Como ensinar os seus filhos a se comportarem quando visitam outras pessoas | De Mãe para Mãe

Está aqui

Como ensinar os seus filhos a se comportarem quando visitam outras pessoas

Os filhos são parte integral da vida, mas socializar com os amigos e puder fazê-lo com os filhos também é fundamental. Quando se visita a casa de familiares e amigos, espera-se que os filhos tenham um comportamento exemplar – quase que se espera que o comportamento deles seja ainda melhor do que em casa.

Ficam algumas dicas para ajudar numa saída mais social com as crianças.

Crie sinais:

É necessário que tenha um sinal gestual que sempre que o faz, os seus filhos sabem que estão a fazer algo que não devem, e que devem parar imediatamente com isso – isto sem ter de dizer uma palavra. Por exemplo, comece a ensinar aos seus filhos que quando levantar o indicador ou quando tocar no queixo, ele deve parar o que está a fazer de imediato porque não é apropriado. Desta forma poderá avisar os seus filhos sem os fazer sentir envergonhados.

Explique as regras básicas:

Com tempo, antes de sair de casa, explique aos seus filhos o que é esperado deles: que não corram pela casa, que cumprimentem as pessoas, que não devem colocar os pés em cima das mobílias, que devem comer sem se queixarem.

Evite as surpresas:

Explique ao seu filho o que é que vai acontecer durante a visita: “O pai e a mãe vão visitar a Sra. Emília e o Sr. João; vamos almoçar com eles e com o filho Pedro, que é da tua idade, e tu e ele vão brincar juntos.”

Leve entretenimento:

Se vai visitar amigos ou familiares que não têm crianças, e sabe que não vão existir distrações, então leve entretenimento para que os seus filhos não se sintam aborrecidos. Leve pequenos jogos ou livros de desenhos para colorir.

Prepare-se:

Se apesar dos sinais, o seu filho não parar o que está a fazer, pegue nele e leve-o para fora de casa, ou para um local onde outras pessoas não assistam, e lembre-lhe o que se espera dele.

Observe o local:

Como a casa dos seus amigos ou familiares pode não ser à prova de crianças, o ideal é tentar logo perceber qual será a área da casa onde pode esperar que o seu filho possa brincar sossegado enquanto convive com as outras pessoas.

Previna os problemas:

Se não existir na casa um local onde a criança possa brincar em segurança, sem a possibilidade de estragar nada, e existir mesmo a probabilidade de algo poder ser quebrado/estragado pela criança, o ideal é avisar o dono da casa dessa possibilidade dizendo algo como “Essa peça é lindíssima, mas como sei que o meu filho vai querer pegar nela, importa-se de a colocar num local onde ele não lhe aceda?”. Se o espaço da casa for mesmo problemático o ideal é perguntar ao dono da casa se podem ir para outra divisão, ou até para o jardim.

Votação

Quanto gastou ou pretende gastar no carrinho de bebé?