creche/jardim-de-infância visitada, é importante recordar as primeiras impressões que retiveram após cada visita. Será que uma creche/jardim-de-infância moderna e luxuosa, mas com uma equipa cabisbaixa tem realmente interesse? A creche/jardim-de-infância é mesmo ao lado do trabalho, mas as salas são todas muito pequenas e não há espaço exterior – será uma boa aposta? A questão mais importante é: o seu filho vai ser feliz ali?